Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de microrganismos antagônicos, Saccharomyces cerevisiae e Bacillus subtilis para o controle de Penicillium digitatum Rev. Bras. Frutic.
Kupper,Katia Cristina; Cervantes,Antonio Lucas Lima; Klein,Mariana Nadjara; Silva,Aline Caroline da.
Os frutos cítricos são afetados por diversas doenças, especialmente as fúngicas, as quais afetam a produtividade e a qualidade, principalmente quando se visa ao mercado de frutas frescas, seja para o mercado interno, seja para a exportação. Dentre as doenças fúngicas que ocorrem na fase de pós-colheita, destaca-se o bolor verde, causado por Penicillium digitatum. As medidas de controle baseiam-se, principalmente, no tratamento de frutos com diferentes combinações de fungicidas no packing-house. Devido às restrições quanto à presença de resíduos de fungicidas em frutos de citros e ao crescente desenvolvimento de linhagens resistentes dos patógenos a tais fungicidas, torna-se necessária a busca de alternativas de controle, como o controle biológico....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bolor verde; Citrus spp.; Bicarbonato de sódio; Cera de carnaúba.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de Penicillium digitatum em laranja pós-colheita com uso de óleos essenciais e outros métodos. Repositório Alice
BENATO, E. A.; BELLETTI, T. C.; TERAO, D.; FRANCO, D. A. S..
O bolor verde é a principal doença de frutos cítricos pós-colheita. Produtos e processos alternativos para controle de doenças vêm sendo cada vez mais requeridos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antifúngica de óleos essenciais sobre P. digitatum em laranjas, isoladamente ou em combinação com tratamento térmico. Para isso, laranjas foram inoculadas com 10 uL de suspensão de conídios (105 ufc mL-1), em dois períodos de incubação (4 h antes ou 24 h após os tratamentos). Os tratamentos com óleos essenciais por aspersão foram: testemunha (água), canela, capim-limão e palmarosa, a 0,5 e 1,0 g L-1, acrescidos de Tween20. Outro teste foi realizado com óleo de canela a 0,0; 0,12; 0,25; 0,5 e1,0 g L-1 e com a mistura de canela 0,12 g L-1 +...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Cinnamomun zeylanicum; Termoterapia; Imazalil; Cymbopogon citratus.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1073118
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle do bolor verde em frutos de laranja com tratamento térmico e agentes de biocontrole. Repositório Alice
FORNER, C.; GALVAO, J. A. H.; SILVA, L. J.; BETTIOL, W..
2012
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Laranja; Tratamento térmico; Agentes de biocontrole; Penicillium digitatum; Sporidiobolus pararoseus; Bacillus licheniformis; Bacillus subtilis.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/956262
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle em pós-colheita de Penicillium digitatum em laranja-pera com microrganismo e tratamento térmico. Repositório Alice
FORNER, C.; BETTIOL, W.; NASCIMENTO, L. M.; TERAO, D..
Resumo: O mercado consumidor está exigindo alimentos sem a presença de resíduos de agrotóxicos. Assim, o trabalho teve como objetivo avaliar o controle do bolor verde, em laranjas-Pera, com agentes de biocontrole (Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis, Bacillus subtilis (QST 713)), associados ou não ao tratamento térmico. Para tanto, os frutos foram adquiridos em packinghouse antes do processamento, sendo lavados e desinfestados com hipoclorito de sódio. Os frutos submetidos a esses tratamentos foram armazenados, por 11 a 28 dias, em temperatura de 10 ºC e UR 90%±5 ou por oito dias a 20 ºC e UR 90%±5. De modo geral, o tratamento térmico reduziu a severidade da doença determinada pela área abaixo da curva do progresso da doença nos frutos e a...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Mofo verde; Laranja pera; Pós-colheita; Controle biológico; Controle físico; Tratamento térmico; Mildews; Oranges; Postharvest diseases; Biological control; Physical control.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/963092
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle em pós-colheita de Penicillium digitatum EM laranja-pera com microrganismos e tratamento térmico Rev. Bras. Frutic.
Forner,Cassiano; Bettiol,Wagner; Nascimento,Lenice Magali do; Terao,Daniel.
O mercado consumidor está exigindo alimentos sem a presença de resíduos de agrotóxicos. Assim, o trabalho teve como objetivo avaliar o controle do bolor verde, em laranjas-Pera, com agentes de biocontrole (Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis, Bacillus subtilis (QST 713)), associados ou não ao tratamento térmico. Para tanto, os frutos foram adquiridos em "packinghouse" antes do processamento, sendo lavados e desinfestados com hipoclorito de sódio. Os frutos submetidos a esses tratamentos foram armazenados, por 11 a 28 dias, em temperatura de 10 ºC e UR 90%±5 ou por oito dias a 20 ºC e UR 90%±5. De modo geral, o tratamento térmico reduziu a severidade da doença determinada pela área abaixo da curva do progresso da doença nos frutos e a incidência...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bolor verde; Controle biológico; Controle físico; Citros.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da temperatura no desenvolvimento de fungos causadores de doenças pós-colheita em laranja. Repositório Alice
SILVA, A. M. da; TERAO, D.; SANTOS, T. L. dos; BENATO, E. A..
O mercado consumidor está exigindo alimentos sem a presença de resíduos de agrotóxicos, mas a incerteza quanto à sanidade das frutas tem levado os produtores a utilizar agrotóxicos, no tratamento pós-colheita de forma indiscriminada e excessiva, provocando a contaminação química da fruta e colocando em risco a saúde da população. Assim, o presente trabalho teve como objetivo determinar os binômios de tempos e temperaturas letais ao fungo Penicillium digitatum, agente causal do bolor verde, a fim de subsidiar a pesquisa sobre o uso do tratamento térmico, visando disponibilizar uma tecnologia limpa no tratamento pós-colheita de laranja que não deixe resíduos tóxicos. Discos de micélio foram colocados em bolsas de gaze estéril e, após fechados, dispostos no...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Penicillium digitatum; Tratamento hidrotérmico; Fungo; Agrotóxico; Bolor verde; Controle; Laranja; Doença; Pós colheita; Citros; Orange; Postharvest; Disease.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/967740
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de agentes de biocontrole sobre o bolor verde (Penicillium digitatum) em frutos cítricos. Repositório Alice
BETTIOL, W.; MATTOS, L. P. V.; GONÇALVES, G. G.; MORAIS, L. A. S. de.
2009
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Controle biológico.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/579647
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da temperatura e da radiação UV-C no crescimento micelial e na germinação de Penicillium digitatum. Repositório Alice
VICELLI, M. P.; SILVA, A. M.; PONTE, M. S.; NASCIMENTO, R. dos S.; TERAO, D..
Resumo: As doenças pós-colheita provocam perdas significativas na citricultura, sendo que na exportação de frutas frescas existe grande restrição para os resíduos químicos. Nesse contexto, existe demanda por tratamentos na pós-colheita que não utilizem fungicidas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da temperatura e da radiação da luz ultravioleta C (UV-C) no crescimento micelial e na inibição de esporos de Penicillium digitatum, fungo causador da podridão pós-colheita em laranja. Avaliaram-se as temperaturas: 50ºC, 55ºC e 60ºC em períodos de 15 s e 30 s e as doses de luz UV-C: 0,25; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kJ.m-2, nas avaliações de inibição de esporos e 1,0; 2,0; 4,0; 8,0 e 10 kJ.m-2, nos estudos de crescimento micelial. De maneira...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Citros; Tratamento hidrotérmico; Radiação UV-C; Fruta cítrica; Doença de planta; Pós-colheita; Mofo verde; Controle físico; Controle térmico; Raio ultravioleta; Penicillium digitatum; Oranges; Plant disease and disorders; Postharvest diseases; Hot water treatment; Molds (fungi).
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1036420
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional