Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos da leishmaniose visceral canina na zona rural do municipio de bom jesus-pi MV&Z
dos Santos, Jamile Prado; Costa, Wesley S.; Sousa, Leidiane L.; de Santana, Ygor Felipe Andrade; Mendonça, Ivete L..
Foram determinados aspectos epidemiológicos e clínicos de cães (Canis familiaris) (Linnaeus, 1758) com infecção por Leishmania chagasi (Nicolle 1908) provenientes da zona rural do município de Bom Jesus, estado do Piauí, Brasil. As amostras de soro dos cães foram submetidas ao teste RIFI para a detecção de anticorpos de L. chagasi. De 144 animais examinados, 3,47% foram positivas ao teste RIFI. Neste estudo a faixa etária mais acometida pela LVC foi a jovem, 80% (4/5) dos cães soropositivos para a LVC, observou-se também que, apesar da maioria dos animais soropositivos para LVC serem machos, 80% (4/5), não foi observada diferença significativa entre as proporções de soropositivos ou negativos com relação ao sexo, (p=0, 999), quanto à sintomatologia, para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leishmaniose visceral canina; Zoonoses; Epidemiologia.
Ano: 2013 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/22146
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação dos testes sorológicos preconizados pelo ministério da saúde em cães vacinados contra leishmaniose visceral MV&Z
Solcà, Manuela da Silva; de Souza, Poliana Santos; Guedes Junior, José Carlos Oliveira; Pacheco, Luciano Vasconcellos; Veras, Patrícia Sampaio Tavares; Fraga, Deborah Bittencourt Mothé.
A leishmaniose visceral é causada pelo protozoário Leishmania infantum e constitui um sério problema de saúde pública no Brasil. Os cães são considerados reservatórios para manutenção do parasito em áreas urbanas. Atualmente, existem duas vacinas disponíveis contra leishmaniose visceral canina (LVC): Leish-Tec® e Leishmune®. O controle da LVC preconizado pelo Ministério da Saúde (MS) consiste no diagnóstico e eutanásia dos cães soropositivos. Assim, os anticorpos produzidos pela vacinação não deveriam reconhecer os antígenos presentes nos testes diagnósticos oficiais. O objetivo deste trabalho foi avaliar a taxa de detecção de cães vacinados contra LVC pelos testes diagnósticos DPP®-LVC e EIE®-LVC, preconizados pelo MS. Foram selecionados 44 cães de uma...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Leishmaniose visceral canina; Vacina; DPP.
Ano: 2015 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/24899
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Citometria de fluxo no diagnóstico da leishmaniose visceral canina Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Carvalho Neta,A.V.; Rocha,R.D.R.; Gontijo,C.M.F.; Reis,A.B.; Martins-Filho,O.A..
Descreve-se a padronização de nova metodologia para detecção de anticorpos antiformas promastigotas fixadas de L. (L.) chagasi, por citometria de fluxo (AAPF-IgG), sua aplicabilidade e desempenho na identificação de casos de leishmaniose visceral canina (LVC). Foram avaliados dois grupos de cães classificados pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI), como: não reatores (NR, n=10) e reatores (R, n=50) dos quais foram coletadas amostras de sangue (soro) para realização dos testes laboratoriais. Os resultados relacionados ao estabelecimento, aplicabilidade e desempenho da metodologia AAPF-IgG demonstraram que essa metodologia possibilita a identificação de uma região de reatividade diferencial entre cães NR e R, no soro diluído a 1:2048 e o valor de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leishmaniose visceral canina; Diagnóstico sorológico; Citometria de fluxo; Leishmania chagasi; Leishmania infantum.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comparação da capacidade de atividade dos anticorpos IGG provenientes de soro e plasma para o diagnóstico de leishmaniose visceral canina através de ELISA indireto MV&Z
Jesus, Clauceane de; Nery, Gabriela; Trüeb, Indira; Magalhães Junior, Jairo Torres; Barrouin-Melo, Stella Maria; Larangeira, Daniela Farias.
Foi comparada a reatividade da imunoglobulina G (IgG total) em amostrasde soro e plasma de cães com suspeita de infecção natural por Leishmania sp.que deram entrada no Hospital de Medicina Veterinária Professor Renato deMedeiros Neto da Universidade Federal da Bahia. Foram avaliadas amostrasde 191 cães sempre pareadas para as frações sanguíneas de soro e plasma quese encontravam armazenadas na soroteca do Laboratório de InfectologiaVeterinária (LIVE- UFBA), em freezer sob refrigeração a temperatura de -20ºC. A determinação sorológica foi realizada pelo Ensaio Imunoenzimáticoindireto (ELISA indireto). Foram detectados anticorpos anti- Leishmania nosdois tipos de subtítulos. Quando avaliado o resultado entre as amostras desoro e plasma, a análise estatística...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorologia; Reatividade; Leishmaniose visceral canina.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23724
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comparação do cultivo parasitológico de aspirados esplêndidos ao ELISA indireto para pesquisa de infecção por Leishmania chagasi em cães MV&Z
Vasconcelos, Karen Rocha de; Nery, Gabriela; Jesus, Clauceane de; Trüeb, Indira; Barrouin-Melo, Stella Maria.
O presente trabalho teve como objetivo a utilização do cultivo parasitológico deaspirado esplênico para diagnóstico de infecção por Leishmania infantum emcães provenientes de área endêmica e peri-endêmica para leishmaniose visceralcanina (LVC). Foram coletadas amostras de aspirado esplênico de 80 animaisque deram entrada no Hospital Veterinário da Universidade Federal da Bahia(HOSPMEV) com suspeita clínica de LVC, entre 2012-2013. As amostras deaspirado esplênico foram semeadas de acordo com a técnica padronizada porBarroiun-Melo e colaboradores (2004).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cultivo celular; Diagnóstico parasitológico; Leishmaniose visceral canina.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23720
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Histopathological evaluation and parasite quantification (qPCR) in the male dog's genital system after natural infection with Leishmania infantum. Repositório Alice
OLIVEIRA, V. V. G. de; MACEDO. S. R. B. de; ARAUJO, F. R.; RAMOS, C. A. do N.; RAMOS, R. A. N.; MAIA, F. C. L.; ALVES, L. C.; SILVA JUNIOR, V. A. da.
Canine visceral leishmaniasisis an important disease caused by the protozoon Leishmania infantum which affects several organs and systems, including the genital tract. The L. infantum tropism to the male genital system and correlation among parasite road, immunohistochemistry detection and structural changes in these organs is controversy. Therefore, the aim of this study was to evaluate this correlation in the genital organs of the male dogs naturally infected with L. infantum. Samples from testicles, epididymis, prostate, glans penis, prepuce and scrotum were collected from 19 positive adult dogs. Structural changes were observed in the testicles (5.2%), epididymis (2.6%), prepuce (5.2%) and scrotum (5.2%) of the samples positive at immunohistochemistry...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Canine visceral leishmaniasi; Structural change; Genital pathology; Leishmaniose visceral canina; Alteração estrutural; Patologia genital; Imunohistoquímica; Mmunohistochemistry.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1050020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência de Leishmania infantum em fezes de cão Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Nery,G.; Meneses,I. D. S.; Trueb,I.; Larangeira,D. F.; Barrouin-Melo,S. M..
RESUMOEste é o primeiro relado sobre a ocorrência de Leishmaniasp. em fezes de cão. Foram encontradas formas amastigotas intra e extracelulares por meio de citologia de amostra fecal de um cão apresentando hematoquezia recorrente associada à leishmaniose visceral canina. O diagnóstico de Leishmania infantumfoi confirmado por PCR de fezes e por cultura e PCR em amostras de baço.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leishmaniose visceral canina; Citologia; Fezes.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000501249
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional