Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Combinação de manejo mecânico e químico de solos em lavouras com sistema plantio direto no estado de Mato Grosso.
Autores:  SPERA, S. T.
MAGALHÃES, C. A. de S.
TARDIN, F. D.
DENARDIN, J. E.
MATOS, E. da S.
Data:  2020-07-08
Ano:  2019
Palavras-chave:  Gessagem
Mato Grosso
Sinop-MT
Escarificação de sementes
Gesso
Soja
Plantio Direto
Manejo do Solo
Resumo:  Introdução - Nas áreas de lavouras do estado de Mato Grosso tem sido constatado camadas compactadas. Nessas áreas, a compactação severa do solo tem causado restrições impactantes ao desenvolvimento radicular das plantas. As causas dessa compactação se devem a modificações de natureza química, física e biológica do solo. A utilização de arados e grades promove descompactação do solo nas camadas superficiais, porém, isso não ocorre nas camadas mais profundas. A utilização desses equipamentos, quase sempre na mesma profundidade de operação e por anos consecutivos contribuiu para o surgimento dessas camadas logo abaixo da linha de ação desses no solo. O equipamento mais apropriado para romper essas camadas compactadas é o escarificador de hastes, que realiza uma importante operação agrícola pouco difundida. A combinação de escarificação com gessagem poderia ser uma opção viável para promover descompactação do solo e mitigar os problemas advindos da correção da acidez somente na superfície. Porém, os resultados foram aquém do esperado. Material e Métodos - Um estudo de quatro anos foi conduzido na Embrapa Agrossilvipastoril envolvendo parcelas com ou sem escarificação as quais receberam três doses de gesso agrícola (0,5; 3 e 6 t/ha) e testemunha (0 t/ha). As culturas avaliadas foram soja na safra e milho na safrinha. Foi avaliado o rendimento de grãos e massa seca aportada ao solo e a densidade e porosidade total do solo. Resultados e Discussão ? Os resultados indicaram efeito da escarificação no rendimento de grãos de soja e milho somente no primeiro ano. O gesso não promoveu diferenças no rendimento de grãos de soja e milho em nenhuma das doses e isto pode ser explicado pela rápida perda do insumo devido à elevada precipitação pluvial da região. O uso da gessagem, devido ao custo desse insumo no norte de MT, deve ser reconsiderado na decisão de uso, pois, aparentemente, os rendimentos obtidos com o uso do insumo pode não remunerar o custo do mesmo. Conclusões - O efeito da escarificação foi constatado somente na primeira sequência de safra/safrinha. O uso da gessagem não promoveu aumento no rendimento de grãos de soja e milho nos quatro anos avaliados.
Tipo:  Anais e Proceedings de eventos
Idioma:  Português
Identificador:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 37., 2019, Cuiabá. Intensificação sustentável em sistemas de produção: resumos. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2019. Resumo 1215-18.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1123753
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional