Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliacao de fungicidas quimicos e biologico para o tratamento de sementes de soja na regiao Sul do Brasil, safra 97/98. Repositório Alice
HENNING, A. A.; VAL, W.M.C.; COSTA N.P.; KRZYZANOWSKI, F. C.; FRANÇA-NETO, J. B.; GARRIDO, R.B.O.; COSTAMILAN, L.M.; BONATO, E.R.; BRANCAO, N.; MENON, J.C.M.; DAL PIVA, C.A.; KNEBEL, J..
O tratamento de sementes de soja com fungicida, alem de controlar patogenos importantes que podem ser transmitidos pela semente, e uma pratica eficientes para garantir o estabelecimento de populacoes adequadas de plantas, especialmente quando ocorrem veranicos apos a semeadura. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de fungicidas (novos ou ja recomendados) e suas misturas na emergencia da soja, na Regiao Sul do Brasil. Os experimentos em rede em rede foram instalados em: Pelotas e Passo Fundo (RS); Abelardo Luz e Mafra (SC); e Londrina, Cascavel, Ponta Grossa e Bandeirantes (PR). Sementes do cultivar BR-16 foram tratadas com fungicidas e misturas e semeadas em parcelas de quatro fileiras de cinco metros de comprimento com 100 sementes por fileira...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Soja; Semente; Controle quimico; Controle biologico; Tratamento; Regiao Sul; Soybean; Chemical control; Biological control; Seed treatment; Brasil; Brazil.
Ano: 1999 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/461491
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRS 137: cultivar de soja para cultivo no sul do Brasil. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A. de.
A liberação de cultivares de elevado potencial produtivo e com resistência a doenças é fundamental para continuar agregando rendimento na produção brasileira de soja. A cultivar BRS 137 é resultado do programa de melhoramento de soja desenvolvido pela Embrapa. A cultivar apresentou rendimento médio de grãos 2% superior ao da cultivar IAS 5, em 24 ambientes, no Rio Grande do Sul. É resistente à pústula-bacteriana (Xanthomonas axonopodis pv. glycines), ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e ao oídio (Microsphaera diffusa). É indicada para cultivo no Rio Grande do Sul, em semeaduras realizadas a partir de meados de outubro até fim de novembro,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Soja; Cultivar BRS 137; Soybean.
Ano: 2001 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/103900
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRS 137: cultivar de soja para cultivo no sul do Brasil. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A..
A liberação de cultivares de elevado potencial produtivo e com resistência a doenças é fundamental para continuar agregando rendimento na produção brasileira de soja. A cultivar BRS 137 é resultado do programa de melhoramento de soja desenvolvido pela Embrapa. A cultivar apresentou rendimento médio de grãos 2% superior ao da cultivar IAS 5, em 24 ambientes, no Rio Grande do Sul. É resistente à pústula-bacteriana (Xanthomonas axonopodis pv. glycines), ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e ao oídio (Microsphaera diffusa). É indicada para cultivo no Rio Grande do Sul, em semeaduras realizadas a partir de meados de outubro até fim de novembro,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Soja; Variedade; Brasil; Região sul; Soybeans; Varieties; Brazil; South region.
Ano: 2001 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/444878
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRS 153: cultivar de soja com boa adaptação ao sistema plantio direto no Rio Grande do Sul. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A. de.
A cultivar de soja BRS 153, oriunda do cruzamento EMBRAPA 1 x Braxton, é de ciclo médio, possui plantas de crescimento determinado, flor branca, pubescência cinza e grãos de hilo marrom-claro. É resistente ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e ao oídio (Microsphaera diffusa). O rendimento médio de grãos, em 19 ambientes do Rio Grande do Sul, foi 12% e 14% superior aos das cultivares RS 7-Jacuí e BR-16, respectivamente. É indicada para semeaduras em novembro, em todo o Rio Grande do Sul.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/108322
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRS 153: cultivar de soja com boa adaptação ao sistema plantio direto no Rio Grande do Sul. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A. de..
A cultivar de soja BRS 153, oriunda do cruzamento EMBRAPA 1 x Braxton, é de ciclo médio, possui plantas de crescimento determinado, flor branca, pubescência cinza e grãos de hilo marrom-claro. É resistente ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e ao oídio (Microsphaera diffusa). O rendimento médio de grãos, em 19 ambientes do Rio Grande do Sul, foi 12% e 14% superior aos das cultivares RS 7-Jacuí e BR-16, respectivamente. É indicada para semeaduras em novembro, em todo o Rio Grande do Sul.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/450294
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivar de soja BRS 205. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; SOUZA, R.A. de; ALMEIDA, L.A. de; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M..
A BRS 205, cultivar de soja de ciclo semiprecoce, obtida do cruzamento [BR-16(2) x Ocepar 8] x Tracy-M, é indicada para o Rio Grande do Sul, em semeaduras de novembro. Possui crescimento determinado, plantas de flor branca, pubescência marrom, porte baixo e grãos de hilo preto. Tem resistência ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e à pústula bacteriana (Xanthomonas axonopodis pv. glycines). É moderadamente resistente ao oídio (Microsphaera diffusa). O rendimento médio de grãos foi 6% e 11% superior ao das cultivares RS 7-Jacuí e BR-16, respectivamente.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/107488
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivar de soja BRS 205. Repositório Alice
BONATO, E.R.; BERTAGNOLLI, P.F.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A. de; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M..
A BRS 205, cultivar de soja de ciclo semiprecoce, obtida do cruzamento [BR-16(2) x Ocepar 8] x Tracy-M, é indicada para o Rio Grande do Sul, em semeaduras de novembro. Possui crescimento determinado, plantas de flor branca, pubescência marrom, porte baixo e grãos de hilo preto. Tem resistência ao cancro-da-haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis), à podridão-parda-da-haste (Phialophora gregata), à mancha-olho-de-rã (Cercospora sojina) e à pústula bacteriana (Xanthomonas axonopodis pv. glycines). É moderadamente resistente ao oídio (Microsphaera diffusa). O rendimento médio de grãos foi 6% e 11% superior ao das cultivares RS 7-Jacuí e BR-16, respectivamente.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/450158
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivar de soja BRS 66. Repositório Alice
BERTAGNOLLI, P.F.; BONATO,E.R.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A..
BRS 66, oriunda do cruzamento BR 83-147 x FT-Abyara, é indicada para cultivo no Rio Grande do Sul. Na média de 21 ambientes no RS, no período de 1993/94 a 1995/96, essa cultivar apresentou rendimento médio de grãos de 2.883 kg/ha. Apresenta resistência ao cancro-da-haste, à podridão-parda-da-haste, à mancha-olho-de-rã, à raça 1 de Phytophthora sojae, à pústula-bacteriana e ao oídio. Tem flor branca, pubescência marrom, tegumento da semente amarelo-fosco, hilo marrom e tipo de crescimento determinado. É de ciclo médio e apresenta estatura da planta de média a alta, com boa resistência ao acamamento.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/462954
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivar de soja BRS 66. Repositório Alice
BERTAGNOLLI, P.F., BONATO, E.R.; LINHARES, A.G.; COSTAMILAN, L.M.; KIIHL, R.A. de S.; ALMEIDA, L.A. de.
BRS 66, oriunda do cruzamento BR 83-147 x FT-Abyara, é indicada para cultivo no Rio Grande do Sul. Na média de 21 ambientes no RS, no período de 1993/94 a 1995/96, essa cultivar apresentou rendimento médio de grãos de 2.883 kg/ha. Apresenta resistência ao cancro-da-haste, à podridão-parda-da-haste, à mancha-olho-de-rã, à raça 1 de Phytophthora sojae, à pústula-bacteriana e ao oídio. Tem flor branca, pubescência marrom, tegumento da semente amarelo-fosco, hilo marrom e tipo de crescimento determinado. É de ciclo médio e apresenta estatura da planta de média a alta, com boa resistência ao acamamento.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/108742
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional