Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 32
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade residual de mesotrione em algodoeiro. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
A constante aplicação de glyphosate nos sistemas de produção de grãos e fibras tem selecionado biótipos de plantas daninhas resistentes e espécies tolerantes a esse herbicida. Assim, a utilização de herbicidas alternativos com diferentes mecanismos de ação mostra-se como opção para o manejo e prevenção da resistência considerando a sucessão/rotação de cultivos, principalmente de milho, soja e algodão. Nesse contexto, o herbicida mesotrione, registrado para controle de plantas daninhas em milho, pode ser uma alternativa para reduzir a pressão de seleção do glyphosate, por atuar inibindo a biossíntese de carotenoides, interferindo na atividade da enzima 4- hidroxifenil-piruvato dioxigenase (HPPD) (CHAABANE, H. et al., 2008). No entanto, a dinâmica desse...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mesotrione; Glyphosate; Algodão; Herbicida; Erva daninha.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085092
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade residual de mesotrione em algodoeiro. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
A constante aplicação de glyphosate nos sistemas de produção de grãos e fibras tem selecionado biótipos de plantas daninhas resistentes e espécies tolerantes a esse herbicida. Assim, a utilização de herbicidas alternativos com diferentes mecanismos de ação mostra-se como opção para o manejo e prevenção da resistência considerando a sucessão/rotação de cultivos, principalmente de milho, soja e algodão. Nesse contexto, o herbicida mesotrione, registrado para controle de plantas daninhas em milho, pode ser uma alternativa para reduzir a pressão de seleção do glyphosate, por atuar inibindo a biossíntese de carotenoides, interferindo na atividade da enzima 4-hidroxifenil-piruvato dioxigenase (HPPD) (Chaabane et al., 2008). No entanto, a dinâmica desse herbicida...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Glifosato; DKB 175; FM 940 GLT; Efeito residual; Algodão; Herbicida; Sistema de cultivo; Rotação de cultura; Milho.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088745
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade residual de tembotrione em algodoeiro. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
No que concerne ao manejo fitossanitário, o controle de plantas daninhas é de grande relevância, uma vez que a busca por produtividade esbarra na interferência das infestantes, as quais tendem a aumentar o custo de produção, reduzir as margens de lucro e diminuir a qualidade do produto colhido. Nesse contexto, dentre os métodos de controle, o químico é o mais utilizado, devido à capacidade operacional, custo e eficácia. No cerrado o sistema soja-milho-algodão é realidade e o glyphosate é o principal herbicida utilizado para controlar plantas daninhas em função da transgenia dessas culturas para resistência ao herbicida. Todavia, a aplicação constante e exclusiva do glyphosate nas áreas agrícolas tem selecionado biótipos de plantas daninhas resistentes e...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta daninha; Manejo fitossanitario; Rotação de cultura; Glifosato; FM 940 GLT; Efeito residual; Algodão; Erva daninha; Herbicida.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088746
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade residual de tembotrione em algodoeiro. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
No que concerne ao manejo fitossanitário, o controle de plantas daninhas é de grande relevância, uma vez que a busca por produtividade esbarra na interferência das infestantes, as quais tendem a aumentar o custo de produção, reduzir as margens de lucro e diminuir a qualidade do produto colhido. Nesse contexto, dentre os métodos de controle, o químico é o mais utilizado, devido à capacidade operacional, custo e eficácia. No cerrado o sistema soja-milho-algodão é realidade e o glyphosate é o principal herbicida utilizado para controlar plantas daninhas em função da transgenia dessas culturas para resistência ao herbicida. Todavia, a aplicação constante e exclusiva do glyphosate nas áreas agrícolas tem selecionado biótipos de plantas daninhas resistentes e...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Transgenia; Fitointoxicação; Glyphosate; Algodão; Erva daninha; Herbicida.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085086
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Carryover de mesotrione na sucessão milho-algodão. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
Dentre os métodos de controle de plantas daninhas, o químico com a aplicação de herbicidas é o mais utilizado, devido à capacidade operacional, custo e eficácia. Entretanto, as características dos herbicidas e do sistema de produção podem favorecer a seleção de biótipos de plantas daninhas resistentes. Devido à ocorrência de plantas daninhas resistentes e tolerantes ao glyphosate, a aplicação de herbicidas alternativos de diferentes mecanismos de ação vem sendo uma excelente estratégia de manejo e prevenção da resistência. Entretanto, há a necessidade de se compreender a dinâmica dessas moléculas no solo uma vez que os resíduos que permanecem no ambiente podem afetar culturas sensíveis cultivadas em sucessão. Diante do exposto, objetivou-se com este...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Gossypium hirsutum; Zea mays; Persistencia a pesticida; Algodão; Milho; Herbicida; Gossypium hirsutum; Zea mays; Glyphosate.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1083861
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Carryover de tembotrione na sucessão milho-algodão. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; BALAN, M. A.; LIMA JUNIOR, F. de M.; SILVA, J. N. da; FERNANDES, D. O..
A constante aplicação de glyphosate nos sistemas de produção de grãos e fibras tem selecionado plantas daninhas resistentes a esse herbicida. Nesse contexto, a aplicação de herbicidas alternativos com diferentes mecanismos de ação mostra-se como opção para o manejo e prevenção da resistência considerando a sucessão/rotação de cultivos no decorrer do tempo. Dentre os herbicidas recomendados para a cultura do milho, está o tembotrione. Todavia, esse herbicida pode afetar a cultura em sucessão devido sua persistência no solo, sendo tal efeito denominado atividade residual ou carryover. Diante do exposto, objetivou-se com este trabalho avaliar a atividade residual do herbicida tembotrione aplicado na cultura do milho, cultivado em primeria safra sobre o...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Prevenção da resistência; Gossypium hirsutum; Zea mays; Persistencia de pesticida; Algodão; Milho; Manejo; Herbicida; Glyphosate; Gossypium hirsutum; Zea mays.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1083867
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comunidade de plantas daninhas em cultivo de milho solteiro e consorciado com Urochloa ruziziensis. Repositório Alice
METZ, L. H.; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; FONSECA, B. T. da; SILVA, J. N..
O consórcio milho+braquiária tem se revelado uma excelente ferramenta de controle cultural de plantas daninhas. Assim, objetivou-se com este trabalho identificar e quantificar as principais espécies daninhas presentes na pré-colheita da cultura do milho em cultivo solteiro e consorciado com braquiária por meio de levantamento fitossociológico. O levantamento foi realizado na safra 2016/2017 na área da Unidade de Referência Tecnológica e Econômica (URTE) da EMBRAPA, conduzida em Ipiranga do Norte-MT. O milho hib. 2B 810 PWRR foi semeado em duas faixas (A e B), sendo na faixa A semeado no dia 17/02/2017 com espaçamento de 0,50 m e população de 53.000 plantas ha-1, consorciado com 9,15 kg de sementes ha-1 de Urochloa ruziziensis numa área de 47 ha. Nessa...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Plantas infestantes; Brachiaria; Planta de cobertura; Zea mays; Consorciação de cultura; Milho; Erva daninha.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085327
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comunidade de plantas daninhas em milho segunda safra consorciado com diferentes densidades de Crotalaria spectabilis e Crotalaria ochroleuca. Repositório Alice
FONSECA, B. T. da; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; METZ, L. H.; LIMA JUNIOR, F. de M.; FERNANDES, D. O.; RAMOS JUNIOR, E. U..
O controle de plantas daninhas é de suma importância na cultura do milho, devido aos prejuízos que podem causar na produtividade de grãos. Uma das alternativas de manejo é a utilização de adubos verdes como a crotalária, que pode resultar em menor infestação de plantas daninhas devido a ao efeito físico de cobertura do solo e/ou liberação de substâncias alelopáticas. Assim, objetivou-se com este trabalho identificar e quantificar a incidência de plantas daninhas no consórcio de milho segunda safra com Crotalaria spectabilis e Crotalaria ochroleuca. O experimento foi instalado na área experimental da Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop-MT. O delineamento foi em blocos ao acasocasualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por quatro...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta infestante; Milho; Erva daninha; Safra; Crotalária; Adubo verde; Cobertura do solo.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085410
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comunidade de plantas daninhas em propriedades rurais com sistemas integrados em Mato Grosso. Repositório Alice
SILVA, J. N. da; IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; CHAPLA, M. V.; LIMA JUNIOR, F. de M.; BALAN, M. A.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da.
Visando uma produção agropecuária mais sustentável e de maior qualidade, técnicas que buscam integrar práticas de manejo com objetivo de melhorar o uso da terra e preservar os recursos naturais, vem ganhando grande espaço entre a comunidade produtora. Um dos exemplos dessa associação de manejos é o sistema de integração- lavoura-pecuária (ILP) (MACEDO, 2009). A ILP constitui-se de um sistema de produção que alterna o cultivo de pastagens anuais ou perenes para a alimentação animal e culturas destinadas à produção de grãos dentro da mesma área, proporcionando vantagens para o produtor, como maior renda por área, diversificação das atividades, melhoria da qualidade do solo e o controle de plantas daninhas (BALBINOT et al., 2009). A integração dessas técnicas...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Erva daninha; Lavoura; Pecuária; Plantio direto; Poaia-branca; Richardia brasiliensisis; Propriedade rural; Capim pé-de-galinha; Picão preto; Bidens pilosa.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085169
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comunidade de plantas daninhas em propriedades rurais com sistemas integrados em Mato Grosso. Repositório Alice
SILVA, J. N. da; IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; CHAPLA, M. V.; LIMA JUNIOR, F. de M.; BALAN, M. A.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da.
Visando uma produção agropecuária mais sustentável e de maior qualidade, técnicas que buscam integrar práticas de manejo com objetivo de melhorar o uso da terra e preservar os recursos naturais, vem ganhando grande espaço entre a comunidade produtora. Um dos exemplos dessa associação de manejos é o sistema de integração-lavoura-pecuária (ILP) (Macedo, 2009). A ILP constitui-se de um sistema de produção que alterna o cultivo de pastagens anuais ou perenes para a alimentação animal e culturas destinadas à produção de grãos dentro da mesma área, proporcionando vantagens para o produtor, como maior renda por área, diversificação das atividades, melhoria da qualidade do solo e o controle de plantas daninhas (Balbinot et al., 2009). A integração dessas técnicas...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta daninha; Sistema integrado; Sistema agrossilvipastoril; Integração lavoura-pecuária-floresta; Santa Carmem; Mato Grosso; Erva daninha; Propriedade rural.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088731
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Control of amaranthus palmeri resistant to als and epsp inhibitors with pre and postemergence herbicides in intercropping of corn and marandu grass. Repositório Alice
IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; LIMA JÚNIOR, F. M. L.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T.; POLTRONIERI, F..
The Palmer´s amaranth is in eradication process at Mato Grosso, due to its potential risk to national agriculture. The objective of this work was to study management alternatives of this species, with a randomized block design and factorial scheme (2 x 5) with four blocks, two systems ([single and intercropping maize with marandu grass (Urochloa brizantha cv. Marandu)]. and three herbicidal treatments (ae g ha-1 ): atrazine (2,500) PRE, atrazine (2,500) PRE / atrazine + tembotrione (1,500 + 50) POST and atrazine + tembotrione (1,500 + 50) POST. The herbicides were applied with CO2 pressurized sprayer and application volume of 200 L ha-1 . The control of Palmer?s amaranth and marandu grass intoxication were evaluated at 7 and 21 days after application (DAA)...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Capim marandu; Mato Grosso; Sinop-MT; Pré-Emergência; Pós-Emergência; Herbicida.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1119866
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de plantas daninhas em soja RR2 com diferentes herbicidas em pré e pós-emergência em aplicações únicas e sequenciais. Repositório Alice
METZ, L. H.; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; LIMA JUNIOR, F. M.; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A.; FONSECA, B. T. da.
A soja [Glycine max (L.) Merrill] é a cultura com maior área cultivada no Brasil, dando ao país o posto de segundo maior produtor mundial da oleaginosa, com uma produção de aproximadamente 111,0 milhões de toneladas na safra 2016/17 (Acomanhamento..., 2017). Contudo, para que a cultura expresse o seu máximo potencial produtivo, o controle de plantas daninhas é essencial, uma vez que essas podem causar danos quantitativos e qualitativos na produção. O método químico de controle de plantas daninhas, por meio da aplicação de herbicidas, é considerado como o principal, devido ao custo, agilidade e eficácia, podendo ser realizado em diferentes modalidades e épocas. Nesse contexto, a aplicação sequencial da dosagem fragmentada de herbicidas (50 a 60% da dosagem...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Soja RR2; Cultivar; Sorriso; Mato Grosso; Erva daninha; Soja; Glycine max; Variedade; Herbicida; Pré-emergência; Pós-emergência.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088744
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de plantas daninhas em soja RR2 com diferentes herbicidas em pré e pós-emergência em aplicações únicas e sequenciais. Repositório Alice
METZ, L. H.; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; LIMA JUNIOR, F. de M.; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A.; FONSECA, B. T. da.
A soja (Glycine max (L.) Merrill) é a cultura com maior área cultivada no Brasil, dando ao país o posto de segundo maior produtor mundial da oleaginosa, com uma produção de aproximadamente 111,0 milhões de toneladas na safra 2016/17 (Conab, 2017). Contudo, para que a cultura expresse o seu máximo potencial produtivo, o controle de plantas daninhas é essencial, uma vez que essas podem causar danos quantitativos e qualitativos na produção. O método químico de controle de plantas daninhas, por meio da aplicação de herbicidas, é considerado como o principal, devido ao custo, agilidade e eficácia, podendo ser realizado em diferentes modalidades e épocas. Nesse contexto, a aplicação sequencial da dosagem fragmentada de herbicidas (50 a 60% da dosagem remendada)...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Erva daninha; Soja; Glycine max; Controle químico; Herbicida.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085104
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de plantas daninhas na soja cultivance® com a combinação de (imazapic+imazapyr) em pré-emergência e diferentes herbicidas em pós-emergência em aplicações únicas e sequenciais. Repositório Alice
METZ, L. H.; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; LIMA JUNIOR, F. M.; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A.; FONSECA, B. T. da.
O estado de Mato Grosso é o maior produtor nacional de oleaginosas, responsável por 30% da produção de soja do país, o que equivale a um total de 30.513,5 mil toneladas de soja na safra 2016/17 (Acompanhamento..., 2017). Para atingir tal produção, se faz necessário o controle de plantas daninhas, pois o desenvolvimento da cultura no limpo permite a expressão do seu potencial produtivo, uma vez que a soja compete por recursos como água, luz, nutrientes e CO2 com as plantas daninhas. O Sistema Cultivance® combina cultivares de soja geneticamente modificadas para resistência a herbicidas do grupo das imidazolinonas com uma formulação herbicida de amplo espectro [imazapic+imazapyr] para controle de plantas daninhas de folhas largas e estreitas de difícil...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta daninha; Cultivar; Soja Cultivance; Erva daninha; Soja; Variedade; Herbicida; Pré-emergencia; Pós-emergencia.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088735
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de plantas daninhas na soja cultivance® com a combinação de [Imazapic+Imazapyr] em pré-emergência e diferentes herbicidas em pós-emergência em aplicações únicas e sequenciais. Repositório Alice
METZ, L. H.; CAVALIERI, S. D.; IKEDA, F. S.; LIMA JUNIOR, F. de M.; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A.; FONSECA, B. T. da.
O estado de Mato Grosso é o maior produtor nacional de oleaginosas, responsável por 30% da produção de soja do país, o que equivale a um total de 30.513,5 mil toneladas de soja na safra 2016/17 (Conab, 2017). Para atingir tal produção, se faz necessário o controle de plantas daninhas, pois o desenvolvimento da cultura no limpo permite a expressão do seu potencial produtivo, uma vez que a soja compete por recursos como água, luz, nutrientes e CO2 com as plantas daninhas. O Sistema Cultivance® combina cultivares de soja geneticamente modificadas para resistência a herbicidas do grupo das imidazolinonas com uma formulação herbicida de amplo espectro [imazapic+imazapyr] para controle de plantas daninhas de folhas largas e estreitas de difícil controle,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Erva daninha; Herbicida; Soja.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085118
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de vassourinha-de-botão (Spermacoce sp.) com aplicações de herbicidas em pré e pós-emergência. Repositório Alice
LIMA JUNIOR, F. de M.; IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A..
Devido ao grande uso do glyphosate nas lavouras brasileiras têm-se aumentado a pressão de seleção sobre as plantas daninhas. Dessa forma, surgiram biótipos de plantas daninhas resistentes, como no caso da buva (Conyza canadensis e C. bonariensis) (IKEDA, 2013). Entre as espécies tolerantes que têm sido selecionadas no sistema de sucessão de cultura, citam-se a trapoeraba (Commelina benghalensis), a erva-quente (Spermacoce latifolia), a erva-de-santa-luzia (Chamaesyce hirta), a poaia-branca (Richardia brasiliensis), entre outras (CHRISTOFFOLETI & CARVALHO, 2009). No estado de Mato Grosso, tem se observado também o aumento da presença nas lavouras da espécie conhecida popularmente como vassourinha-de-botão (Spermacoce sp.) (DIÁRIO DE CUIABÁ, 2017). A...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Vassourinha; Richardia brasiliensis; Poaia-branca.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1084660
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de vassourinha-de-botão (Spermacoce sp.) com aplicações de herbicidas em pré e pós-emergência. Repositório Alice
LIMA JÚNIOR, F. de M.; IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da; CHAPLA, M. V.; BALAN, M. A..
Devido ao grande uso do glyphosate nas lavouras brasileiras têm-se aumentado a pressão de seleção sobre as plantas daninhas. Dessa forma, surgiram biótipos de plantas daninhas resistentes, como no caso da buva (Conyza canadensis e C. bonariensis) (Ikeda, 2013). Entre as espécies tolerantes que têm sido selecionadas no sistema de sucessão de cultura, citam-se a trapoeraba (Commelina benghalensis), a erva-quente (Spermacoce latifolia), a erva-de-santa-luzia (Chamaesyce hirta), a poaia-branca (Richardia brasiliensis), entre outras (Christoffoleti; Carvalho, 2009). No estado de Mato Grosso, tem se observado também o aumento da presença nas lavouras da espécie conhecida popularmente como vassourinha-de-botão (Spermacoce sp.) (Lavoura..., 2017). A vassourinha de...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Planta daninha; Vassourinha de botão; Spermacoce; Soja RR; Ipiranga do Norte; Mato Grosso; Erva daninha.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088734
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle químico de Amaranthus palmeri com resistência múltipla aos herbicidas inibidores da EPSPS e ALS na cultura da soja. Repositório Alice
IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; LIMA JUNIOR, F. de. M.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da; CHAPLA, M. V..
Após o primeiro relato da ocorrência de Amaranthus palmeri em Mato Grosso, e, considerando-se os potenciais prejuízos que a espécie pode ocasionar em decorrência de sua resistência múltipla aos herbicidas inibidores das enzimas EPSPs e ALS e da agressividade da espécie, objetivou-se com este trabalho avaliar o controle de A. palmeri na cultura da soja com pendimethalin em pré-emergência combinado com herbicidas em pós-emergência. O delineamento foi em blocos casualizados com quatro repetições e 12 tratamentos. Os herbicidas [g ha-1] aplicados na soja foram: (a) pendimenthalin [1.400] - PRÉ; (b) pendimenthalin [1.820] - PRÉ; (c) fomesafen [250] - PÓS; (d) lactofen [180] - PÓS; (e) bentazon [600] - PÓS; (f) [bentazon+imazamox] [600 + 28] - PÓS. A sequência...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Caruru-gigante; Amaranthus palmeri; Herbicida; Controle químico; Erva daninha; Soja.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1086572
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle químico de Amaranthus palmeri com resistência múltipla aos herbicidas inibidores da EPSPS e ALS na cultura do algodão. Repositório Alice
IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; LIMA JUNIOR, F. de M.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da.
Considerando-se os potenciais prejuízos que a espécie Amaranthus palmeri pode ocasionar em Mato Grosso, realizou-se este trabalho com o objetivo de avaliar seu controle com a aplicação de herbicidas em pré e pós-emergência na cultura do algodão, visando disponibilizar alternativas de manejo da espécie. O delineamento foi em blocos casualizados com quatro repetições e 10 tratamentos. Os herbicidas [g ha-1] aplicados foram: (a) s-metolachlor [1.200] - PRÉ; (b) trifluralin [1.800] - PRÉ; (c) pendimenthalin [1.820] - PRÉ; (d) amônio-glufosinato [400] - PÓS; (e) amônio-glufosinato [600] - PÓS. Já os tratamentos consistiram da aplicação dos herbicidas, conforme a seguir: 1 - (a)/(d); 2 - (a)/(e); 3 - (b)/(d); 4 - (b)/(e); 5 - (c)/(e); 6 - (a); 7 - (b); 8 - (c),...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Caruru-gigante; Amaranthus palmeri; Algodão; Erva daninha; Herbicida.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1086571
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estratégias de controle de Amaranthus palmeri resistente a herbicidas inibidores de EPSPs e ALS. Infoteca-e
IKEDA, F. S.; CAVALIERI, S. D.; LIMA JUNIOR, F. de M.; METZ, L. H.; FONSECA, B. T. da.
No Brasil, após o primeiro relato da ocorrência de Amaranthus palmeri em 2015 (Andrade Júnior et al., 2015), a espécie foi considerada em erradica¬ção no estado de MT primeiramente pela Instrução Normativa no. 47 e depois pela de no. 86 publicadas pelo Indea-MT em 2015 (Mato Grosso, 2015a, 2015b). Desde então, foram publicados trabalhos para a identificação da espécie e realizados estudos para o seu controle (Andrade Júnior et al., 2015, 2018; Gazziero; Silva, 2017), além do registro de resistência a herbicidas inibidores da EPSPs e ALS (Carvalho et al., 2015). Concomitantemente, foi criada a Comissão Técnica Estadual para Erradicação da Praga A. palmeri (CTEEPAP) com a participação do Ministério da Agricultura, Instituto de Defesa Agropecuária de Mato...
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Planta daninha; Glifosato; Mato Grosso; Erva Daninha; Herbicida; Controle Cultural; Amaranthus palmeri.
Ano: 2019 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1116922
Registros recuperados: 32
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional