Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 24
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da fórmula SRK/T no cálculo de lente intra-ocular em cães portadores de catarata Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Peixoto,T.P.; Ranzani,J.J.T.; Brandão,C.V.S.; Rodrigues,A.C.L..
Foram utilizados 20 cães de raças e idades variadas, machos e fêmeas, portadores de catarata e não diabéticos, os quais foram submetidos ao exame oftálmico. Posteriormente, realizaram-se mensurações oculares empregando-se um ecobiômetro ultra-sônico (ultra-sonografia modo-A) para o cálculo do poder dióptrico da lente intra-ocular por meio da fórmula SRK/T. O comprimento axial médio foi de 19,94±1,12mm. Todos os animais foram submetidos à facoemulsificação extracapsular. A lente calculada foi implantada no transoperatório da cirurgia de catarata, obtendo-se média de 37,33±3,05D. A avaliação pós-cirúrgica do erro refracional aos 60 dias de pós-operatório, pela retinoscopia, com a utilização da esquiascopia, foi de 5,57±1,59D. A fórmula SRK/T não ofereceu...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Emétrope; Catarata; Fórmula SRK/T; Erro refracional.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000600017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos clínicos e imunopatológicos da ceratoplastia com membrana amniótica xenógena fresca e conservada em glicerina: estudo experimental em coelhos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Sampaio,R.L.; Ranzani,J.J.T.; Rodrigues Júnior,V.; Stacciarini,M.S.; Braga,E.M.; Borrezzi,C..
Avaliaram-se, por meio da análise clínica, histopatologia e imunoistoquímica, os efeitos da aplicação da membrana amniótica xenógena fresca e conservada em glicerina, sobre os mecanismos imunológicos da superfície ocular. Para tal, utilizaram-se 40 coelhos, distribuídos em dois grupos experimentais, os quais foram avaliados por 21 dias. A avaliação clínica revelou que a membrana amniótica xenógena conservada em glicerina estimulou uma resposta inflamatória aguda maior que a membrana aplicada fresca. A análise histopatológica indicou que ambas se comportaram de forma semelhante a partir da primeira semana de pós-operatório, apresentando as alterações clássicas da resposta inflamatória da córnea, com o predomínio de infiltrado do tipo polimorfonuclear. A...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coelho; Córnea; Membrana amniótica; Ceratoplastia.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000600016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação clínica da ablação uveal intravítrea com gentamicina em cães portadores de glaucoma crônico Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Chiurciu,J.L.V.; Brandão,C.V.S.; Ranzani,J.J.T.; Cremonini,D.N.; Crocci,J.A..
Investigou-se, clinicamente o resultado da ablação uveal intravítrea em 13 olhos cegos de cães com glaucoma crônico unilateral. Os olhos acometidos foram submetidos à ablação uveal intravítrea, por meio de injeção na câmara vítrea de 0,5ml de sulfato de gentamicina (40mg/ml) associado a 0,3ml de fosfato de dexametasona (4mg/ml). As variáveis clinicas oftálmicas foram quali-quantificadas em escores, por até 48 semanas do pós-operatório; além de aspectos relacionados à dor, como variações do apetite e peso corporal. Nos sinais clínicos, de secreção ocular, blefaroespasmo, quemose, hifema e pigmentação, neovascularização, pannus e variações de apetite e peso corporal, não se notaram diferenças significativas entre os momentos. A ablação uveal intravítrea...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ablação farmacológica; Gentamicina; Glaucoma.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação histomorfométrica e da proliferação celular em úlceras de córnea superficiais, induzidas em coelhos, após o uso de colírio de Citrus lemon Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Perches,C.S.; Pellizzon,C.H.; Ranzani,J.J.T.; Padovani,C.R.; Merlini,N.B.; Sereno,M.G.; Fonzar,J.F.; Brandão,C.V.S..
O objetivo do presente estudo foi avaliar e comparar, por meio de histomorfometria e imuno-histoquímica para PCNA (Antígeno Nuclear de Proliferação Celular), o processo de reparação corneal de úlceras superficiais induzidas em coelhos e tratadas com colírios de óleo essencial de Citrus lemon (CL). Foram utilizadas 40 fêmeas da espécie leporina, constituindo-se quatro grupos experimentais de 10 animais cada. Todos os animais foram submetidos à indução da úlcera superficial experimental por meio da aplicação tópica de n-heptanol. Em dois grupos foram instilados colírios à base de óleo essencial de Citrus lemon, em diferentes concentrações, sendo 3% (GL3) e 5% (GL5). Outro grupo foi tratado com Tween 80 8% (GT), que é o diluente utilizado na produção dos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Limão-siciliano; Córnea; Úlcera; PCNA; Histologia.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000601660
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação ultrassonográfica do bulbo ocular em cães submetidos à facoemulsificação com ou sem implante de lente intraocular Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pavan,P.T.; Ranzani,J.J.T.; Almeida,M.F.; Mamprim,M.J.; Brandão,C.V.S..
Este trabalho objetivou descrever e comparar as alterações ultrassonográficas encontradas em bulbos oculares de cães submetidos à facoemulsificação, com ou sem implante de lente intraocular (LIO), no intuito de auxiliar no diagnóstico de alterações decorrentes da cirurgia e do implante da LIO, bem como sua correspondência com alterações clínicas. Dezenove cães portadores de catarata (21 olhos) foram submetidos ao procedimento de facoemulsificação e avaliados no pós-operatório tardio, aos cinco anos de evolução. Constituíram-se três grupos experimentais: afácicos (CA), formados por 11 cães; pseudofácicos (PP), com implante de duas LIOs em piggyback (n=5); e pseudofácicos (PL), com implante de uma LIO veterinária (n=5). Após exame oftálmico, todos foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Biometria ocular; Olho; LIO.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352014000100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biocompatibilidade e biodegradabilidade de micropartículas de poli-lactato-co-glicolato na ceratite infecciosa em coelhos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ranzani,J.J.T.; Peixoto,T.P.; Brandão,C.V.S.; Oliveira,A.G.; Cunha,M.L.R.S.; Mori,E.S.; Minto,B.W..
Avaliaram-se a biocompatibilidade e a biodegradabilidade do sistema de liberação controlada de poli-lactato-co-glicolato (PLGA) no tratamento com ciprofloxacina das ceratites por Staphylococcus aureus em coelhos. Foram utilizados 20 coelhos, distribuídos em quatro grupos (G). Os animais dos G1, G3 e G4 foram inoculados com 2,5µL da bactéria - 108UFC, no estroma corneano. Os do G2 não receberam a aplicação do inóculo. O tratamento foi realizado com solução salina básica para os animais do G1, micropartículas de PLGA contendo ciprofloxacina nos animais dos G2 e G4 e colírio de ciprofloxacina naqueles do G3. Suabe e biópsia da superfície ocular foram coletados para cultura. Apenas um animal do G1 apresentou cultura positiva para S. aureus. Exame histológico...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coelho; Sistema de liberação controlada; Ceratite; Poli-lactato-co-glicolato; Staphylococcus aureus.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000500013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos maleato de timolol 0.5% do cloridrato de dorzolamida 2%, e da associação de ambas na pressão intra-ocular Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Borges,A.G.; Brandão,C.V.S.; Ranzani,J.J.T.; Adalberto,J.C..
Avaliaram-se efeitos da dorzolamida do timolol e da combinação de ambos sobre pressão intra-ocular (PIO) de cães normais, além de alterações no olho contralateral, não-tratado. Foram utilizados 60 cães sadios, distribuídos em três grupos (G) de 20 animais. No primeiro grupo (GT), foi avaliada a ação do maleato de timolol 0,5% na PIO; no segundo (GD), a ação do cloridrato de dorzolamida 2%; e, no terceiro (GTD), o efeito da associação fixa timolol/dorzolamida. A PIO foi aferida utilizando-se tonômetro de aplanação (Tonopen®), uma hora antes e uma, duas, quatro, seis e oito horas após a instilação do colírio em análise no olho esquerdo. O efeito da associação timolol/dorzolamida foi mais intenso (27%) que os efeitos do timolol (21,9%) e da dorzolamida...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Pressão intra-ocular; Glaucoma; Dorzolamida; Timolol.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000300017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Espessura corneana mensurada pelo paquímetro ultra-sônico e pelo microscópio especular Topcon SP-2000P em gatos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ranzani,J.J.T.; Mobricci,L.A.L.; Brandão,C.V.S.; Chiurciu,J.L.V.; Cremonini,D.N.; Rodrigues,G.N..
Avaliou-se a espessura corneana central de 13 gatos normais com microscópio especular de não-contato Topcon SP-2000P e paquímetro ultra-sônico. Foi observado aumento da espessura corneana mensurada pelo paquímetro ultra-sônico comparado ao microscópio especular.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gato; Espessura corneana; Paquimetria; Especular.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Expressão de metaloproteinases de matriz e PCNA em úlceras de córnea profundas, induzidas em coelhos, tratadas com plasma rico em plaquetas Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Perches,C.S.; Pellizzon,C.H.; Ranzani,J.J.T.; Donatti,C.; Padovani,C.R.; Merlini,N.B.; Fonzar,J.F.; Beserra,H.E.O.; Rocha,N.S.; Brandão,C.V.S..
O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do plasma rico (PRP) e pobre (PPP) em plaquetas na proliferação celular e expressão de metaloproteinases de matriz (MMPs), durante a reparação de úlceras corneais profundas. Foram utilizadas 45 coelhas, distribuídas em 3 grupos (G) experimentais (n=15), designados como grupos PRP (GR), PPP (GP) e Controle (GC), de acordo com o tratamento. Todos os animais foram submetidos à indução cirúrgica unilateral de úlcera corneal. No GR e GP, o sangue autólogo foi centrifugado, utilizando-se protocolo padronizado, e foram confeccionados os colírios de PRP e PPP, e instilados cinco vezes ao dia. No GC, foi utilizado colírio lubrificante. Cada grupo foi subdividido (n=5), segundo o momento final de avaliação, sendo 4...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Plasma pobre em plaquetas; MMP; PRP; Cicatrização; Corneal.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000601607
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Hemangiossarcoma corneal em cão Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Guberman,Ú.C.; Merlini,N.B.; Perches,C.S.; Fonzar,J.F.; Sereno,M.G.; Mamprim,M.J.; Ranzani,J.J.T.; Brandão,C.V.S..
O hemangiossarcoma é uma neoplasia maligna e sua apresentação corneal é rara em cães. Relata-se um caso de hemangiossarcoma corneal primário, em uma fêmea canina, sem raça definida, de 20kg, nove anos de idade e com histórico de crescimento progressivo de massa em bulbo ocular direito há dois meses. Ao exame oftálmico do olho direito, foram observados blefarospasmo, hiperemia conjuntival moderada e presença de nódulo avermelhado, irregular em região dorsal de córnea direita, ocupando cerca de 60% dela. A ultrassonografia ocular foi realizada, e constatou-se que a neoplasia acometia apenas a córnea. Por meio do exame citológico, foi diagnosticada neoplasia mesenquimal maligna. O paciente foi submetido à ceratectomia seguida de flap de terceira pálpebra....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Ceratectomia; Córnea; Enucleação; Neoplasia.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000200343
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Implante de condrócitos homólogos em defeitos osteocondrais de cães: padronização da técnica e avaliação histopatológica Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Iamaguti,L.S.; Brandão,C.V.S.; Mota,L.S.L.S.; Ranzani,J.J.T.; Ribeiro,L.M.; Rossetto,V.J.V.; Padovani,C.R.; Felisbino,S.L..
Padronizou-se a metodologia para cultura de condrócitos em cães e avaliou-se seu implante em lesões osteocondrais, utilizando-se a membrana biossintética de celulose (MBC) como revestimento. Dez cães, adultos e clinicamente sadios, foram submetidos à artrotomia das articulações fêmoro-tíbio-patelares. Defeitos de 4mm de diâmetro e profundidade foram induzidos no sulco troclear de ambos os membros. MBC foi aplicada na base e na superfície das lesões. Os defeitos do membro direito foram preenchidos com condrócitos homólogos cultivados formando o grupo-tratado (GT); os do membro esquerdo, sem implante celular, foram designados grupo-controle (GC). A evolução pós-operatória foi analisada com especial interesse nos processos de reparação da lesão, por meio de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Cartilagem articular; Cultura celular; Imuno-histoquímica; Morfometria.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000100013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Inflammatory pseudotumor of the urinary bladder in dogs: two cases Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rocha,N.S.; Tostes,R.A.; Ranzani,J.J.T.; Schmidt,F.C..
Relata-se a ocorrência de dois casos de pseudotumor inflamatório na bexiga de cães, enfatizando a importância de reconhecer o caráter benigno dessas lesões, evitando uma abordagem terapêutica agressiva como conseqüência de um diagnóstico equivocado.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Dog; Inflammatory pseudotumor; Blader.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352002000400020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Leiomiossarcoma gástrico associado a hérnia de hiato em cão da raça Shar-pei: relato de caso Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Prado,L.O.C.; Franco,G.G.; Legatti,E.; Ranzani,J.J.T.; Quitzan,J.G.; Siqueira,E.G.M.; Souza,J.A.L.; Minto,B.W.; Brandão,C.V.S..
RESUMO Os tumores do sistema digestório não são comuns na medicina veterinária e as neoplasias de estômago representam menos de 1% de todos os tumores malignos. O leiomiossarcoma é o segundo tumor que mais acomete o trato gastrointestinal de cães, com predisposição para as regiões de jejuno e ceco, mas qualquer porção pode ser afetada, desde o esôfago até o reto. O presente trabalho relata um caso em um canino da raça Shar-pei, macho, com 13 anos de idade e histórico de episódios eméticos pós- prandiais e emagrecimento progressivo havia oito meses. Após avaliação radiográfica e endoscópica, foi indicada intervenção cirúrgica e observada tumoração gástrica associada a hérnia de hiato. O diagnóstico de leiomiossarcoma gástrico foi estabelecido por meio de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia; Estômago; Oncologia; Tumor.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352017000100111
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Liberação intraocular de ofloxacina associada a lente de contato biossintética em ceratite bacteriana experimental em cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Cremonini,D.N.; Ranzani,J.J.T.; Cunha,M.L.R.S.; Tonin,F.G.; Brandão,C.V.S.; Messadeq,Y..
Avaliou-se a concentração de ofloxacina liberada por uma lente de contato de membrana de celulose biossintética, para tratamento de ceratite bacteriana experimental em cães, pela inoculação de Staphylococcus aureus intraestromal. Comparou-se o tratamento com a lente de contato biossintética impregnada com ofloxacina à terapia tópica convencional. Realizou-se avaliação microbiológica e dosagem de ofloxacina no humor aquoso por meio do método de cromatografia líquida de alto rendimento (HPLC). Houve diferença estatística na contagem de colônias bacterianas entre os olhos com ceratite e os demais grupos, no primeiro dia de coleta. O biomaterial, impregnado com ofloxacina, promoveu liberação gradual durante o período de avaliação, aos três e sete dias; no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ceratite bacteriana; Membrana biossintética; Ofloxacina; HPLC.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000400004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mensurações do bulbo ocular e cálculo do poder dióptrico da lente intraocular em miniporcos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Barros,R.; Rodrigues,A.C.L.; Guberman,U.C.; Gandolfi,M.G.; Merlini,N.B.; Teixeira,C.R.; Padovani,C.R.; Brancalion,B.B.; Ranzani,J.J.T.; Brandão,C.V.S..
Objetivou-se com este trabalho determinar o poder dióptrico da lente intraocular (LIO) em miniporco e as dimensões do bulbo do olho. Foram utilizados 17 miniporcos, sadios, adultos, machos e fêmeas, com peso médio de 70kg. Em todos os olhos foram realizadas a ultrassonografia modo A, a ceratometria e a medida da distância limbo a limbo. O cálculo do poder dióptrico da LIO foi obtido utilizando-se as fórmulas Haigis, Hoffer Q, SRK/T, Holladay I e Holladay II e o software Holladay IOL Consultant(r). Na comparação entre o sexo e a lateralidade do olho, não houve diferença nas variáveis biométricas e poder da LIO. A aplicação das fórmulas (Haigis, Holladay II, Holladay I, SRK/T e Hoffer Q) possibilitou o cálculo do poder da LIO. A Holladay II, fórmula que...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biometria; Catarata; Ceratometria; LIO; Miniporco.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352016000100141
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mensurações do bulbo ocular e cálculo do poder dióptrico de lentes intraoculares em coelhos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Valinhos,M.A.R.; Ranzani,J.J.T.; Rodrigues,A.C.L.; Brandão,C.V.S..
Determinaram-se as dimensões oculares de coelhos, empregando ultrassonografia modo-A e ceratometria, a fim de utilizá-las como subsídios para calcular o poder dióptrico de lentes intraoculares a serem implantadas experimentalmente nessa espécie e avaliar se existe diferença entre as mensurações oculares de machos e fêmeas e entre olho esquerdo e olho direito. Foram utilizados 58 animais do grupo genético Botucatu, distribuídos entre 30 fêmeas e 28 machos, com idade média de 85,8±8,29 dias e peso médio de 2,3±0,46kg. O cálculo da lente intraocular foi realizado por meio do software Holladay IOL Consultant®. As fórmulas empregadas para o cálculo foram: Holladay II, Holladay I, Hoffer Q e SRK-T, que calcularam lentes de aproximadamente 48,5 D; 50,27 D; 59,67...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coelho; Biometria; Ceratometria; Lente intraocular.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Pleuris associada à criptococose em cão: relato de caso Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Souza,V.L.; Brandão,C.V.S.; Minto,B.W.; Estanislau,C.A.; Ranzani,J.J.T.; Babicsak,V.R.; Mamprim,M.J.; Rocha,N.S.; Ribeiro,M.G..
A Criptococose é uma importante doença infecciosa fúngica, causada por uma levedura do gênero Cryptococcus, que acomete diferentes espécies inclusive o homem. Há poucos relatos na literatura sobre a criptococose pulmonar em cães. O presente trabalho relata um caso de criptococose em um cão apresentando alterações respiratórias, especialmente dispneia. O diagnóstico foi realizado por meio da citologia aspirativa, após toracotomia exploratória, sendo observado um quadro de pleuris grave. O paciente foi tratado durante 90 dias com itraconazol e apresentou, ao final do tratamento, a remissão completa dos sintomas relatados.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Cão; Criptococose; Pleurite; Zoonose.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352014000501339
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Refração por retinoscopia com luz em faixa em cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ranzani,J.J.T.; Mobricci,L.A.L.; Carvalho,L.R.; Brandão,C.V.S..
A refração ocular por retinoscopia com luz em faixa em 10 cães normais, sem raça definida, demonstrou que a maioria dos animais, independentemente do porte, apresentou tendência à hipermetropia, além de anisometropia e astigmatismo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Refração; Retinoscopia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Retinoscopia com luz em faixa em cães fácicos, afácicos e pseudofácicos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Mobricci,L.A.L.; Ranzani,J.J.T.; Steagall,P.V.M.; Rodrigues,A.C.L.; Carvalho,L.R.; Brandão,C.V.S..
Avaliou-se o erro refracional em 40 cães submetidos ou não à facectomia por facoemulsificação, por meio de retinoscopia com luz em faixa. Distribuídos em quatro grupos de 10 animais cada, foram designados por cães fácicos, cães afácicos (CA), cães pseudofácicos com implante de duas lentes intra-oculares em piggyback (PP) e cães pseudofácicos com implante de uma lente intra-ocular veterinária de 41D (PL). As avaliações foram realizadas por ceratometria, ecobiometria ultra-sônica e retinoscopia. A média da curvatura corneana foi de 40,46±2,44D. O poder dióptrico obtido por retinoscopia foi de 18,50D no grupo CA, 5,25D no grupo PP e 2,00D no grupo PL. A retinoscopia com luz em faixa constituiu um método eficaz para avaliar a refração ocular em cães, mas foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Cão; Retinoscopia; Fácicos; Afácicos; Pseudofácicos.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tonometria, paquimetria e comprimento axial ocular em cães glaucomatosos submetidos à ablação uveal intravítrea Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Brandão,C.V.S.; Chiurciu,J.L.V.; Ranzani,J.J.T.; Mamprim,M.J.; Zanini,M.; Crocci,J.A..
Estudaram-se as alterações tonométricas, paquimétricas e de comprimento axial em cães com glaucoma submetidos à ablação uveal intravítrea. Foram avaliados 13 olhos irreversivelmente cegos de cães que apresentavam glaucoma crônico unilateral, nos quais realizou-se a ablação uveal intra-vítrea, por meio de injeção na câmara vítrea de 0,5ml de sulfato de gentamicina (40mg/ml) associado a 0,3ml de fosfato de dexametasona (4mg/ml). As mensurações da pressão intra-ocular (Po), espessura corneana e eixo axial com tonometria de aplanação, paquimetria ultra-sônica e ultra-sonografias modos A e B foram realizadas no dia da ablação (M0) e após uma (M1), quatro (M4), oito (M8), 12 (M12), 24 (M24) e 48 semanas (M48). A Po diminuiu significativamente em todos os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ablação farmacológica; Glaucoma; Tonometria de aplanação; Ultra-som.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000400016
Registros recuperados: 24
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional