Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 23
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A situação atual da sorose dos citros no mundo. 14
NICKEL, O..
O grupo de doenças da sorose dos citros causa descascamento de troncos, galhos e ramos de laranjeiras doces, pomeleiros e tangerineiras, além de sintomas foliares e em frutos. Nesta revisão se discute a relação da sorose dos citros com doenças similares, características e ocorrência de isolados em varias regiões, transmissibilidade, disseminação, indexação, limpeza de material propagativo e controle. Distingue-se a sorose A (longa incubação) e a sorose B (virulenta, incubação curta). Alguns isolados induzem depressões em forma de sulcos e anéis em frutos e manchas anelares em folhas. Sob temperaturas amenas e comum observar-se um bandeamento clorótico entre as nervuras secundárias de folhas jovens, que se pode considerar o sintoma precoce da sorose A. No...
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Citrus spp; Doença de Planta.
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/638439
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
BRS Gala JVZ64: primeira cultivar de maçã do grupo 'Gala' full color desenvolvida no Brasil. 14
ANTONIOLLI, L. R.; HAWERROTH, F. J.; REVERS, L. F.; NICKEL, O.; ALVES, S. A. M.; GROHS, D. S.; FELDBERG, N. P.; OLIVEIRA, P. R. D. de.
Maçãs full color são atualmente buscadas em programas de melhoramento genético, tanto por se diferenciarem dos demais materiais disponíveis, quanto pela elevada valorização no mercado mundial. Esta publicação apresenta a BRS JVZ64, que é a primeira cultivar de maçã do grupo 'Gala' com recobrimento dos frutos uniforme e compacto de coloração vermelho-arroxeada desenvolvida no Brasil. A cultivar possui estruturas vegetativas e reprodutivas com intensa pigmentação antociânica, a qual se desenvolve de maneira precoce e consistente. Esta nova obtenção foi testada e validada com sucesso, ao longo de três ciclos de produção, o que possibilita a sua recomendação para as áreas de produção de maçã da região Sul do País, nas quais outros clones de ‘Gala’ já vêm sendo...
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Pigmentação precoce; Fruto vermelho-arroxeado; Malus Domestica; Mutação Somática; Pigmentação; Fruto; Melhoramento Vegetal; Fitotecnia.
Ano: 2024 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1161156
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Com a genética vamos superar o desafio da produção de pêra? 14
OLIVEIRA, P. R. D. de; RITSCHEL, P. S.; LEITE, G. B.; NICKEL, O.; DEGENHARDT, J..
A pêra é o principal item da pauta de importações de frutas frescas do Brasil. Em 2005, representou, de acordo com o Datafruta (Ibraf, 2006),102.558 t (46%) de um total de 224.495 ton e US$ 54,016,000 (43 %) de um valor total de US$125,634,000. Dados do MAPA (Brasil, 2006) mostram que, no período de 1996 a 2005, houve importação anual média de quase 120.000 ton de pêras, o que correspondeu a desembolso anual ao redor de US$ 60 milhões, para atender a 90% da demanda interna de consumo. Este quadro nos remete à trajetória da cultura da maçã no Brasil.
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Fruticultura; Genética; Pêra; Produção.
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/541239
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Descobertos novos vírus e um viroide nas cvs. Royal Gala e Mishima no Brasil. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
É provável que algumas doenças causadas por vírus e viróides acompanham macieiras e outras rosáceas desde os primórdios de sua domesticação pelo homem há milhares de anos.
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Royal Gala; Mishima; Brasil; Maçã; Variedade; Vírus; Doença de Planta.
Ano: 2021 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1130279
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Descobertos novos vírus e um viróide nas cvs. Royal Gala e Mishima no Brasil. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
É provável que algumas doenças causadas por vírus e viroides acompanham macieiras e outras rosáceas desde os primórdios da sua domesticação pelo homem há milhares de anos. Nestas espécies vegetais exóticas, originárias da Ásia Central, agentes patogênicos coexistiram e coevoluíram provavelmente com os seus hospedeiros, adaptando-se mutuamente. A macieira, como a maioria das fruteiras lenhosas, é plantada sobre porta-enxertos. Na enxertia, uma prática milenar, já conhecida por volta de 3000 anos a.c. o "cavalo" confere à copa características desejáveis como o vigor, adaptação a certos solos, o sistema radicular e a resistência a doenças, entre outras. O filósofo grego Teofrasto, tido como fundador da botânica, três séculos a.c. teria sido autor de um...
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Vírus ASGV; Apple stem grooving vírus (ASGV); Vírus latentes apple chlorotic leaf spot vírus (ACLSV); Apple stem pitting virus (ASPV); Apple mosaic virus (ApMV); Epidemia de declínios; Vírus ARWV 1; Maçã; Vírus.
Ano: 2021 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1132120
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Detecção de vírus de macieiras e pereiras por IC-RT-PCR usando anticorpos policlonais contra proteínas virais expressadas em Escherichia coli. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Anticorpos policlonais; Proteínas virais; Macieira; Maca; Virus; Pera; Escherichia Coli.
Ano: 2016 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1043254
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico do sistema de produção do quivi em pomares de Farroupilha/RS: principais demandas. 14
SILVEIRA, S. V. da; GARRIDO, L. da R.; GAVA, R.; SANTOS, R. S. S. dos; NICKEL, O.; LAZZAROTTO, J. J.; FIORAVANÇO, J. C..
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Pomares; Fungos fitopatogênicos; Solos; Fertilidade dos solos; Farroupilha-RS; Pragas; Quivi; Kiwi; Fruta de clima temperado; Pomar; Produção.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1025615
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eliminação de vírus latentes de macieiras por quimioterapia e cultiva de meristemas in vitro. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Com produção de 1,26 milhão de toneladas de maçãs em 2015, o Brasil ocupa posição de destaque entre os maiores produtores do mundo. Os três estados do sul detêm 98,9 % da área plantada e 99,3 % da produção nacional (IBGE, 2016), envolvendo cerca de 3.000 produtores (MAPA, 2013). Como planta exótica de clima temperado, a macieira enfrenta consideráveis problemas de adaptação ao clima tropical e subtropical. Entre estes fatores adversos destacam-se os invernos amenos para Malus spp., a insuficiência e a irregularidade de horas-frio, necessárias para uma brotação intensa e uniforme da macieira. Diante desta constatação, adquirem relevância fatores que possam afetar negativamente o potencial de produção e adaptação, entre os quais destacam-se as infecções...
Tipo: Folders Palavras-chave: Apple stem grooving virus (ASGV); Malus spp; Apple chlorotic leafspot virus (ACLSV); Apple stem pitting virus (ASPV); Apple mosaic virus (ApMV); Espécie viral; Eliminação de vírus; Limpeza viral; Virus da maçã; Macieira; Dtqmaca; Fruta de clima temperado; Maçã; Vírus.
Ano: 2016 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1060518
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incidência e prevalência de vírus relacionadas à sintomatologia em videiras "Cabernet Sauvignon". 14
FAJARDO, T. V. M.; PEREIRA, G. E.; NICKEL, O..
O monitoramento de doenças nas principais regiões vitícolas é essencial para identificar os vírus prevalentes e emergentes em videiras. O objetivo do trabalho foi determinar a incidência e a prevalência de vírus, relacionando as infecções aos sintomas exibidos por videiras ‘Cabernet Sauvignon’. Foram indexadas plantas sintomáticas e assintomáticas para viroses em três vinhedos. Os resultados permitiram associar os sintomas observados com as viroses do enrolamento da folha e do complexo do lenho rugoso, verificando-se infecções múltiplas. Destaca-se a importância de se determinar por meio de testes laboratoriais o real estado fitossanitário das plantas para se evitar o uso inadvertido de materiais infectados e assintomáticos como gemas ou estacas.
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Dtquva; Videira; Indexação; Sintomas; Vírus; Infecção.
Ano: 2024 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1164105
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Limpeza de patógenos e propagação in vitro de cultivares de pereira. 14
OLIVEIRA, R. P. de; NINO, A. F. P.; NICKEL, O..
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Propagação; In vitro; Mudas de qualidade; Pêra.
Ano: 2004 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/744929
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macieira cv. Fuji Suprema: sanidade viral confirmada por indexagem molecular e biológica. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Infecções virais no material propagativo de macieiras (Malus spp.) na região Sul do Brasil são comuns. Ocorrem geralmente na forma de infecções virais múltiplas, geralmente em conjunto com outras disfunções de natureza infecciosa ainda não esclarecida.
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Macieira; Cv Fuji Suprema; Indexagem molecular; Indexagem biológica; Sanidade viral; Maçã.
Ano: 2024 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1161549
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Manejo de doenças. 14
ALVES, S. A. M.; BONETI, J. I. da S.; KATSURAYAMA, Y.; NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
324) Quais são as doenças fúngicas mais importantes da macieira? 325) Qual a doença mais grave da macieira no Brasil? 326) As condições climáticas influenciam a severidade da sarna? 327) Como pode ser evitado o aparecimento da sarna? 328) Quais fungicidas são utilizados para controle da sarna? 329) É possível prever o risco de epidemia da sarna? 330) Existem variedades resistentes à sarna? 331) Quais as vantagens do uso de fosfitos para o controle da sarna? 332) Quais são as doenças de verão? 333) Em que época devem ser iniciados os tratamentos para o controle das doenças de verão? 334) A mancha-da-gala ataca todas as variedades? 335) Como a mancha-da-gala se dissemina? 336) É possível prever o período de maior ocorrência da mancha-dagala? 337) Quais os...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Fruticultura; Maçã; Manejo; Doença de planta; Fungo; Vírus.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/975610
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Novas viroses diagnosticadas em macieiras no Brasil por sequenciamento de alto desempenho (HTS). 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Desde o fim dos anos 1990, estudos comprovaram um grau considerável de infecções múltiplas de vírus latentes em macieiras no sul do Brasil. A partir de 2011, com o Sequenciamento de Alto Desempenho (High-Throughput Sequencing, HTS), que permite elucidar genomas completos sem conhecimento prévio de sequências do patógeno, o número de novas espécies de vírus em macieiras no mundo aumentou para mais de 20. Esta publicação apresenta resultados de pesquisas realizadas em Bento Gonçalves, RS, nas quais, com o uso do HTS, foram detectados, em amostras das cultivares Royal Gala e Mishima, coletadas em Vacaria, RS os vírus apple rubbery wood virus (ARWV) 1 e 2, e o vírus citrus concave gum-associated virus (CCGaV). Em amostras de pomares estes vírus foram...
Tipo: Folhetos Palavras-chave: High-Throughput Sequencing (HTS); Metagenômica; New generation sequencing; Lenho mole; Detecção; Apple rubbery wood virus 1; Apple rubbery wood virus 2; Citrus concave gum-associated virus; Apple hammerhead viroid; Apple luteovirus 1; Viroses; Pomicultura; Maçã.
Ano: 2021 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1132887
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obtenção de material propagativo livre de vírus e diagnóstico de vírus em macieiras e pereiras. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Principais vírus da macieira e da pereira. Danos causados por vírus. Limpeza clonal: produção de macieiras e pereiras livres de vírus. Análises e testes de avaliação de sanidade.
Tipo: Livros Palavras-chave: Limpeza clonal; Cultura de tecidos; Fruticultura; Maçã; Pera; Propagação vegetativa; Doença de planta; Vírus.
Ano: 2009 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/579037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência de viroses em morangueiros no Rio Grande do Sul e produção de matrizes de cultivares comerciais de morangos livres de vírus. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
O morango, um dos segmentos mais importantes da fruticultura de clima temperado, é a espécie do grupo das pequenas frutas com maior área cultivada no país, cerca de 3500 ha. As áreas de produção estão concentradas nos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul (RS), que juntos respondem por mais e 80% da produção nacional. O RS tem 4 polos de produção localizados no Vale do Caí, Serra Gaúcha, Campos de Cima da Serra e Pelotas. Quatro espécies de vírus transmissíveis por afídios e uma por moscas-brancas estão entre as principais que infectam o morangueiro, entre as quais se destacam o "rnosqueado" (Strawberry mottle vírus, SMoV), a "clorose marginal" (Strawberry mild yellow edge vírus, SMYEV), o "encrespamento" (Strawberry crinkle vírus, SCV), o...
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Rio Grande do Sul; Livre de vírus; Fruticultura; Morango; Doença de planta; Vírus; Propagação vegetativa; Muda; Matriz.
Ano: 2010 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/580816
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Principais viroses e seu controle. 14
NICKEL, O.; FAJARDO, T. V. M..
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Pequenas frutas; Controle; Fruticultura; Morango; Amora; Mirtilo; Framboesa; Doença de planta; Vírus.
Ano: 2012 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/938612
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Remoção de infeccções virais das cultivares Royal Gala e Cripps Pink por quimioterapia. 14
NICKEL, O.; QUECINI, V.; FAJARDO, T. V. M..
Os variados efeitos detrimentais dos vírus à Osmar NickelI, Vera QuecinF & Thor V.M. Fajardo' produção e à qualidade das maçãs sublinham a necessidade de produção de material propagativo livre de vírus para produtores e viveiristas. Junta-se a isto a necessidade de conformidade com diretrizes do MAPA para a produção de mudas de fruteiras em geral, assim como para a elevação do patamar tecnológico da produção de mudas e frutas em gera!. Macieiras são infectadas com um grande número de vírus, entre os quais destacam-se os vírus latentes em cultivares comerciais "vírus da mancha clorótica da macieira", (Apple chloroticJeaf spot vírus, ACLSV), "vírus das caneluras do tronco da macieira" (Apple stem pitting vírus, ASPV) , "vírus do acanalamento do tronco da...
Tipo: Artigo na mídia Palavras-chave: Quimioterapia; Limpeza clonal; Termoterapia; Remoção; Fruticultura; Maçã; Doença de planta; Vírus; Infecção.
Ano: 2009 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/575194
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sintomas de viroses em plantas. 14
FAJARDO, T. V. M.; EIRAS, M.; NICKEL, O..
Os vírus se multiplicam apenas dentro da célula hospedeira viva e não possuem metabolismo próprio. Após um processo de reconhecimento e interação em nível molecular, se a célula inoculada for suscetível ao vírus, ele se estabelecerá na célula hospedeira, se replicará, irá disseminar-se dentro da hospedeira e induzirá alterações bioquímicas e fisiológicas na hospedeira ao longo do processo infeccioso. Assim, os sintomas induzidos pelos vírus são, na essência, resultado do metabolismo celular alterado da hospedeira. O período transcorrido entre a entrada do vírus na hospedeira e a manifestação dos primeiros sintomas é denominado período de incubação.
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Sintomas morfológicos; Amarelecimento; Branqueamento; Albinismo; Desvios de cor; Clareamento de nervuras; Mottling; Variegação nas pétalas; Estriado; Lesões locais cloróticas; Line pattern; Padrão de linha; Mancha-café; Redução de crescimento; Subdesenvolvimento; Subcrescimento; Sintomas de deformações; Epinastia; Bolhas; Bolhosidades; Espessamento; Canelura; Stem pitting; Sintomas de necrose; Lesões locais necróticas; Cordão-de-sapato; Enação; Lamento; Enrugamento; Encrespamento; Riscar; Viroses com infecções latentes; Sintomas citológicos; Infecção por vírus; Deficiências nutricionais; Toxinas produzidas por insetos; Toxinas produzidas por ácaros; Distúrbios de origem genética; Toxidez por herbicidas; Toxidez por inseticidas; Alta temperatura; Inoculação mecânica; Testes biológicos; Enxertia; União de tecidos; Vírus; Doença de planta; Bronzeamento; Clorose; Mancha Anular; Mancha Anelar; Nanismo; Mosqueado; Mosaico; Necrose; Tumor.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1084312
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Técnicas de detecção e estudo de vírus em plantas. 14
FAJARDO, T. V. M.; NICKEL, O..
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Indexação biológica; Vírus; Doença de planta.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1027297
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Transmissão de vírus e controle de viroses em plantas. 14
FAJARDO, T. V. M.; NICKEL, O..
Os vírus de plantas ainda são um dos principais causadores de perdas econômicas na agricultura. Estima-se que esses patógenos possam causar, anualmente, até 50 bilhões de euros (R$ 215.345.000.000,00) em perdas no mundo (PALLÁS et al., 2018). A título de comparação, a exportação do agronegócio do Brasil, em 2018, foi de 101,7 bilhões de dólares (R$ 384.690.420.000,00) (MAPA), ou seja, o valor das perdas potenciais causadas por doenças virais sobre os produtos agrícolas, anualmente, no mundo, representaria cerca de 56% do valor obtido com a exportação do agronegócio brasileiro em 2018.
Tipo: Folhetos Palavras-chave: Controle de viroses; Afídeos; Vírus; Doença de Planta; Inseto; Pulgão; Cigarrinha; Cochonilha.
Ano: 2019 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1107832
Registros recuperados: 23
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional