Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A calorimetry system for metabolism trials Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rodríguez,N.M.; Campos,W.E.; Lachica,M.L.; Borges,I.; Gonçalves,L.C.; Borges,A.L.C.C.; Saliba,E.O.S..
An indirect calorimetry system for rapid determination of CO2 and CH4 production and O2 consumption to estimate heat production of animals was built at Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, Brazil. Procedures for determination of correction and calibration factors for gas analyzers and the whole system, using standard test gases were described. In addition, a metabolic trial was performed to evaluate heat production of lambs fed ad libitum. It is concluded that the system is suitable for heat production determinations in small and medium size animals.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Calibration; Open circuit; Respirometry.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000200033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação econômica de bezerros alimentados com colostro fermentado, associado ao óleo de soja e zeranol Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Castro,A.L.M.; Campos,W.E.; Mancio,A.B.; Campos,O.F..
Utilizaram-se 40 bezerros Holandês × Zebu com objetivo de avaliar a viabilidade econômica da utilização do colostro fermentado, do óleo de soja e do zeranol em bezerros entre o 15º e o 60º dia de vida. Diariamente, foram fornecidos 1,5kg de concentrado contendo 23% de proteína bruta, feno de tifton (Cynodon dactylon) à vontade e três litros de leite ou colostro fermentado. Considerando as despesas de criação e as receitas geradas, verificou-se menor custo dos animais tratados com colostro fermentado. Esse resultado, associado ao bom desempenho obtido, demonstrou que o colostro fermentado é eficiente como substituto do leite para bezerros em fase de aleitamento, gerando maior lucratividade.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bezerros; Alimentação; Óleo; Zeranol; Custo; Rentabilidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Degradabilidade in situ da silagem de quatro genótipos de sorgo com e sem tanino: I - Matéria seca e proteína bruta Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Campos,W.E.; Saturnino,H.M.; Sousa,B.M.; Borges,I.; Gonçalves,L.C.; Ferreira,P.M.; Carvalho,A.U..
Avaliaram-se a degradabilidade in situ da matéria seca (MS) e da proteína bruta (PB) da silagem de quatro genótipos de sorgo, dois com tanino (CMS XS 210 e BR 701) e dois sem tanino (CMS XS 214 e BR007) em um delineamento de blocos inteiramente ao acaso, com três repetições (animais), em arranjo de parcelas subdivididas. Os genótipos constituíram as parcelas e os tempos de digestão as subparcelas. O genótipo CMS XS 210 apresentou menor degradabilidade da MS em relação aos demais e os genótipos que continham tanino (CMS XS 210 e BR 701) apresentaram menores degradabilidades da PB em relação aos que não o continham.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Degradabilidade in situ; Matéria seca; Proteína bruta; Sorgo; Tanino.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Degradabilidade in situ da silagem de quatro genótipos de sorgo com e sem tanino: II - Fibra detergente neutro, fibra detergente ácido, hemicelulose e celulose Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Campos,W.E.; Saturnino,H.M.; Sousa,B.M.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Rodrigues,J.A.S.; Carvalho,A.U.; Ferreira,P.M..
Avaliaram-se a degradabilidade in situ da fibra detergente neutro (FDN), fibra detergente ácido (FDA), hemicelulose e celulose da silagem de quatro genótipos de sorgo, dois com tanino (CMS XS 210 e BR 701) e dois sem tanino (CMS XS 214 e BR007) em um delineamento de blocos inteiramente ao acaso, com três repetições (animais) em arranjo de parcelas subdivididas. Os genótipos constituíram as parcelas e os tempos de desapareceimento as subparcelas. O genótipo BR 701 apresentou maior degradação da FDN e da FDA até 24h de incubação e da hemicelulose até 48h, sendo os valores semelhantes após esses tempos. Não houve diferença entre genótipos e entre tempo quanto aos valores de desaparecimento da celulose.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Degradabilidade in situ; Fibra; Celulose; Hemicelulose; Sorgo; Tanino.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Degradabilidade ruminal da fibra das frações do resíduo industrial de tomate Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Campos,W.E.; Borges,A.L.C.C.; Saturnino,H.M.; Silva,R.R.; Sousa,B.M.; Rogério,M.C.P.; Borges,I.; Rodríguez,N.M..
Avaliou-se a degradabilidade in situ da fibra em detergente neutro (FDN) e da fibra em detergente ácido (FDA) das cascas e das sementes inteiras ou moídas (peneira de 2mm) do resíduo industrial de tomate (RIT). Foram utilizados três bovinos adultos, machos, em delineamento de blocos ao acaso com parcelas subdivididas. A solubilidade da FDN apresentou baixos valores para todas as frações estudadas, sendo semelhante entre cascas (3%), sementes inteiras (5%) e resíduo (7%). Sementes moídas apresentaram maior solubilidade da FDN (20%). Os potenciais de degradação da FDN para sementes moídas, RIT, cascas e sementes inteiras foram de 78, 64, 36 e 33%, respectivamente. As taxas de degradação da FDN variaram de 4,4 a 14,8%/h para as diferentes frações do RIT,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tomate; In situ; Casca; Semente; FDN; FDA.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000100031
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho e rendimento de carcaça de bezerros alimentados com colostro fermentado, associado ao óleo de soja e zeranol Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Castro,A.L.M.; Campos,W.E.; Mancio,A.B.; Pereira,J.C.; Cecon,P.R..
Utilizaram-se 40 bezerros Holandês × Zebu distribuídos em oito tratamentos (T): leite integral (1); leite integral com óleo de soja (2); leite integral e zeranol (3); leite integral com óleo de soja e zeranol (4); colostro fermentado (5); colostro fermentado com óleo de soja (6); colostro fermentado e zeranol (7); e colostro fermentado com óleo de soja e zeranol (8) com o objetivo de avaliar o consumo de alimentos, o crescimento e a conversão alimentar de animais entre o 15º e o 60º dia de vida. Diariamente, foram fornecidos 1,5kg de concentrado contendo 23% de proteína bruta, feno de tifton (Cynodon dactylon) à vontade e três litros de leite ou colostro fermentado. O colostro fermentado proporcionou melhores resultados de peso corporal e ganho de peso...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Bezerro; Alimentação; Colostro; Zeranol; Carcaça.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da forma física da ração e da linhagem de frangos de corte sobre a digestibilidade dos nutrientes e determinação de energia líquida Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Lara,L.J.C.; Campos,W.E.; Baião,N.C.; Lana,A.M.Q.; Cançado,S.V.; Rocha,J.S.R.; Pompeu,M.A.; Barbosa,V.M..
Para avaliar os efeitos da forma física da ração, do consumo de ração controlado e das linhagens sobre a digestibilidade dos nutrientes, os valores de energia das rações e a produção de calor pelas aves, foram utilizados 210 pintos machos da linhagem Cobb® e 210 pintos machos da linhagem Ross-308®. Os tratamentos foram definidos pela forma física da ração, pelo consumo de ração controlado e pela linhagem, da seguinte forma: ração farelada à vontade, ração peletizada à vontade e ração peletizada controlada com consumo igual ao da ração farelada. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 3x2 (três rações e duas linhagens), com quatro repetições (períodos), sendo o período considerado como bloco. A digestibilidade da matéria...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Frango de corte; Linhagem; Peletização; Digestibilidade; Produção de calor.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000600037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estimativa de consumo de matéria seca e de fibra em detergente neutro por vacas leiteiras sob pastejo, suplementadas com diferentes quantidades de alimento concentrado Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Sousa,B.M.; Saturnino,H.M.; Borges,A.L.C.C.; Lopes,F.C.F.; Silva,R.R.; Campos,M.M.; Pimenta,M.; Campos,W.E..
Estimou-se o consumo de matéria seca e de fibra em detergente neutro por vacas leiteiras mestiças em pastejo de gramíneas do gênero Brachiaria. Foram utilizadas 24 vacas em lactação, distribuídas em três tratamentos com oito vacas cada, suplementadas com 4, 6 ou 8kg de matéria natural de alimento concentrado/vaca/dia, no momento da ordenha, duas vezes ao dia. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, sendo oito blocos com três vacas em cada um, cada vaca sendo alimentada com um dos três tratamentos. O consumo de fibra em detergente neutro da gramínea foi de 1,1, 1,0 e 1,2%/peso vivo naquelas vacas suplementadas com 4, 6 e 8kg/vaca/dia, respectivamente, sendo o tratamento com a maior quantidade de suplemento diferente dos demais (P<0,05). O...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Brachiaria; Consumo; Suplementação.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000400018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros clínicos, hematológicos, bioquímicos e hormonais de bovinos submetidos ao estresse calórico Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ferreira,F.; Campos,W.E.; Carvalho,A.U.; Pires,M.F.A.; Martinez,M.L.; Silva,M.V.G.B.; Verneque,R.S.; Silva,P.F..
Caracterizaram-se as respostas clínicas, hematológicas, bioquímicas e hormonais de 71 bovinos F2 (½ Gir x ½ Holandês), 39 machos e 32 fêmeas, entre 14 e 20 meses de idade, submetidos a condições de termoneutralidade (22ºC a 70% de umidade relativa) e ao estresse calórico (42ºC e 60% de umidade relativa). Os tratamentos foram realizados nas estações de verão e inverno em câmara bioclimática. Ao exame clínico, todos os animais apresentaram salivação e retração de globo ocular. Os animais apresentaram aumento do número de eritrócitos, concentração de hemoglobina, hematócrito, proteínas totais, ureia, creatinina, sódio, potássio, cloretos, cortisol, pH e densidade urinária e matéria seca das fezes no período de estresse calórico (P<0,05). O aumento de todas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Bioclimatologia; Cortisol; Desidratação; Hematologia.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros da fermentação ruminal e concentração de derivados de purina de vacas em lactação alimentadas com castanha de caju Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pimentel,P.G.; Reis,R.B.; Leite,L.A.; Campos,W.E.; Neiva,J.N.M.; Saturnino,H.M.; Coelho,S.G..
Avaliaram-se os parâmetros de fermentação ruminal e a concentração de derivados de purinas na urina de vacas leiteiras alimentadas com teores crescentes de castanha de caju na dieta. Foram utilizadas oito vacas Holandesas multíparas, sendo quatro fistuladas no rúmen, com produção média de 28±4kg de leite/dia. O delineamento experimental adotado foi o quadrado latino 4x4, com parcelas subdivididas para os parâmetros ruminais e duplo para determinação dos derivados de purina. Os tratamentos avaliados consistiram na inclusão de 0; 8; 16 e 24% de castanha de caju moída na porção concentrada da dieta. O comportamento do pH ruminal foi semelhante entre as dietas avaliadas segundo os tempos após alimentação. A concentração média de nitrogênio amoniacal foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido úrico; Alantoína; Coproduto; Lipídeos; PH.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000400024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros fisiológicos de bovinos cruzados submetidos ao estresse calórico Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ferreira,F.; Pires,M.F.A.; Martinez,M.L.; Coelho,S.G.; Carvalho,A.U.; Ferreira,P.M.; Facury Filho,E.J.; Campos,W.E..
Caracterizaram-se as respostas fisiológicas de termorregulação em conforto e estresse calórico de bovinos cruzados F2 (½ Gir x ½ Holandês), machos e fêmeas, com idade entre 14 e 20 meses. Os animais foram alocados, em número de cinco, e submetidos ao conforto térmico (22°C a 70% de umidade relativa) por 12 horas e ao estresse calórico (42ºC e 60% de umidade relativa) durante seis horas, logo após o período de conforto, nas estações de verão e inverno, em câmara bioclimática. Nas duas etapas, foram registradas a temperatura retal (TR), a freqüência respiratória (FR) e a temperatura de superfície corporal (TSC) às 6 e 16 horas. Os animais apresentaram aumento da TR, da FR e da TSC no período de estresse calórico (P<0,05). O aumento da TR e FR foi mais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Estresse calórico; Temperatura retal; Freqüência respiratória; Temperatura de superfície corporal.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000500005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Taxa de sudação e parâmetros histológicos de bovinos submetidos ao estresse calórico Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ferreira,F.; Campos,W.E.; Carvalho,A.U.; Pires,M.F.A.; Martinez,M.L.; Silva,M.V.G.B.; Verneque,R.S.; Silva,P.F..
Caracterizaram-se o pelame, a taxa de sudação e os parâmetros histológicos de 71 bovinos F2 (½ Gir x ½ Holandês), 39 machos e 32 fêmeas, entre 14 e 20 meses de idade, submetidos a condições de termoneutralidade (22ºC e 70% de umidade relativa - UR) e ao estresse calórico (42ºC e 60% UR). Os tratamentos foram realizados nas estações de verão e inverno em câmara bioclimática. O comprimento dos pelos e a espessura da capa foram maiores no inverno que no verão, sendo de 1,58 e 1,04cm e 5,31 e 3,91mm, respectivamente (P<0,05). A histologia da pele mostrou que, no verão, a área da glândula sudorípara e a distância da glândula ao epitélio foram menores que no inverno, sendo de 2589 e 4051µm e 294 e 344µm, respectivamente (P<0,05). Concluiu-se que a estação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Bioclimatologia; Histologia; Pelame; Sudorese.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400001
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional