Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 24
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do cálculo de declividade a partir de dados de altitude barométrica do GPS. Repositório Alice
ALBERGONI, L.; SOARES, A.; ROSOT, M. A.; OLIVEIRA, Y. M. M. de; MATTOS, P. P. de; GARRASTAZU, M. C..
2008
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: GPS; Declividade; Precisão.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/315584
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da geomorfologia da viticultura na Indicação Geográfica Farroupilha, Brasil. Repositório Alice
NHOATTO, M. P.; HOFF, R.; MELLO, L. M. R. de.
Estudos sobre a Indicação Geográfica (IG) Farroupilha iniciaram em 2008. A área está localizada no limite das unidades geomorfológicas Serra Geral e Planalto dos Campos Gerais
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Indicação geográfica (IG); Farroupilha; Unidades geomorfológicas; Serra Geral; Planalto dos Campos Gerais; Área vitícola; Declividade; Exposição solar; Viticultura; Mapa.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1096637
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da viticultura por meio da geomorfologia na região de referência da IG Monte Belo. Repositório Alice
HOFF, R.; TORRI, R. M..
2011
Tipo: Capítulo em livro científico (ALICE) Palavras-chave: Geomorfologia; Altimetria; Exposição solar; Monte Belo; Rio Grande do Sul; Declividade; Viticultura; Uva; Geografia; Mapeamento.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/907143
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do meio físico da Bacia Hidrográfica do Alto Taquari utilizando o sistema de informações geográficas SGI/INPE. Infoteca-e
OLIVEIRA, H. de; OLIVEIRA, F. D. A. de; SANO, E. E.; ADÁMOLI, J..
1998
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Geoprocessamento; Cerrado; Solo; Declividade; Uso da terra; Bacia hidrografica; Brasil; Alto Taquari; Geoprocessing; Soil; Land use; Watersheds; Brazil.
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/241396
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterizacao do meio fisico da microbacia Quatro bocas, em Angelim, PE, e sua quantificacao por sistema de informacao geografica. Repositório Alice
SILVA, A. B. da; BRITES, R. S.; SOUSA, A. R. de..
Este trabalho teve por objetivos fazer a caracterizacao fisiografica da microbacia Quatro Bocas, quantificar por meio de Sistema de Informacao Geografica (SIG) as classes de ocupacao do meio fisico (area por classe de solo; area por classe de solo e declividade; area por classe de solo, de declividade e de uso atual das terras) e, paralelamente, fazer consideracoes sobre seu planejamento. Os planos de informacoes utilizados para entrada no SIG foram os mapas de solo, de declividade e de uso atual das terras (1989). Os solos apresentam uma forte deficiencia na fertilidade natural e o Podzolico Vermelho-Amarelo abruptico plintico abrange 87% da area, com 63% em relevo forte ondulado, o que favorece a erosao, impede a mecanizacao e exige cuidados especiais...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Classes de solo; Declividade; Uso atual das terras; Soil classes; Slope; Current land use.
Ano: 1999 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/87103
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do meio físico da microbacia quatro bocas, em Angelim, PE, e sua quantificação por sistema de informação geográfica PAB
Silva,Ademar Barros da; Brites,Ricardo Seixas; Sousa,Antonio Raimundo de.
Este trabalho teve por objetivos fazer a caracterização fisiográfica da microbacia Quatro Bocas, quantificar por meio de Sistema de Informação Geográfica (SIG) as classes de ocupação do meio físico (área por classe de solo; área por classe de solo e de declividade; área por classe de solo, de declividade e de uso atual das terras) e, paralelamente, fazer considerações sobre o seu planejamento. Os planos de informações utilizados para entrada no SIG foram os mapas de solo, de declividade e de uso atual das terras (ano 1989). Os solos apresentam uma forte deficiência na fertilidade natural e o Podzólico Vermelho-Amarelo abrúptico plíntico abrange 87% da área, com 63% em relevo forte ondulado, o que favorece a erosão, impede a mecanização e exige cuidados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Classes de solo; Declividade; Uso atual das terras.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X1999000100015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Colheita de cana-de-açúcar com auxílio mecânico REA
Braunbeck,Oscar A.; Oliveira,Julieta T. A..
As demandas legais da sociedade civil e dos produtores de cana-de-açúcar em áreas inclinadas colocam em evidência deficiências tecnológicas dos processos de colheita que ameaçam a produção de cana-de-açúcar em extensas regiões canavieiras. O estudo analisa o sistema de colheita mecânica atual, comparativamente a uma proposta de colheita semimecanizada, com base em 11 características consideradas determinantes para a disseminação rápida da colheita da cana sem queima prévia, em áreas declivosas, com menor impacto sobre a demanda de mão-de-obra agrícola e sobre a capacidade de investimento dos produtores.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Investimento; Declividade; Emprego agrícola.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69162006000100032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Delimitação de geoambientes numa bacia hidrográfica na Zona da Mata de Pernambuco. Repositório Alice
SILVA, C. B. da; ARAÚJO, M. do S. B. de; ARAUJO FILHO, J. C. de; SCHULZE, S. M. B. B..
Unidade geoambiental é um importante instrumento no auxílio do planejamento e da regulação do uso da terra. Os principais desafios para delimitar unidades geoambientais são isolar, identificar e caracterizar precisamente os atributos ambientais. O objetivo deste trabalho foi delimitar unidades geoambientais na bacia hidrográfica do rio Natuba, numa escala de semidetalhe, a partir da caracterização do meio físico, visando gerar subsídios para o planejamento ambiental da bacia. Foram feitas caracterizações pedológicas, geomorfológicas, geológicas, hidrológicas, climáticas e de uso da terra, a partir de informações da literatura e dados coletados no campo. A caracterização pedológica foi considerada a principal, e a partir dela foram inseridos e analisados os...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Declividade; Solo; Geologia; Drenagem; Uso da Terra; Soil; Geology; Drainage; Land use.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/964449
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Delimitação de unidades de resposta hidrológica da bacia do Córrego Pito Aceso, Bom Jardim - RJ. Repositório Alice
MITSUYA, R. T.; SCHULER, A. E.; PRADO, R. B.; TURETTA, A. P. D.; DONAGEMMA, G. K..
As aplicações de modelos hidrológicos têm crescido em função da necessidade de representar impactos do uso e ocupação das terras na qualidade dos recursos e auxiliar a gestão de bacias. Os modelos permitem simular processos de escoamento, o transporte de sedimentos e impactos sobre a qualidade da água.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Discretização de bacias; Classes de solo e uso da terra; Declividade.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1059784
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
DIMENSIONAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS DA COLHEITA FLORESTAL EM RELEVO DECLIVOSO BIOFIX
Nascimento, Kauê Augusto Oliveira; Catai, Rodrigo Eduardo.
A busca pela redução dos custos de produção leva as empresas florestais à procura de terras economicamente mais acessíveis para implantar suas atividades, como as áreas com declividade acentuada. Os efeitos potenciais da declividade no dimensionamento e no agravamento de riscos na colheita florestal motivaram este estudo, classificando-os para as ações e ocupações envolvidas no corte e na extração florestal. A classificação considerou as diretrizes das Normas Regulamentadoras número 9, 15, 17 e 31. Os ruídos e as temperaturas foram mensurados quantitativamente, enquanto a análise postural foi feita com auxílio do software Ergolândia 5.0, para dois métodos diferentes. Os riscos de acidentes foram determinados por bibliografia especializada com validação em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cabos aéreos; Declividade; Segurança do trabalho.
Ano: 2017 URL: http://revistas.ufpr.br/biofix/article/view/56343
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial das classes de degradação de pastagem em Marabá, PA e sua correlação com as classes de solo e relevo. Repositório Alice
GREGO, C. R.; GALDINO, S.; BOLFE, E. L.; NOGUEIRA, S. F.; SILVA, G. B. S. da; ARAUJO, L. S. de; POCCARD-CHAPUIS, R.; THALÊS, M. C..
O presente trabalho teve como objetivo estudar a variabilidade espacial, por geoestatística, das classes de degradação de pastagens em Marabá, PA e verificar a correlação espacial com as classes de declividade e de solo.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Geoestatística; Variabilidade espacial; Semivariabilidade espacial; Semivariograma cruzado; Declividade.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/749123
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Erosão real e estimada através da RUSLE em estradas de uso florestais, em condições de relevo plano a suave ondulado. Repositório Alice
CORRÊA, C. M. C.; DEDECEK, R. A..
Este trabalho teve por objetivo identificar as perdas reais de solo provenientes de trechos de estradas de uso florestal e de suas áreas adjacentes, e comparar com as estimativas obtidas através da Revised Universal Soil Loss Equation (RUSLE). A avaliação das perdas de solo teve início logo após a colheita de madeira e se manteve por um ano, com coletas semanais de solo e em casos de chuva com alta intensidade. As condições de relevo variam de plano a suave ondulado, com caracterização edáfica do tipo Argissolo Vermelho-Escuro álico e Argissolo Vermelho-Escuro Latossólico. Para a adequação da RUSLE, foram considerados os seguintes fatores: erosividade da chuva, obtida através de pluviogramas e cruzados com os dados de pluviosidade da empresa; erodibilidade...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Erosividade; Erodibilidade; Declividade; Comprimento de rampa.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/316013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estimativa do fator topográfico da Equação Universal de Perda de Solo (usle) utilizando o InVest, na bacia Piririm, Amapá. Repositório Alice
HYSLOP, K.; GALDINO, S.; TOSTO, S. G.; QUARTAROLI, C. F..
O objetivo deste trabalho foi delimitar a bacia hidrográfica do rio Piririm, no estado do Amapá, bem como calcular o fator topográfico (LS) da Universal Soil Loss Equation (USLE), utilizando o software InVEST (Integrated Valuation of Ecossystem Services and Tradeoffs). Essa bacia é uma das áreas de estudo do projeto ?Construção do conhecimento e sistematização de experiências sobre valoração e pagamento por serviços ecossistêmicos e ambientais no contexto agricultura familiar amazônica (Aseam)?. A bacia foi delimitada utilizando sistema de informações geográficas (SIG) com base em modelo digital de terreno (MDT) de resolução espacial de 2,5 m. Os arquivos foram trabalhados no SIG ArcGIS 10.6.1 e no software InVEST 3.6.0, utilizando a extensão ArcHydro...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Geotecnologia; Declividade; Serviços ecossistêmicos; Sistema de Informação Geográfica.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1111429
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estruturacao dos Dados Ambientais Referentes aos Campos Experimentais da Embrapa/CPAC Atraves de um Sistema de Informacoes Geograficas. Repositório Alice
SANO, E.E.; ASSAD. E.D.; MOREIRA, L.; MACEDO, J..
Este trabalho teve como objetivo principal estruturar e quantificar os dados ambientais referentes aos 18 campos experimentais da EMBRAPA/CPAC, situados em Planaltina (DF), atraves da utilizacao do SGI/INPE (Sistema de Informaoes Geograficas desenvolvido pelo INPE). A estruturacao dos dados foi realizada atraves da digitalizacao dos seguintes mapas na escala de 1:40.000: Localizado dos Campos Experimentais, Solos, Vegetacao Original, Geomorfologia e Declividade. Com a sobreposicao do Mapa de Localizacao dos Campos Experimentais com os demais mapas, foi possivel quantificar, para cada campo experimental, as areas ocupadas pelas classes tematicas dos referidos mapas. Algumas informacoes nao-espaciais como tipos de cultura, niveis de adubacao, tipos de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Solos; Vegetacao original; Geomorfologia; Declividade; Banco de dados dBASE.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105705
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo da erosão superficial do solo por meio de SIG na região da denominação de origem Vale dos Vinhedos (Brasil). Repositório Alice
VIEL, J. A.; ROSA, K. K. da; HOFF, R..
bitstream/item/168245/1/1197-10417-2-PB.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Vale dos vinhedos (Brasil); SIG; Sistema de informações geográficas (SIG); Designação de origem (DO); Perda superficial de solos; Geoprocessamento; Equação universal de perda de solos (EUPS); Dados meteorológicos; Declividade; Dados geológicos; Dados pedológicos; Cambissolo; Solo.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1081574
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Geração de modelo digital de elevação do circuito das frutas do estado de São Paulo a partir de mapas topográficos e imagens de alta resolução espacial. Repositório Alice
JUNIOR CAMARGO, A. A.; GALDINO, S.; QUARTAROLI, C. F.; ALVAREZ, I. A..
Com o objetivo de gerar um modelo digital de elevação (MDE) e avaliar as classes de relevo na área do Circuito das Frutas Paulista, foram usados arquivos vetoriais de curvas de nível, pontos cotados e rede hidrográfica. O arquivo da rede hidrográfica, fornecido pela Agência Nacional de Águas (ANA), foi previamente sobreposto à imagem de satélite de alta resolução espacial, georreferenciada e ortorretificada. Deslocamentos da rede hidrográfica em relação aos canais de drenagem e cursos d?água visualizados na imagem foram corrigidos. Também foi usado na modelagem arquivo com a delimitação dos corpos d?água traçados sobre a mesma imagem. O MDE foi gerado pelo interpolador Topo to Raster do ArcGIS 10.3. A partir do MDE obtido, foi gerado o mapa de declividades...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Geotecnologia; Topologia; Declividade; Hidrografia; Curva de nível; Relevo.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1075249
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da declividade do solo e da energia cinética de chuvas simuladas no processo de erosão entre sulcos AGRIAMBI
Amorim,Ricardo S.S.; Silva,Demetrius D. da; Pruski,Fernando F.; Matos,Antonio T. de.
Utilizou-se um simulador de chuvas e um canal de solo para se avaliar o efeito da declividade da superfície do solo e da energia cinética decorrente das chuvas simuladas nas perdas de solo em áreas entre sulcos. O experimento consistiu de um esquema fatorial, com cinco valores de energia cinética (495, 832, 1.151, 1.541 e 1.959 J m-2) correspondentes às intensidades de precipitação de 30, 46, 69, 88 e 107 mm h-1, respectivamente, e cinco declividades da superfície do solo (2, 6, 10, 14 e 18%). Nos testes foi utilizado o horizonte A de um Latossolo Vermelho-Amarelo. A perda de solo foi determinada pelo método direto e uma equação de regressão foi obtida, tendo-se como variável dependente a perda de solo e, como variáveis independentes, a declividade da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Energia cinética; Declividade; Chuva simulada; Erosão entre sulcos.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662001000100023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Modelo numérico do terreno obtido por diferentes métodos em cartas planialtimétricas AGRIAMBI
Barbosa,Ana P.; Silva,Alessandra F. da; Zimback,Célia R. L..
O modelo numérico do terreno é importante para a determinação da declividade e da capacidade de uso das terras, motivo pelo qual foi desenvolvida uma proposta de metodologia de aquisição de dados de elevação que contemple um algoritmo eficiente para a geração de uma carta de declividades; para isto, buscou-se a obtenção e a avaliação de um modelo numérico do terreno sem a prática da vetorização das curvas de nível em cartas planialtimétricas. A área de obtenção dos dados de altitude (m) foi no município de São Manuel, SP, onde os dados foram coletados através de dois métodos: vetorização das curvas altimétricas e o método por coleta de pontos de altitude sobre as curvas em nível com os pontos de máxima elevação. Os dados de altimetria (m) foram analisados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Interpolação; Krigagem; Declividade.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662012000600010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O AVANÇO DA OCUPAÇÃO NAS ÁREAS DE RISCO EM CAMPOS DO JORDÃO: UMA COMPARAÇÃO ENTRE 1986 E 2003 Ciências Agrárias
Delgado, Isabel Cristina de Mattos Silva; Catelani, Celso de Souza; Batista, Getulio Batista.
Resumo: No verão do ano 2000, um evento extremo de chuvas concentradas ocorreu em Campos do Jordão, ocasionado pela formação de um episódio das ZCAS (Zonas de Convergência do Atlântico Sul), causando deslizamento de encostas em vários pontos da área urbana, em bairros considerados área de risco, o que provocou a morte de 10 pessoas e um saldo de aproximadamente 3000 desabrigados. Os impactos ambientais e sociais desse acontecimento foram catastróficos. Normalmente, o início da estação chuvosa na região do Vale do Paraíba acontece quando ocorre a passagem de uma frente fria na região, uma vez que essa frente fria ativa a circulação local de vapor d’água. Esse fenômeno ocorre entre os dias 23 a 27 de outubro e prolonga-se até o final de março. A ocupação de...
Tipo: Article Palavras-chave: Imagens Landsat; Sensoriamento Remoto; Sustentabilidade; Declividade; Ocupação urbana; Área de risco; Deslizamento; Landslides; Risk area; Remote sensing.
Ano: 2006 URL: http://hdl.handle.net/2315/39
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros do sistema relacionados ao solo. Infoteca-e
ANDRADE, D. O. de; AMARAL, F. C. S. do; TAVARES, S. R. de L.; BHERING, S. B..
2011
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Profundidade do solo; Textura; Capacidade de água disponível; Ca + Mg; Valor T; Alumínio trocável; Ph do solo medido em água; Saturação por sódio trocável; Condutividade; Velocidade de infiltração básica; Profundidade da zona de redução; Mineralogia da argila; Espaçamento entre drenos; Declividade; Pedregosidade; Rochosidade; Posição na paisagem.
Ano: 2011 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/950454
Registros recuperados: 24
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional