Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de linhagens materiais comerciais e duas populações de milho para tolerância a alumínio. Repositório Alice
FURLANI, P. R.; LIMA, M.; MIRANDA, L. T. de; MIRANDA, L. E. C. de; SAWASAKI, E.; MAGNAVACA, R..
Avaliacao da tolerancia a Al (4,5mg/l) de 39 linhagens, 98 materiais comerciais, 167 progenies de uma populacao IAC-Maya e de 466 progenies de uma populacao IAC-Taiuba de milho (Zea mays L), usando-se a tecnica de solucao nutritiva. Foram utilizados os seguintes indices: ICR (indice de crescimento da radicula), determinado atraves da multiplicacao dos indices CRR (comprimento relativo da radicula) e CRRSML (comprimento relativo da raiz secundaria mais longa), e CLR (comprimento liquido da radicula) calculado pela diferenca entre os valores de CR (comprimento da radicula) obtidos no inicio e fim do periodo de crescimento das plantas em presenca de aluminio. Os indices CRR e CRRSML foram derivados da relacao obtida entre os valores obtidos na presenca e...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Tolerancia; Variabilidade genetica; Crescimento da raiz; Nutrient solution; Genetic variability; Tolerance; Populations; Alumínio; Linhagem; Milho; População; Solução Nutritiva; Zea Mays; Aluminum; Inbred lines; Root growth.
Ano: 1986 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/471616
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de linhagens, materiais comerciais e duas populações de milho para tolerância a alumínio. Repositório Alice
FURLANI, P. R.; LIMA, M.; MIRANDA, L. T. de; MIRANDA, L. E. C.; SAWASAKI, E.; MAGNAVACA, R..
Neste trabalho realizou-se a avaliacao da tolerancia a Al (4,5 mg.l) de 39 linhagens, 98 materiais comerciais, 167 progenies de uma populacao IAC-Maya e de 466 progenies de uma populacao IAC-Genetica, usando-se a tecnica de solucao nutritiva. Foram usadas na avaliacao as características ICR (indice de crescimento da radicula = comprimento relativo da radicula -CRR (CR+Al.CR-Al)- multiplicado por comprimento relativo da raiz secundaria mais longa - CRRSML (CRSML+Al/CRSML-Al) e CLR (comprimento liquido da radicula = diferenca entre os valores de comprimento da radicula - CR - obtidos no inicio e fim do periodo de crescimento das plantas em presenca de Al). As linhagens e as progenies da populacao IAC-Maya a de milho foram avaliadas através do ICR enquanto...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Tolerancia; Variabilidade; Crescimento da raiz; Nutrient; Solution; Genetic; Aluminium; Tolerance.; Alumínio; Genética; Linhagem; Milho; População; Solução Nutritiva; Zea Mays.; Inbred lines; Population; Variability.; Root growth.
Ano: 1984 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/478622
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Novas regiões genômicas associadas com tolerância ao alumínio em uma população de milho do Quênia. Repositório Alice
GUIMARÃES, R. G. N.; MATONYEI, T.; TINOCO, C. F. S.; LIGEYO, D.; MENDES, F. F.; MAGALHAES, J. V.; OUMA, E.; GUDU, S.; GUIMARAES, C. T..
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Crescimento da raiz; SNPs; Nrat1.; Solução nutritiva; Mate..
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022204
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Trigo: efeito de magnésio combinado com forças iônicas em solução nutritiva na tolerância ao alumínio Bragantia
Camargo,Carlos Eduardo de Oliveira.
Os cultivares BH-1146, IAC-17 e Siete Cerros foram estudados em soluções nutritivas contendo 10 mg/litro de Al3+, combinados com três concentrações de sais (um décimo, um quinto e a metade da concentração de sais da solução nutritiva completa) e cinco níveis de Mg (0; 9,6; 48; 96 e 192 mg/litro). A tolerância foi medida pela capacidade de as raízes primárias continuarem a crescer em soluções sem alumínio após permanência de 24, 48 e 72 horas em soluções de tratamento contendo determinada força iônica combinada com determinada concentração de magnésio, na presença de 10 mg/litro de Al3+. Independentemente da força iônica, da concentração de magnésio, da atividade iônica do Al3+ e do período de crescimento nas soluções de tratamento, o 'BH-1146' apresentou...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Trigo; Crescimento da raiz; Cultivar tolerante e sensível; Alumínio; Toxicidade; Atividade iônica; Magnésio; Concentração.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051987000200004
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional