Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Detecção dos genes de Staphylococcus aureus, enterotoxinas e de resistência à meticilina em leite Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Dias,N.L.; Silva,D.C.B.; Oliveira,D.C.B.S.; Fonseca Junior,A.A.; Sales,M.L.; Silva,N..
Realizou-se a detecção do gene de Staphylococcus aureus, de enterotoxinas e de resistência à meticilina com extração de DNA feita diretamente de amostras de leite. Das 200 amostras estudadas, 145 (72,5%) amplificaram o gene femA, e estas foram analisadas quanto à presença dos genes sea, seb, sec e mecA. Os genes das enterotoxinas mais prevalentes foram: sea (60%), seb (37,9%) e sec (6,9%). Foram encontradas 18 amostras de leite (11,0 %) com S. aureus portadores do gene mecA. A detecção de S. aureus diretamente do leite, sem a necessidade de isolamento bacteriano e a caracterização do potencial enterotoxigênico, demonstra que a técnica de PCR é muito útil para estudos epidemiológicos das infecções estafilocócicas da glândula mamária. O alto percentual...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Staphylococcus aureus; Enterotoxinas; MRSA; PCR.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352011000600036
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Genes de enterotoxinas e perfil antimicrobiano de Escherichia coli isoladas de suínos hígidos no Distrito Federal Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Drummond,V.O.; Perecmanis,S..
Um total de 127 cepas de Escherichia coli foi isolado de suínos no Distrito Federal, testado para a presença de genes de enterotoxinas (STa, LT-I, LT-II, Stx1 e Stx2) e para resistência antimicrobiana. Das cepas isoladas, oito (6,3%) possuíam genes para enterotoxinas, sendo quatro (3,2%) positivas somente para LT-I, três (2,4%) somente para STa e uma (0,8%) positiva para STa e LT-I. Nenhuma das cepas isoladas apresentou genes para LT-II, Stx1 ou Stx2. Quanto ao perfil de resistência antimicrobiano, os antibióticos com maiores porcentagens de resistência foram lincomicina (100%), sulfonamidas (74,8%) e tetraciclina (70,1%), enquanto os maiores índices de sensibilidade foram observados na norfloxacina (82,7%), gentamicina (75,6%) e sulfametoxazol +...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Escherichia coli; Suíno; Enterotoxinas; Resistência antimicrobiana.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Importância do Staphylococcus aureus nas mastites subclínicas: pesquisa de enterotoxinas e toxina do choque tóxico, e a relação com a contagem de células somáticas Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Sá,Marcos Eielson Pinheiro de; Cunha,Maria de Lourdes Ribeiro de Souza da; Elias,Acacia Orieth; Victória,Cassiano; Langoni,Helio.
O Staphylococcus aureus é um dos principais agentes das mastites consideradas contagiosas, apresentando elevada incidência na maioria dos rebanhos leiteiros em vários países. Além de perdas econômicas é importante salientar o aspecto de saúde pública para cepas produtoras de enterotoxinas e da toxina do choque tóxico. A enterotoxina A, relacionada com maior ênfase nos casos de toxinfecções alimentares, pode ser veiculada pelo leite cru, pasteurizado e subprodutos lácteos. A síndrome do choque tóxico é determinada mais freqüentemente pela toxina do choque tóxico, porém as enterotoxinas do tipo B e C também podem ser implicadas. O objetivo deste estudo foi verificar a ocorrência de S.aureus produtores de enteroxinas e da toxina do choque tóxico em amostras...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mastite; Subclinica; Bovino; Staphylococcus aureus; Enterotoxinas.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962004000500005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Infecções intramamárias causadas por Staphylococcus aureus e suas implicações em paúde pública Ciência Rural
Fagundes,Helena; Oliveira,Carlos Augusto Fernandes.
Neste trabalho, são apresentados os principais problemas decorrentes das infecções intramamárias (mastites) causadas por Staphylococcus aureus e as conseqüências para a saúde humana da veiculação de suas toxinas através do leite. o S. aureus destaca-se como um dos microorganismos mais importantes que podem ser transmitidos através dos alimentos. Assim, discute-se a possibilidade de veiculação de gastroenterite estafilocócica, não somente através do consumo de leite cru contaminado, mas também de leite tratado termicamente ou de derivados lácteos contendo enterotoxinas termoestáveis. São apresentados alguns aspectos relacionados ao potencial toxigênico das cepas de S. aureus, bem como as principais características das enterotoxinas estafilocócicas....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Staphylococcus aureus; Enterotoxinas; Mastite; Saúde humana.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000400058
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência de Bacillus cereus em leite integral e capacidade enterotoxigênica das cepas isoladas Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rezende-Lago,N.C.M.; Rossi Jr.,O.D.; Vidal-Martins,A.M.C.; Amaral,L.A..
Pesquisaram-se a presença de Bacillus cereus e a produção de enterotoxinas produzidas por esses microrganismos em 120 amostras de diversos tipos de leite. Bacillus cereus foi isolado e identificado em 22 (73,3%), 15 (50,0%), 29 (96,7%) e quatro (13,3%) amostras de leite em pó, cru, pasteurizado e UAT (longa vida), respectivamente. Para a detecção de enterotoxinas pela técnica da alça ligada de coelho, foram positivos, respectivamente, três (13,6%), um (7,1%) e 10 (35,7%) microrganismos isolados das amostras de leite em pó, leite cru e leite pasteurizado. Pelo teste de aumento de permeabilidade vascular, dois (9,1%), um (7,1%), um (3,6%) e um (4,0%) microrganismos isolados de leite em pó, cru, pasteurizado e UAT apresentaram-se enterotoxigênicos,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leite; Bacillus cereus; Enterotoxinas.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Presença de Staphylococcus spp. produtores de enterotoxinas e da toxina da síndrome do choque tóxico em manipuladores de queijo de cabra Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rapini,L.S.; Cerqueira,M.M.O.P.; Carmo,L.S.; Veras,J.F.; Souza,M.R..
Agruparam-se 167 cepas de Staphylococcus, isoladas de diferentes sítios (fossas nasais, orofaringe, palma das mãos e leitos subungueais), de dois manipuladores de queijos de leite de cabra, em pools (45), de acordo com a similaridade da espécie e o local de origem, e testou-se o seu potencial de produção de enterotoxinas (SE) A, B, C e D, e da toxina da síndrome do choque tóxico (TSST-1). Constatou-se que 62,2% dos pools foram capazes de produzir, de forma individual ou associada, SEA (33,3%); SEB (46,7%); SEC (8,9%); SED (4,4%) e TSST-1 (4,4%). Dos pools enterotoxigênicos, 96,4% corresponderam a espécies coagulase negativa (Staphylococcus epidermidis e Staphylococcus cohnii). A capacidade de produção de SE e de TSST-1 pelas cepas de Staphylococcus spp....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cabra; Manipulador; Queijo; Staphylococcus; Enterotoxinas; TSST-1.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352005000600019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção de enterotoxinas e da toxina da síndrome do choque tóxico por cepas de Staphylococcus aureus isoladas na mastite bovina Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Nader Filho,A.; Ferreira,L.M.; Amaral,L.A.; Rossi Junior,O.D.; Oliveira,R.P..
A total of 72 strains of Staphylococcus aureus were examined for the production of staphylococcal enterotoxins (SE) A, B, C, D and toxic shock syndrome toxin (TSST-1). The strains were isolated from milk samples from cows with mastitis in dairy herds of São Paulo State, Brazil. Off 72 isolates, 38 (52.8%) produced SEA, 38 (52.8%) SEB, 32 (44.4%) SED, 28 (38.9%) SEC and 27 (37.5%) TSST-1. From the 72 strains, 66 (91.7%) produced, at least, one or more toxin, including TSST-1.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Mastite; Staphylococcus aureus; Enterotoxinas.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000500032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Viabilidade de Staphylococcus aureus FRI S-6 e produção de SEB em queijo elaborado com adição de Lactobacillus rhamnosus e Lactococcus lactis Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Seridan,B.; Souza,M.R.; Nicoli,J.R.; Carmo,L.S.; Menezes,L.D.M.; Oliveira,D.L.S.; Andrade,E.H.P..
Staphylococcus aureus foi inoculado em queijos produzidos de forma estéril em laboratório, juntamente com Lactobacillus rhamnosus e Lactococcus lactis, isolados de queijo de coalho artesanal e identificados por PCR-ARDRA16S-23S. L. lactis foi capaz de reduzir a contagem de S. aureus no primeiro dia após produção (P<0,05) dos queijos de 3,3x10(7)UFC/g para 1,0x10(7)UFC/g. L. rhamnosus não impediu o crescimento de S. aureus. A presença das cepas acidoláticas, principalmente L. lactis, mostrou ainda potencial de inibição da produção de enterotoxina estafilocócica do tipo B, sendo que a concentração de enterotoxinas no 15° dia foi inferior ao limite de detecção pelo kit comercial utilizado. Concluiu-se que a presença das bactérias acidoláticas estudadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Queijo; Staphylococcus aureus; Lactococcus lactis; Lactobacillus rhamnosus; Enterotoxinas; Qualidade sanitária.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000200029
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional