Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação do antibiótico higromicina no desenvolvimento de explantes de pimenta-do-reino. Repositório Alice
SOUZA, N. C. de; RODRIGUES, S. de M.; QUADROS, A. F. F..
2015
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Crescimento vegetativo; Micropropagação; Piper nigrum L.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1034103
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de acessos de pimenta-do-reino com base em sistemas enzimáticos. Repositório Alice
GAIA, J. M. D.; MOTA, M. G. C.; DERBYSHIRE, M. T. V. C.; OLIVEIRA, V. R. de; COSTA, M. R.; MARTINS, C. da S.; POLTRONIERI, M. C..
Setenta e oito acessos de pimenta-do-reino, incluindo algumas espécies silvestres foram submetidas à análise eletroforética de isoenzimas em gel de poliacrilamida, visando distinguir diferenças fenotípicas que auxiliem na discriminação e seleção dos acessos. Foram utilizados os sistemas enzimáticos SKDH, GOT, ACP, ACO, PGI, FUM, 6PGDH e G6PDH. O polimorfismo de isoenzimas foi avaliado pelo número de alozimas com diferentes mobilidades por sistema enzimático, pelas freqüências de alozimas dentro de cada sistema enzimático em relação ao total de bandas do sistema e pela análise da similaridade genética, com base na ausência e presença de bandas. Todos os sistemas enzimáticos utilizados tiveram boa resolução e definição de bandas, com ênfase para SKDH, 6PGDH,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Isoenzimas; Piper nigrum L; Eletroforese; Germoplasma; Polimorfismo; Pimenta do Reino; Piper.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/162426
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivo in vitro de explantes de pimenta-do-reino em meio contendo higromicina. Repositório Alice
SOUZA, N. C. de; RODRIGUES, S. de M.; RAMOS, G. K. de S.; RODRIGUES JUNIOR, O. M..
A pimenteira-do-reino é extremamente utilizada na indústria alimentícia. O Brasil é o quarto maior produtor mundial dessa especiaria, e a fusariose é a principal doença que afeta sua produção. Visando o estabelecimento de um protocolo de transformação genética para a espécie, objetivou-se avaliar o desenvolvimento de explantes in vitro de pimenta-do-reino em meio contendo higromicina, para verificação da concentração ideal do antibiótico visando identificar concentração do antibiótico capaz de impedir o desenvolvimento dos tecidos dessa espécie. Para tal, cultivou-se explantes da cv. Iaçará em meio MS com BAP em diferentes concentrações desse antibiótico. As avaliações ocorreram ao final de oito semanas e foram quanto ao comprimento dos brotos, surgimento...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Curva de morte; Piper nigrum L; Pimenta-do-reino.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1053883
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivo in vitro de explantes de pimenteira-do-reino em meio contendo canamicina. Repositório Alice
SOUZA, N. C. de; RODRIGUES, S. de M.; LEMOS, O. F. de; QUADROS, A. F. F..
A pimenteira-do-reino, originaria do oriente, é extremamente utilizada na indústria alimentícia. O Brasil é o quarto maior produtor mundial, e a produção é afetada, principalmente, pela doença fusariose, não existindo cultivares resistentes no país. Visando o estabelecimento de um protocolo de transformação genética para a espécie, esse trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de brotos in vitro da cultivar Iaçará em meio MS com BAP (0,5 mg.L-1) em diferentes concentrações do antibiótico canamicina. As avaliações ocorreram quanto à oxidação, o surgimento de folhas e gemas, e o comprimento dos brotos. Observou-se que o aumento na concentração do antibiótico, influenciou negativamente o desenvolvimento dos brotos.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Antibiótico; Oxidação; Piper nigrum L.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1022773
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidade e similaridade genéticas em clones de pimenta-do-reino. Repositório Alice
GAIA, J. M. D.; MOTA, M. G. C.; DERBYSHIRE, M. T. V. C.; OLIVEIRA, V. R. de; COSTA, M. R.; MARTINS, C. da S.; POLTRONIERI, M. C..
Setenta e oito clones de pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) foram analisados por meio de eletroforese de isozimas para os sistemas ACP, GOT, SKDH, ACO, G6PDH, PGI, 6PGDH e FUM, para avaliar a diversidade por meio da porcentagem de locos polimórficos, número médio de alelos por locos e heterozigosidade média. A similaridade genética foi obtida por meio do coeficiente de semelhança simples e foi resumida num fenograma de média de grupo. Foram detectados 14 locos e 35 alelos. Os locos que apresentaram maior diversidade foram: G6pdh-1, Acp-1 e Skdh-1. A porcentagem de locos polimórficos variou de 3,57% a 64,29%; o número médio de alelos variou de 0,04 a 1,64; e a heterozigosidade média variou de 0,036 a 0,321. Os baixos valores observados no intervalo de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Piper nigrum L; Isozimas; Melhoramento genético; Germoplasma; Pimenta do Reino.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/161307
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidade e similaridade genéticas em clones de pimenta-do-reino. Repositório Alice
GAIA, J. M. D.; MOTA, M. G. C.; DERBYSHIRE, M. T. V. C.; OLIVEIRA, V. R.; COSTA, M. R.; MARTINS, C. da S.; POLTRONIERI, M. C..
Setenta e oito clones de pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) foram analisados por meio de eletroforese de isozimas para os sistemas ACP, GOT, SKDH, ACO, G6PDH, PGI, 6PGDH e FUM, para avaliar a diversidade por meio da porcentagem de locos polimórficos, número médio de alelos por locos e heterozigosidade média. A similaridade genética foi obtida por meio do coeficiente de semelhança simples e foi resumida num fenograma de média de grupo. Foram detectados 14 locos e 35 alelos. Os locos que apresentaram maior diversidade foram: G6pdh-1, Acp-1 e Skdh-1. A porcentagem de locos polimórficos variou de 3,57% a 64,29%; o número médio de alelos variou de 0,04 a 1,64; e a heterozigosidade média variou de 0,036 a 0,321. Os baixos valores observados no intervalo de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Pimenta do reino; Piper nigrum L; Germoplasma; Isozimas; Melhoramento genético.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/656644
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da temperatura no desenvovimento in vitro de pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.). Repositório Alice
RAMOS, G. K. de S.; LEMOS, O. F. de; CUNHA, E. F. M.; MENDONÇA, D. P.; RODRIGUES JUNIOR, O. M.; SILVA, F. B. B. da..
A pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) é uma importante especiaria usada em diversas industriais e é um dos principais produtos agrícolas da pauta de exportações do estado do Pará. A propagação vegetativa, método comercial de produção de mudas de pimenteira-do-reino, se realizada a partir de plantas matrizes infectadas com vírus, promove à degenerescência da planta e prejuízos na produtividade. A temperatura elevada é uma alternativa para a limpeza clonal via micropropagação. O objetivo desse estudo foi verificar a termotolerância dos brotos cultivadas in vitro visando a limpeza clonal. Os explantes (gemas apicais e laterais) foram cultivados in vitro em experimentos preliminares de termotolerância. As temperaturas usadas foram: 32 ºC, 33 ºC, 34 ºC, 36 ºC...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Oxidação; Piper nigrum L; Termoterapia.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1053992
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enraizamento in vitro de híbrido intraespecífico de pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) sob a ação de ANA e GA3. Repositório Alice
SILVA, W. M. da; LEMOS, O. F. de; CAMPELO, M. F..
A pimenta-do-reino(Piper nigrum L) é um dos principais produtos agrícola de exportação do Estado do Pará que em 2010 produziu 39.235 toneladas. A micropropagação é alternativa de clonagem in vitro para dar suporte ao programa de melhoramento genético e produzir mudas sadias. Este trabalho visou a diferenciação de raízes e parte aérea a partir de gemas de híbridos de pimenteira-do-reino cultivadas in vitro sob a influência de ácido giberélico e ácido naftalenoacético. Foram utilizados gemas laterais cultivadas em meio ½ MS suplementado com ácido naftalenoacético (ANA 0,05mg.L-1) e Ácido giberélico (GA3 0,0; 0,2; 1,0 ; 5,0 mg.L-1) em delineamento inteiramente casualizado, composto por cinco tratamentos, considerando um tratamento sem regulador de...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Piper nigrum L; Híbrido intraespecífico; ANA; GA3.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/970452
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência de meios nutritivos no desenvolvimento e esporulação de culturas de Fusarium solani f. piperi. Repositório Alice
DUARTE, M. de L. R.; ALBUQUERQUE, F. C. de..
Estudos sobre o comportamento fisiológico de Fusarium solani f. piperi foram feitos em laboratório, em Belém, Pará, tendo sido utilizados seis tipos de meios sólidos sintéticos. Com o objetivo de uniformizar a reação dos meios nutritivos, antes da esterilização o pH foi elevado até próximo do valor neutro, pela adição de gotas de uma solução de hidróxido de potássio a 20~7, A avaliação dos resultados foi feita em relação ao diâmetro médio e peso seco das culturas, número de esporos formados e velocidade de germinação dos esporos nos diferentes meios nutritivos. Não houve relação entre o diâmetro médio e peso seco das colônias, velocidade de germinação e número de esporos por campo de 100 micra de diâmetro. A velocidade de germinação não foi a mesma nos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Piper nigrum L; Fusarium solani f piperi; Fisiologia dos fungos.
Ano: 1975 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/926629
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Multiplicação in vitro de dois genótipos de pimenteira-do-reino por meio de ápices caulinares. Repositório Alice
LEMOS, O. F. de; RAMOS, G. K. S.; RODRIGUES, S. de M.; POLTRONIERI, M. C.; MENDONÇA, D. P.; SILVA, F. B. B. da; MENEZES, I. C. de..
2016
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Micropropagação; Piper nigrum L; Produção de mudas.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1060399
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Recomendações técnicas para o enraizamento de estacas herbáceas de pimenta-do-reino nas condições edafoclimáticas do Acre. Infoteca-e
PIMENTEL, F. A.; LODI, N. V..
A pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) vem sendo cultivada no Estado do Acre desde a década de 80. A não expansão da cultura deve-se, principalmente, à carência de material genético, à baixa produção de mudas, bem como ao número reduzido de informações técnico-científicas dessa piperacea nas condições edafoclimáticas do estado. Assim, foi conduzido um experimento, em fevereiro de 1992, onde foram testados quatro métodos de enraizamento, visando oferecer alternativas no uso de substratos para o enraizamento de estacas herbáceas de pimenta-do-reino.
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Piper nigrum L; Cultivo; Recomendações técnicas; Enraizamento de estacas; Acre; Amazônia Ocidental.
Ano: 1994 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/492205
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional