Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações no líquido sinovial do joelho de cães com osteoartrite induzida pelo modelo Pond e Nuki Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
De Biasi,F.; Rahal,S.C.; Lopes,R.S.; Volpi,R.S.; Bergamo,F.M.M..
Avaliaram-se as alterações do líquido sinovial do joelho de 19 cães submetidos à desmotomia unilateral do cruzado cranial, baseado no modelo experimental de Pond & Nuki, colhido e analisado aos 30 dias de pós-operatório. Cinco animais foram analisados novamente aos 90 dias de pós-operatório. As características analisadas foram volume, cor, aspecto, densidade, pH, proteínas, fibrinogênio, coágulo de mucina, contagem de hemácias e contagem total e diferencial de células nucleadas. O líquido sinovial apresentou padrão inflamatório que persistiu durante todo o período de observação, com efusão articular. Houve aumento na contagem de células nucleadas e na concentração de fibrinogênio aos 90 dias. A qualidade da precipitação da mucina apresentou melhora...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Líquido sinovial; Joelho; Ligamento cruzado cranial.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000500009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Artrodese do joelho em cães pela fixação externa Ciência Rural
Kosachenco,Beatriz Guilhembernard; Raiser,Alceu Gaspar; Fialho,Sérgio Amaro Guimarães; Santos,Murilo Nogueira dos.
Sete cães clinicamente sadios sofreram artrodese do joelho direito ou esquerdo. A imobilização foi realizada por meio de fixador externo com pinos de Steinmann e barras de acrílico autopolimerizável. Foram removidas todas as estruturas intra-articulares e seccionadas as superfícies articulares do fémur e da tíbia. Foi realizada enxertia com osso esponjoso autógeno entre os ossos e aplicada a imobilização mantendo o ângulo articular estabelecido no pré-operatório. Foi observado o retorno ao uso funcional do membro e foram feitos controles radiográficos no pós-operatório imediato, 30, 60 e 90 dias de evolução. Os aspectos da fusão articular foram avaliados macro e microscopicamente. Constatou-se que esse tipo de fixação promove retorno precoce ao uso do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia; Ortopedia; Cão; Joelho; Artrodese.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781998000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Correlação entre ruptura de ligamento cruzado cranial e lesão de meniscomedial em cães Ciência Rural
Dal-Bó,Ísis dos Santos; Ferrigno,Cássio Ricardo Auada; Caquías,Daniela Fabiana Izquierdo; Nina,Marcos Ishimoto Della; Ferreira,Márcio Poletto; Figueiredo,Adriana Valente de; Cavalcanti,Renato Albuquerque de Oliveira; Santos,Jaqueline França do; Ferraz,Vanessa Couto de Magalhães.
O presente trabalho correlacionou o tempo de ruptura do ligamento cruzado cranial (RLCCr) à lesão em menisco medial e ao tipo de lesão observada em cães tratados por estabilização dinâmica (osteotomias) ou estática (sutura fabelo-tibial). Este estudo retrospectivo avaliou os registros de 104 cães (117 joelhos). As osteotomias foram realizadas em 98 articulações, a sutura fabelo-tibial em 15 joelhos e, em 4 joelhos, foi realizada apenas artrotomia exploratória. A média de idade foi 4,5 anos, 41% dos cães eram machos e 59%, fêmeas e a média da massa corporal foi 32,7kg. Os tipos de lesão do menisco medial observados foram: tipo 1, 2, 3, 4, 6, 7 e associações dos tipos 1-4, 1-6 e 1-7. O tipo 1 foi o mais prevalente, sendo responsável por 32,5% dos casos. Não...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: TPLO; TTA; Meniscectomia; Joelho; Canino.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014000801426
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desinserção proximal do músculo sartório na correção da luxação patelar medial graus III e IV, em cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Tudury,E.A; Figueiredo,M.L; Kemper,B; Araújo,F.P; Chioratto,R; Marques,N.B; Fernandes,T.H.T.
Six surgical corrections were performed with techniques of bone and soft tissue reconstruction, according to the individual presentation of each patient, in four Toy breed dogs, which had grades III and IV luxation, two of them bilaterally operated. During the recovery excessive medial tension associated to the Sartorius muscle was detected, which motivated its release at the iliac insertion. The animals had a functional recovery of the limb after 15 days, and complications or loss of function related to the release of the Sartorius muscle were not observed even after six months. It is believed that the proximal disinsertion of this muscle can be necessary and effective in some patients as a complementary technique to release medial tension in dogs with...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Cão; Cirurgia; Joelho.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352011000100037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estabilização extra-articular do joelho com fáscia lata autógena em cães de raças de grande porte Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Buquera,L.E.C.; Padilha Filho,J.G.; Canola,J.C.; Talieri,I.C.; Furlani,J.M..
Avaliou-se a sutura fabelar lateral (SFL) com fáscia lata autógena para estabilização dos joelhos de cães de raças de grande porte, acometidos por ruptura do ligamento cruzado cranial (RLCCr). Os animais foram submetidos à avaliação clínica e radiográfica no pré-operatório e aos 60, 180 e, em alguns casos, 360 dias de pós-operatório. A partir do 60º dia, os cães apresentavam-se apoiando o membro normalmente ou com claudicação com apoio contínuo do membro. No 360º dia, quatro joelhos apresentavam-se estáveis, e o restante demonstrava instabilidade leve. No 360º dia, dos seis membros avaliados, três não haviam recuperado a medida da coxa aferida no pré-operatório. Os escores de doença articular degenerativa (DAD) para os períodos de 180 e 360 dias foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Joelho; Ruptura do ligamento cruzado cranial; Técnica cirúrgica.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000300021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exame ortopédico, com e sem anestesia geral, de cães com luxação patelar medial Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Figueiredo,M.L.; Silva,C.E.S.; Fernandes,T.H.T.; Chioratto,R.; Tudury,E.A..
Compararam-se os achados musculotendinosos e osteoarticulares encontrados em cães com luxação patelar medial, por meio do exame ortopédico realizado com e sem anestesia geral. Para tal, foram utilizados 11 joelhos de 10 cães, sem distinção de sexo, idade e raça, os quais apresentaram luxação patelar medial dos graus II, III e IV, diagnosticada clinicamente. O exame ortopédico específico da articulação do joelho foi realizado previamente à cirurgia, com o animal sem anestesia, e, no dia da cirurgia, com o cão já anestesiado. Verificou-se, quanto aos achados osteoarticulares, que não houve diferenças. Já em relação aos achados musculotendinosos, houve diferença entre as avaliações do movimento de gaveta e dos músculos sartório e retofemoral.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Joelho; Luxação de patela; Exame clínico; Anormalidades musculo-esqueléticas.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000500011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fisioterapia após substituição artroscópica do ligamento cruzado cranial em cães: I - avaliação clínica, radiográfica e ultrassonográfica Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Muzzi,L.A.L.; Rezende,C.M.F.; Muzzi,R.A.L..
Foram avaliadas a aplicabilidade da cirurgia artroscópica na substituição do ligamento cruzado cranial (LCC) e o efeito da fisioterapia pós-operatória, por meio de exames clínicos, radiográficos e ultrassonográficos, em 16 cães sem raça definida, machos, com pesos entre 19,2 e 26,3kg, submetidos à ruptura experimental do LCC e subsequente substituição deste ligamento pelo enxerto autógeno da fascia lata. Os animais foram distribuídos em dois grupos de oito cada: no grupo I os cães foram submetidos ao programa de fisioterapia pós-operatória e no grupo II à imobilização temporária do membro. Por meio dos exames citados, não foram verificadas diferenças significativas entre os dois grupos, e ambos demonstraram sinais de processo articular degenerativo. A...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ortopedia; Joelho; Ligamento cruzado.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fisioterapia após substituição artroscópica do ligamento cruzado cranial em cães: II - avaliação artroscópica e anatomopatológica Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Muzzi,L.A.L.; Rezende,C.M.F.; Muzzi,R.A.L..
Avaliou-se o enxerto da fascia lata na substituição artroscópica do ligamento cruzado cranial (LCC), realizou-se a caracterização histológica do enxerto e da interface enxerto-osso e avaliou-se, por meio de exames artroscópicos e anatomopatológicos, o efeito da fisioterapia pós-operatória. Foram utilizados 16 cães, sem raça definida, machos, pesando entre 19,2 e 26,3kg, submetidos à ruptura experimental do LCC e subsequente substituição artroscópica desse ligamento pelo enxerto autógeno da fascia lata. Os animais foram distribuídos em dois grupos de oito cada: no grupo I, os cães foram submetidos ao programa de fisioterapia pós-operatória e, no grupo II, à imobilização temporária do membro. Os exames artroscópicos e histológicos mostraram alterações...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ortopedia; Joelho; Ligamento cruzado.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000400008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fratura proximal de tíbia após cirurgia extracapsular para correção de ruptura de ligamento cruzado cranial em cão Ciência Rural
Santos,Jaqueline França dos; Ferrigno,Cássio Ricardo Auada; Ferreira,Márcio Poletto; Cunha,Olicies da; Ito,Kelly Cristiane; Ferraz,Vanessa Couto de Magalhães; Caquias,Daniela Fabiana Izquierdo; Nina,Marcos Ishimoto Della; Figueiredo,Adriana Valente; Souza,Alexandre Navarro Alves de.
Ruptura de ligamento cruzado cranial (RLCCr) é a afecção ortopédica mais frequente no joelho de cães e a sutura fabelo-tibial é frequentemente utilizada na sua correção. Essa técnica pode estar associada com complicações incisionais, lesão tardia de menisco, edema associado ao material de sutura e infecção. O objetivo desta nota foi relatar a ocorrência de fratura proximal de tíbia em um cão, causada por complicação em sutura fabelo-tibial para correção de RLCCr. Um canino atendido em outro serviço foi submetido à osteossíntese com placa 2,0mm para correção de complicação em técnica extra-capsular, na qual houve fratura da tíbia na região do orifício criado para confecção da sutura fabelo-tibial. Houve falha dos implantes e a placa foi removida. A fratura...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sutura fabelo-tibial; Complicação; Ortopedia; Joelho.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Líquido sinovial da articulação femuropatelar após desmotomia patelar medial experimental em eqüinos Ciência Rural
Martins,Edivaldo Aparecido Nunes; Silva,Luís Cláudio Lopes Correia da; Baccarin,Raquel Yvonne Arantes.
A desmotomia patelar medial (DPM) é comumente realizada para o tratamento da fixação dorsal da patela (FDP). É de fácil execução e na maioria dos casos seus resultados são imediatos. Porém, alterações articulares após a DPM têm sido freqüentemente descritas na literatura. O objetivo deste trabalho é descrever as possíveis alterações no líquido sinovial da articulação femuropatelar após desmotomia patelar medial experimental, em eqüinos mantidos em repouso por 120 dias. Foram utilizados oito eqüinos hígidos, adultos, que não apresentaram histórico de lesões no joelho, e que não demonstraram claudicação após exame físico ou teste de flexão dos membros pélvicos. A desmotomia patelar medial foi realizada no membro pélvico direito de cada cavalo. O líquido...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Liquido sinovial; Eqüinos; Fixação dorsal da patela; Articulação femuropatelar; Joelho.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000300028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfometria dos meniscos lateral e medial na articulação femorotibial de equinos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Barbosa,A.B.S.; Lima,R.R.; Sousa,R.S.; Farias,E.L.P..
RESUMO As lesões dos meniscos são uma das principais causas de dor e claudicação em equinos. O objetivo do presente estudo foi avaliar a morfometria dos meniscos da articulação femorotibial de equinos. Foram utilizados 48 meniscos de 12 animais de ambos os sexos, com idade entre cinco e 15 anos e com peso entre 400kg e 500kg. A medida da extensão periférica compreendeu desde a parte mais cranial à mais caudal e denominou-se circunferência externa (CE). A margem interna, com o mesmo tratamento, foi chamada de circunferência interna (CI). Os meniscos foram divididos em terços craniais, médios e caudais. A espessura foi obtida nos pontos médios de cada terço. Foi calculada a área dos meniscos em contato com os côndilos femorais. O menisco medial apresentou...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cavalo; Joelho; Menisco; Claudicação.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000401179
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propriedades mecânicas de aloenxertos meniscais de coelhos após preservação em glicerina e reidratação em NaCl 0,9% Ciência Rural
Vilela,Liana Mesquita; Carlo,Ricardo Junqueira Del; Oliveira,Rubens Chaves de; Reis,Amanda Maria Sena; Brito,Ana Flora Sousa de; Melo Filho,Edson Vilela de; Ferrari,Gustavo de Freitas; Galvão,Simone Rezende.
Foram avaliadas as propriedades mecânicas, força, deformação e tensão ao limite elástico, tensão ao ponto de ruptura e índice de rigidez, de meniscos frescos e meniscos transplantados por 70 dias em joelhos de coelhos, após preservação em glicerina. O primeiro grupo (tratado) foi formado por seis meniscos mediais do joelho esquerdo, coletados de animais oriundos de criação comercial. Esses meniscos foram armazenados em glicerina 98% por um período de 45-60 dias; em seguida, foram reidratados em solução salina a 0,5% de enrofloxacina, por 12 horas, e implantados em joelhos de outros seis coelhos, submetidos à meniscectomia. Após 70 dias da cirurgia, foi realizada a eutanásia dos animais e retirada dos aloenxertos para avaliação mecânica. O segundo grupo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Meniscos; Enxertos homólogos; Glicerina; Joelho.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013001200019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Prótese total articulada de joelho utilizada no tratamento de osteossarcoma apendicular em cão Ciência Rural
Ferrigno,Cássio Ricardo Auada; Campos,Andressa Gianotti; Stopiglia,Ângelo João; Fantoni,Denise Tabacchi.
O objetivo do trabalho foi reportar o planejamento cirúrgico, a técnica operatória, a instrumentação e os resultados da substituição completa do terço médio distal do fêmur, do platô tibial e da articulação do joelho por prótese em um cão acometido por osteossarcoma no fêmur esquerdo. A prótese foi confeccionada em aço, apresentando três componentes articulados, mantendo o movimento semelhante à articulação do joelho. As porções femorais e tibiais da prótese foram cimentadas aos respectivos ossos, após ostectomia do fêmur e do platô tibial. O animal foi submetido a seis sessões de quimioterapia, com doxorrubicina e carboplatina, intercaladas mensalmente, objetivando inibir o crescimento de possíveis metástases pulmonares. Durante os seis primeiros dias, o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Joelho; Osteossarcoma; Prótese.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000800047
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Reparação do ligamento cruzado cranial de cães por tendão homólogo conservado em glicerina e associado a fio de náilon Ciência Rural
Oliveira,Simone Tostes de; Raiser,Alceu Gaspar; Guedes,Alonso Gabriel Pereira; Alves,Simone Dias de Lima; Gonçalves,Gentil Ferreira; Mazzanti,Alexandre; Beletti,Marcelo Emílio; Stedile,Rafael; Marin,Aline; Silva,Tatiana Rezende da.
A ruptura do ligamento cruzado cranial (LCC) é uma das patologias de maior prevalência no joelho de cães e sua correção é um problema atual. Após a ruptura experimental do LCC, em cães, implantou-se o tendão do músculo extensor longo dos dedos, homólogo, conservado em glicerina a 98%, associado ao fio de mononáilon, utilizando-se técnica intra-articular. Foram utilizados 18 cães com peso médio de 16,5kg, adultos, separados em três grupos (A, B e C) e avaliados por 45, 80 e 120 dias de pós-operatório, respectivamente. Foi realizada avaliação clínica, radiográfica, macroscópica e histológica. A técnica demonstrou-se eficiente para o retorno funcional do membro promovendo estabilidade articular, apesar de o implante biológico ter sido reabsorvido na maioria...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Implante; Cirurgia; Joelho; Ortopedia.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000400021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ruptura do ligamento cruzado cranial em um gato: reconstituição com fáscia lata Ciência Rural
Garcia,Érika Fernanda Villamayor; Schossler,João Eduardo Wallau; Pinheiro,Maicon.
Em gatos, a ruptura do ligamento cruzado cranial (RLCC) trata-se de diagnóstico raro e a correção cirúrgica propicia o retorno mais rápido à função do membro. Foi atendida, no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), uma gata apresentando claudicação aguda e dor à palpação do joelho direito. O diagnóstico de RLCC foi realizado através dos testes de compressão tibial e gaveta cranial positivos e confirmado na cirurgia. Optou-se por realizar a reconstituição do ligamento com fáscia lata e, após achados clínicos pós-operatórios e em longo prazo concluiu-se que a técnica apresentou resultados satisfatórios neste caso.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gato; Joelho; Fáscia lata.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012000800019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ruptura do ligamento cruzado em cães: estudo retrospectivo da reconstituição com fascia lata Ciência Rural
Iamaguti,Paulo; Teixeira,Roseli Borges; Padovani,Christianni Ferrari.
Trata-se de um estudo retrospectivo de 35 casos de ruptura de ligamento cruzado atendidos pelo Serviço de Cirurgia de Pequenos Animais da FMVZ-UNESP-Campus de Botucatu, no período janeiro de 1991 a junho de 1997. Os cães foram submetidos à técnica de PAATSAMA (1952), modificada para reconstituição do ligamento cruzado, que consistiu na passagem do retalho de fascia lata através da articulação do joelho e fixação no côndilo medial da tíbia e epicôndilo medial do fêmur. Pelos resultados obtidos, concluiu-se que esta técnica permite boa estabilização das superfícies articulares, com trans e pós operatório sem complicações, e permite recuperação completa da capacidade funcional do membro afetado.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ligamento cruzado; Fascia lata; Joelho; Cão; Ruptura.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781998000400012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sinovite linfocítica plasmocítica associada à ruptura de ligamento cruzado cranial em um cão Ciência Rural
Tatarunas,Angelica Cecilia; Matera,Julia Maria; Dagli,Maria Lucia Zaidan; Galeazzi,Viviane Sanchez; Unruh,Silvana Maria.
Este relato descreve um caso de sinovite linfocítica plasmocítica associada à ruptura do ligamento cruzado cranial em joelho esquerdo de um cão, fêmea, Pit Bull com histórico de claudicação bilateral em membros pélvicos. Durante a artroscopia, observou-se membrana sinovial bastante congesta e irregular, hiperplasia e hiperemia de vilos sinoviais, além de lesões degenerativas de cartilagem. A análise histopatológica da membrana sinovial denotou a presença de nódulos linfoplasmocíticos.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sinovite linfocítica plasmocítica; Artrite imuno-mediada; Ligamento cruzado cranial; Cão; Joelho.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000100050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Técnica de interligação extracapsular fêmoro-fabelo-tibial na ruptura do ligamento cruzado cranial em cães: achados clínicos e radiográficos Ciência Rural
Baraúna Júnior,Durval; Roehsig,Cláudio; Rocha,Leandro Branco; Chioratto,Ricardo; Tudury,Eduardo Alberto.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os resultados da técnica de interligação extracapsular fêmoro-fabelo-tibial, como forma de tratamento da ruptura do ligamento cruzado cranial (RLCC) espontânea em cães, utilizando para isto avaliações clínicas e radiográficas. Neste estudo, foram operados 13 cães, divididos em dois grupos: ruptura unilateral (RU) e ruptura bilateral (RB). O peso variou entre 2,3 e 53kg (mediana 6,7kg) e o intervalo entre a suspeita da lesão observada pelos proprietários e os procedimentos cirúrgicos variaram entre três e 365 dias (média de 123 dias). Em nenhum dos 13 joelhos operados foram observadas complicações transoperatórias. Após 30 dias de pós-operatório, os dois grupos apresentaram diferença estatisticamente significante...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia; Ortopedia; Joelho; Cão.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000300026
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional