Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
As espécies de Coccoloba P. Browne (Polygonaceae) da Amazônia brasileira Acta Amazonica
Melo,Efigênia de.
O gênero Coccoloba está representado na Amazônia brasileira por 23 espécies: Coccoloba acuminata Kunth, C. arborescens (Vell.) R. A. Howard, C. ascendens Duss ex Lindau, C. brasiliensis Nees & Mart., C. charitostachya Standl., C. conduplicata Maguire, C. coronata Jacq., C. declinata (Vell.) Mart., C. densifrons Mart. ex Meisn., C. excelsa Benth., C. gentryi R. A. Howard, C. latifolia Lam., C. lehmannii Lindau, C. lucidula Benth., C. marginata Benth., C. mollis Casar., C. ovata Benth., C. paraensis Meisn., C. parimensis Benth., C. ramosissima Wedd., C. savannarum Standl., C. striata Benth. e C. tenuiflora Lindau, dentre as quais apenas C. paraensis ocorre exclusivamente na Amazônia brasileira, C. charitostachya, C. conduplicata, C. coronata, C....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Taxonomia; Polygonaceae; Coccoloba; Amazônia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672004000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flora vascular de açudes de uma região do semi-árido da Bahia, Brasil Acta Botanica
França,Flávio; Melo,Efigênia de; Góes Neto,Aristóteles; Araújo,Dione; Bezerra,Márcia G.; Ramos,Helayra M.; Castro,Ivan; Gomes,Doriedson.
Foram selecionados seis açudes que margeiam a Estrada do Feijão (BA 052), nos municípios de Feira de Santana e Angüera, entre as coordenadas 39º30'-39º00'W e 12º00'-12º30'S. Com a finalidade de se conhecer a flora vascular dos mesmos, esses tipos de plantas foram coletadas de agosto/1996 a dezembro/1997. Registraram-se 121 espécies distribuídas em 46 famílias. As famílias mais representativas foram: Cyperaceae, com 18 espécies (14,9%), Poaceae, com 13 (10,7%), Asteraceae, com 10 (8,3%), Scrophulariaceae e Fabaceae, com 6 (5,0%). As espécies que ocorreram em todos os açudes foram Pistia stratiotes L. (Araceae), Echinochloa colona (L.) Link (Poaceae), Nymphaea ampla (Salisb.) DC. (Nymphaeaceae) e Oxycarium cubense (Poepp. & Kunth.) Lye (Cyperaceae).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Plantas aquática; Semi-árido; Bahia; Açude.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000400008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Polygonaceae da cadeia do espinhaço, Brasil Acta Botanica
Melo,Efigênia de.
O estudo da família Polygonaceae é parte do projeto "Estudos de flora e fauna na Cadeia do Espinhaço, Bahia, Brasil". Neste trabalho a área de estudo foi ampliada, abrangendo também as espécies da Cadeia do Espinhaço do Estado de Minas Gerais. A família está representada na área por cinco gêneros, com os respectivos números de espécies: Coccoloba (14): C. acrostichoides, C. alagoensis, C. alnifolia, C. brasiliensis, C. cereifera, C. fastigiata, C. lucidula, C. ochreolata, C. pipericarpa, C. salicifolia, C. scandens, C. schwackeana, C. striata e C. warmingii, Polygonum (6): P. acuminatum, P. ferrugineum, P. hispidum, P. hydropiperoides, P. meisnerianum e P. punctatum, Rumex (1): R. crispus, Ruprechtia (1): R. apetala e Triplaris (1): T. gardneriana. São...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Polygonaceae; Florística; "Cadeia do Espinhaço"; Campo rupestre; Bahia; Minas Gerais.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062000000300006
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional