Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A influência das chuvas na produção de própolis e batume em espécies de abelhas sem ferrão. Repositório Alice
CORDEIRO, H. K. C.; MENEZES, C.; SILVA, M. F. M. da.
Própolis é uma mistura de resinas vegetais coletadas por abelhas para fazer a proteção da colônia. Esse produto nas abelhas sem ferrão não tem utilização comercial, por falta de estudos que comprovem sua eficiência farmacológica. Objetivou-se verificar se a sazonalidade da cidade de Belém-PA influência na produção de própolis e batume em algumas espécies de abelhas sem ferrão. Para a realização do trabalho foram escolhidas 6 espécies de abelhas, das quais 3 espécies produziam própolis mais resinosas e as outras 3 mais sólidas. Foram utilizadas: Frieseomelitta cf. longipes, F. flavicornis, Scaptotrigona postica, Melipona flavolineata, M. fasciculata e M. melanoventer. O experimento foi conduzido no laboratório de botânica da Embrapa Amazônia Oriental,...
Tipo: Separatas Palavras-chave: Meliponicultura; Pluviosidade; Resinas vegetais.; Produção Animal..
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1034108
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácaros (Spadiseius sp.) que vivem em flores de açaizeiro e sua relação com as abelhas. Repositório Alice
CORDEIRO, H. K. C.; MENEZES, C.; SILVA, M. F. M. da.
Os ácaros e as abelhas têm coexistido desde o período Cretáceo e há evidências de uma relação estreita entre alguns táxons, provavelmente resultando a partir de um processo co-evolutivo. Este trabalho teve como objetivo estudar os ácaros (Spadiseius sp.) que vivem em flores de açaizeiro e sua relação com abelhas da espécie Scaptotrigona postica. O trabalho foi realizado no Meliponário da Embrapa Amazônia Oriental, em Belém, Pará, no período de setembro/2014 a julho/2015. Em raques de açaizeiro foram coletadas diariamente inflorescências para a quantificação dos ácaros. Foi avaliado o número de ácaros no corpo de abelhas que realizavam diferentes tipos de trabalhos e capturadas abelhas forrageiras na entrada das colônias para quantificação dos ácaros...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Comensalismo; Forésia; Interações; Meliponicultura.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022848
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Geoprólis acumulado em colmeias de espécies de abelhas nativas na Amazônia Oriental. Repositório Alice
BEZERRA, P. T. S.; SILVA, M. F. M. da; PEREIRA, N. S.; VENTURIERI, G. C.; RÊGO, E. de S.; PEREIRA, D. S..
A criação das abelhas indígenas sem ferrão (meliponicultura) é uma atividade que está crescendo no Brasil, devido ao alto potencial de polinização de várias culturas agrícolas. Destacam-se a Melipona fasciculada (uruçu cinzenta), Melipona flavolineata (uruçu amarela) e Melipona melanoventer (uruçu da bunda preta), espécies que são encontradas na região norte. As abelhas citadas produzem a geoprópolis, que tem como composição a mistura de barro, terra e resina vegetal, sendo que a composição química da mesma está relacionada a flora da região da abelha. No presente estudo, foi verificado qual espécie de abelha nativa é a mais produtiva quando avaliado a quantidade de geoprópolis acumulado após a última revisão das colmeias. Depois de realizadas as...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Abelhas sem ferrão; Geoprópolis; Meliponicultura.; Amazonia..
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1053771
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial produtivo de própolis em diferentes espécies de abelhas sem ferrão. Repositório Alice
CORDEIRO, H. K. C.; MENEZES, C.; SILVA, M. F. M. da.
A própolis é um material de origem vegetal bastante estudado para fins farmacológicos. Dentre os principais constituintes desse material estão: resinas, ceras e ácidos gordurosos, inerentes à vegetação que circunda a colônia de meliponíneos. Para estes, ainda não existem estudos suficientes que comprovem o poder farmacológico da própolis, não sendo ainda recomendado seu uso para fins terapêuticos, por isso são necessárias mais pesquisas para esse fim. Para a realização do trabalho foram utilizadas 6 espécies de abelhas sem ferrão, das quais 3 espécies produzem própolis com resinas puras e as outras 3 fazem a produção do batume ou geoprópolis (Resina + Barro). As espécies utilizadas foram: Frieseomelitta cf. longipes, F. flavicornis, Scaptotrigona postica,...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Abelhas sem ferrão; Batume.; Produção; Própolis; Resina..
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/994277
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional