Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição e ameaças à conservação dos anfíbios anuros do Parque Estadual de Itapeva, município de Torres, Rio Grande do Sul, Brasil Biota Neotropica
Colombo,Patrick; Kindel,Andreas; Vinciprova,Giovanni; Krause,Ligia.
A obtenção de listas de espécies constitui-se no primeiro passo para o desenvolvimento de estratégias de conservação. O Parque Estadual de Itapeva (PEVA) é uma unidade de conservação localizada numa estreita faixa entre a RS-389 (Estrada do Mar), e a praia de Itapeva, no município de Torres, extremo norte da planície costeira do Rio Grande do Sul (29º 21' S e 49º 45' W). No Parque, observa-se a presença de grandes dunas móveis, dunas fixas, floresta paludosa, campos, floresta de restinga, banhados e riachos. Os objetivos deste trabalho são: fornecer uma listagem de espécies de anuros do PEVA, informar os ambientes em que foram encontradas e identificar as ameaças a estes anfíbios na área do Parque. O inventariamento da anurofauna estendeu-se de março de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Inventário de anfíbios; Floresta Atlântica; Planície costeira; Conservação.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032008000300020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dieta e estratégia alimentar de Characidium rachovii (Characiformes, Crenuchidae) em riachos de planície costeira do sul do Brasil Iheringia, Sér. Zool.
Bastos,Rodrigo F.; Miranda,Stéfanie F.; Garcia,Alexandre M..
Characidium rachovii (Regan, 1913) é uma espécie frequente em riachos da planície costeira do estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil. Entretanto, seu nicho trófico é ainda desconhecido. O presente trabalho teve como objetivos: (i) descrever a dieta de C. rachovii de três riachos costeiros do RS; (ii) avaliar a influência de um ecótono (mar-riacho) na dieta, comparando dois locais, um próximo do mar e outro distante, e (iii) avaliar o efeito do número de indivíduos analisados na riqueza da dieta. A análise do conteúdo estomacal de 139 indivíduos revelou que a espécie é especializada no consumo de Diptera (estágio aquático) e Amphipoda. Ao mesmo tempo, pode-se considerar que C. rachovii apresentou hábito alimentar oportunista, já que, apesar de tal...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Nicho trófico; Alimentação; Rarefação; Planície costeira; Riacho costeiro.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-47212013000400001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de diferentes malhas de bolsas de decomposição sobre a degradação da biomassa vegetal em áreas úmidas. Repositório Alice
GAYER, P. R.; GÜTHS, A. K.; WINCKLER-SOSINSKI, L.T..
2015
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Macroinvertebrados bentônicos; Planície costeira; Degradação; Colonização.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1022576
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Hidrófitas fanerogâmicas de ecossistemas aquáticos temporários da planície costeira do Estado do Rio de Janeiro, Brasil Acta Botanica
Bove,Claudia Petean; Gil,André dos Santos Bragança; Moreira,Claudio Barbosa; Anjos,Renata Fabiana Barros dos.
Foi realizado o levantamento florístico das hidrófitas fanerogâmicas de ambientes aquáticos temporários da planície costeira do norte fluminense. O material botânico foi coletado em 27 expedições entre setembro/1998 a julho/2001, herborizado e identificado segundo a metodologia tradicional. As exsicatas foram depositadas no Herbário da Universidade do Rio de Janeiro (HUNI). Foram encontrados 113 táxons, distribuídos em 40 famílias. Os ambientes estudados podem ser caracterizados floristicamente pela família Cyperaceae, representada por 23 táxons (cerca de 20%); seguida pelas famílias Fabaceae e Onagraceae (sete táxons), Poaceae (seis táxons), Asteraceae e Scrophulariaceae (cinco táxons) e Apiaceae, Lentibulariaceae e Polygonaceae (quatro táxons). Estes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hidrófitas; Florística; Brejo temporário; Rio de Janeiro; Planície costeira.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Introdução de espécies e procedências de Eucalyptus spp. em solos arenosos das planícies costeiras do estado do Paraná. Infoteca-e
CARVALHO, P. E. R.; SILVA, A. B. da.
1984
Tipo: Séries anteriores (INFOTECA-E) Palavras-chave: Eucalyptus spp; Procedência; Solo arenoso; Planície costeira; Paraná.
Ano: 1984 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/315768
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levantamento florístico da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara, Ceará Acta Botanica
Matias,Lígia Queiroz; Nunes,Edson Paula.
Estudou-se a composição florística da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara, Estado do Ceará, nordeste do Brasil (2°47' - 2°51'S e 40°36' - 40°24'W). O clima da região é do tipo Aw` (segundo a classificacação de Köppen) com temperaturas médias oscilando entre 35°C e 22°C, com chuvas de verão (dezembro a junho), possuindo um período de estiagem de 5 a 6 meses, frequentemente interrompido por chuvas ocasionais em setembro e outubro, e apresenta índice xerotérmico de Gaussen variável entre 100 e 150. As formações vegetacionais estudadas foram: vegetação com influência flúvio-marinha ou manguezal em estuários e na região de pós-praia e vegetação com influência marinha ("restingas"). Foram identificadas 87 espécies, 77 gêneros e 39 famílias. As famílias...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flora litorânea; Psamófitos; Vegetação de dunas; Planície costeira; APA Jericoacoara.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062001000100005
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional