Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Resistência de genótipos de soja (GLYCINE MAX) a Euschistus heros (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE).
Autores:  UEDA, T. E.
VIEIRA, S. S.
GRAÇA, J. P.
JANEGITZ, T.
SALVADOR, M. C.
HOFFMANN-CAMPO, C. B.
Data:  2012-12-13
Ano:  2012
Palavras-chave:  Soja.
Resumo:  A realização deste trabalho teve por objetivo avaliar a biologia de Euschistus heros em genótipos de soja e a produção de soflavonóides nesses genótipos. A soja foi cultivada em casa de vegetação, com temperatura de 28ºC e umidade relativa de 70%. Os genótipos utilizados foram: Potência, BRS 231, BRS 295 e IAC 24. Ao atingir o 2º ínstar, ninfas de E. heros, foram pesados e individualizados em placas de petri, cada uma contendo a vagem de seu respectivo genótipo. Foram mantidos em câmara com 25ºC de temperatura e 80% de UR, onde foram avaliados diariamente, até atingirem a fase adulta. Para análise das substâncias secundárias, foram realizadas a extração e quantificação das isoflavonas, cujos grãos e vagem da soja foram pesados, macerados, extraídos com metanol 80%, levados ao banho de ultrassom durante 20 minutos e centrifugadas a 14000 rpm a 4ºC por 12 minutos, filtradas em membrana Millipore® 0,45 µm e analisadas em HPLC-Shimadzu. A identificação dos compostos foi realizada por comparação do tempo de retenção na coluna e dos espectros dos picos obtidos com essas características dos padrões de ácidos fenólicos. Não houve diferença entre os genótipos quanto à duração do período ninfal. Em relação à mortalidade o genótipo IAC 24 apresentou maior taxa com 78% de ninfas mortas, o que pode causar reduções nas infestações da praga em condições de campo. As substâncias encontradas no grão da soja foram as seguintes: daidzina, glicitina, malonil-daidzina, malonil-glicitina e malonil-genistina. No entanto, foram obtidos em maior concentração em IAC 24 o que sugere haver uma relação entre essas substâncias e a alta mortalidade de percevejos neste genótipo. Portanto, conclui-se que o genótipo IAC 24 apresenta resistência à E. heros do tipo antibiose, podendo as substâncias glicitina, malonil-daidzina e malonilglicitina serem as responsáveis por essa resistência.
Tipo:  Separatas
Idioma:  Português
Identificador:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 24., 2012, Curitiba. SEB-40 anos de avanços da Ciência Entomológica Brasileira: anais. [Curitiba]: SEB, 2012. Disponível em: <http://www.cbe2012.com.br/_apps/anais_web/trabalhos_selecionar.php>.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/942413
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional