Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 62
Primeira ... 1234 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação do estresse térmico na sobrevivência de mudas e produção de camomila originadas de sementes importadas e nacionais Horticultura Brasileira
Souza,José Roberto P de; Rocha,Juliana N; Melo,Juliana M; Nixdorf,Suzana Lucy.
Avaliou-se o efeito de baixas temperaturas sobre a sobrevivência de mudas de camomila (originadas de sementes importadas e coletadas localmente) e sobre a produtividade da matéria-prima vegetal. Quarenta mudas com 7 a 10 cm de altura foram transferidas para câmara de germinação, tipo BOD, de duas procedências, onde permaneceram por 24 h nas condições: 10 h, com luz e 15ºC; 8 h, sem luz e 10ºC; 3 h, sem luz e 5ºC; 3 h; sem luz e temperaturas de 0ºC (testemunha), -2ºC, -4ºC e -6ºC. As mudas de sementes local apresentaram maior número de plantas mortas quando aplicadas às temperaturas de -4 e -6ºC, do que as importadas. O número de flores por planta e o acúmulo de matéria seca de flores por planta foram 462% e 226% superior, respectivamente, nas plantas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Matricaria chamomilla; Planta medicinal; Frio; Resistência.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362006000200023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Acúmulo de antocianinas e características físicas e químicas de frutos de laranjas sanguíneas durante o armazenamento a frio Rev. Bras. Frutic.
Latado,Rodrigo Rocha; Tognato,Paola Christovam; Silva-Stenico,Maria Estela; Nascimento,Lenice Magali do; Santos,Pedro César dos.
Este trabalho teve como objetivo avaliar o conteúdo de antocianinas no suco e as características físicas e químicas dos frutos de oito variedades de laranjas sanguíneas e de laranja Valência, e, também, verificar os efeitos do armazenamento dos frutos a 10ºC, durante um período de até 60 dias, nos parâmetros avaliados. Os teores de antocianina foram determinados utilizando-se de um método espectrofotométrico, assim como dez características físicas e químicas dos frutos e dos sucos foram avaliadas antes e durante o armazenamento. Todas as variedades de laranja avaliadas apresentaram naturalmente baixos teores ou nenhum teor de antocianina no suco. O armazenamento durante um período de até 60 dias, em baixa temperatura, possibilitou acúmulo significativo de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus sinensis; Antocianina; Fruto; Suco; Conservação; Frio.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da expressão dos genes MdoCBFs e MdoICE1 durante a dormência de gemas em macieira. Repositório Alice
SOUZA, C. B.; CATTANI, A.; BUFFON, V.; REVERS, L. F..
A macieira (Malus × domestica Borkh.) é uma das espécies de frutíferas perenes mais cultivadas no mundo. Para sobreviver às condições adversas durante o inverno, essas plantas iniciam um período denominado dormência, estágio no qual a atividade metabólica é reduzida e ocorre uma pausa no crescimento vegetativo, até que condições favoráveis sejam restabelecidas, protegendo assim a planta.
Tipo: Anais e Proceedings de eventos Palavras-chave: Malus × domestica Borkh; MdoCBFs; MdoICE1; Malus Domestica; Dormência; Frio.
Ano: 2020 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1131427
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliacao termica ambiental de salas convenciondas e sala com amplas janelas e cortinas em maternidades suinicolas. Repositório Alice
TURCO, S. H. N.; FERREIRA, A. S.; TINOCO, I. F. F.; AGUIAR, M. A.; CECON, P. R.; ARAUJO, G. G. L. de.
O objetivo desta pesquisa foi estudar as condicoes termicas ambientais, com sistemas de acondicionamento termico, em maternidades suinicolas, no inveno, utilizando-se os seguintes tratamentos: 1) sala convencional (SSV) e 2) sala com amplas aberturas de janelas e sistemas de cortinas (SAC). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema de parcelas subdivididas, com dois tratamentos nas parcelas e oito horarios nas subparcelas, com quatro repeticoes. Foram utilizadas 52 porcas, das racas Landrace e Large White, distribuidas aleatoriamente em dois lotes de 26 matrizes. O indice de temperatura de globo e umidade (ITGU), a carga termica radiante (CTR), o indice bioclimatico (IBC) e a umidade relativa do ar (UR) foram...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Estresse; Ambiencia; Calor; Frio; Lactação; Suíno; Cold stress; Environment; Heat stress; Lactation; Swine.
Ano: 1998 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/133631
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biotecnologia e genética pós-colheita: retrospectivas e perspectivas. Repositório Alice
GIRARDI, C. L.; LUCCHETTA, L.; REST, B. van der; LATCHÉ, A.; PECH, J.-C..
A genética e a biotecnologia são ferramentas essenciais na melhoria da qualidade sensorial e nutricional de produtos hortícolas e da sua conservação pós-colheita.
Tipo: Separatas Palavras-chave: Melhoramento genético; Transgenia; Agricultura; Biotecnologia; Clima; Conservação; Etileno; Frio; Pós-Colheita; Qualidade; Textura.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/543430
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da evolução da dormência e requerimento de frio hibernal em gemas de macieira submetidas a diferentes ciclos diários de temperatura. Repositório Alice
ANZANELLO, R.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; REVERS, L. F.; PERINI, P.; GASPERIN, A. C.; BERGAMASCHI, H.; MARODIN, G. A. B..
O sul do Brasil apresenta variabilidade térmica no período hibernal e incrementos na temperatura média.
Tipo: Separatas Palavras-chave: Brasil; Região Sul; Modelagem; Endodormência; Fruticultura; Maçã; Fisiologia vegetal; Frio; Temperatura; Dormência; Fenologia; Mudança Climática.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/905381
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da variabilidade das horas de frio hibernal na região de Bento gonçalves, entre 1976 a 2006. Repositório Alice
FELIPPETO, J.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; BERGONCI, J. I.; CHAVARRIA, G..
A variabilidade nas horas de frio durante os invernos representa um importante fator para a definição dos períodos e da capacidade de brotação em fruteiras de dima temperado (FCT). Os valores anuais das horas de frio ocorridas na região de Bento Gonçalves foram avaliadas a partir de dados da normal climatológica (NC) de 1976 a 2006, fornecidos pela estação meteorológica da Embrapa Uva e Vinho. Foramcontabilizadas as horas de frio com temperaturas iguais ou inferiores a 7°C (HF-7)e 10°C (HF-10) a partir do dia primeiro de abril até 30 de setembro de cada ano. Estas temperaturas foram avaliadas por servirem de parâmetro indicativo da aptidão do local para o cultivo de FCT
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Bento Gonçalves; Clima; Frio; Medição; Meteorologia; Temperatura; Uva; Viticultura.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/542176
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização das exigências de frio hibernal das cultivares Vitis labrusca Concord e Isabel para superação do estado de endodormência. Repositório Alice
PERUZZO, S.; MARCHI, V. de V.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
Este trabalho teve por objetivo definir as exigências de horas de frio para superação da endodormência das cultivares Concord e Isabel.
Tipo: Anais e Proceedings de eventos Palavras-chave: Videira; Endodormência; Horas de frio; Anais; Iniciação cientifica; IC; CNPUV.; Viticultura; Vitis labrusca; Frio; Dormência.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/996746
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do perfil transcricional em gemas de cultivares de macieira contrastantes para a exigência de frio durante a dormência hibernal. Repositório Alice
PERINI, P.; PASQUALI, G.; MARGIS-PINHEIRO, M. A. N.; REVERS, L. F..
Em zonas temperadas e subtropicais, as plantas são expostas a temperaturas de congelamento a cada inverno. A dormência das gemas aparece, então, como um processo essencial para a sobrevivência dessas plantas.
Tipo: Separatas Palavras-chave: Perfil transcricional; Caracterização; Expressão de gene; Quebra de dormência; Fruticultura; Maçã; Dormência; Genética; Frio; Gema; Inverno.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/631924
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Characterization of cold-induced changes in the fatty acids profile of rice seedlings. Repositório Alice
SASSAKI, G.; SCHMIDT, A. B.; FERREIRA, M. E.; RANGEL, P. H. N.; PEREIRA-NETTO, A. B..
Rice, a staple food for more than one half of the world?s population, is one of the most cold-sensitive cereals. Breeding programs aimed at increasing rice production are expected to reduce cold-imposed grain losses. Several reports have demonstrated that cold induce differential effects on the fatty acids profile of membranes in chilling-sensitive and chilling-tolerant plants. In this work, we evaluated changes in fatty acid (FA) composition as a potential screening tool to evaluate chilling sensitivity of rice accessions. Cold exposure led to the preferential accumulation of the polyunsaturated linolenic and linoleic FAs and reduction of palmitic and stearic FAs, besides showing increased lignoceric acid content in roots of the variety. Similarly, roots...
Tipo: Separatas Palavras-chave: Arroz; Oryza sativa; Temperatura; Frio; Ácido graxo; Rice; Cold; Polyunsaturated fatty acids.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/965025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cientistas desvendam mecanismo de percepção do frio na macieira. Infoteca-e
FIALHO, V. M. Z. B..
Descoberta de pesquisadores da Embrapa Uva e Vinho (RS) abre caminho para o desenvolvimento de macieiras que precisam de menos dias de frio para produzir. Eles descobriram o mecanismo de ação do gene ICEi no processo de indução e superação da dormência da planta, etapa fundamental para garantir a produção dos frutos. De acordo com a hipótese dos cientistas, esse gene funciona como um gatilho térmico que, ao ser estimulado pelo frio, dispara uma cascata de respostas como a indução da dormência, processo fundamental para plantas originalmente de clima temperado florescerem e produzirem frutos.
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Macieira; Maçã; Clima; Frio.
Ano: 2019 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1111476
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Clima. Infoteca-e
SANTOS, H. P. dos; ANZANELLO, R..
81) O que é uma variável climática? 82) Quais variáveis climáticas apresentam maior influência no cultivo da macieira? 83) Como a radiação é modificada em quantidade e qualidade e quais consequências essas alterações promovem na macieira? 84) Que ações de manejo podem alterar os efeitos da radiação solar sobre a macieira? 85) Qual o efeito da radiação solar sobre as características físicoquímicas dos frutos? 86) Existe algum período crítico em que a limitação de luz solar possa ser mais impactante para a produção de maçã? 87) Como a chuva interfere no desenvolvimento vegetativo e produtivo da macieira? 88) Quais são os danos causados nas macieiras pela ocorrência de granizo? 89) Como a temperatura influencia no desenvolvimento da macieira nas condições...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Fruticultura; Maçã; Clima; Radiação solar; Granizo; Temperatura; Geada; Frio.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/975465
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Clima. Infoteca-e
TONIETTO, J.; MANDELLI, F.; CONCEIÇÃO, M. A. F..
Embora a influência do clima esteja presente em todos os estádios de desenvolvimento da videira, os períodos mais críticos são: o período da brotação, pelo risco de geadas tardias; o período da floração, quando o excesso de chuva ou de umidade pode afetar negativamente a floração e a frutificação e causar doenças; o período da maturação, quando o excesso de chuvas ou de umidade dificulta ou compromete a obtenção de uvas maduras. Uma das funções do solo é atuar como reservatório de água para atender às necessidades da videira nos diferentes estádios da planta. Portanto, o solo não só fornece nutrientes à planta, mas sua profundidade, textura e outras características físicas e químicas interagem com as condições climáticas, dando características específicas...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Terroir; Clima; Frio; Meteorologia; Uva; Viticultura.
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/543650
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Condições meteorológicas e a fenologia de macieiras da região de Vacaria, RS. Infoteca-e
CARDOSO, L. S.; NACHTIGALL, G. R.; BERGAMASCHI, H.; PAULA, V. A. de; BOSCO, L. C.; MARODIN, G. A. B..
bitstream/item/103397/1/Comunicado-Tecnico-145.pdf
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Vacaria; Flutuação de temperatura; Maca; Meteorologia; Frio; Clima; Fenologia; Temperatura; Apples; Meteorology and climatology; Cold zones; Climate; Temperature; Phenology.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/988063
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Curva de desidratação referente ao processo de fenação do Arachis pintoi cv. BRS Mandobi em clima amazônico. Repositório Alice
VASCONCELOS, J. M.; SALES, M. F. L.; CLEMENCIO, R. de M..
A tecnologia aplicada à pecuária está cada dia mais presente no rebanho brasileiro. Este trabalho teve como objetivo determinar a curva de desidratação do processo de fenação do Arachis pintoi cv. BRS Mandobi.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Amendoim forrageiro; Arachis pintoi cv BRS Mandobi; Embrapa Acre; Rio Branco (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Estación fría; Leguminosas forrajeras; Secado.; Nutrición animal; Heno; Secagem; Frio; Nutrição animal; Leguminosa forrageira; Fenação; Desidratação; Campo Experimental.; Drying; Forage legumes; Cold season.; Hay; Animal nutrition.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1086925
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho de porcas e leitoes em maternidades com diferentes sistemas de acondionamento termico no inverno. Repositório Alice
TURCO, S. H. N.; FERREIRA, A. S.; OLIVEIRA, R. F. M. de; AGUIAR, M. A.; CECON, P. R.; ARAUJO, G. G. L. de.
O objetivo desta pesquisa foi estudar os efeitos de sistemas de acondicionamento termico, em maternidades para suinos, sobre as caracteristicas fisiologicas e o desempenho dos animais, durante o inverno. Um experimento em delineamento inteiramente casualizado em parcelas subdivididas, com dois tratamentos e dois periodos nas sub-parcelas, foi realizado. Os tratamentos usados foram: sala convencional (SSV) e sala com amplas aberturas de janelas e sistema de regulacao das aberturas por deio de cortinas (SAC). Foram coletados os seguintes dados: temperatural retal (TR), e frequencia respiratoria (FR) das porcas, perda de peso das porcas (PPP) e ganho de peso dos leitoes (GPL), consumo de racao (CRP), consumo de agua (CA), intervalo de desmamecio (IDC). As...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Ambiencia; Estresse; Calor; Frio; Lactação; Suíno; Cold stress; Environment; Heat stress; Lactation; Swine.
Ano: 1998 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/133630
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Disponibilidade térmica durante o período hibernal em diferentes cultivares de videira, na região de Bento Gonçalves. Repositório Alice
FELIPPETO, J.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; BERGONCI, J. I.; CHAVARRIA, G..
o conhecimento das necessidades térmicas em fruteiras de clima temperado é de fundamental importância para a definição de zonas aptas para o seu cultivo. Com esse enfoque, determinou-se o comportamento fenológico de duas cultivares de videira Vitis vinifera: Cabemet Sauvignon e Chardonnay, e de uma Vitis labrusca: Concord, a partir de uma série histórica de dados meteorol6glcos de 1984 a 1993. Estas cultivares apresentam datas distintas de brotação.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Bento Gonçalves; Anais; Iniciação cientifica; IC; CNPUV; Brotacao; Calor; Clima; Fenologia; Frio; Meteorologia; Temperatura; Uva; Viticultura.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/542172
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dormência. Infoteca-e
PETRI, J. L.; LEITE, G. B.; COUTO, M..
242) O que é dormência? 243) Por que a macieira entra em dormência? 244) Como a macieira sai da dormência? 245) O que acontece com a macieira quando não ocorre frio suficiente durante o inverno? 246) A exigência de frio é igual para todas as cultivares? 247) Na prática, como se pode verificar se uma variedade apresenta maior ou menor exigência de frio? 248) É somente pelo frio que a macieira sai da dormência? 249) Somente a quantidade de frio no inverno é suficiente para que ocorra o início da brotação? 250) Caso não ocorra a queda natural das folhas no outono, o que se recomenda fazer? 251) A ocorrência de períodos com temperatura acima de 20 °C durante o período de dormência tem algum efeito sobre as plantas? 252) Como podem ser agrupadas as regiões...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Quebra de dormência; Fruticultura; Maçã; Dormência; Frio.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/975498
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dormência da nogueira-pecã [carya illinoinensis (Wangenh) k. Koch] pelo método biológico. Repositório Alice
CROSA, C. F. R..
O clima corresponde um dos principais fatores que influenciam o desenvolvimento da nogueira-pecã, sendo que o frio durante o período de dormência é um dos motivos limitantes, uma vez que, segundo a literatura, a nogueira-pecã necessita de baixas temperaturas para que possa induzir e superar a dormência e então, iniciar um novo ciclo de crescimento. Os problemas relacionados à falta de frio apresentam-se com diferentes intensidades. Deste modo, o objetivo do estudo foi estimar a necessidade de horas de frio para a indução da brotação de gemas em diferentes cultivares de nogueira-pecã submetidas ao frio natural e avaliar a resposta das cultivares submetidas ao frio artificial, através do método biológico com estacas de nós isolados. Para que os objetivos...
Tipo: Teses Palavras-chave: Noz Peca; Dormência; Frio.
Ano: 2021 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1134887
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dormência vegetativa da nogueira-pecã: uma revisão. Repositório Alice
CROSA, C. F. R.; MARCO, R. DE; SOUZA, R. S. DE; MARTINS, C. R..
A nogueira-pecã é uma frutífera que necessita de baixas temperaturas no período hibernal para que possa induzir e superar a dormência, restabelecendo assim um novo ciclo de desenvolvimento produtivo. Através desta revisão, o produtor poderá ter informações confiáveis da exigência climática da cultura, a fim de respaldar sua tomada de decisão sobre práticas de gestão que reduzam os danos causados por esses fenômenos e sirvam para otimizar o sistema de produção, melhorando seus lucros. Em vista disso, torna-se propício adaptar informações sobre a cultura com foco na exigência em frio hibernal necessária para a superação da dormência dos cultivares de nogueira-pecã. Pôde-se constatar a divergência entre os autores em relação à necessidade de frio para a...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Noz Peca; Dormência; Frio; Carya illinoinensis.
Ano: 2021 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1133776
Registros recuperados: 62
Primeira ... 1234 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional