Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação radiológica e artroscópica e histologia da membrana sinovial do joelho de cães tratados com associação de sulfato de condroitina e hialuronato de sódio, após doença articular degenerativa induzida experimentalmente Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Arias S.,S.A.; Rezende,C.M.F.; Melo,E.G.; Nunes,V.A.; Correa,J.C..
O presente trabalho objetivou avaliar a associação de hialuronato de sódio e sulfato de condroitina no tratamento da doença articular degenerativa (DAD) em cães. Dez cães sem raça definida foram submetidos à secção artroscópica do ligamento cruzado cranial visando o desenvolvimento da DAD. Após 21 dias, foi substituído cirurgicamente o ligamento cruzado cranial em todos os animais e iniciado o tratamento com associação de hialuronato de sódio e sulfato de condroitina em cinco cães, sendo os remanescentes utilizados como grupo-controle. Avaliações artroscópica e radiológica do membro posterior esquerdo foram realizadas antes da secção do ligamento, no dia da sua substituição e 90 dias após a cirurgia. Histologicamente, o efeito da associação de hialuronato...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido hialurônico; Sulfato de condroitina; Doença articular degenerativa; Cão.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desnervação capsular percutânea ou aberta no tratamento da dor na displasia coxofemoral canina Ciência Rural
Silva,Gisele Francine da; Carvalho,Amanda Viana; Penteado,Bianca Mota; Lins,Bruno Testoni; Selmi,André Luis.
A desnervação capsular (DC) se baseia na desperiostização da borda acetabular e tem sido utilizada como uma das técnicas de alívio da dor articular em cães displásicos. Compararam-se as técnicas de DC percutânea e aberta, aplicadas em 25 cães, que apresentaram diagnóstico clínico e radiográfico de displasia coxofemoral, totalizando 31 cirurgias. Os efeitos das técnicas foram comparados, em período de 180 dias, por meio de avaliação subjetiva de claudicação e dor, perimetria da coxa, graus máximos de flexão e extensão da articulação coxofemoral e amplitude de movimento articular. Os graus de claudicação e dor apresentaram decréscimo significativo ao longo do período avaliado em ambos os grupos, sem apresentarem diferenças quando comparados entre si. Com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Doença articular degenerativa; Incongruência articular; Claudicação; Cães.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012000400018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos dos glicosaminoglicanos e sulfato de condroitina A sobre a cartilagem articular normal e com doença articular degenerativa em cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Vieira,N.T.; Melo,E.G.; Rezende,C.M.F.; Gomes,M.G.; Caldeira,F.M.C.; Jesus,M.C..
Avaliaram-se os efeitos dos precursores dos glicosaminoglicanos (GAG) e do sulfato de condroitina A (SC) sobre a histomorfometria da cartilagem articular normal ou de cartilagem de cães com doença articular degenerativa (DAD) experimental. Os grupos experimentais constituíram-se de animais com articulação direita normal, que não foi submetida a procedimento cirúrgico, e com articulação esquerda osteoartrótica e que foi submetida à intervenção cirúrgica. Os grupos foram subdivididos em animais com articulação não tratada e tratada, portanto: normais (N) (n=5), NGAG (n=5) e NSC (n=4); e osteoartróticos (O) (n=5), OGAG (n=5) e OSC (n=4). Secções de cartilagens do fêmur, da tíbia e da patela foram utilizadas neste estudo. Nos normais (N, NGAG e NSC), não se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Doença articular degenerativa; Precursores de glicosaminoglicanos; Sulfato de condroitina; Cartilagem articular.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000500014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incisuroplastia troclear e estabilização articular após transecção do ligamento cruzado cranial: Estudo clínico e radiográfico em cães Ciência Rural
Selmi,André Luis; Padilha Filho,João Guilherme; Lins,Bruno Testoni; Mendes,Guilherme Maia; Eimantas,Gisleine Cristina.
Avaliaram-se as alterações clínicas e radiográficas em nove cães adultos, após a transecção do ligamento cruzado cranial (LCCr) seguida da substituição ligamentar por retalho de fáscia lata, associada ou não à incisuroplastia troclear (ITR). O joelho direito (GI) foi submetido à ITR e posterior estabilização articular, e o esquerdo somente à substituição ligamentar (GC). Os animais foram avaliados nos períodos pré-operatório, pós-operatório (po) imediato e aos 30, 90 e 180 dias de po, período coincidente com o momento de eutanásia de subgrupos de três cães. A instabilidade articular e o grau de claudicação diminuíram significativamente durante o período de avaliação, apesar da instabilidade persistir durante a flexão articular. Observou-se decréscimo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Incisura troclear; Doença articular degenerativa; Ligamento cruzado cranial; Canino.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000500022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Prevalência de alterações ósseas no tarso de potros Crioulos de até vinte e seis meses de idade Ciência Rural
Gallio,Miguel; Azevedo,Marcos da Silva; Brass,Karin Erica; Corte,Flávio Desessards De La; Lopes,Luís Felipe Dias.
Com o objetivo de definir a prevalência de alterações ósseas no tarso, foram examinados radiograficamente 77 potros da raça Crioula, com até 26 meses de idade e a relação das lesões com parâmetros biométricos e de manejo. Os animais foram divididos em dois grupos por idade: G1, incluindo potros de nove a 18 meses (34/77); e G2, com animais de 19 a 26 meses (43/77). Os animais também foram divididos pelo tempo de preparo para exposição morfológica em GC, grupo controle (29/77), os animais sem preparo para exposição; e GI, grupo incentivo (48/77), animais com preparo médio de 4,55 meses, e foram separados por sexo em machos (46/77) e fêmeas (31/77). Os dados foram coletados em 24 propriedades de criação ou centros de treinamento/preparo do estado do Rio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Osteoartrite juvenil; Sobrepeso; Doença ortopédica do desenvolvimento; Doença articular degenerativa.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014000801442
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sulfato de condroitina e hialuronato de sódio no tratamento da doença articular degenerativa em cães: estudo histológico da cartilagem articular e membrana sinovial Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Melo,E.G.; Nunes,V.A.; Rezende,C.M.F.; Gomes,M.G.; Malm,C.; Gheller,V.A..
Quinze cães, sem raça definida, de ambos os sexos, de peso entre 18 e 25kg, foram submetidos à secção artroscópica do ligamento cruzado cranial (LCCr) para indução da doença articular degenerativa (DAD). Após três semanas de instabilidade articular, o LCCr foi substituído pela fáscia lata segundo a técnica de Schwalder (1989) e os animais foram distribuídos em três grupos de cinco. Os animais do grupo I, controle, não receberam tratamento medicamentoso; os do grupo II, 24mg/animal de sulfato de condroitina, por via IM, de cinco em cinco dias, totalizando seis aplicações; e os do grupo III foram tratados com hialuronato de sódio na dose de 20mg/animal, por via IV, de cinco em cinco dias num total de três administrações. Ao final de 90 dias, os animais foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Doença articular degenerativa; Cartilagem articular; Membrana sinovial; Sulfato de condroitina; Hialuronato de sódio.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000100013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sulfato de condroitina e hialuronato de sódio no tratamento da doença articular degenerativa experimental em cães: aspectos clínicos e radiológicos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Melo,E.G.; Rezende,C.M.F.; Gomes,M.G.; Freitas,P.M.; Arias S.,S.A..
Avaliaram-se clínica e radiograficamente os efeitos do sulfato de condroitina e do hialuronato de sódio no tratamento da articulação femorotibiopatelar de cães com doença articular degenerativa (DAD) induzida experimentalmente. Foram utilizados 15 cães, sem raça definida, de ambos os sexos, pesando entre 18 e 25 kg, submetidos à secção artroscópica do ligamento cruzado cranial (LCCr) para desestabilização articular e indução da DAD. Após três semanas de instabilidade articular, o LCCr foi substituído utilizando-se a técnica intra-articular com emprego da fáscia lata. Os animais foram divididos em três grupos de cinco. Nos do grupo I fez-se somente a substituição do LCCr. Os do grupo II receberam 24mg/animal de sulfato de condroitina, via IM, de cinco em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Doença articular degenerativa; Sulfato de condroitina; Hialuronato de sódio.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000100006
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional