Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A cultura do urucu no Norte do Brasil. Infoteca-e
FALESI, I. C.; KATO, O. R..
bitstream/item/58787/1/CPATU-Doc65.pdf
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Urucu; Cultivo; Sememte; Armazenagem; Propagação; Biologia floral; Bixina; Brasil; Annato; Cultivation; Floral biology; Seed; Propagation; Production; Spacing; Culting; Pole; Fertilizer.; Adubação; Bixa Orellana; Comercialização; Enraizamento; Espaçamento; Estaca; Muda; Poda; Produção; Seleção.; Amazonia; Commercialization; Pruning; Rooting; Storage..
Ano: 1992 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/379411
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Armazenamento de grãos residuais de urucum sob atmosfera controlada AGRIAMBI
Brito,Juliana G. de; Queiroz,Alexandre J. de M.; Figueirêdo,Rossana M. F. de; Oliveira,Arali da S..
RESUMO Neste trabalho avaliou-se a estabilidade de grãos residuais de urucum acondicionados em embalagens flexíveis laminadas durante 90 dias de armazenamento em condições controladas de temperatura (25 e 40 °C) e umidades relativas (55 e 83%). As amostras foram analisadas a cada 15 dias, por meio da análise do teor de água, atividade de água, pH, acidez titulável, cor (luminosidade, intensidade de vermelho e intensidade de amarelo) proteína bruta, amido e bixina. Observou-se, no decorrer dos tempos de armazenamento, que as embalagens não evitaram a absorção de água acarretando em aumentos do teor de água (42,62; 43,06; 41,78 e 42,90%), atividade de água (6,39; 6,94; 5,97 e 6,94%), acidez titulável (12,28; 13,79; 9,09 e 13,79%) e luminosidade (4,48; 12,18;...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bixa orellana L.; Bixina; Embalagem laminada; Umidade relativa; Resíduos agroindustriais.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662015001201185
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bixina I: aproveitamento do residuo do beneficiamento do urucum. Infoteca-e
GUIMARÃES, I. S. de S..
bitstream/item/109936/1/aproveitamento-do-residuo-do-urucum.pdf
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Bixina; Bixa Orellana L.; Bixin.; Corante; Urucum..
Ano: 1983 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/410537
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características nutricionais do fruto e teor de bixina em urucu (Bixa orellana L.). Infoteca-e
FERREIRA, W. de A.; FALESI, I. C..
bitstream/item/40990/1/Boletim-Pesquisa-97-CPATU.pdf
Tipo: Séries anteriores (INFOTECA-E) Palavras-chave: Urucu; Bixina; Igarapé-Açu; Pará; Brasil; Bixin.; Bixa Orellana; Nutrição Vegetal.; Amazonia; Plant nutrition..
Ano: 1989 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/381124
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentração de bixina e lipídios em sementes de urucum da coleção do instituto agronômico (IAC) Bragantia
Carvalho,Paulo Roberto Nogueira; Silva,Marta Gomes da; Fabri,Eliane Gomes; Tavares,Paulo Eduardo da Rocha; Martins,Antônio Lúcio Mello; Spatti,Leandro Rodrigo.
Existe uma extensa variedade genética no urucum que são conhecidas por denominações como "focinho de rato", "cabeça de moleque", "peruana", "bico de pato", "amarela", "piave" entre outras. Todas são caracterizadas por propriedades como porte da planta, período de produção, forma e cores das cachopas, deiscência, etc. A última década tem sido marcada por um melhoramento genético, buscando maior produtividade e, principalmente, maior teor de pigmentos. O Instituto Agronômico (IAC) comporta no Polo Regional Centro Norte, (Pindorama, SP), uma coleção de plantas de urucum, com mais de 25 acessos, que em trabalhos anteriores foram avaliadas quanto às suas características agronômicas. Contudo, os teores de bixina e lipídeos, que também são características...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Urucum; Bixina; Lipídeos.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052010000300002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo da saponificação em pigmentos de urucum Ciênc. Tecnol. Aliment.
Nachtigall,Aline Manke; Silva,Pollyanna Ibrahim; Bertoldi,Michele Corrêa; Stringheta,Paulo Cesar.
O trabalho objetivou estudar o efeito de diferentes concentrações de KOH (1, 3 e 5%), tempo (1, 2 e 3 horas) e temperatura de extração (30, 50 e 70 °C) na reação de saponificação da bixina. O progresso da reação foi acompanhado por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e por colorimetria, e os dados obtidos foram avaliados por análise de regressão. Os teores de bixina e do sal da norbixina foram dependentes da concentração da base utilizada na extração, enquanto o tempo não apresentou efeito no andamento da reação de saponificação. A maior concentração de base propiciou a maior conversão de bixina em sal de norbixina, o que foi confirmado pela avaliação dos parâmetros colorimétricos. Os valores de L*, b*, C* e H* concordaram com o aumento da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bixina; Sal de norbixina; Reação de saponificação; CLAE; Colorimetria.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612009000400027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EXTRAÇÃO E DETERMINAÇÃO, POR CLAE, DE BIXINA E NORBIXINA EM COLORÍFICOS Ciênc. Tecnol. Aliment.
TOCCHINI,Luciane; MERCADANTE,Adriana Zerlotti.
Um dos atributos mais importantes na comercialização de alimentos é o impacto visual causado pela cor. Entre os corantes naturais, o urucum é o mais usado pela indústria brasileira. Do total de sementes de urucum industrializada no Brasil, 25% são utilizados na preparação dos extratos e o restante é empregado na fabricação do colorífico, consumido no mercado interno para o preparo doméstico de alimentos. A proposta deste trabalho foi determinar o teor de bixina e norbixina nos coloríficos de urucum existentes no mercado, utilizando cromatografia líquida de alta eficiência. Empregaram-se, para tanto, coluna C18 (Spherisorb ODS-2, 150 x 4,6mm, 3mim) e acetonitrila:ácido acético 2% (65:35) como fase móvel com fluxo de 1mL/min. Os carotenóides foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Carotenóides; Urucum; Colorífico; Bixina; Norbixina.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612001000300010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fatores que influenciam a reação de saponificação dos carotenóides presentes no urucum (Bixa orellana L.) Ciência e Agrotecnologia
Silva,Pollyanna Ibrahim; Nachtigall,Aline Manke; Stringheta,Paulo César.
Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de estudar o efeito de diferentes concentrações de KOH (0,6%, 1%, 2%, 3%, 4% e 5%) e temperatura de extração (25ºC, 50°C, 60°C e 70°C) na reação de saponificação dos principais pigmentos de urucum. O progresso da reação foi acompanhado pela quantificação do teor de bixina e de norbixina por meio de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). A maior concentração de base propiciou a maior conversão de bixina em norbixina (KOH 5% - bixina: 0,44 g.100g-1, norbixina: 1,43 g.100g-1) e com a menor concentração não ocorreu conversão (KOH 0,6% - bixina: 2,00 g.100g-1, norbixina: não detectada). A elevação da temperatura de extração esteve associada à redução do teor de bixina no meio e ao aumento do teor de norbixina...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bixina; Norbixina; Concentração do álcali; Temperatura de extração.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000700033
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional