Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da similaridade florística entre florestas do Alto Rio Xingu, da Bacia Amazônica e do Planalto Central Rev. Bras. Bot.
Kunz,Sustanis Horn; Ivanauskas,Natália Macedo; Martins,Sebastião Venâncio; Silva,Elias; Stefanello,Daniel.
Por meio de estudos recentes, a identidade fitogeográfica do Alto Rio Xingu foi reconhecida como Floresta Estacional Perenifólia por apresentar características físicas e florísticas próprias, embora situada na área de contato entre a floresta ombrófila e o cerrado. Neste sentido, este estudo apresenta a similaridade florística entre florestas estacionais deciduais e semideciduais, Cerrado do Brasil Central e florestas ombrófilas amazônicas, buscando interpretar as relações entre a Floresta Estacional Perenifólia do Alto Xingu com uma ou outra formação. Foram selecionadas 32 listagens de espécies arbustivo-arbóreas de estudos florísticos/fitossociológicos. A similaridade florística foi calculada por meio do índice de Jaccard e da construção de dendrograma...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Floresta Amazônica; Floresta Estacional Perenifólia.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042009000400011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspleniaceae (Polypodiopsida) do Corredor de Biodiversidade do Norte do Pará, Brasil: um fragmento do Centro de Endemismo Guiana Acta Botanica
Góes-Neto,Luiz Armando de Araújo; Pietrobom,Marcio Roberto.
Este artigo é parte de uma série onde serão tratadas as espécies de licófitas e samambaias do Corredor de Biodiversidade do Norte do Pará, e faz parte do projeto "Diagnóstico da Biodiversidade das Unidades de Conservação Estaduais do Mosaico Calha Norte, Estado do Pará". Neste manuscrito é tratada a família Aspleniaceae, sendo apresentados chave de identificação, ilustrações, distribuição geográfica, breves descrições e comentários taxonômicos. Aspleniaceae está representada por oito espécies (Asplenium angustum Sw., A. auritum Sw., A. cruegeri Hieron., A. delitescens (Maxon) L.D. Gómez, A. juglandifolium Lam., A. salicifolium L., A. serratum L. e A. stuebelianum Hieron.). A maioria apresentou-se como epífita sobre tronco em decomposição, no interior da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Asplenium; Taxonomia; Florística; Floresta Amazônica; Escudo Guiana.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062012000200021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da atividade anti-helmíntica de extratos brutos de plantas da Floresta Amazônica e Mata Atlântica brasileira sobre Haemonchus contortus Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Cunha,M.P.V.; Alves Neto,A.F.; Suffredini,I.B.; Abel,L.J.C..
No mundo todo, as verminoses são causa de considerável prejuízo econômico na criação de ovinos. As perdas estão relacionadas ao retardo na produção, custos com tratamentos profiláticos e, em casos extremos, à morte dos animais. O objetivo deste trabalho foi verificar a ação anti-helmíntica de extratos vegetais sobre nematoides como alternativa terapêutica no tratamento da verminose em ovinos. Extratos orgânicos e aquosos foram obtidos de plantas nativas da Floresta Amazônica e Mata Atlântica, e foram testados na concentração de 100µg/mL em ensaios de toxicidade in vitro contra ovos de Haemonchus contortus e de 200µg/mL contra suas larvas. Na concentração estabelecida, apresentaram significante atividade relacionada à inibição de eclosão de ovos; em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Haemonchus contortus; Anti-helmínticos; Floresta Amazônica; Extratos vegetais; Controle parasitário.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352014000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características ambientais de cinco Igarapés de terra-firme em reservas florestais no estado do Amazonas e sua relação com Batrachospermum cayennense (Batrachospermaceae, Rhodophyta) Acta Amazonica
PASCOALOTO,Domitila.
Foram investigados cinco igarapés de terra-firme com substrato arenoso localizados em área de reserva florestal nas proximidades da Rodovia BR-174 (Manaus - Boa Vista), Estado do Amazonas (02° 19-02°27'S, 59°45'-60°05'W). Os igarapés foram visitados entre julho de 1996 e setembro de 1997, e cada um foi percorrido em duas ocasiões, uma no período de menor precipitação ("seco") e outra no de maior precipitação ("chuvoso"). As variáveis ambientais analisadas foram: temperatura da água, concentração de oxigênio dissolvido, saturação de oxigênio, velocidade superficial da correnteza, cobertura do dossel, largura do igarapé, profundidade do igarapé, pH, condutividade elétrica e turbidez. Espécimes de B. cayennense foram encontrados apenas no período "seco" em um...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Igarapés de terra-firme; Variáveis físicas e químicas; Batrachospermum cayennense; Floresta Amazônica; Brasil.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672001000400597
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comunidades de morcegos em hábitats de uma Mata Amazônica remanescente na Ilha de São Luís, Maranhão Acta Amazonica
Cruz,Leonardo Dominici; Martínez,Carlos; Fernandes,Fernanda Rodrigues.
Estudos com comunidades de morcegos são escassos no Brasil, não sendo encontrado nenhum no Maranhão. Este estudo teve como objetivo investigar a composição de espécies da comunidade de morcegos do Parque Estadual do Bacanga (PEB), São Luís - MA, além de contribuir para o levantamento da fauna de morcegos do estado. Os morcegos foram capturados com três redes neblina de maio a agosto de 2004 em quatro diferentes hábitats (mata de capoeira, mata de terra firme, mata de várzea e mangue). A diversidade e similaridade entre hábitats foram calculadas, bem como a amplitude e sobreposição dos nichos das espécies consideradas comuns na área. Foram registradas 24 espécies de morcegos, sendo a maior diversidade encontrada na mata de várzea. A baixa similaridade...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Morcegos; Comunidade; Maranhão.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672007000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Contribuição para o conhecimento da taxonomia, ecologia e fitogeografia de Briófitas da Amazônia Oriental Acta Amazonica
Alvarenga,Lisi Dámaris Pereira; Lisboa,Regina Célia Lobato.
O presente trabalho documenta o inventário da brioflora da Estação Científica Ferreira Penna (ECFPn), localizada na FLONA Caxiuanã (1º42'30"S - 51º31'45"W), Melgaço - Pará, realizado por ocasião da primeira chamada do Programa de Residência em Estudos Amazônicos, iniciativa do Museu Paraense Emílio Goeldi. Musgos e Hepáticas foram amostrados nos ecossistemas de mata de terra firme, várzea, igapó, capoeiras e campina, e analisadas quanto à composição, riqueza e diversidade. Foram registradas 1081 ocorrências de briófitas de 120 espécies, sendo 79 hepáticas e 41 musgos, das quais oito hepáticas são novas referências para o Estado do Pará. As famílias de maior riqueza e assiduidade foram Lejeuneaceae (58 spp.), Calymperaceae (13 spp.), Sematophyllaceae (9...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Caxiuanã; Estação Científica Ferreira Penna; Musgos; Hepáticas; Inventário; Floresta Amazônica.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672009000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
DIVERSIDADE DE MAMÍFEROS DO BAIXO RIO JUFARI, RORAIMA, BRASIL Pap. Avulsos de Zool. (São Paulo)
ABREU JÚNIOR,EDSON FIEDLER DE; BRENNAND,PAMELLA GUSMÃO DE GÓES; PERCEQUILLO,ALEXANDRE REIS.
RESUMO Inventários faunísticos são fundamentais para acessar diretamente a diversidade de uma determinada região. Embora a Amazônia exiba estimativas de grande riqueza de espécies de mamíferos, a região ainda apresenta grandes lacunas de amostragem. Com o objetivo de preencher essas lacunas amostrais foi realizado o inventário da fauna de mamíferos não voadores em uma área de terra firme na região do baixo Rio Jufari, próximo ao interflúvio Rio Negro-Rio Branco. Armadilhas do tipo live trap e armadilhas de queda (pitfall trap) foram utilizadas na amostragem dos pequenos mamíferos, perfazendo um esforço total de 3.673 armadilhas-noite e 2.700 baldes-noite, respectivamente. Para amostrar os mamíferos de médio e grande porte foram realizados censos diurnos e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Inventário; Amostragem padronizada; Floresta Amazônica; Interflúvio Rio Negro-Rio Branco.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0031-10492017000500037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura de um trecho de floresta Amazônica na bacia do alto rio Xingu Acta Amazonica
Ivanauskas,Natália Macedo; Monteiro,Reinaldo; Rodrigues,Ricardo Ribeiro.
Este estudo apresenta a estrutura de florestas em Gaúcha do Norte-MT (13° 10'S e 53° 15' O), na borda sul-amazônica. Para o levantamento fitossociológico, três áreas amostrais de 1ha foram subdivididas em 50 parcelas de 10x20m, nas quais foram amostrados todos os indivíduos com perímetro à altura do peito (PAP) >15 cm. Para verificar a similaridade estrutural entre as áreas utilizou-se a Análise de Correspondência. As espécies indicadoras dos ambientes de interflúvio e das áreas sujeitas à inundação foram obtidas através do TWINSPAN e de um sistema de pesos. Concluiu-se que as florestas presentes na bacia do rio Pacuneiro pertencem à mesma unidade fitogeográfica, mas com subtipos florísticos e estruturais de acordo com a posição no relevo, a proximidade...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amazônia; Xingu; Floresta Amazônica; Estrutura florestal.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672004000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evidência observacional das brisas do lago de Balbina (Amazonas) e seus efeitos sobre a concentração do ozônio Acta Amazonica
Moura,Marcos Antonio Lima; Meixner,Franz X.; Trebs,Ivonne; Lyra,Roberto Fernando da Fonseca; Andreae,Meinrat O.; Nascimento Filho,Manoel Ferreira do.
Mecanismos de vento local, tal como as brisas, influenciam o transporte e dispersão dos gases. Medidas da direção do vento e concentração de ozônio (O3) à 10 metros de altura foram realizadas durante a execução do projeto LBA/CLAIRE-2001 (Large Scale Biosphere-Atmosphere Experiment in Amazônia / Cooperative LBA Airbone Regional Experiment - 2001), no período de 02 a 28.07.2001, nas dependências do Laboratório de Limnologia (01º 55' S, 59º28' W, 174 m) pertencente à Usina Hidrelétrica de Balbina, Amazonas. O lago artificial tem uma área de 2.360 km², sendo suficientemente grande para estabelecer um regime de brisas. As brisas de lago e floresta apresentam-se de forma bem definidas, sendo que a brisa de lago fica melhor caracterizada no período mais quente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Lago; Brisa; Ozônio.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672004000400012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Importância de produtos florestais nãomadeireiros (PFNM) para a economia regional. Infoteca-e
GAMA, M. de M. B..
O potencial de mercado dos PFNM vem crescendo com o aumento da oferta de produtos não tradicionais, seja em função da extração das florestas, ou do cultivo em sistemas agroflorestais. Este trabalho tem como objetivo apresentar as ações da Embrapa Rondônia no projeto "Manejo Sustentável de Produtos Florestais Não-Madeireiros", assim aborda a economia de produtos florestais não-madeireiros, bem como experiências de comercialização desses produtos.
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Produtos florestais não madeireiros; Manejo sustentável; Floresta Amazônica.
Ano: 2005 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/901511
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incremento, ingresso e mortalidade em uma floresta de contato ombrófila aberta/estacional em Marcelândia, Estado do Mato Grosso Acta Amazonica
Colpini,Chirle; Moraes e Silva,Versides Sebastião; Soares,Thelma Shirlen; Higuchi,Niro; Travagin,Danielle Parra; Assumpção,José Vespasiano Lisboa.
Esta pesquisa teve por objetivo estudar o incremento em diâmetro, área basal e volume, o ingresso e a mortalidade de uma floresta ombrófila aberta/estacional no município de Marcelândia. Os dados são provenientes de 69 parcelas permanentes instaladas e medidas em 2001 e remedidas em 2003 e 2007. Foram avaliados o número de indivíduos e os incrementos em diâmetro, área basal e volume para o período de 2001 a 2007. O ingresso foi determinado como sendo as árvores que atingiram ou ultrapassaram o diâmetro de 17 cm. A mortalidade foi calculada pela soma de todas as árvores com diâmetro igual ou superior a 17 cm encontradas mortas em cada medição. No período considerado de seis anos, teve como resultado para o incremento em diâmetro, área basal e volume...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Dinâmica florestal; Floresta inequiânea; Floresta Amazônica.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672010000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da flora das florestas Amazônica e Atlântica na vegetação do cerrado sensu stricto Rev. Bras. Bot.
Méio,Beatriz B.; Freitas,Cristiane V.; Jatobá,Leuseroberta; Silva,Mario E. F.; Ribeiro,José F.; Henriques,Raimundo P. B..
A contribuição das floras Atlântica e Amazônica foi analisada em doze localidades no bioma do cerrado. Um total de 290 espécies de arbustos e árvores foram registradas nas localidades de cerrado. Deste total 41,1% ocorreram apenas no cerrado, sendo provavelmente endêmicas e 58,9% ocorreram nas florestas Atlântica e Amazônica. Para as espécies não endêmicas, a contribuição da floresta Atlântica foi maior (44,8%) do que a da floresta Amazônica (1,4%), com as 12,7% de espécies restantes ocorrendo nos dois biomas florestais. A proporção de espécies com centro de distribuição na floresta Atlântica e Amazônica mostraram um pequeno decréscimo em direção ao centro do bioma do cerrado. Para o primeiro, a distância explicou apenas 30% da variação na proporção de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Floresta Amazônica; Floresta Atlântica; Fitogeografia; Padrões de distribuição.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042003000400002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência de variáveis meteorológicas na produção de liteira na Estação Científica Ferreira Penna, Caxiuanã, Pará Acta Amazonica
Silva,Rosecélia Moreira da; Costa,José Maria Nogueira da; Ruivo,Maria de Lourdes Pinheiro; Costa,Antonio Carlos Lôla da; Almeida,Samuel Soares.
A avaliação da influência da exclusão da precipitação sobre a variação na produção de liteira foi realizada na Reserva Florestal de Caxiuanã - Estação Científica Ferreira Penna (1º 42' S, 51º 31' W) durante o período de março de 2001 a fevereiro de 2003, com o objetivo de identificar as principais variáveis meteorológicas e do balanço hídrico mensal que afetaram a produção e decomposição de liteira. Este trabalho foi parte do subprojeto EXPERIMENTO DE SECA NA FLORESTA (ESECAFLOR), que tinha o objetivo de estudar o impacto de seca prolongada na floresta nos fluxos de água, energia e dióxido de carbono na floresta amazônica. A sazonalidade na produção de liteira e de seus componentes (folhas, gravetos e partes reprodutivas) foi bem estabelecida, com a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Liteira; Floresta Amazônica; Decomposição; Variáveis Meteorológicas; Deficiência hídrica.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672009000300012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Lista anotada das pteridófitas de florestas inundáveis do alto Rio Negro, Município de Santa Isabel do Rio Negro, AM, Brasil Acta Botanica
Freitas,Carlos Alberto A. de; Prado,Jefferson.
É apresentada uma lista anotada das pteridófitas que ocorrem no Município de Santa Isabel do Rio Negro, Amazonas, como uma contribuição ao conhecimento da flora da amazônia brasileira. Na região predominam as florestas inundáveis e podem ser reconhecidos dois ambientes, os igapós e os sub-bosques. Foram encontradas 48 espécies pertencentes a 15 famílias: Aspleniaceae (3 spp.), Blechnaceae (1 sp.), Davalliaceae (1 sp.), Dennstaedtiaceae (3 spp.), Dryopteridaceae (3 spp.), Hymenophyllaceae (5 spp.), Lomariopsidaceae (5 spp.), Lycopodiaceae (1 sp.), Metaxyaceae (1 sp.), Polypodiaceae (9 spp.), Pteridaceae (6 spp.), Schizaeaceae (4 spp.), Selaginellaceae (3 spp.), Tectariaceae (1 sp.) e Vittariaceae (2 spp.). A maior diversidade de espécies é encontrada no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Estado do Amazonas; Pteridófitas; Samambaias; Florística.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000200023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O gênero Exserticlava (Fungo Anamorfo - Hyphomycetes) no Brasil Rev. Bras. Bot.
Cruz,Alisson Cardoso Rodrigues da; Gutiérrez,Antonio Hernández; Gusmão,Luís Fernando Pascholati.
Exserticlava triseptata (Matsush.) S. Hughes e E. vasiformis (Matsush.) S. Hughes são descritas e ilustradas como novas ocorrências para o Brasil. Comentários e distribuição geográfica também são incluídos.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Floresta Amazônica; Hyphomycetes; Mata Atlântica; Serapilheira; Taxonomia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042008000200018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O gênero sulamericano Gynocraterium Bremek. (Acanthaceae, Nelsonioideae) Acta Amazonica
Braz,Denise Monte; Monteiro,Reinaldo.
Gynocraterium Bremek. é um gênero monotípico descrito para a Guiana e só recentemente citado para outros países sulamericanos. Com base na análise das coleções de 52 herbários nacionais e estrangeiros, verificou-se a ocorrência do táxon em novas localidades, inclusive na Amazônia brasileira. Uma revisão do gênero nos neotrópicos é apresentada, incluindo ratificações nas descrições do mesmo e de Gynocraterium guianense Bremek. Aspectos morfológicos desta espécie são ilustrados pela primeira vez, assim como os grãos de pólen descritos e fotografados através de microscopia eletrônica de varredura. São ainda apresentados aspectos diagnósticos, fenológicos e atualizações sobre a distribuição de G. guianense, que é restrita a região amazônica.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gynocraterium guianense; Neotrópicos; Floresta Amazônica.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672011000400001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Os Hesperiidae (Lepidoptera, Hesperioidea) da RPPN Klagesi, Santo Antônio do Tauá, Pará, Brasil: nova contribuição para o conhecimento da biodiversidade da área de endemismo Belém Acta Amazonica
Mielke,Olaf H. H.; Carneiro,Eduardo; Casagrande,Mirna M..
Embora a região Belém seja uma das áreas mais exploradas da Amazônia com coletas desde o século XVIII, grande parte das informações se encontra dispersa em coleções internacionais, o que dificulta a reunião de dados e interpretações biogeográficas. Visando ampliar o conhecimento da fauna de lepidópteros da região, o presente estudo levantou uma lista de 225 espécies de Hesperiidae encontradas na RPPN Klagesi durante aproximadamente 24 anos de amostragens esporádicas, embora mais freqüentemente na última década. São adicionadas 113 espécies previamente não relacionadas para a região, a qual passa a ser a área de maior riqueza conhecida de Hesperiidae dentre todas as regiões de endemismo da Amazônia brasileira até então inventariadas. No entanto, o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Inventário; Distribuição; Borboletas; Floresta Amazônica.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672012000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
SPOT-4/Vegetation: a participação do Brasil. Infoteca-e
MIRANDA, E. E. de.
A partir deste ano a floresta amazônica poderá contar com mais um aliado na sua preservação. A centenas de quilômetros da Terra, o sensor VEGETATION, a bordo do novo satélite SPOT-4, será capaz de detectar sua atividade fotossintética. Os resultados obtido na fase de pré-lançamento do satélite já podem ser obtidos na home-page da ECOFORÇA, da EMBRAPA-NMA e do CNES.
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Monitoramento por Satélite; Floresta Amazônica.
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/16898
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uma Petrobrás das florestas? Biota Neotropica
Gandolfi,Sergius; Rodrigues,Ricardo Ribeiro.
Considerarmos que a necessidade urgente de preservar o maior estoque de florestas do mundo, envolve a busca de um modelo que resulte na perpetuação dessas florestas através do seu uso racional, pelo menos numa porção desse estoque, uso esse vinculado num programa de geração de empregos, de renda e de cooperação na solução de questões fundamentais da sociedade, como a construção de habitações populares. As contínuas queimadas das florestas na Amazônia, não apenas destroem ecossistemas e a biodiversidade local, mas igualmente destroem os recursos madeireiros e não madeireiros, que poderiam estar sendo aproveitados. Embora a questão da ocupação da Amazônia e do seu uso racional seja difícil e complexa, ao nosso ver, ela passa pela criação de uma civilização...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Aproveitamento Sustentável; Biodiversidade; Regeneração Florestal.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032003000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Volume equation as basis of community forest management in Anapu, Pará State, Brazil PFB - Pesquisa Florestal Brasileira
Barreto, Wallacy Ferreira; Leão, Fábio Miranda; de Menezes, Marlon Costa; Souza, Deivison Venicio.
The community forest management in settlement areas, in Pará, needs tools that provide reliable information about wood potential in the area, as volume equations. Five volumetric models of simple entrance and five of double entrance were adjusted to estimate the wood volume of standing trees in the Project of sustainable development Virola-Jatobá in Anapu, Pará State, Brazil. The trees were cubed using Smalian method. The diameter at 1.3 m above soil level was measured in 172 individuals from 25 species with commercial interest by the community. The diameters ranged from 60 to 120 cm and commercial height varied from 5.24 m to 35 m. The statistic criteria used to select the best volume model of simple or double entrance was adjusted coefficient of...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Settlementt; Amazonia forest; Husch model Recursos Florestais; Engenharia Florestal; Dendrometria Assentamento; Floresta Amazônica; Modelo Husch.
Ano: 2014 URL: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/721
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional