Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A febre aftosa no Brasil, 1960-2002 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Lyra,T.M.P.; Silva,J.A..
A análise da ocorrência da febre aftosa no Brasil indicou a endemicidade da doença até os anos 80, quando houve redução de focos após a identificação e controle das áreas endêmicas e uso da vacina de qualidade. O vírus tipo A foi responsável pelas principais epidemias. O tipo C foi o de menor incidência entre os três tipos diagnosticados no país (O, A e C). O programa de erradicação, implantado em 1992, com estratégias diferenciadas, de acordo com o sistema de produção e participação de representantes do agronegócio, resultou na eliminação dos focos a partir de 2001. O relato da febre aftosa no Brasil desde a década de 60 alerta para a importância de se conhecer o histórico da doença e elaborar a política pública em saúde animal e os planos de contingência...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Epidemiologia; Febre aftosa; Bovino; Brasil.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000500001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do teste de imunodifusão mediante emprego do polissacarídeo "O" no diagnóstico da brucelose bovina Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Costa,G.M.; Abreu,V.L.V.; Lobato,F.C.F.; Silva,J.A.; Martins,N.E..
Comparou-se o teste de imunodifusão dupla em ágar gel (IDGA) pelo emprego do polissacarídeo "O" como antígeno com os testes de soroaglutinação rápida, soroaglutinação lenta, 2-mercaptoetanol, reação de fixação de complemento e antígeno tamponado acidificado no diagnóstico da brucelose, em bovinos infectados, não infectados e recém-vacinados com a amostra B-19, visando à diferenciação de anticorpos vacinais daqueles associados à infecção natural pela Brucella abortus. Nenhum dos testes realizados permitiu diferenciar precisamente anticorpos vacinais daqueles induzidos pela infecção brucélica e, nas condições do presente trabalho, a utilização do IDGA com este objetivo poderia levar à retenção de animais infectados no rebanho.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Brucelose; Diagnóstico; Teste de imunodifusão.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09351999000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de ER49, um fator de elongação da síntese de proteínas do tipo Ts, expresso durante a maturação do fruto de tomate Braz. J. Plant Physiol.
Chaves,Ana Lúcia S.; Silva,J.A.; Pech,J.-C.; Latche,A.; Bouzayen,M.; Zegzouti,H.; Rombaldi,Cesar V..
O etileno, conhecido, sobretudo, como o fitormônio da maturação de frutos, está envolvido em vários processos fisiológicos, atuando na regulação da expressão de grande número de genes. O clone parcial de cDNA ER49 foi previamente isolado mediante a técnica do "Differential Display". A obtenção e a análise da seqüência completa confirmaram as homologias significativas com fatores de elongação da síntese de proteínas do tipo Ts. Tais proteínas são responsáveis pela reciclagem do complexo EF-Tu•GDP, que atua na ligação do aminoacil-RNAt ao ribossomo. A predição da seqüência protéica permitiu a detecção de um peptídio sinal de endereçamento para a mitocôndria e dos domínios TS-N e EF-Ts. A modelagem da estrutura terciária mostrou que ER49 poderia interagir com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: EF-Ts; Etileno; Frutos climatéricos; Lycopersicon esculentum; Regulação pós-transcricional.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04202002000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização demográfica e epidemiológica de cães e gatos domiciliados em Barbacena, MG Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,M.H.S.; Silva,J.A.; Magalhães,D.F.; Silva,M.X.; Meneses,J.N.C.; Moreira,E.C..
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000400035
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial de acidentes escorpiônicos em Belo Horizonte, Minas Gerais, 2005 a 2009 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Barbosa,A.D.; Silva,J.A.; Cardoso,M.F.E.C.; Meneses,J.N.C.; Cunha,M.C.M.; Haddad,J.P.A.; Nicolino,R.R.; Magalhães,D.F..
Acidentes por escorpião constituem problema de saúde pública em Belo Horizonte. Realizou-se um estudo epidemiológico observacional retrospectivo para analisar a frequência e distribuição espacial dos acidentes escorpiônicos em Belo Horizonte, entre 2005 e 2009, e associá-las às categorias de risco classificadas pelo Índice de Vulnerabilidade à Saúde (IVS), um índice socioeconômico regional composto. Foram utilizados dados de notificação do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) e Sistema de Vigilância Epidemiológica (SISVE), referentes aos anos de 2008 e 2009. Para o período de 2005 a 2007, foi necessário o resgate de dados das fichas clínicas do Hospital João XXIII (HPSJXXIII) correspondentes às variáveis encontradas no SINAN e SISVE, uma vez...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Acidentes por escorpião; Distribuição espacial; Índice de vulnerabilidade à saúde.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352014000300721
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial e temporal da raiva canina e felina em Minas Gerais, 2000 a 2006 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Barbosa,A.D.; Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Meneses,J.N.C.; Magalhães,D.F.; Menezes,F.L.; Oliveira,C.S.F..
Estudou-se a epidemiologia da raiva em cães e gatos, em Minas Gerais, e realizou-se um estudo descritivo de seu comportamento, de 2000 a 2006. Utilizaram-se, como fonte de dados, os relatórios mensais dos laboratórios do Centro de Controle de Zoonoses de Belo Horizonte e do Instituto Mineiro de Agropecuária. Os resultados demonstraram positividade de 1,5% para raiva canina e 0,7% para raiva felina. Houve tendência ao decréscimo do número de casos positivos de raiva canina (y = -3,2143x + 19,714) e também para a raiva felina, com apenas dois casos, ambos em 2000. As regiões com diagnóstico positivo coincidiram com as de menor desenvolvimento sócioeconômico.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Gato; Raiva; Distribuição espaço-temporal; Epidemiologia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espaço-temporal da raiva bovina em Minas Gerais, 1998 a 2006 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Menezes,F.L.; Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Meneses,J.N.C.; Magalhães,D.F.; Barbosa,A.D.; Oliveira,C.S.F..
Estudou-se a situação epidemiológica da raiva bovina em Minas Gerais de 1998 a 2006. Foram avaliadas 6873 fichas de diagnóstico de raiva por imunofluorescência direta. Para análise da distribuição temporal da raiva, foram construídas tabelas e gráficos no software Excel 2003 e o mapeamento dos diagnósticos foi feito no aplicativo Tabwin 1.4. Verificou-se tendência anual decrescente do número de exames e dos diagnósticos positivos (Y= -41,133x+544,89). Os meses de maio, junho e julho apresentaram o maior percentual de diagnósticos positivos. O número de municípios com raiva bovina variou ao longo do período estudado e manteve tendência decrescente (Y= -7,0833x+166,64), com expansão da doença para os municípios da região do Triângulo Mineiro.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Raiva; Epidemiologia; Distribuição temporal; Distribuição espacial.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição temporal e espacial da leishmaniose visceral em humanos e cães em Belo Horizonte-MG, 1993 a 2007 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Lopes,E.G.P.; Magalhães,D.F.; Silva,J.A.; Haddad,J.P.A.; Moreira,E.C..
O objetivo desta pesquisa foi descrever as análises da série cronológica e determinar a tendência da leishmaniose visceral em humanos e cães para o município de Belo Horizonte, de 1993 a 2007. De 1994, quando surgiram os primeiros casos da doença, até 2007, foram registrados 994 casos humanos autóctones com 116 óbitos. De 1993 a 2007, foram analisadas 1.492.401 amostras de sangue canino com percentual de positividade de 5,9%, utilizando-se os testes de enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) como triagem e de imunofluorescência indireta (IFI) como confirmatório. As análises indicaram que a leishmaniose visceral apresentou tendência crescente dos coeficientes de incidência em humanos e de prevalência em cães, e observaram-se arquétipos distintos dessa...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leishmaniose visceral; Tendência; Sazonalidade; Ciclicidade.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000500007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição temporal e espacial da raiva bovina em Minas Gerais, 1976 a 1997 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Haddad,J.P.A.; Modena,C.M.; Tubaldini,M.A.S..
Realizou-se um estudo observacional retrospectivo com o objetivo de avaliar a distribuição espaço-temporal da raiva bovina em Minas Gerais. Foram analisadas 7.526 fichas de diagnóstico de raiva por imunofluorescência direta, de 1976 a 1997. Para distribuição espacial da raiva bovina foi utilizado o aplicativo de mapeamento MAP-INFO Professional 4.5. Foi observada tendência crescente anual não só de diagnósticos positivos de raiva (Y=23,588X), com predominância nos meses de abril a agosto, como também de municípios positivos (Y=0,0461X), caracterizando intensa expansão da raiva bovina em Minas Gerais.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Raiva bovina; Epidemiologia; Distribuição temporal; Distribuição espacial.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000300001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Freqüência de aglutininas anti-Leptospira interrogans em soros sangüíneos de bovinos, em Minas Gerais, de 1980 a 2002 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Araújo,V.E.M.; Moreira,E.C.; Naveda,L.A.B.; Silva,J.A.; Contreras,R.L..
Foram analisados os resultados de exames de microaglutinação rápida, para pesquisa de aglutininas anti-Leptospira interrogans, em 39.012 soros sangüíneos de bovinos provenientes de 398 (47%) municípios de Minas Gerais de 1980 a 2002. As sorovariedades mais freqüentes foram: hardjo (amostra Norma), 23,7%, hardjo (OMS), 19,7%, hardjo (hardjobovis), 13,8%, e wolffi, 13,2%. Os resultados mostraram relevância da hardjo como problema prioritário nas leptospiroses em bovinos em Minas Gerais. A baixa porcentagem de soros reagentes à pomona (2,8%) e a mini (amostra Neguita) (3,0%) indica que essas sorovariedades devem ser consideradas para esclarecer casos clínicos em bovinos quando a hardjo (OMS), hardjo (Norma) e hardjo (hardjobovis) não forem detectadas nos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Aglutininas; Leptospira interrogans; Minas Gerais.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352005000400002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morcegos capturados no município de Belo Horizonte, 1999-2003 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
De Knegt,L.V.; Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Sales,G.L..
Entre os anos de 1999 e 2001, realizaram-se 18 capturas de morcegos em Belo Horizonte, sendo uma na estação seca e uma na estação chuvosa em cada regional administrativa. Foram capturados 316 exemplares, com predominância de Artibeus lituratus (Olfers, 1818), 55,1%, Platyrrhinus lineatus (Geoffroy, 1810), 24,4% e Glossophaga soricina (Pallas, 1766), 10,1%, além de Sturnira lilium (Geoffroy, 1810), Phyllostomus discolor (Wagner, 1843), Carollia perspicillata (Linnaeus, 1758), Myotis nigricans (Schinz, 1821) e Anoura caudifer (Geoffroy, 1818), totalizando oito espécies, pertencentes às famílias Phyllostomidae e Vespertilionidae. Observou-se concentração de partos próximos à estação chuvosa, coincidindo com a maior disponibilidade de alimento para os períodos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Morcego; Chiroptera; Epidemiologia; Reprodução; Abrigo.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352005000500002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mordedura canina e atendimento antirrábico humano em Minas Gerais Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,V.M.R.; Pereira,P.L.L.; Silva,J.A.; Miranda,C.F.J.; Rodrigues,K.O.; Rodrigues,T.O.; Moreira,E.C..
O objetivo do presente trabalho foi descrever e avaliar a mordedura canina e o atendimento antirrábico humano em Minas Gerais, de 1999 a 2004, correlacionando fontes de informação e áreas de risco predeterminadas para raiva humana transmitida por cão. Realizou-se um estudo observacional descritivo retrospectivo, utilizando-se, de forma adaptada, a análise exploratória de prontuários dos atendimentos da Superintendência de Epidemiologia da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (339.012 de atendimentos), do Sistema de Informação de Notificação de Agravos, do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Sistema de Informações Hospitalares e do Programa Nacional de Imunizações (132.452 fichas). Para a classificação dos agravos, usou-se o Código...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Raiva; Atendimento antirrábico; Vigilância; Mordedura canina.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000400016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Panic-like defensive behavior but not fear-induced antinociception is differently organized by dorsomedial and posterior hypothalamic nuclei of Rattus norvegicus (Rodentia, Muridae) BJMBR
Biagioni,A.F.; Silva,J.A.; Coimbra,N.C..
The hypothalamus is a forebrain structure critically involved in the organization of defensive responses to aversive stimuli. Gamma-aminobutyric acid (GABA)ergic dysfunction in dorsomedial and posterior hypothalamic nuclei is implicated in the origin of panic-like defensive behavior, as well as in pain modulation. The present study was conducted to test the difference between these two hypothalamic nuclei regarding defensive and antinociceptive mechanisms. Thus, the GABA A antagonist bicuculline (40 ng/0.2 µL) or saline (0.9% NaCl) was microinjected into the dorsomedial or posterior hypothalamus in independent groups. Innate fear-induced responses characterized by defensive attention, defensive immobility and elaborate escape behavior were evoked by...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Panic-like behavior; Fear-induced antinociception; Dorsomedial hypothalamus; Posterior hypothalamus.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-879X2012000400007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Perfil dos cães sororreagentes para aglutininas anti-Leptospira interrogans em Belo Horizonte, Minas Gerais, 2001/2002 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Magalhães,D.F.; Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Wilke,V.M.L.; Nunes,A.B.V.; Haddad,J.P.A.; Meneses,J.N.C..
The serological profile of seropositive dogs according to anti-Leptospira agglutinins was checked in Belo Horizonte including variables such as race, sex, age and whether the dog had an owner or not. The dogs were captured by the Zoonosis Control Center in nine neighborhoods around the city and were separated in two categories - with owners or captured on the streets. The prevalence of anti-Leptospira agglutinins was evaluated in 3,417 blood samples using the microscopic agglutination test (MAT) from September 2001 to September 2002. It was found that 13.1% of the dogs had seropositive results with the most reactive serovars being Canicola (7.0%), Ballum (6.1%), Pyrogenes (3.2%) and Icterohaemorrhagiae (2.9%). The prevalence of other serovars was less than...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Leptospira interrogans; Prevalência.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000500035
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Presença de animais associada ao risco de transmissão da leishmaniose visceral em humanos em Belo Horizonte, Minas Gerais Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Borges,B.K.A.; Silva,J.A.; Haddad,J.P.A.; Moreira,E.C.; Magalhães,D.F.; Ribeiro,L.M.L.; Fiúza,V.O.P..
Analisou-se o risco de se contrair leishmaniose visceral (LV) e a presença de animais em residências de Belo Horizonte/MG, em 2006. O estudo de caso-controle foi feito por meio de visitas domiciliares, aplicação de questionário e registro de imagens da residência. A estimativa de risco foi mensurada por comparação de condições de moradia entre dois grupos: 1- constituído por 82 casos humanos de LV ocorridos em 2004 e 2- 164 controles (vizinhos dos casos). Os domicílios pertencentes ao grupo 1 foram os que apresentaram os maiores percentuais de presença de animais. Observou-se, pela análise univariada, que a presença de patos, roedores, pássaros e galinhas aumenta o risco de ocorrer LV em 4,18; 1,81; 1,57; e 1,47 vezes, respectivamente. Para os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leishmaniose visceral; Fator de risco.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000500004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Prevalência de aglutininas anti-Leptospira interrogans em cães de Belo Horizonte, Minas Gerais, 2001 a 2002 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Magalhães,D.F.; Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Wilke,V.M.L.; Haddad,J.P.A.; Meneses,J.N.C..
Avaliou-se a prevalência de aglutininas anti-Leptospira interrogans nos cães recolhidos pelo Centro de Controle de Zoonoses nas nove regionais administrativas de Belo Horizonte, em diferentes épocas do ano. As áreas de prevalência de cães reagentes foram correlacionadas às áreas de saneamento ambiental, usando recursos georreferenciamento. As amostras de sangue dos 3417 cães, coletadas no período de setembro de 2001 a setembro de 2002, foram processadas pela técnica de soroaglutinação microscópica, encontrando-se 13,1% de positividade. As sorovariedades Canicola, Ballum, Pyrogenes e Icterohaemorrhagiae foram as mais prevalentes. As mais altas prevalências ocorreram nas regionais Centro-Sul (22,5%), Leste (19,1%) e Nordeste (13,2%). A menor prevalência foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Leptospira interrogans; Prevalência; Distribuição espacial.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000200004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Prevalência de tuberculose e brucelose bovina no município de Ilhéus Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ribeiro,A.R.P.; Lobato,F.C.F.; Abreu,V.L.V.; Faria,E.S.; Silva,J.A..
Aiming to determining the prevalence of tuberculosis and brucellosis in Ilhéus, Bahia, Brazil, 916 cows aged 24 months or above and allocated in 85 farms were tested. The compared cervical intradermic tuberculosis and serological buffered acidified antigen (BAA), slow tube serum agglutination (STSA) and 2-mercapto ethanol (2-ME) tests were used. The prevalence of tuberculosis and brucellosis was 2.8 and 1.9%, respectively. The distribution of positive farms (10.6%) is in agreement with the notion that these diseases are widespread in the country.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Brucelose; Tuberculose; Prevalência; Ilhéus.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000100021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Recusas de borrifação de imóveis e ocorrência de casos de leishmaniose visceral na Regional Noroeste de Belo Horizonte Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Santana Filho,F.C.; Silva,J.A.; Magalhães,D.F.; Meneses,J.N.C.; Haddad,J.P.A.; Morais,M.H.F.; Almeida,V.G..
Os objetivos desta pesquisa foram caracterizar as recusas por parte da população em permitir a borrifação de seus imóveis, em quatro regiões de Belo Horizonte, no período de 2006 a 2008, e relacionar estas recusas com o surgimento de casos de leishmaniose visceral, no mesmo local e período. Utilizaram-se as localizações onde se encontraram 27 casos humanos de leishmaniose visceral obtidos do SINAN, todos referentes a quatro áreas de abrangência da região noroeste de Belo Horizonte, no período de 2006 a 2008. De um total de 33.579 residências visitadas pelo controle químico vetorial, 9636 (28,70%) aceitaram a borrifação interna e a externa do domicílio, 20741 (61,77%) concordaram com a borrifação apenas do peridomicílio, 141 (0,42%) aceitaram apenas a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Recusa de participação; Controle de vetores; Leishmaniose visceral.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tratamento de feridas excisionais de coelhos com extrato de barbatimão associado a células mononucleares autólogas da medula óssea Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rodrigues,D.F.; Mendes,F.F.; Menezes,L.B.; Carvalho,W.L.; Sá,S.; Silva,J.A.; Souza,L.A.; Silva,L.A.F..
RESUMO Objetivou-se com este estudo avaliar o processo de cicatrização de feridas de coelhos tratadas com extrato de barbatimão (S. adstringens) associado a células mononucleares autólogas da medula óssea (CMMO). Utilizaram-se 20 coelhos, distribuídos em quatro grupos: B, extrato de barbatimão; CB, CMMO com extrato de barbatimão; CS, CMMO com solução fisiológica; S, solução fisiológica. Foi avaliada a presença de crosta, hiperemia, secreção, hemorragia, reepitelização, área da ferida e tempo de cicatrização. No terceiro, sétimo, 14º e 21º dias pós-operatório, realizou-se a biópsia das feridas e avaliaram-se os indicadores dos processos de inflamação e de reparo, com destaque para o colágeno, na coloração picrosírius, bem como de proliferação celular, na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: AgNOR; Cicatrização; Colágeno; Stryphnodendron adstringens; Terapia celular.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352017000501243
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso da terra como determinante da distribuição da raiva bovina em Minas Gerais, Brasil Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,J.A.; Moreira,E.C.; Haddad,J.P.A.; Sampaio,I.B.M.; Modena,C.M.; Tubaldini,M.A.S..
Realizou-se um estudo observacional retrospectivo com o objetivo de avaliar variáveis do uso da terra como determinante da distribuição da raiva bovina em Minas Gerais. Foram analisadas 7.526 fichas de diagnóstico de raiva por imunofluorescência direta, de 1976 a 1997. Utilizaram-se os dados dos Censos Agropecuários de Minas Gerais- FIBGE, anos de 1970, 1985 e 1995-1996. Empregou-se o método da análise fatorial de componentes principais, com auxílio do programa Minitab versão 9.0. A raiva bovina apresentou-se mais associada às lavouras permanentes e temporárias, às pastagens naturais e plantadas e ao efetivo bovino, e menos associada às matas naturais e plantadas, às lavouras em descanso e às terras produtivas não utilizadas. Concluiu-se que as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Raiva bovina; Uso da terra; Epidemiologia; Distribuição espacial.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000300002
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional