Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alimentação de Gymnotus cf. carapo (Pisces: Gymnotidae) e suas relações com a fauna associada às macrófitas aquáticas no Pantanal, Brasil. Infoteca-e
PEREIRA, R. A. C.; RESENDE, E. K. de.
Foi analisada a alimentação da tuvira, Gymnotus cf. carapo e as possíveis relações com a fauna associada às raízes das macrófitas aquáticas, os parâmetros físicos e químicos da água e o teor de matéria orgânica retido nas raízes das macrófitas, na planície de inundação do baixo rio Negro, Mato Grosso do Sul. As ordens Insecta, Cladocera, Rotifera e Gastropoda foram os recursos alimentares predominantes nas raízes das macrófitas. As tuviras do Pantanal do baixo rio Negro são carnívoras generalistas e alimentam-se seletivamente da fauna associada às raízes de macrófitas aquáticas. A alimentação é baseada em invertebrados, dentre os insetos, Ephemeroptera e Odonata foram os recursos alimentar preferidos, seguido de Cladocera. São encontradas freqüentemente...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Dieta alimentar; Planície de inundação; Rio Negro.; Peixe..
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/812541
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alimentacao de peixes carnivoros da planicie inundavel do Rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C.; ALMEIDA, V. L. L. de; SILVA, A. G. da.
E analisada a alimentacao de 15 especies de peixes carnivoros de quatro ambientes na planicie de inundacao do baixo rio Miranda, na regiao do Pantanal de Mato Grosso do Sul. Estas especies carnivoras sao generalistas e se alimentam de peixes e outras presas que estejam disponiveis no ambiente, como camaroes, na Baia Cinza. Meandros abandonados, vazantes e baias constituem lares de alimentacao de especies carnivoras de pequeno porte, bem como de formas jovens de grande porte.
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Peixe carnivoro; Rio Miranda; Carnivorous fishes; Feeding; Floodplain; Food; Miranda river.; Alimentação.; Pantanal; Fish..
Ano: 1996 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/789740
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia da tuvira, Gymnotus cf. carapo (Pisces, Gymnotidae) no baixo Rio Negro, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C.; SÓRIO, V. F.; GALVÃO, E. M..
A biologia da tuvira, Gymnotus cf. carapo, por seu grande uso como isca viva para a pesca esportiva, foi estudada no baixo rio Negro, onde é coletada pelos isqueiros, pescadores especializados nesse tipo de pescaria. Foram estudados os aspectos relativos à reprodução, alimentação e crescimento, bem como as interrelações com os fatores abióticos. As metodologias utilizadas foram as usuais nesse tipo de pesquisa. É uma espécie que possui respiração aérea acessória, o que lhe permite viver em ambientes quase anóxicos, freqüentados por poucas espécies de peixes. A reprodução ocorre de dezembro a fevereiro/abril de cada ano, com a chegada da inundação na planície. Possui desova parcelada e de acordo com a literatura, os machos escavam o fundo, onde as fêmeas...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Alimentação; Crescimento; Peixe; Reprodução.; Pantanal..
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/812542
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biologia do Curimbatá (Prochilodus lineatus), Pintado (Pseudoplatystoma corruscans) e Cachara (Pseudoplatystoma fasciatum) na bacia hidrográfica do Rio Miranda, Pantanal do Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; CATELLA, A. C.; NASCIMENTO, F. L.; PALMEIRA, S. da S.; PEREIRA, R. A. C.; LIMA, M. de S.; ALMEIDA, V. L. L. de.
E analisada a biologia do curimbata (P. lineatus), do pintado (P. corruscans) e da cachara (P. fasciatum) na bacia hidrografia do rio Miranda. Estas especies realizam migracoes ascendentes para reproducao a partir de setembro-outubro. A desova, do tipo total, ocorre nos cursos superiores dos rios Miranda e Aquidauna, principalmente de dezembro a fevereiro. Apos a desova, retornam aos cursos inferiores, onde se espalham pelas areas alagadas, alimentando-se fartamente. Este padrao de migracao esta ligado ao ciclo fluviometrico desses rios. P. lineatus e uma especie detritivora, enquanto P. corruscans e P. fasciatum sao ictiofagas generalistas. Jovens e adultos apresentam distribuicao diferenciada. O crescimento dessas especies e analisado.
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Curimbata; Pintado; Cachara; Mato Grosso do Sul; Brasil; Biology.; Biologia; Ecologia; Peixe; Reprodução.; Pseudoplatystoma Fasciatum; Brazil; Pantanal; Prochilodus lineatus; Pseudoplatystoma corruscans; Fish; Reproduction..
Ano: 1995 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/789558
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico da atividade de captura de iscas no Pantanal de Mato Grosso do Sul e propostas para a melhoria de manutenção em cativeiro. Repositório Alice
OLIVEIRA, M. S. de; PEREIRA, R. A. C.; RESENDE, E. K. de.
Tipo: Separatas Palavras-chave: Pesca amadora; Captura de iscas; Iscas.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/812465
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Medidas de controle da dispersão da espécie exótica "mexilhão dourado" (Limnoperna fortunei) no Pantanal Sul. Infoteca-e
OLIVEIRA, M. D. de; PEREIRA, R. A. C..
Limnoperna fortunei (Dunkei, 1857), o mexilhão dourado, é uma espécie exótica invadora, ou seja, introduzida em um ambiente do qual não fazia parte anteriormente, e causa danos ambientais e econômicos neste novo ambiente. Foi trazido dos rios da China para a América do Sul na chamada "água de lastro" dos navios, que fazem o comércio entre países asiáticos e a Argentina, onde foi registrado em 1991. Desde então, a navegação comercial entre Argentina e os demais países da Bacia do Prata, pelos rios Paraguai e Paraná, se constitui no principal meio de dispersão de L. fortunei no Brasil. É transportada na forma de larvas ou adultos, inscrustados nos cascos e sistemas de captação de água das embarcações (Oliveira et al., 2000).
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Mexilhão dourado; Controle; Limnoperna fortunei.; Pantanal..
Ano: 2004 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/810713
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Metodologia para determinação de dieta alimentar de peixes detritívoros. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C..
bitstream/CPAP/56116/1/CT71.pdf
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Dieta alimentar; Peixes detritívoros.
Ano: 2007 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/786908
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Peixes detritivoros da planicie inundavel do Rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
PEREIRA, R. A. C.; RESENDE, E. K. de.
Foi analisada a alimentacao de 17 especies de peixes detritivoros, pertencentes as familias Prochilodontidae, Curimatidae e Loricariidae, de quatro ambientes da planicie de inundacao (dois meandros abandonados, uma "vazante" e um pequeno lago) de rio Miranda. Duas metodologias foram utilizadas para a avaliacao da alimentacao dessas especies. O teor de materia organica do detrito foi determinado por diferenca entre o peso seco e o peso apos queima em mufla; amostras dos conteudos estomacais foram colocadas em lamina microscopica quadriculada para avaliacao do volume proporcional de detritos e outros organismos como algas, rotiferos e cladoceros, com metodologia desenvolvida para essa finalidade. O item dominante na alimentacao dessas especies e o detrito...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Comunidade; Peixe detritivoro; Rio Miranda; Mato Grosso do Sul; Community; Detritivorous fish.; Alimentação; Peixe.; Brazil; Pantanal; Fish..
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/793418
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Peixes herbivoros da planicie inundavel do Rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C.; ALMEIDA, V. L. L. de.
Na planicie inundavel do baixo rio Miranda, foram encontradas 12 especies de peixes de habitos alimentares herbivoros. Sao: Markiana nigripinnis, Piabucus melanostoma, Metynnis mola, Metynnis maculatus, Mylossoma paraguayensis, Mylossoma orbignyanum, Myloplus levis, Hemiodus orthonops, Leporinus elongatus, Leporinus friderici, Leporinus lacustris e Schizodon borellii. Destas, 4 apresentam importancia economica para a pesca profissional e esportiva (M. paraguayensis, M. orbinyanum, L. elongatus e L. friderici). E discutida a importancia da herbivoria na cadeia alimentar dos peixes sulamericanos.
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Peixes herbivoros; Rio Miranda; Mato Grosso do Sul; Brasil; Herbivorous fisher; Miranda River.; Brazil; Pantanal..
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/793419
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Peixes insetívoros e zooplanctófagos da planície inundável do Rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C.; ALMEIDA, V. L. L. de; SILVA, A. G. da.
Estudou-se a alimentacao de peixes insetivoros e zooplanctofagos de quatro ambientes da planicie de inundacao do rio Miranda (dois bracos mortos, uma vazante e uma lagoa). Cinco especies sao insetivoras (T. stellatus, R. hahni, P. mucosa, P. striatulus e B. splendens), seis zooplanctofagas (P. kennedyi, E. benjamini, H. littorale, C. callichthys, B. britski e S. pappaterra) e tres, zooplanctofagas, insetivoras ou ambas, dependendo da disponibilidade desses alimentos no ambiente (M. dichroura, P. paraguayensis e E. trilineata). Estas especies, juntamente com as detritivoras, compoem a base da cadeia alimentar aquatica no Pantanal.
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Comunidade; Peixe onivoro; Rio Miranda; Mato Grosso do Sul; Brasil; Comunity; Feeding; Onivorus fishes.; Alimentação; Cadeia Alimentar; Ecologia; Peixe.; Brazil; Pantanal; Fish; Ecology; Food chain..
Ano: 2000 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/804404
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Peixes onivoros da planicie inundavel do rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil. Infoteca-e
RESENDE, E. K. de; PEREIRA, R. A. C.; ALMEIDA, V. L. L. de; SILVA, A. G. da.
Identificaram-se 24 especies de peixes onivoros na planicie de inundacao do rio Miranda (dois meandros abandonados, uma vazante e uma baia). Destas, 11 sao Characiformes, 9 Siluriformes e 4 Perciformes. Entre os Characiformes, 9 sao da familia Characidae, uma Parodontidae, e uma Anostomidae. Dentre os Siluriformes, uma pertence a familia Sternopygidae, 4 a Pimelodidae, 3 a Doradidae e uma a Callichthyidae. Dos Perciformes, todas pertencem a familia Cichlidae. Os alimentos consumidos por estas especies consitiram basicamente em insetos (terrestres e aquaticos), vegetais (terrestres e aquaticos), e microcrustaceos (cladoceros, ostracodos, conchostracos e copepodos). Outros alimentos ingeridos em quantidades expressivas, com menor frequencia, foram algas,...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Peixe onivoro; Comunidade; Onivoria; Rio Miranda; Mato Grosso do Sul; Brasil; Omnivorous fishes; Comunity; Feeding; Omnivory; Insect.; Alimentação; Cadeia Alimentar; Inseto.; Brazil; Pantanal; Food chain..
Ano: 2000 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/804413
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Riqueza e diversidade de peixes na Baía Tuiuú, ambiente inundável do Rio Paraguai, Pantanal Sul, Brasil. Repositório Alice
RESENDE, E. K. de; MARQUES, D. K. S.; PEREIRA, R. A. C.; CRUZ, L. W. da S.; LIMA, V. S. N. C..
O entendimento das assembléias de peixes ocorrentes em ambientes inundáveis, particularmente no que tange à sua riqueza, diversidade e abundância tem sido um grande desafio aos estudiosos do assunto.
Tipo: Separatas Palavras-chave: Dequada; Baía Tuiuiú; Peixes.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/812452
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional