Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Acúmulo de nutrientes em Panicum maximum 'BRS Zuri' em resposta à aplicação de fertilizante e corretivo obtidos de escória de siderurgia.
Autores:  GUIMARÃES, M. G.
CLEMENTE, E. de P.
TEIXEIRA, P. C.
DONAGEMMA, G. K.
TAVARES, S. R. de L.
PONTES, M. F. A.
RODRIGUES, N. F.
STRALIOTTO, R.
Data:  2019-12-16
Ano:  2019
Palavras-chave:  Solo
Fertilidade do Solo
Corretivo
Acidez
Soil
Soil fertility
Acidity
Resumo:  A escória de siderurgia, considerada um passivo ambiental, apresenta-se como uma alternativa viável ao uso do calcário, uma vez que possui compostos neutralizantes da acidez do solo (CaSiO3/MgSiO3) e elementos químicos importantes para a nutrição das plantas. Por outro lado, normalmente grande parte dos pecuaristas não faz correção do solo e nem adubação para as pastagens. Além disso, trabalhos com fertilizantes obtidos de escória para gramíneas no Brasil ainda são escassos, sobretudo para a região de mar de morros da zona da mata de Minas Gerais. Ainda, o uso destas escórias pode ajudar no aprofundamento das raízes e dessa forma levar as pastagens a terem maior tolerância a seca. Diante do exposto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da aplicação de diferentes fontes (Calcário e Agrosilício Plus), doses (0,25 - 0,50 - 1,0 - 1,5 vezes a dose recomendada) e forma de aplicação do corretivo (incorporado e superfície) sobre a gramínea forrageira Panicum maximum 'BRS Zuri'. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com quatro repetições. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, na Universidade Federal Fluminense, Niterói-RJ, usando um Latossolo Vermelho Amarelo distrófico textura argilosa coletado em Coronel Pacheco, MG. O solo foi coletado na camada de 0-20 cm, destorroado, seco ao ar e passado em peneira de 2,00 mm. O experimento foi realizado em vasos plásticos, com 5 kg de solo, durante 45 dias. O uso do Agrosilício Plus foi eficiente no fornecimento de macronutrientes N, P, K+, Na+, Ca2+, Mg2+ e S para a cultura. Os teores de Ca2+ e Mg2+ aumentaram gradativamente com as doses aplicadas. O Corretivo elevou o valor do pH e levou as concentrações de alumínio a zero. Além disso, o corretivo silicatado elevou no tecido foliar o teor de Mg+2 em relação aos tratamentos com calcário. O Agrosilício Plus apresentou resultados semelhantes ao calcário na nutrição do P. maximum, indicando que ele pode substituir calcário na correção do solo e no fornecimento de cálcio e magnésio.
Tipo:  Anais e Proceedings de eventos
Idioma:  Português
Identificador:  In: CONGRESSO ANUAL DA ABM, 74., 2019, São Paulo. Anais... São Paulo: Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, 2019. p. 1686-1693.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1116961

10.5151/2594-5327-33487
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional