Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A eliminação da substância péctica do café despolpado é causada por microrganismos Bragantia
Franco,Coaracy M..
Em trabalhos recentemente publicados. Pereira (9, 10) conclui que os frutos de café possuem enzimas capazes de eliminar a substância péctica que envolve as sementes, quando após o despolpomento são eles colocados em água de cal contendo 0,4% de cloreto de sódio. No presente trabalho mostra-se que aquela substância péctica não é eliminada pelo tratamento descrito, mas apenas torna-se endurecida pela ação do cálcio. Quando sementes tratadas da maneira indicada foram lavadas e colocadas em água pura ou levemente acidulada, a substância péctica se reintumesceu e as sementes tornaram-se novamente lisas ao tato e envolvidas pela camada translúcida de substância péctica. Esta conclusão confirma os trabalhos anteriormente publicados (3, 4), que mostraram ser a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100038
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Absorção de uréia pelas fôlhas do cafeeiro Bragantia
Mendes,Heli Camargo; Franco,Coaracy M.; Gallo,J. Romano; Moraes,Mário Vieira de.
Tem sido preconizada a aspersão de soluções de uréia na folhagem das plantas, como fonte de nutrição nitrogenada. No presente trabalho são relatados quatro ensaios, cuja finalidade principal foi verificar a capacidade de absorção da uréia por via foliar no cafeeiro, pois são divergentes as opiniões sôbre a eficiência de suas fôlhas no aproveitamento desse produto. A análise foliar íevelou aumento do teor de N total na maioria dos casos em que as fôlhas haviam sido aspergidas com soluções de uréia a 2,5% todavia, cafeeiros com cêrca de 10 anos, no campo, não mostraram reações sintomatológicas correspondentes, enquanto plantas novas, em vasos, recebendo o mesmo tratamento, posteriormente apresentaram folhagem verde normal. A solução de uréia comercia!,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1961 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051961000100014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Arrastamento de potássio e fósforo, pela água de infiltração do solo Bragantia
Franco,Coaracy M.; Medina,H. Fenna.
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100083
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Descoloração em fôlhas de cafeeiro, causada pelo frio Bragantia
Franco,Coaracy M..
Submetendo-se cafeeiros novos à ação de temperaturas baixas, pouco acima de zero, determinadas fôlhas apresentaram áreas despigmentadas, de forma e extensão variáveis. Êstes sintomas se assemelham muito aos que ocorrem em certas ocasiões nas culturas, o que sugere que a temperatura muito baixa de algumas noites de inverno seja a causa dessa ocorrência.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1956 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051956000100013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da adição de BHC no solo, sôbre o desenvolvimento do milho Bragantia
Franco,Coaracy M.; Fraga Jr.,Constantino G..
Como o milho é freqüentemente cultivado em solo anteriormente ocupado pela cultura algodoeira, achou-se conveniente verificar se o BHC empregado nesta última cultura poderia permanecer no solo e prejudicar aquela planta. Com êste objetivo fêz-se um ensaio em vasos de Mitscherlich, no qual diferentes doses de BHC foram incorporadas à terra. As doses de BHC empregadas foram correspondentes àquelas recebidas pelo solo no fim de 1, 2, 3, 4 e 5 anos de cultura algodoeira, tratada com a quantidade oficialmente recomendada daquele inseticida (108,5 kg/ha/ano, de BHC contendo 2% de isômero-gama). Nos vasos, onde as condições eram as mais favoráveis para o manifestação dos efeitos tóxicas do BHC, a decomposição dêste inseticida na terra foi suficientemente rápida...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da adição de inseticidas no solo, sôbre o desenvolvimento do algodoeiro Bragantia
Franco,Coaracy M.; Fraga Jr.,Constantino G.; Neves,Oswaldo Silveira.
A fim de verificar o efeito do acúmulo de inseticidas no solo, fêz-se um ensaio em vasos de Mitscherlich, empregando-se os inseticidas BHC, toxafeno, lindano e DDT, incorporados ao solo. Os três últimos foram experimentados também na forma de emulsão, enquanto que o BHC entrou no ensaio apenas na forma de pó. As quantidades de inseticidas empregadas foram correspondentes àquelas recebidas pelo solo no fim de 1, 3 e 7 anos de cultura algodoeira, tratada com as quantidades recomendadas para cada um dêles. Em terra arenosa, do tipo arenito Bauru, a dose de BHC correspondente à recebida pelo solo em um ano de cultura com o algodoeiro (108,5 kg/ha) já causou um decréscimo de produção de 20%; a dose correspondente a 3 anos produziu um decréscimo de 56% e a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de adubações minerais exclusivas e contínuas sôbre a fertilidade do solo Bragantia
Franco,Coaracy M..
Com o objetivo de verificar se o uso contínuo de adubações minerais pesadas, desacompanhadas de adubações orgânicas, poderia prejudicar o solo, foi executado um experimento em vasos "Mitcherlich", com capacidade para 6 kg de terra, nos quais se empregou solo do tipo Podzolizado de Lins e Marília, variação Marília. Nesses vasos foram feitas 10 culturas sucessivas de milho, cujas plantas foram cortadas e pesadas ao atingirem cerca de 80 cm de altura. Os resultados demonstraram que as plantas dos vasos, através dos quais haviam passado quantidades exageradas de adubos minerais, se desenvolveram melhor do que aquelas dos vasos testemunhas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1970 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051970000100013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrangulamento do caule do cafeeiro, causado pelo frio Bragantia
Franco,Coaracy M..
Com o objetivo de investigar se o estrangulamento do caule de cafeeiros novos, observado em alguns anos de inverno rigoroso, poderia ser conseqüência do acúmulo de camadas de ar frio nas proximidades do solo, tratou-se com temperaturas baixas a haste de plantas com cêrca de seis meses de idade. O tratamento consistiu em se fazer circular salmoura refrigerada ao redor do caule, sem, entretanto, entrar em contato com êste. Obteve-se o estrangulamento com o emprêgo de vários tratamentos que incluiam temperaturas de - 2 a - 6º C. Uma planta tratada com temperatura de - 5 a - 7º C morreu duas semanas após o tratamento. Plantas tratadas por duas horas com as temperaturas de 0 a - 2º C não exibiram estrangulamento nem qualquer outro sintoma de anormalidade.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos sôbre a conservação de sementes. VII. fumo Bragantia
Franco,Coaracy M.; Bacchi,Oswaldo.
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100088
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Lesão do colo do cafeeiro, causada pelo calor Bragantia
Franco,Coaracy M..
Tem sido observada ocasionalmente uma lesão no colo de cafeeiros novos ao nível do solo. .Estudos dc laboratório mostraram que o caule de cafeeiros novos foram danificados quando ao redor dêle se fêz circular água aquecida às temperaturas de 45 o 50ºC. O aquecimento da superfície do solo, compreendendo o colo de cafeeiro vegetando em laminados, com o auxílio de uma lâmpada de raios infravermelhos, resultou em lesão semelhante àquela observada nas culturas. Essa lesão apareceu em tratamentos cujas temperaturas estiveram entre 44 e 51°C. O fato dessas temperaturas serem freqüentemente observadas em solos expostos ao sol, sugere que a lesão do caule do cafeeiro, observada freqüentemente em cafèzais novos, seja conseqüência do aquecimento excessivo da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1961 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051961000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Manutenção de cafèzal com adubação exclusivamente mineral Bragantia
Franco,Coaracy M.; Lazzarini,Walter; Conagin,Armando; Reis,A. Junqueira; Moraes,Ferdinando R. Pupo de.
O presente estudo foi executado com o objetivo de pesquisar a possibilidade de aumentar a produtividade de cafèzais velhos, sem emprêgo de matéria orgânica trazida de fora. Foram estudados N, P, K, micronutrientes (zinco, cobre e boro) e adubação verde. Utilizou-se um delineamento fatorial 3² X 2², em blocos de 18 canteiros com nove plantas cada um, com bordadura de uma planta entre os canteiros. O ensaio foi instalado na Estação Experimental de Ribeirão Prêto, em um cafèzal com mais de 40 anos de idade, em terra-roxa-legítima, e cuja produção média nos quatro anos anteriores foi de 24 sacos de café em côco por mil pés. Obteve-se grande aumento de produção com o emprêgo de nitrogênio, devido não só às quantidades aplicados, mais elevadas do que as até...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1960 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051960000100033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Toxicidade do feijão-de-porco sôbre a "Tiririca" Bragantia
Magalhães,Antônio Celso; Franco,Coaracy M..
Ano: 1962 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051962000100064
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional