Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A sedação sobre os potenciais evocados auditivos em cães Ciência Rural
Palumbo,Mariana Isa Poci; Ramos,Mariana Cristina; Outeda,Nadia Crosignani; Resende,Luiz Antonio de Lima; Pantoja,José Carlos de Figueiredo; Borges,Alexandre Secorun.
O potencial evocado auditivo de tronco encefálico (Brainstem Auditory Evoked Potential - BAEP) avalia a atividade elétrica do sistema auditivo, desde a cóclea até o tronco encefálico, permitindo diagnóstico de surdez em cães. Como alguns animais não permitem a obtenção do BAEP sem contenção química, o objetivo deste trabalho foi analisar a influência da sedação com morfina e acepromazinano BAEP de 16 cães com audição normal. Os potenciais foram obtidos antes e durante a sedação com administração intramuscular de morfina (0,5mgkg-1) e acepromazina (0,05mgkg-1). O protocolo de sedação utilizado permitiu contenção efetiva e segurança dos animais. A sedação causou prolongamento nas latências das ondas II, III e intervalos I-III e I-V, mas não dificultou as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Teste eletrofisiológico; Anestesia; Morfina; Acepromazina; Audição; Medicina veterinária.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014000500021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Administração contínua de opióide via cateter epidural em equino: relato de caso MV&Z
Schaffer, Débora Passos Hinojosa; Barbosa, Vivian Fernanda; Iwassa, Carlos Hiroshi Duarte; Ferreira, Anna Fernanda Machado Sales da Cruz; Lima, Talita dos Santos.
A dor geralmente é um dos primeiros e mais dominantes sinais da injúria ou doença em equinos. Os opióides são analgésicos amplamente empregados no combate aos processos dolorosos, no entanto o uso da morfina nesta espécie tem sido desencorajado, dada a possibilidade de ocorrerem efeitos colaterais severos. O presente trabalho relata a eficácia analgésica da morfina via peridural contínua no tratamento da dor crônica. Um equino, fêmea, da raça Mangalarga Marchador, apresentava processo inflamatório crônico da região metatársica posterior com tecido de granulação exuberante. A paciente apresentava sinais clássicos de dor como hiporexia, desuso e claudicação do membro afetado, irritação e estresse, dor a palpação com resposta agressiva (coices). Foi realizada...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Analgesia; Morfina; Dor pós-operatória.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23874
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ADMINISTRAÇÃO EPIDURAL DE OPIÓIDES EM CÃES Ciência Rural
Valadão,Carlos Augusto Araújo; Duque,Juan Carlos; Farias,Anderson.
Os opióides têm sido utilizados em Medicina Veterinária há vários anos como alternativa para o alívio da dor pós-operatória ou traumática. Atualmente, tem-se dado maior valor ao controle da dor nos animais, visando a oferecer melhores condições de recuperação ao paciente traumatizado ou recém-operado. A morfina foi o primeiro opióide usado em animais. Mais recentemente, a administração dessa substância, por via epidural, vem sendo empregada no controle da dor com resultados promissores. Assim, nesta revisão, abordam-se vários aspectos referentes aos efeitos e às indicações da administração epidural de opióides em cães.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Morfina; Epidural; Analgesia; Cães.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000200028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestesia epidural cranial com lidocaína e morfina para campanhas de castração em cães Ciência Rural
Tamanho,Renato Batista; Oleskovicz,Nilson; Moraes,Aury Nunes de; Flôres,Fabíola Niederauer; Dallabrida,Ademar Luiz; Regalin,Doughlas; Carneiro,Ruiney; Pacheco,Acácio Duarte; Rosa,Ademir Cassiano da.
A castração de machos e fêmeas tem sido preconizada como a principal técnica para redução do grande número de cães errantes. No entanto, vários são os entraves com relação à escolha do melhor protocolo anestésico, em relação à eficácia, segurança e redução de custos. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar os efeitos cardiorrespiratórios, hemogasométricos e analgésicos da utilização de lidocaína em um volume maior, associada à morfina, pela via epidural em cadelas submetidas à ovariosalpingohisterectomia (OSH), com ou sem suplementação de oxigênio. Utilizaram-se 12 cadelas, com peso médio de 11,5±3,7kg e idade de um a quatro anos. Os animais receberam como medicação pré-anestésica (MPA) acepromazina (0,1mg kg-1) e meperidina (5mg kg-1), pela via...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cães; Morfina; Epidural; Campanhas de castração.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000100019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiovasculares e analgésicos da administração epidural de ropivacaína isolada ou associada à morfina, em felinos Ciência Rural
Regalin,Doughlas; Moresco,Marina; Padilha,Vanessa Sasso; Tocheto,Ronise; Oleskovicz,Nilson.
Visando avaliar os efeitos cardiovasculares e analgésicos de dois protocolos epidurais em felinos submetidos à OSH, 16 gatas mestiças, adultas, que, após indução à anestesia geral, receberam anestesia epidural (L7 - S1) com 0,26mL kg-1 de ropivacaína 0,75%, isolada (GR) ou associada a 0,1mg kg-1 morfina (GRM). A ETCO2, f, FC, PAS, T°R e relaxamento muscular foram avaliados no momento basal, 30 minutos após epidural, após incisão de pele, ligadura dos pedículos ovarianos e cérvix, final da celiorrafia e cirurgia, sendo administrado fentanil, caso ocorresse aumento de 20% na PAS, FC ou f em relação ao momento basal. Ao final do procedimento, foram avaliados, com auxílio de uma escala multidimensional de dor aguda em felinos, durante 12 horas, e, quando a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Analgesia; Anestesia locorregional; Dor; Escala de dor; Morfina.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014001202228
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos comportamental, clínico e analgésico promovidos pela injeção epidural preventiva de morfina, xilazina ou clonidina, em equinos Ciência Rural
Guirro,Erica Cristina Bueno do Prado; Sobrinho,Guilherme Roberto; Ferreira,Isabella Maria Marchesini; Valadão,Carlos Augusto Araújo.
Os agonistas dos receptores adrenérgicos 2 e os opioides tem ação analgésica e a aplicação preventiva pela via epidural pode minimizar os efeitos clínicos e comportamentais indesejáveis. Assim, avaliaram-se os efeitos comportamental, clínico e analgésico promovidos pela injeção epidural preventiva de morfina (0,1mg kg-1), xilazina (0,17mg kg-1) ou clonidina (3µg kg-1) durante 24 horas, em 18 equinos submetidos a um modelo incisional de dor inflamatória e avaliados pelos filamentos de von Frey. As alterações comportamentais, de frequência cardíaca, frequência respiratória, temperatura retal e altura de cabeça em relação ao solo foram mínimas e transitórias. A sensibilidade cutânea em pele incisada foi semelhante à sensibilidade da pele íntegra por 24, 8 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Analgesia; Clonidina; Epidural; Equinos; Morfina; Xilazina.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001000019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eletroacupuntura na analgesia trans e pós-operatória de cadelas submetidas à ovariosalpingohisterectomia Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Santos,L.C.C.; Fernandes,L.S.; Sepulveda,R.V.; Pereira,V.G.; Eleotério,R.B.; Favarato,L.S.C..
Objetivou-se com este estudo avaliar o efeito analgésico trans e pós-operatório da eletroacupuntura em onda denso-dispersa e frequências 3 e 200Hz, nos pontos E44, R3 e BP4, compará-lo com a analgesia promovida pelos pontos BP6, E36 e VB 34, e pela morfina, em cadelas submetidas à ovariosalpingohisterectomia (OSH). Teve-se como hipótese que a eletroacupuntura nos pontos E44, R3 e BP4 resultaria em controle da dor trans e pós-operatória melhor ou igual àquele promovido pela eletroacupuntura nos pontos BP6, E36 e VB34 e pela morfina. Trinta e seis cadelas submetidas à cirurgia eletiva de OSH foram distribuídas em blocos ao acaso em três grupos com 12 animais. Em dois grupos foi realizada eletroacupuntura denso-dispersa, com frequência de 3 e 200Hz, sendo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Acupontos; Nocicepção; Eletroestimulação; Morfina.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000601554
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Emprego do propofol, isofluorano e morfina para a anestesia geral de longa duração em bezerros Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Alves,G.E.S.; Hartsfield,S.M.; Carroll,G.L.; Santos,D.A.M.L.; Zhang,S.; Tsolis,R.M.; Bäumler,A.J.; Adams,L.G.; Santos,R.L..
Foram estudadas características da bioquímica do sangue, da pressão arterial e da freqüência de pulso de 12 bezerros mantidos sob anestesia por 13 horas, utilizando-se propofol para a indução e isofluorano para manutenção, associados à administração de morfina intra-tecal. Os valores de freqüência de pulso, pressão arterial e glicemia apresentaram pequenas variações e se mantiveram próximos dos valores de referência para bezerros anestesiados. Ao longo do período de anestesia houve aumento significativo, mas discreto, do hematócrito, hemoglobina, pCO2, CO2 total, bicarbonato e potássio. O pH do sangue, pO2, Na+ e Ca++ apresentaram reduções significativas. Este protocolo anestésico foi seguro para a manutenção de bezerros anestesiados por período prolongado.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bovino; Isofluorano; Propofol; Morfina.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352003000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Injeção epidural de morfina ou cetamina em cães: avaliação do efeito analgésico pelo emprego de filamentos de von Frey Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Valadão,C.A.A.; Mazzei,S.; Oleskovicz,N..
Utilizaram-se 14 cães mestiços, com idade inferior a cinco anos e peso médio de 12,5kg, com o objetivo de se avaliar os efeitos da injeção epidural de morfina ou cetamina sobre a dor pós-operatória. Os cães foram anestesiados com sevoflurano por meio de máscara facial, e em ato contínuo, receberam injeção epidural de morfina (0,1mg/kg; G1) ou cetamina (0,2mg/kg; G2) diluídas em 0,3ml/kg de solução salina. A incisão experimental de 1,5cm foi realizada no coxim plantar e suturada com fio de náilon. Interrompida a anestesia inalatória e decorridos 30 minutos iniciou-se a avaliação da dor peri-incisional, aplicando-se os filamentos de von Frey a 0,3cm equidistantes da incisão. O procedimento foi repetido a intervalos de 30 minutos até 120 minutos, e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Morfina; Cetamina; Epidural; Filamentos de von Frey.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352002000400009
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional