Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 54
Primeira ... 123 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A calorimetry system for metabolism trials Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rodríguez,N.M.; Campos,W.E.; Lachica,M.L.; Borges,I.; Gonçalves,L.C.; Borges,A.L.C.C.; Saliba,E.O.S..
An indirect calorimetry system for rapid determination of CO2 and CH4 production and O2 consumption to estimate heat production of animals was built at Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, Brazil. Procedures for determination of correction and calibration factors for gas analyzers and the whole system, using standard test gases were described. In addition, a metabolic trial was performed to evaluate heat production of lambs fed ad libitum. It is concluded that the system is suitable for heat production determinations in small and medium size animals.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Calibration; Open circuit; Respirometry.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000200033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da silagem de sete genótipos de sorgo [(Sorghum bicolor (L) Moench)]. I. Características agronômicas Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Brito,A.F.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Rocha Júnior,V.R.; Borges,I.; Rodriguez,N.M..
Foram utilizados quatro genótipos de sorgo de porte alto, colmo suculento e com açúcar, BR601, CMSXS156 × CMSXS607, BR506 e CMSXS156 × CMSXS506, e três de porte baixo, colmo seco e sem açúcar, CMSXS156 × CMSXS227, CMSXS156 e CMSXS227, colhidos no estádio de grão leitoso/pastoso, com o objetivo de avaliar o número de plantas por hectare (NP/ha), as produções de matéria verde (MV) e de matéria seca (MS) em t/ha, as percentagens de colmo (%COL), de folha (%FOL), de panícula (%PAN) e de folhas mortas (%FM) em relação à planta inteira, à altura e à percentagem de acamamento das plantas (%ACM). Houve grande variação no NP/ha nos diferentes genótipos avaliados. As produções de MS foram de 8,6 t/ha para os genótipos de porte alto e de 4,4 t/ha para os de porte...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorgo; Silagem; Característica agronômica.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000400018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da silagem de sete genótipos de sorgo [(Sorghum bicolor (L) Moench)]. II. Padrão de fermentação Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Brito,A.F.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Rocha Jr.,V.R.; Rodriguez,N.M.; Borges,I..
Foram utilizados quatro genótipos de sorgo de porte alto, colmo suculento e com açúcar e três de porte baixo, colmo seco e sem açúcar com o objetivo de determinar as percentagens de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), nitrogênio amoniacal em relação ao nitrogênio total (N-NH3/NT), pH e carboidratos solúveis em álcool (CHOS). O sorgo CMSXS156, de porte baixo, apresentou, o maior teor de MS (33,6%) aos 28 dias de ensilagem. Os genótipos de porte baixo tiveram em média 8,8% de PB e os de porte alto 5%, diferença provavelmente devida à maior proporção de folhas e panícula nos de porte baixo. O pH médio das silagens aos 56 dias de fermentação foi de 3,6 e variou de 3,5 a 3,8, e o teor médio de N-NH3/NT nesse mesmo período foi de 5,3%, mostrando que as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Silagem; Sorgo; Carboidratos solúveis; Matéria seca; Proteína bruta.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da silagem de sete genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L) Moench). III. Valor nutritivo Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Brito,A.F.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Rocha Jr.,V.R.; Borges,I.; Rodriguez,N.M..
Foram estudadas as silagens de quatro genótipos de sorgo de porte alto, colmo suculento e com açúcar e três de porte baixo, colmo seco e sem açúcar com o objetivo de estudar fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), hemicelulose, celulose, lignina e digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS). A percentagem média de FDN foi de 63,3% para os sorgos de porte alto e 65,5% para os de porte baixo. Os valores de FDA variaram de 33,1 a 35,7% no material original e de 30,1 a 34,3% aos 56 dias de ensilagem. Houve redução nos teores de hemicelulose com o avanço do processo fermentativo indicando sua utilização como fonte adicional de carboidratos. Observou-se variação nos conteúdos de celulose ao longo da fermentação em alguns dos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Silagem; Sorgo; Composição química; DIVMS.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de sete genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) para produção de silagem. I- Características agronômicas Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rocha Jr.,V.R.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Brito,A.F.; Rodriguez,N.M.; Borges,I..
Algumas características agrônomicas importantes para produção de silagens foram avaliadas em sete genótipos de sorgo de portes alto, médio e baixo. Determinaram-se as produções de matéria verde e matéria seca em toneladas/hectare. Separaram-se folhas, colmo e panícula e determinaram-se as porcentagens de cada um desses componentes em relação à planta inteira. A altura e a população de plantas, a porcentagem de folhas mortas e a porcentagem de acamamento foram avaliadas no momento do corte. As porcentagens de colmo, folhas e panícula variaram, respectivamente, de 45,5 a 83,8%, 6,8 a 32,6% e 9,3 a 35,1%. As folhas mortas oscilaram de 20,0 a 63,3%. A altura da planta apresentou correlação significativa com a produção de matéria seca, com a proporção de colmo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorgo; Colmo; Folhas; Panícula; Matéria seca.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de sete genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) para produção de silagem. II- Padrão de fermentação Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rocha Jr.,V.R.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Brito,A.F.; Borges,I.; Rodriguez,N.M..
Para avaliar a qualidade das silagens de sete genótipos de sorgo, de diferentes portes e suculência do colmo, cortados aos 102 dias de idade, foram estudados os padrões de fermentação após 7, 14, 28 e 56 dias de ensilagem. Observou-se correlação entre os teores de matéria seca e de suculência do colmo, sendo os genótipos de colmo seco superiores aos de colmo suculento. Aos 56 dias de fermentação a variação foi de 23,1 a 36,1%. O pH das silagens dos sete tipos de sorgo já estava estabilizado aos sete dias de ensilagem e aos 56 dias oscilou de 3,5 a 4,3. Os sorgos de porte alto e colmo suculento apresentaram os maiores teores de carboidratos solúveis, que variaram de 4,0 a 17,2% no material original. No período final da ensilagem a variação no teor de ácido...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorgo; Silagem; Padrão de fermentação.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de sete genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) para produção de silagem. III- Valor nutricional Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rocha Jr.,V.R.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Brito,A.F.; Borges,I.; Rodriguez,N.M..
Foram estudadas a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS), a proteína bruta e os componentes da parede celular de sete genótipos de sorgo de diferentes portes e suculência do colmo para produção de silagem. A colheita do material a ser ensilado foi realizada durante o estádio de grão leitoso/pastoso, com 102 dias de idade. Na ensilagem utilizaram-se silos de laboratório, feitos de PVC. Os silos foram abertos após 7, 14, 28 e 56 dias de fermentação. O teor de PB oscilou de 4,8 a 9,1% entre os diferentes tipos de sorgo. A altura da planta não retratou a proporção de grãos e principalmente a digestibilidade do material, já que os dois sorgos de porte médio apresentaram as mais altas porcentagens de panícula e os menores valores de DIVMS. A correlação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorgo; Silagem; Digestibilidade da matéria seca; Proteína; Parede celular.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000600013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação pela técnica semiautomática de produção de gases das silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annuus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338) Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Jayme,D.G.; Gonçalves,L.C.; Maurício,R.M.; Rodrigues,J.A.S.; Rodriguez,N.M.; Borges,A.L.C.C.; Borges,I.; Saliba,E.O.S.; Pires,D.A.A.; Guimarães Júnior,R.; Jayme,C.G.; Pereira,L.G.R..
Foram avaliadas as silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annuus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338), pela técnica semiautomática de produção de gases. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as médias comparadas pelo teste SNK (p<0,05). O genótipo Rumbosol 91 apresentou a maior produção acumulativa de gases para o tempo de 96 horas de incubação com valor de 128,47mL/g de MS, e o menor valor foi observado para o genótipo Victoria 807 com 92,88. Não foram observadas diferenças entre os valores de degradabilidade da matéria seca (DMS) para as silagens avaliadas nos diferentes tempos. O potencial máximo de produção de gases variou de 91,67 para o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Girassol; Helianthus annuus; Fermentação; Produção de gases; Valor nutritivo.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000600021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de degradação e fermentação ruminal da Brachiaria brizantha cv. marandu colhida em diferentes idades ao corte Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Castro,G.H.F.; Graça,D.S.; Gonçalves,L.C.; Mauricio,R.M.; Rodriguez,N.M.; Borges,I.; Tomich,T.R..
Avaliou-se a cinética de fermentação ruminal de capim-braquiarão cortado aos 28, 56, 84 e 112 dias de rebrota, mediante o uso da técnica in vitro semi-automática de produção de gases. A relação entre a digestibilidade da matéria seca e a produção acumulada de gases foi linear em todas as idades ao corte. O capim-braquiarão cortado aos 28 e aos 56 dias apresentou a maior taxa de produção de gases em torno das 18 horas de incubação, enquanto na forragem cortada aos 84 e 112 dias a maior taxa foi observada após 48 horas de incubação. Em todos os tempos de incubação a produção acumulada de gases foi maior na forragem cortada aos 28 e aos 56 dias. Conclui-se que o melhor momento de utilização do capim-braquiarão está entre as idades de 28 e de 56 dias, devido à...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Braquiária; Produção de gases; Valor nutritivo.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de fermentação ruminal in vitro da forrageira Brachiaria brizantha cv. Marandu em sistema silvipastoril Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Sousa,L.F.; Maurício,R.M.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Moreira,G.R..
No bioma cerrado, nos anos de 2006 e 2007, estudou-se a influência do sistema silvipastoril composto pela arbórea bolsa-de-pastor (Zeyheria tuberculosa) sobre a cinética de fermentação ruminal in vitro da gramínea Brachiaria brizantha cv. Marandu. O sistema silvipastoril foi estabelecido em 1982, em latossolos vermelho-amarelo pela regeneração natural da espécie arbórea. No ensaio de cinética de fermentação ruminal in vitro, usou-se o delineamento inteiramente ao acaso, em parcelas subdivididas, sendo as parcelas o sistema silvipastoril e o monocultivo de B. brachiaria, e as subparcelas os períodos de colheita durante o ano, com três repetições por tratamento. A cinética de fermentação ruminal foi equivalente entre os sistemas estudados. Na estação das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Nutrição animal; Pastagens; Sombreamento.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352011000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética ruminal do feno de Stylosanthes guianensis Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ladeira,M.M.; Rodriguez,N.M.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Benedetti,E.; Brito,S.C.; Sá,L.A.P..
Sete carneiros fistulados no rúmen e no duodeno foram alojados em gaiolas metabólicas e alimentados com feno de Stylosanthes guianensis à vontade. Foi empregada a técnica de sacos de náilon para determinação da degradabilidade in situ do feno, utilizando-se os tempos de 3, 6, 12, 24, 48 e 72 horas para as retiradas dos sacos do rúmen. A taxa de passagem dos sólidos foi determinada utilizando-se cromo mordante como indicador. Os valores de pH no líquido ruminal foram medidos nos tempos de 0, 2, 4, 6 e 8 horas após a alimentação e a concentração de amônia nos tempos de 0, 1, 3, 5, 7, 9 e 11 horas após a alimentação. A taxa de degradação da matéria seca (MS) foi de 8,5%/h, a degradabilidade potencial 38,1% e a degradabilidade efetiva 30,3%. A taxa de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovino; Stylosanthes guianensis; Feno; Rúmen; Degradabilidade; Taxa de passagem.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento ingestivo de ovinos alimentados com diferentes fontes de fibra Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Figueiredo,M.R.P.; Saliba,E.O.S.; Borges,I.; Rebouças,G.M.N.; Aguiar e Silva,F.; Sá,H.C.M..
Avaliou-se o efeito de dietas distintas sobre o comportamento ingestivo (alimentação, ruminação e ócio) em ovinos. Dezesseis carneiros, castrados, confinados em gaiolas de metabolismo, com peso médio de 45,1kg, foram distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos: T1- silagem de cana + concentrado; T2- silagem de cana + concentrado + 15% de caroço de algodão; T3- silagem de cana e T4- feno de Tifton 85. Os animais foram submetidos à observação visual durante 24 horas a intervalos de 10 minutos. Houve diferença entre os tratamentos com relação aos tempos despendidos com alimentação e ócio, sendo que o tratamento com feno de Tifton 85 apresentou os mais altos valores, 6,04 h/dia, para o tempo de alimentação, e os mais baixos valores para o tempo de ócio,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovinos; Mastigação merícica; Ócio; Ruminação.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000200026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição bromatológica e parâmetros físicos de grãos de sorgo com diferentes texturas do endosperma Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Antunes,R.C.; Rodriguez,N.M.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Borges,I.; Borges,A.L.C.C.; Saliba,E.O.S..
Chemical composition and physical parameters of 33 sorghum grain genotypes with different endosperm textures were obtained. Dry matter mean of genotypes was 88.77%; crude protein varied from 9.85% to 18.28%; starch varied from 62.07% to 78.74%; ether extract from 1.76% to 3.68%; crude fibra from 0.35% to 6.60%. Tannins were observed only for BR 305, SHS 600 and A 9904. The 1,000 grains weight varied from 12.58g for CMSXS 214 to 27,18g for A 9904. Density values varied from 1.40g/cm3 for texiota 5 to 1.50g/cm3 for SC 283. The vitreosity values varied from 1.10 to SC 283 to 4.20 for Early Hegari. Great variability for chemical and physical parameters of sorghum genotypes was observed.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Sorgo; Composição bromatológica; Vitreosidade.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000500042
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição corporal de cálcio e fósforo do útero gestante e da glândula mamária de ovelhas Santa Inês Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Souza,F.A.; Borges,I.; Macedo Junior,G.L.; Silva,V.B.; Borges,A.L.C.C.; Saliba,E.O.S..
Ovelhas Santa Inês com gestação simples e múltipla foram alimentadas com dietas formuladas para atender a 100% - grupo não restrito - e 85% - grupo restrito - das suas necessidades de energia metabolizável (EM) e proteína bruta (PB). Os animais foram abatidos aos 140 dias de gestação para a retirada do útero da glândula mamária e do útero gestante, os quais foram analisados para o conteúdo de cálcio e de fósforo em função dos tratamentos. A restrição nutricional não influenciou as concentrações de cálcio e fósforo no feto e no útero gestante. Foi observado um aumento de 11,68 gramas de cálcio e de 6,37 gramas de fósforo para cada quilograma de massa fetal produzido aos 140 dias de gestação. As concentrações de cálcio e de fósforo do útero e das membranas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovelha; Cálcio; Fósforo; Gestação; Feto.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição corporal e exigências nutricionais de macrominerais para novilhas em crescimento das raças Guzerá e Holandesa Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rabelo,L.S.; Borges,A.L.C.C.; Gonçalves,L.C.; Machado,G.S.; Delgado,L.P.; Ferreira,J.J.C.; Borges,I.; Rodriguez,N.M.; Graça,D.S.; Saliba,E.O.S..
Foram utilizadas 22 novilhas, 11 da raça Holandesas e 11 da Guzerá, com peso vivo (PV) inicial de 189kg. Após o abate inicial de seis animais de cada raça, outros dois grupos, cinco animais de cada raça, passaram a receber dieta à base de feno de Tifton 85 (Cynodon spp.), milho, farelo de soja e mistura mineral, para ganho diário de 1kg de peso vivo (PV). O abate final ocorreu após ganho de peso de 100kg. Durante os dois abates, todos os tecidos foram pesados e amostrados, retirando-se como amostra representativa da carcaça entre a nona e a décima primeira costela para determinação dos conteúdos corporais de Ca, P, Mg, Na e K. Determinaram-se a composição corporal e as exigências nutricionais desses minerais para ganho de 1kg de PV. Houve decréscimo na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Cálcio; Fósforo; Magnésio; Potássio; Sódio.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000200021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentrados protéicos para bovinos: 1. Digestibilidade in situ da matéria seca e da proteína bruta Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Moreira,J.F.C.; Rodríguez,N.M.; Fernandes,P.C.C.; Veloso,C.M.; Saliba,E.O.S.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Borges,A.L.C.C..
O objetivo deste trabalho foi determinar a degradação ruminal, pela técnica in situ, da matéria seca (MS) e da proteína bruta (PB) de 10 concentrados protéicos. As degradações potenciais da MS e da PB das farinhas de origem vegetal, soja, algodão, mamona e palmiste, mostraram-se elevadas (próximas a 100%), porém em função de taxas de degradação mais altas para o farelo de soja (10%) e menores para o algodão (4%), mamona (MS:3%; PB:1,2%) e palmiste (1,7%), as degradabilidades efetivas (DE) foram bem superiores para o farelo de soja, independentemente da taxa de passagem, o que a torna a fonte protéica de maior disponibilidade ruminal. O glúten de milho mostrou ser uma fonte protéica de baixa degradabilidade ruminal (DE da PB: 16% para 0,05 de taxa de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Rúmen; Digestibilidade in situ; Concentrado protéico.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000300011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentrados protéicos para bovinos: 2. Digestão pós-ruminal da matéria seca e da proteína Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rodriguez,N.M.; Moreira,J.F.C.; Fernandes,P.C.C.; Veloso,C.M.; Saliba,E.O.S.; Borges,I.; Gonçalves,L.C.; Borges,A.L.C.C..
O objetivo deste trabalho foi avaliar a digestão pós-ruminal de fontes protéicas. Utilizou-se a técnica de sacos de náilon móveis introduzidos no duodeno e colhidos nas fezes. Os alimentos introduzidos no intestino foram anteriormente incubados em sacos de náilon no rúmen ou foram separados das frações solúveis em água. O farelo de soja foi a fonte protéica de maior degradabilidade ruminal (73%) e altíssima digestibilidade intestinal (98%). O glúten de milho foi a fonte protéica menos degradada no rúmen (16%) e sua parcela sobrepassante foi altamente digerida no intestino (95%). Os farelos de algodão e de mamona mostraram características semelhantes com digestibilidade total da proteína de 95% e em torno de 65% de degradabilidade ruminal. O farelo de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Intestino; Digestibilidade; Bolsa móvel; Farelos; Concentrado.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000300012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo e digestibilidade aparente da matéria seca, da proteína bruta e da energia de silagens de quatro genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) por ovinos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Martins,R.G.R.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Rodriguez,N.M.; Borges,I.; Borges,A.L.C.C..
Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade aparente da matéria seca, da proteína bruta e da energia e o balanço de nitrogênio de silagens dos sorgos BR601, BR700, BR701 e AG2002 em ovinos. O consumo de matéria seca e de energia bruta não diferiu entre os híbridos. Quanto à digestibilidade aparente da matéria seca e da energia bruta e ao consumo de matéria seca digestível e de energia digestível, observaram-se maiores valores para o BR601. O maior consumo de proteína bruta foi observado no BR700 e o menor no AG2002. A maior digestibilidade aparente da proteína bruta ocorreu para o BR601 e a menor para o BR701. O consumo de proteína digestível foi maior para os híbridos BR601 e BR700. Todos os tratamentos apresentaram balanço de nitrogênio positivo e não...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Silagem; Sorgo; Consumo; Digestibilidade; Matéria seca; Proteína; Energia; Ovino.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo e digestibilidade aparente da matéria seca, proteína e energia bruta, e balanço de nitrogênio das silagens de cinco genótipos de milho Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Freitas,G.A.R.; Coelho,S.G.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Borges,I..
Quantificaram-se o consumo voluntário e a digestibilidade aparente da matéria seca, proteína bruta, energia bruta e balanço de nitrogênio das silagens de cinco genótipos de milho (HT01, HT47C, HT129, AG 5011 e BR 3123). Foram utilizados 15 carneiros alojados em gaiolas metabólicas para coleta total de fezes e urina. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso com cinco tratamentos e seis repetições. Não foram observadas diferenças entre os genótipos quanto ao consumo e digestibilidade da MS, da EB e da PB (P>0,05). Os consumos de MS, EB e PB digestíveis e energia metabolizável também não foram diferentes entre os híbridos (P>0,05). Quanto às relações consumo de energia digestível/consumo de MS e consumo de energia metabolizável/consumo de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Consumo; Digestibilidade; Silagem; Milho; Ovino.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000400009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo e digestibilidade aparente das frações fibrosas de silagens de quatro genótipos de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) por ovinos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Martins,R.G.R.; Gonçalves,L.C.; Rodrigues,J.A.S.; Rodriguez,N.M.; Borges,I.; Borges,A.L.C.C..
Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade aparente das frações fibrosas de silagens dos sorgos BR601, BR700, BR701 e AG2002. O maior consumo de fibra em detergente neutro (FDN) foi observado com as silagens dos híbridos BR701 e BR601 (P<0,05), e o consumo da silagem do híbrido BR700 não diferiu do consumo das demais silagens. A maior digestibilidade aparente da FDN foi obtida com o BR601 (P<0,05) e a menor com o BR700 (P<0,05). O maior consumo de FDN digestível ocorreu no BR601 (P<0,05). Com BR700 e AG2002 ocorreu o menor consumo de FDN digestível (P<0,05). O maior consumo de fibra em detergente ácido (FDA) foi observado no híbrido BR700 e o menor no AG2002 (P<0,05). As silagens dos híbridos BR601 e BR700 apresentaram digestibilidade...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Silagem; Sorgo; Consumo; Digestibilidade; Frações fibrosas; Ovino.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000300015
Registros recuperados: 54
Primeira ... 123 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional