Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alternativas para o estabelecimento de consórcios de gramíneas tropicais. Infoteca-e
BARBOSA, R. A.; MEDEIRO NETO, C. de; ZIMMER, A. H.; MACEDO, M. C. M.; FERNANDES, P. B.; SBRISSIA, A. F..
A produção de carne e leite com base alimentar na forrageira é a forma mais barata de se produzir proteína animal, sendo o custo inversamente relacionado com a proporção da dieta colhida pelos próprios animais. De maneira geral, é necessária uma elevada quantidade de folhas na pastagem para que os animais possam apresentar elevados índices zootécnicos, condição geralmente observada no estádio de desenvolvimento vegetativo das plantas forrageiras e em condições edafoclimáticas favoráveis.
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Proteína animal; Gramínea; Pastagem; Produção; Gramínea Forrageira; Manejo.
Ano: 2018 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1105307
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Capacidade produtiva de consórcios entre gramíneas tropicais submetidos a diferentes estratégias de manejo. Repositório Alice
MEDEIROS NETO, C. de; FERNANDES, P. B.; BARBOSA, R. A.; SBRISSIA, A. F..
Ambientes pastoris biodiversos podem promover maior produção de biomassa em função da potencial complementariedade produtiva das espécies. Nesse sentido, consórcios entre gramíneas submetidas a estratégias de manejo possivelmente promoveriam maior estabilidade produtiva quando comparados ao monocultivo. Assim, o objetivo deste projeto é avaliar produtividade forrageira e a persistência de dois consórcios entre gramíneas tropicais submetidos a duas severidades de desfolhação.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Gramínea; Manejo; Espécie; Gramínea Forrageira.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099506
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características produtivas e nutricionais do pasto em sistema agrossilvipastoril, conforme a distância das árvores. Repositório Alice
PACIULLO, D. S. C.; GOMIDE, C. A. de M.; CASTRO, C. R. T. de; FERNANDES, P. B.; MULLER, M. D.; PIRES, M. de F. A.; FERNANDES, E. N.; XAVIER, D. F..
Os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos de árvores dispostas em renques sobre as características produtivas e nutricionais de Urochloa decumbens e identificar a distância média, na qual ocorre o melhor aproveitamento do sombreamento moderado, em um sistema agrossilvipastoril. Os tratamentos consistiram em distâncias dos pontos de observação ao renque das árvores (0, 3, 6, 9, 12 e 15 m) e foram distribuídos em blocos ao acaso, com quatro repetições. A densidade de perfilhos e a massa e a taxa de acúmulo de forragem e a composição química do pasto foram avaliadas. A densidade de perfilhos, a massa e a taxa de acúmulo de forragem aumentaram com a distância do renque, com valores máximos de 392 perfilhos m-2, 1.347 kg ha-1 e 30,1 kg ha-1 por dia,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fibra em detergente neutro; Massa de forragem; Perfilhamento; Proteína bruta; Sombreamento; Brachiaria decumbens; Urochloa decumbens.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/912197
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphogenesis, biomass and nutritive value of Panicum maximum under different shade levels and fertilizer nitrogen rates. Repositório Alice
PACIULLO, D. S. C.; GOMIDE, C. A. de M.; CASTRO, C. R. T. de; MAURÍCIO, R. M.; FERNANDES, P. B.; MORENZ, M. J. F..
Panicum maximum is important for cattle production in tropical regions, and it responds well to nitrogen (N) fertilization. Many cultivars have exhibited potential for use in silvopastoral systems, although there is limited information on how different levels of N can influence plant growth and nutritive value under shading. Morphogenetic and structural traits, biomass production and nutritive value of two P. maximum cultivars (Tanzania and Massai) were investigated under three shading levels (0, 37 and 58%) and four N rates (0, 50, 100 and 150 mg N dm3). Plants were grown in pots under shade. Leaf and stem elongation rate and leaf blade length increased with shading and in response to N. Tiller density was reduced with shading, but showed a linear...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Chemical composition; Fertilization; Forage production; Silvopastoral systems; Shading; Tiller population density.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1056931
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphogenetic and structural characteristics of clones of elephant grass managed under intermittent stocking. Repositório Alice
FERNANDES, P. B.; CARVALHO, C. A. B. de; PACIULLO, D. S. C.; GOMIDE, C. A. de M.; MORENZ, M. J. F.; LEDO, F. J. da S..
This work was carried out to evaluate the morphogenetic and structural characteristics of basal and aerial tillers of two dwarf elephant grass clones (BRS Kurumi and CNPGL 00-1-3) managed under intermittent stocking in six grazing cycles. A completely randomized experimental design with three replications (paddocks) in split-split-plot arrangements was used. The clones were allocated to the plots, tiller classes were assigned to the subplots and grazing cycles to sub subplots. Higher values for basal tillers than aerial tillers were seen for the following characteristics: leaf elongation rate (12.8 and 5.1 cm/tiller/day), leaf appearance rate (0.26 and 0.19 leaves/tiller/day), stem elongation rate (0.38 and 0.16 cm/tiller/day), senescence rate (0.98 and...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Basal and aerial tillers; Morphogenesis; Pennisetum purpureum; Tillers; Morphogenesis; Pennisetum purpureum.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1058660
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O escore do comportamento materno e o temperamento de ovelhas do grupo genético pantaneiro. Repositório Alice
PORCIUNCULA, G. C. da; FISCHER, V.; COSTA, J. A. A. da; FERNANDES, P. B.; GRUSKA, J. F.; REIS, F. A..
Resumo: Objetivou-se relacionar o Escore do Comportamento Materno com o temperamento de ovelhas do Grupo Genético Pantaneiro. Foram utilizadas 126 ovelhas do Grupo Genético Pantaneiro pertencentes ao rebanho da Embrapa Gado de Corte, com idade média de 3,2 anos. O escore do comportamento materno (ECM) foi avaliado de 12 a 24 horas após o parto seguindo uma escala de seis pontos. Ovelhas com ECM <4 foram classificadas com ECM ruim e ovelhas com ECM >4 foram classificadas com ECM bom. O temperamento foi avaliado através do Teste de Arena. Os dados foram analisados com o uso do PROC FREQ e PROC MEANS. As ovelhas com ECM ruim percorreram maiores distâncias e tiveram maior número de vocalizações de alta intensidade no isolamento. Na presença do observador...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Teste de Arena; Reatividade; ECM; Gado Pantaneiro; Ovino; Comportamento animal; Sheep; Animalanimal behaviour.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1065584
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O temperamento de ovelhas do grupo genético pantaneiro em sistemas de manejo distintos. Repositório Alice
FERNANDES, P. B.; PORCIUNCULA, G. C. da; COSTA, J. A. A. da; GRUSKA, J. F.; FERREIRA, M. B.; ESCOBAR, R. B. de S. V..
Resumo: Objetivou-se determinar se o tipo de manejo influencia no temperamento medido no Teste de Arena de ovelhas do Grupo Genético Pantaneiro. O estudo foi realizado no Centro Tecnológico de Ovinocultura. Foram utilizadas 83 ovelhas prenhas pantaneiras com idade média de 3,49. As ovelhas foram divididas em dois tipos de manejo: 1) manejo aversivo e 2) manejo não aversivo. O temperamento foi avaliado pelo Teste de Arena. Os dados foram analisados com o uso do PROC FREQ e PROC MEANS. As ovelhas manejadas de forma aversiva percorreram maiores distâncias, tiveram vocalizações de alta intensidade e maior número de defecações totais, tanto no isolamento quanto na presença do observador enquanto que as ovelhas submetidas ao manejo não aversivo tiveram maior...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Teste de Arena; Temperamento; Reatividade; Medo; Ovino; Comportamento animal; Sheep; Animal behaviour.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1065578
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção de biomassa de forrageiras do gênero Brachiaria sp. em solo arenoso do Mato Grosso do Sul. Repositório Alice
ALMEIDA, E. M. de; MONTAGNER, D. B.; FERNANDES, P. B.; ARAUJO, A. R. de; MACEDO, M. C. M.; GURGEL, A. L. CH.; DIFANTE, G. dos S.; FERREIRA, K. de C..
Os solos do Cerrado brasileiro, em sua maioria, são naturalmente quimicamente pobres. Baixos valores de pH e elevados teores de Al, aliados à baixa disponibilidade de P são características observadas frequentemente. O P apresenta lenta mobilidade nas camadas superiores do solo (Oliveira et al. 2004; Scaloppi; Baptistella, 1986), o que dificulta a implantação e prejudica o desenvolvimento das forrageiras (Barros et al., 2017). Se as adubações de correção e manutenção adequadas não foram realizadas ocorre, comprovadamente (Belarmino et al., 2003), baixa resposta produtiva da forragem. As plantas forrageiras possuem dististas exigências em níveis de fósforo no solo (Mesquita et al., 2010). Conhecer a resposta das plantas à adubação fosfatada torna-se...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Solo; Cerrado; Planta Forrageira; Biomassa.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1117897
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção de forragem de Panicum maximum em Neossolo Quartzarênico sob duas doses de fósforo. Repositório Alice
AMEIDA, E. M. de; MONTAGNER, D. B.; FERNANDES, P. B.; ARAUJO, A. R. de; MACEDO, M. C. M.; GURGEL, A. L. C.; DIFANTE, G. dos S.; SCARIOT, C.; PEDROSO FILHO, N. D..
Nos solos do Cerrado brasileiro há naturalmente menor biodisponibilidade de nutrientes devido a acidez (Oliveira et al., 2004; Scalloppi; Baptistella, 1986), níveis de fósforo (P) total e disponível e a alta capacidade de adsorção desse elemento, o que constitui um dos maiores problemas para o estabelecimento e manutenção das pastagens (Cecato et al., 2004). Na fase de implantação das forrageiras, o fósforo contribui para o desenvolvimento do sistema radicular (Santos et al., 2002, Barros et al., 2017) e garante a produção da parte aérea (Belarmino et al., 2003). Considerando que os solos do cerrado naturalmente são pobres nesse nutriente e que as gramíneas pertencentes à espécie Panicum maximum são exigentes em fertilidade do solo e apresentam bom...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Biomassa; Fósforo; Produção.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1117898
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de Arena para avaliação do temperamento de ovelhas pantaneiras. Repositório Alice
PORCIUNCULA, G. C. da; FISCHER, V.; COSTA, J. A. A. da; FERNANDES, P. B.; GRUSKA, J. F.; FERREIRA, M. B.; ESCOBAR, R. B. de S. V.; GAMES, N. G. R..
Em ovinos, a motivação social muitas vezes é avaliada por testes comportamentais que testam a reatividade do animal frente a situações de medo e estresse. Estudar o temperamento de ovelhas do Grupo Genético Pantaneiro torna-se importante pois pode contribuir para diminuir o estresse durante as práticas de manejo, classificar os animais conforme sua reatividade e melhorar o sistema de produção. Neste contexto, objetivou-se avaliar se ovelhas com até três anos de idade eram mais estressada que ovelhas mais velhas (quatro anos o mais).
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Grupo Genético Pantaneiro; Gado Pantaneiro; Temperamento; Reatividade; Isolamento; Medo; Ovino; Comportamento animal; Sheep; Animal behaviour; Brazil.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1065588
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Utilização de componentes principais para avaliar o temperamento de "Ovelhas pantaneiras". Repositório Alice
PORCIUNCULA, G. C. da; FISCHER, V.; COSTA, J. A. A. da; FERNANDES, P. B.; GRUSKA, J. F.; CATTO, J. B..
Resumo: Objetivou-se determinar quais as características medidas no teste de arena estão associadas com ECM de ovelhas do Grupo Genético Pantaneiro. Foram utilizadas 126 ovelhas pertencentes a Embrapa Gado de Corte. Ovelhas com ECM <4 foram classificadas como ECM ruim e as ovelhas com >4 foram classificadas como ECM bom. O temperamento foi avaliado no Teste de Arena. Foi realizado uma análise descritiva dos dados. Os dados foram analisados através dos fatores principais. O ECM foi associado positivamente com a distância de fuga, idade e vocalizações de baixa intensidade, demonstrando que animais com ECM bom ficavam mais próximo ao observador e se apresentaram mais calmas frente a situações de estresse. Ovelhas com ECM >4 apresentam menor distância...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Análise multivariada; Grupo genético; Gado Pantaneiro; ECM; Reatividade; Ovino; Método estatístico; Comportamento animal; Sheep; Animal behaviour; Brazil.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1065581
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional