Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 84
Primeira ... 12345 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
2,6-di-hidroxiacetofenona no enraizamento de estacas semilenhosas de pessegueiro Rev. Bras. Frutic.
Tofanelli,Mauro Brasil Dias; Ono,Elizabeth Orika; Rodrigues,João Domingos.
A propagação do pessegueiro no Brasil baseia-se na enxertia de cultivares-copa em porta-enxertos propagados por sementes, e uma alternativa de propagação para esta frutífera poderia ser a estaquia. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de enraizamento de estacas semilenhosas de cultivares de pessegueiro através da aplicação de 2,6-di-hidroxiacetofonona (2,6-DHAP) antes do tratamento com AIB (ácido indolbutírico). As estacas foram preparadas a partir de ramos coletados das cultivares Delicioso Precoce, Jóia 1 e Okinawa, em dezembro de 2001, para serem tratadas na base com 2,6-DHAP (0 e 300mg L-1), por 4h, em aeração e depois com AIB (200mg L-1 e 2500mg L-1). As estacas foram plantadas em bandejas de poliestireno expandido com vermiculita fina e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Prunus persica; Propagação; Estaquia; Ácido fenólico; Auxina.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000200046
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido indolbutírico e substratos no desenvolvimento de estacas de umbuzeiro em três estádios fenológicos. Repositório Alice
ATAÍDE, E. M.; SILVA, M. de S.; SOUZA, J. M. A.; BASTOS, D. C..
As frutas nativas passaram a ser vista como excelente alternativa para os agricultores das diversas regiões do país, principalmente, do semiárido nordestino. Contudo, observa-se que muitas espécies do bioma caatinga sofrem devastação, especialmente o umbuzeiro. Portanto, é importante difundir tecnologias com vista a preservação destas espécies, especialmente voltadas para produção de mudas pelo método vegetativo, que possibilitará maior uniformidade e produtividade das espécies nativas. Desta forma, objetivou-se neste trabalho avaliar o uso de ácido indolbutirico e diferentes substratos e estádios fenológicos no enraizamento de estacas de umbuzeiro. O experimento foi conduzido na Unidade Acadêmica de Serra Talhada em condições em viveiro telado com 50% de...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Regulador vegetal; Bioma caatinga; Plant growth regulators.; Planta nativa; Umbu; Regulador de crescimento; Auxina; Spondias Tuberosa..
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1087953
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido indolbutírico em diferentes diâmetros na estaquia de Luehea divaricata Ciência Rural
Pacheco,Jardel Pizzatto; Franco,Elci Terezinha Henz.
Luehea divaricata Mart. é uma árvore de porte médio com madeira resistente e de grande flexibilidade, características que a qualificam como matéria-prima na fabricação de móveis vergados. Devido à relevância desta espécie em indústrias de base florestal, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do ácido indolbutírico e do diâmetro da estaca como subsídio à produção de matrizes adequadas ao uso comercial. Foram utilizadas estacas com 20cm de comprimento, coletadas de matrizes com aproximadamente dez anos de idade. Os tratamentos consistiram na combinação entre estacas com três classes de diâmetro: finas (0,4-0,8cm), médias (0,9-1,4cm), grossas (1,5-2,6cm) e dois níveis de solução de ácido indolbutírico (0; 5000mg L-1). O delineamento experimental foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Auxina; Enraizamento; Madeira; Propagação.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000600020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido indolbutírico na propagação vegetativa de alecrim Horticultura Brasileira
Paulus,Dalva; Valmorbida,Raquel; Paulus,Eloi.
RESUMO O alecrim (Rosmarinus officinalis) é uma planta de porte subarbustivo, utilizada como condimento e medicinal. A crescente demanda da indústria de fármacos pelo óleo essencial de alecrim vem despertando interesse da pesquisa sobre a propagação dessa espécie. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) na propagação vegetativa por estaquia de alecrim em duas épocas do ano. Os experimentos foram conduzidos em ambiente protegido, em duas épocas, no período de novembro de 2010 a janeiro de 2011 (verão) e de abril a junho de 2011 (outono). O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com quatro repetições, 20 estacas por repetição e os tratamentos foram seis concentrações de AIB (mg/L): 0, 1000, 1500, 2000, 2500 e 3000. As...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Rosmarinus officinalis; Estaquia; Auxina; Regulador de crescimento.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362016000400520
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aeração e adição de sais na produção de ácido indol acético por bactérias diazotróficas PAB
Radwan,Tharwat El-Sayed El-Desouk; Mohamed,Zeinat Kamel; Reis,Veronica Massena.
Foi analisada a produção de compostos indólicos por Azospirillum brasilense Cd, A. lipoferum Br 17, Herbaspirillum seropedicae Z 67, H. rubrisubalbicans M4 e a estirpe 34 isolada de arroz, que não se enquadra em nenhuma das espécies de Herbaspirillum já descritas, em relação a diferentes condições de aeração e concentrações de sais. A maior aeração do meio propiciou aumento na produção de compostos indólicos pelas bactérias testadas. Foi verificado aumento desses compostos, em culturas estáticas, em meio sem nitrogênio no caso de Azospirillum, e na presença de N para as estirpes de Herbaspirillum. O aumento da concentração de sais no meio de cultivo inibiu a produção de compostos indólicos, embora tenha sido observado um pequeno aumento quando a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Azospirillum; Herbaspirillum; Auxina; Ácido-3-indol acético; Compostos indólicos.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2005001000008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de diferentes auxinas e cortes de embriões na regeneração "in vitro" do feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.). Repositório Alice
OLIVEIRA, M. N. de; FARIA, J. C. de.
Visando adequar o protocolo para regeneração de embriões de feijão em meio de cultura, objetivou-se avaliar a utilização de auxinas nos meios de cultura para explantes, avaliar a necessidade de corte nas radículas e o tempo para transferência dos explantes.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Feijão comum; Frijoles; Desarrollo de la planta; Cultivo in vitro; Cultivo de embriones; Fitomejoramiento; Auxinas; Plant breending.; Feijão; Phaseolus vulgaris; Melhoramento genético vegetal; Cultura de embrião; Cultura in vitro; Estimulante de crescimento vegetal; Auxina; Beans; Embryo culture; In vitro culture; Plant development; Auxins..
Ano: 1995 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/492136
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bioestimulante na germinação de sementes de açaizeiro (Euterpe precatoria Mart.). Repositório Alice
GUILHERME, J. P. M.; BRITO, J. F. de F. de; ANDRADE NETO, R. de C.; LUNZ, A. M. P.; ARAÚJO, C. S. de; SANTOS, R. S. dos.
Embora o consumo do açaí tenha crescido sobremaneira durante os últimos anos, a oferta deste parece evoluir em ritmo inferior, o que tem despertado o interesse de produtores no cultivo do açaizeiro e, consequentemente, intensificado a procura por mudas de qualidade. Contudo, o mecanismo de propagação dessa espécie é por meio de sementes, que apresentam germinação lenta e desuniforme, indicando a existência de algum mecanismo de dormência atuando na germinação destas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o uso de um bioestimulador na germinação de sementes e biomassa de plântulas de Euterpe precatoria Mart.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Cinetina; Citocinina; Giberelina; Germinación de las semillas; Experimentación en invernadero; Sustancias de crecimiento vegetal; Citoquininas; Açaí; Semente; Germinação; Estufa; Regulador de Crescimento; Ácido Indolbutírico; Auxina; Ácido Giberélico; Euterpe precatoria; Seed germination; Greenhouse experimentation; Plant growth substances; Auxins; Indole butyric acid; Gibberellins; Gibberellic acid; Cytokinins.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099286
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Calogênese in vitro em folhas de erva mate. Repositório Alice
STACHEVSKI, T. W.; GOLDBACH, J. D.; GOUVÊA, P. M..
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Citocinina.; Auxina; Organogénese..
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/873910
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Clonagem do abacateiro variedade "Duke 7" (Persea americana Mill.) por alporquia Rev. Bras. Frutic.
Oliveira,Inez Vilar de Morais; Cavalcante,Ítalo Herbert Lucena; Franco,Danilo; Martins,Antonio Baldo Geraldo.
Foram conduzidos dois experimentos com a finalidade de determinar a possibilidade de clonagem da variedade de abacateiro "Duke 7", por alporquia e a influência do AIB (ácido indol-3-butírico) no processo. Experimento 1 - Alporque em plantas - O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2L x 4N x 2E, correspondendo à manutenção ou não das plantas à ausência de luz (L), níveis de AIB (N) e tipo de estrutura (E). Nos quatro dias antecedentes à realização da alporquia, 50% das plantas permaneceram na ausência total de luz (L1), e as demais, em condições normais de ripado, 50% de luminosidade (L2). No local anelado, foram aplicadas as concentrações (N) de AIB (ácido indolbutírico): 0; 1.000, 3.000 e 5.000 mg kg-1. O...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Abacate; Auxina; Enraizamento; Anelamento.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000300033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cutting of the Berberis laurina Billb. Using Different Concentrations of Indolebutyric Acid PFB - Pesquisa Florestal Brasileira
Althaus, Michelle Melissa; Leal, Luciana Christina; Silveira, Fernanda Christina; Zuffellato-Ribas, Katia Christina; Ribas, Luciana Lopes Fortes.
Berberis laurina Billb. (Berberidaceae) is a native shrub from Floresta Ombrófila Mista ecological formation, very ornamental and useful specie for recovery of degraded areas. With medical applications, its fruit is edible and its roots are used as dye. This paper aims to analyze lhe induction of lhe rooting of Berberis laurina stem cuttings employing indolebutyric acid (IBA) in O, 1000 and 2000 mgL-1 concentrations, using the vermiculite as growing medium. In october 2003, stem cuttings were collected from eight stock plants, located in Fazenda Rio Grande - PR. Semi-hardwood cuttings were preppared with 8.0 cm long by 0.35 cm of diameter shape, containing three leaves on the top, cut in a half,  the base was cut in diagonal and the top was cut straight,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Rooting; Auxin; Ornamental species; Species for recovery of degraded areas Enraizamento; Auxina; Espécie ornamental; Recuperação de áreas degradadas.
Ano: 2011 URL: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/243
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cuttings of Langerstroemia indica with indolbutyric acid on different substrates PFB - Pesquisa Florestal Brasileira
de Lima, Daniela Macedo; Klein, Anderson Wiliam; Salla, Vanessa Padilha; Cardoso Moura, Amanda Pacheco; Danner, Moeses Andrigo.
The objective of this work was to evaluate the effect of indolebutyric acid (IBA) on rooting of Langerstroemia indica cuttings in different substrates. Semi-hardwood cuttings with 7-8 cm were treated in alcoholic solutions of IBA (0, 1,000, 2,000 and 3,000 mg L-1) for 10 s and staked in plastic tubes containing commercial organic substrate or vermiculite. A completely randomized design in factorial arrangement 4 x 2 (4 concentrations x 2 substrates) was used. After 75 days we evaluated percentages of rooted cuttings, with shoots and necrosis, number and length of roots and number of shoots per cutting. IBA in concentration 1,000 mg L-1 promoted best rooting (65.63%) in vermiculite substrate (73.43%).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ornamental species; Vegetative propagation; Auxina Fitotecnia; Produção de Mudas Espécie ornamental; Propagação vegetativa; Auxina.
Ano: 2016 URL: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/1022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho agronômico do sorgo em função de doses e épocas de aplicação do herbicida 2,4-d. Repositório Alice
PETTER, F. A.; PACHECO, L. P.; ALCÂNTARA NETO, F.; ZUFFO, A. M.; PROCOPIO, S. O.; ALMEIDA, F. A..
A cultura do sorgo está inserida no plano atual de manejo dos sistemas agrícolas nos cerrados, todavia são escassos os estudos em campo quanto à seletividade e comportamento da cultura ao herbicida 2,4-D. Objetivou-se neste trabalho avaliar os efeitos do 2,4-D sobre o crescimento das plantas, a produção de fitomassa seca e fitomassa verde e a produtividade de grãos na cultura do sorgo. O experimento foi realizado entre janeiro e maio de 2008, em Nova Xavantina-MT, em Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico. O sorgo (cultivar Buster) foi semeado em área cultivada sob sistema de plantio direto, em espaçamento de 0,50 m entre linhas, distribuindo-se 10 sementes por metro. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 4 x 4, envolvendo quatro doses de 2,4-D...
Tipo: Separatas Palavras-chave: Sorgo granifero; Sorghum bicolor; Auxina; Erva daninha; Herbicida; Crescimento; Produtividade; Herbicides; Weeds; Auxins; Plant growth.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/915744
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
DESENVOLVIMENTO DE CALOS EM EXPLANTES DE CUPUAÇUZEIRO (Theobroma grandiflorum Schum.) EM FUNÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE AUXINAS E DO MEIO LÍQUIDO Rev. Bras. Frutic.
FERREIRA,MARIA DAS GRAÇAS RODRIGUES; CÁRDENAS,FERNANDO ENRIQUE NINAMANGO; CARVALHO,CARLOS HENRIQUE SIQUEIRA DE; CARNEIRO,ANDRÉA ALMEIDA; DAMIÃO FILHO,CARLOS FERREIRA.
Objetivou-se estudar o efeito da concentração de auxina e do meio líquido sobre o desenvolvimento de calos de cupuaçuzeiro. Segmentos de eixos embrionários e cotilédones, obtidos de frutos de cupuaçu dos tipos Mamorana e Redondo, foram cultivados em 4 meios de cultura diferentes: 1) meio MS (50%), suplementado com 2,4-D (1; 2; 4; 8 mg/L); 2) sais N6 (SIGMA) (4 g/L), acrescidos de 2,4-D (0; 2; 4 mg/L) e ANA (0; 3; 5 mg/L); 3) igual ao anterior, suplementado apenas com ANA (3 mg/L); e 4) meio MS, acrescido com ANA (1 mM). Calos com aspecto branco e brilhante foram observados em segmentos de eixos embrionários e cotilédones, cultivados nas menores concentrações de meio 1 (1 e 2 mg/L), enquanto nas maiores concentrações (4 e 8 mg/L) se observou a formação de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cultura de tecidos; Calos; Auxina; Theobroma grandiflorum.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452001000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efecto del ácido indolbutírico (AIB) y de la presencia de hojas en el arraigamiento de estacas de Nothofagus glauca (Phil.) Krasser cosechadas en dos épocas diferentes Ecología austral
Santelices,Rómulo.
Nothofagus glauca (Phil.) Krasser es una especie endémica de la zona mesomórfica de Chile que ha estado sujeta a una intensa presión antrópica. Producto de la fuerte reducción de la superficie de sus bosques la especie se encuentra en un delicado estado de conservación y aún no se conocen bien todos los factores que inciden en su propagación vegetativa. Este trabajo estudió la capacidad de arraigamiento de estacas de tallo colectadas de rebrotes de tocón de árboles de más de veinte años de edad de la zona precordillerana de la provincia de Talca. La cosecha se efectuó en enero de 1996 y noviembre de 1997 y, a través de ensayos independientes entre sí, se analizó el efecto del AIB (0; 0.5; y 1.5%) y de la presencia de hojas (con y sin hojas) en el proceso...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Estado de conservación; Especie endémica; Auxina; Rizogénesis.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1667-782X2007000100014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da inoculação de bactérias diazotróficas produtoras de ácido indol acético no sistema radicular de plântulas de milho. Repositório Alice
MATTOS, B. B.; OLIVEIRA-PAIVA, C. A.; CAMPOS, M. O.; RIBEIRO, V. P.; GONÇALVES, A.; ABREU, T. C. C..
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: FBN.; Auxina; Inoculante..
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/968706
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de auxinas sobre o enraizamento de estacas de raiz de Cephaelis ipecacuanha. Repositório Alice
LAMEIRA, O. A.; GOMES, M. R. de O.; ROCHA NETO, O. G. da; SANTIAGO, E. J. A. de; RODRIGUES, I. A..
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Ipeca; Pole; Growth regulator.; Auxina; Cephaelis Ipecacuanha; Enraizamento; Estaca; Regulador de Crescimento.; Rooting..
Ano: 1993 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/373105
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de diferentes concentrações de ácido indol butírico no enraizamento de estacas de Croton heliotropiifolius Kunth. Repositório Alice
SOUZA, M. D. de; SANTOS, U. S. dos; BISPO, L. dos P.; SOUZA, A. V. de.
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de ácido indol butírico (AIB) no enraizamento de estacas apicais e medianas de velame
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Velame; Bioma caatinga; Natural resource.; Planta medicinal; Recurso natural; Auxina; Propagação Vegetativa..
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1006843
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de ramos semilenhosos de pessegueiro PAB
Tofanelli,Mauro Brasil Dias; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Hoffmann,Alexandre; Chalfun Júnior,Antônio.
Neste trabalho objetivou-se estudar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) na formação de raízes adventícias em estacas semilenhosas de nove cultivares-copa (Arlequim, Aurora, Biuti, Diamante, Momo, Ouromel, Pérola de Mairinque, Premier e Tropical) e dois porta-enxertos (Okinawa e R-15-2) de pessegueiro. O experimento foi realizado na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, em nov./dez. de 1997. As concentrações de AIB utilizadas foram de 0, 1.000, 2.000 e 3.000 mg L-1, e as estacas tiveram a base imersa em solução durante cinco segundos. O AIB influenciou no enraizamento, na formação de calo e no número de raízes. As maiores porcentagens de enraizamento foram observadas nas cultivares Pérola de Mairinque (56,62%) e Tropical (55,04%), ambas ocorrendo na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Raízes adventícias; Auxina; Propagação vegetal.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2002000700007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do ácido naftalenoacético e do cloreto de cálcio na redução das perdas pós-colheita em uva 'Niagara Rosada' Rev. Bras. Frutic.
Tecchio,Marco Antonio; Terra,Maurilo Monteiro; Cia,Patrícia; Paioli-Pires,Erasmo José; Moura,Mara Fernandes; Sanches,Juliana; Benato,Eliane Aparecida; Hernandes,José Luiz; Valentini,Sílvia Regina de Toledo; Sigrist,José Maria Monteiro.
Com a finalidade de reduzir as perdas ocasionadas pela degrana e podridões na pós-colheita de uva 'Niagara Rosada', foram realizados em 2005, em vinhedos localizados nos municípios de Jales e Louveira, São Paulo-Brasil, experimentos utilizando-se de cinco concentrações de cloreto de cálcio (CaCl2) a 0; 5; 10; 15 e 20 g.L-1, com ou sem a aplicação de 100 mg.L-1 de ácido naftalenoacético (ANA). Com base nos resultados obtidos, realizou-se, em 2006, experimento com quatro concentrações de ANA a 0; 50; 100 e 150 mg L-1, associadas ou não a 10 g.L-1 de CaCl2. As aplicações do ANA foram realizadas um dia antes da colheita, e a do CaCl2, no início da maturação das bagas. Após a colheita, avaliaram-se o teor de sólidos solúveis, a acidez titulável, o pH, a degrana...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vitis sp.; Degrana; Podridões; Regulador vegetal; Auxina.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452009000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EFEITOS DA INTERAÇÃO DE AUXINAS E SISTEMAS DE CULTIVO IN VITRO NA INDUÇÃO DE CALOS A PARTIR DE EMBRIÕES DE ARROZ Ciência Rural
Cunha,Marilda Borin da; Paranhos,Juçara Terezinha; Dorneles,Liane Terezinha; Franco,Elci Terezinha Henz.
RESUMO Estudou-se a indução de calos a partir de embriões maturos de arroz (Oryza sativa L.), cultivar BR-IRGA 414, cultivados em meio MS completo com diferentes concentrações de ANA e 2,4-D (0,5; 1,0; 5,0 e 10,0mg/l), acrescida ou não de cinetina (0,2mg/l), na presença e ausência de luz, os quais constituíram-se nos tratamentos. Nos dois estudos, o delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco repetições e os tratamentos arranjados num trifatorial. Tanto ANA como 2,4-D foram efetivos na formação de calos. Não houve influência dos tratamentos adicionais no efeito das concentrações de ANA sobre o acúmulo da massa dos calos, embora tenha ocorrido aumento de 358% na massa quando se testou cinetina no escuro. Para 2,4-D, a massa dos calos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Embriões; Auxina; Cinetina; Luz; Calos.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781994000100018
Registros recuperados: 84
Primeira ... 12345 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional