Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da base genética materna e da estação de parição sobre variáveis produtivas de fêmeas primíparas Holandês x Zebu Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ruas,J.R.M.; Carvalho,B.C.; Silva Filho,J.M.; Silva,M.A.; Palhares,M. S.; Brandão,F. Z..
Avaliaram-se variáveis produtivas de 78 fêmeas primíparas mestiças de base genética materna Gir ou Guzerá, paridas na estação seca ou chuvosa, utilizando-se o procedimento GLM do SAS. A estação de parição interferiu (P<0,05) no peso ao parto (PP), no escore da condição corporal ao parto (ECCP), no ganho de peso durante a gestação, no período de serviço (PS) e no intervalo de partos (IDP). O PP e ECCP foram maiores (P<0,05) nas primíparas que pariram na estação seca em relação às que pariram na estação chuvosa. Os valores foram de 475,19±39,81kg, 4,07±0,44 e 420,67±37,80kg e 3,62±0,37, respectivamente, para a estação seca e chuvosa. O PS e o IDP foram menores (P<0,05) entre as vacas que pariram na estação seca, 132,02±91,94 dias e 13,90±3,06 meses,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gado leiteiro; Hostein x Zebu; Produção de leite; Eficiência reprodutiva; Base genética; Estação de parição.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000100035
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indução do estro no pós-parto em vacas primíparas Holandês-Zebu Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ruas,J.R.M.; Brandão,F.Z.; Silva Filho,J.M.; Borges,A.M.; Palhares,M.S.; Carvalho,B.C.; Borges,L.E..
Avaliou-se o efeito do peso corporal no início do tratamento com progestágeno sobre as características reprodutivas de vacas mestiças Holandês-Zebu no pós-parto. Foram utilizadas 64 vacas, divididas em quatro grupos: GI - vacas com peso corporal entre 390-458kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GII - vacas com peso corporal entre 464-562kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GIII - vacas com peso corporal entre 374-451kg (controle) e GIV - vacas com peso corporal entre 452-545kg (controle). Os animais do grupo II manifestaram o primeiro estro no pós-parto mais cedo que os demais (64,4 dias - GII vs. 109,4-GI; 143,2-GIII e 105,1-GIV dias), e apresentaram menor período de serviço (94,6 dias vs. 125,5; 160,9 e 131,0 dias, na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Norgestomet; Pós-parto; Manifestação de cio; Peso corporal.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352005000400008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da presença do bezerro no momento da ordenha sobre o desempenho reprodutivo de vacas mestiças Holandês-Zebu Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ruas,J.R.M.; Brandão,F.Z.; Borges,L.E.; Silva Filho,J.M.; Amaral,R.; Borges,A.M.; Marcatti Neto,A.; Carvalho,B.C..
Avaliou-se a influência da presença do bezerro no momento da ordenha sobre os parâmetros reprodutivos de 75 vacas primíparas e multíparas mestiças Holandês-Zebu, divididas em três grupos experimentais: GI - vacas ordenhadas sem a presença do bezerro; GII - vacas ordenhadas com a presença momentânea dos bezerros, sendo estes retirados da sala de ordenha logo após a descida do leite; e GIII - vacas ordenhadas com a presença constante dos bezerros, sendo estes amarrados ao lado da vaca durante toda a ordenha. O escore médio da condição corporal ao parto foi de 3,1. O período de serviço, dias para o retorno ao cio e as taxas de manifestação de cio e gestação até os 120 dias pós-parto não foram influenciados (P>0,05) pelo tipo de manejo de ordenha.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vaca; Presença da cria; Período de serviço.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000400013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teofilina como agente capacitante do sêmen bovino Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Varago,F.C.; Silva,L.P.; Ribeiro,J.R.; Fernandes,C.A.; Carvalho,B.C.; Gioso,M. M.; Moustacas,V.S..
RESUMO Objetivou-se avaliar a teofilina como agente capacitante substituto ou associado à heparina sobre a reação acrossômica dos espermatozoides e o desenvolvimento de embriões produzidos in vitro. O experimento foi realizado com quatro touros e três tratamentos, totalizando 12 grupos experimentais. O sêmen dos touros foi avaliado nos tratamentos descritos a seguir: tratamento 1 (HEP): heparina - 10µg/mL; tratamento 2 (TEO): teofilina - 5mM; tratamento 3 (HEP + TEO): heparina (10µg/mL) + teofilina (5mM), por zero, seis, 12 e 18 horas, corados com trypan blue/Giemsa para avaliação da reação acrossômica. Para a produção dos embriões, os agentes capacitantes foram adicionados aos meios de fertilização. Na análise espermática, a taxa de reação acrossômica...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fertilização; Reação acrossômica; Espermatozoide; Metilxantinas.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352017000601607
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional