Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bioactive compounds and antioxidant activity in guava fruit cultivated in Sub-Midlle São Francisco Valley, Brazil. Repositório Alice
BATISTA, P. F.; LIMA, M. A. C. de; TRINDADE, D. C. G. da; FAÇANHA, R. V.; ALVES, R. E..
2012
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Composição de alimentos; Propriedades funcionais; Psidium guajava; Compostos bioativos; Atividade antioxidante; Vale do São Francisco; Goiaba.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/923414
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bioactive compounds and antioxidant activity on custard apple and atemoya fruits cultivated in Sub-Middle of São Francisco River Valley, Brazil. Repositório Alice
BATISTA, P. F.; LIMA, M. A. C. de; ALVES, R. E.; FAÇANHA, R. V..
The objective of this study is to determine the content of bioactive compounds and the total antioxidant activity of the cream Apple and atemoya fruits grown in the sub-basin of São Francisco Valey, Brazil.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Compostos bioativos; Propriedades funcionais; Valor nutricional; Atividade antioxidante; Maçã; Atemoia; Fruta; Pós-colheita; Annona squamosa; Annona cherimola; Postharvest.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1072450
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características tecnológicas de genótipos de trigo (Triticum aestivum L.) cultivados no cerrado Ciência e Agrotecnologia
Gutkoski,Luiz Carlos; Klein,Bruna; Pagnussatt,Fernanda Arnhold; Pedó,Ivone.
Realizou-se este estudo com o objetivo de estudar as características grau de extração, proteína bruta, número de queda, alveografia, farinografia, volume específico e escore de pontos dos pães obtidos de amostras de grãos de genótipos de trigo (Triticum aestivum L.) plantados no cerrado brasileiro. Amostras de grãos de trigo dos genótipos Embrapa 22, Embrapa 42, Önix, Taurum e Fundacep 27, plantados no cerrado brasileiro, safra 2003/2004 foram avaliadas em delineamento inteiramente casualizado, no laboratório de Cereais do Centro de Pesquisa em Alimentação da Universidade de Passo Fundo, sendo os resultados experimentais analisados pelo emprego da análise de variância (Anova) e nos modelos significativos as médias comparadas entre si pelo teste de Tukey a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Triticum aestivum; Alveografia; Farinografia; Propriedades funcionais.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000300027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de propriedades funcionais do isolado protéico de sementes de algaroba (Prosopis juliflora(SW) D.C.). modificado por acetilação Ciênc. Tecnol. Aliment.
SILVA,José Barros da; BORA,Pushkar Singh; NETO,Vicente Queiroga.
O isolado protéico das sementes de algaroba (Prosopis juliflora (SW) D.C.) foi modificado com anidrido acético nas concentrações de 5, 10, 20 e 30% (V/P), resultando, portanto, nos respectivos graus de modificação: 69,5; 83,2; 89,7 e 91,1% da lisina disponível. Caracterizou-se a funcionalidade do isolado nas formas não modificada e acetilada. O isolado não modificado apresentou alta solubilidade em pH ácido e básico, com exceção da faixa de pH 4 a 6. A acetilação deslocou o ponto isoelétrico das proteínas do pH 5 para o pH 4,5 , diminuiu em pequena extensão a solubilidade abaixo do ponto isoelétrico e aumentou a partir do pH 5, principalmente em pH 7. A capacidade de absorção de água e de óleo do isolado não modificado, que por sua vez se mostrou baixa...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Semente de algaroba; Isolado protéico; Acetilação; Propriedades funcionais.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611997000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização química e funcional do caseinato de sódio e da globina bovina Ciênc. Tecnol. Aliment.
SILVA,Janaína Guernica; ORNELLAS,Cléia Batista Dias; CARVALHO,Maria das Graças; JUNQUEIRA,Roberto Gonçalves; OLIVEIRA,Afonso de Liguori; SILVESTRE,Marialice Pinto Coelho.
Visando à aplicação industrial de proteínas do sangue bovino, foram testadas duas metodologias de extração da globina. Determinou-se, também, a composição química dessa proteína e o efeito da adição de NaCl sobre algumas propriedades fun-cionais, sendo os resultados obtidos comparados com os do caseinato de sódio comercial. O método de extração pela acetona acidificada apresentou maiores rendimentos e recuperação protéica do que o da carboximetilcelulose, entretanto, devido à presença de resíduos de solventes orgânicos na proteína obtida, seu uso não é recomendável em alimentos. Observaram-se, ainda, diferenças entre as composições químicas da globina bovina em função do procedimento de extração utilizado. Na avaliação das propriedades funcionais das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Propriedades funcionais; Composição química; Globina bovina; Caseinato de sódio; Extração; Sal.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612000000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição, proteólise, capacidade de derretimento e formação de "blisters" do queijo mussarela obtido pelos métodos tradicional e de ultrafiltração: composition, proteolysis, melting capacity and blisters formation Ciênc. Tecnol. Aliment.
Pizaia,Patrícia D.; Spadoti,Leila M.; Narimatsu,Agnes; Dornellas,José Raimundo F.; Roig,Salvador M..
O objetivo deste trabalho foi comparar a composição, a proteólise, a capacidade de derretimento e a formação de "blisters" (bolhas) em queijos tipo Mussarela fabricados com retentado de leite (MR) de fator de concentração volumétrica (FCV) de 2,34:1, com um queijo Mussarela padrão (MP) fabricado com leite não ultrafiltrado. Foi realizado um ensaio de produção com 3 lotes de MR e um lote de MP. Determinou-se a composição do leite, retentado, soro, água de filagem e queijos e a proteólise, a capacidade de derretimento e a formação de "blisters" nos queijos com 7, 15, 30 e 60 dias de armazenamento refrigerado. MRs apresentaram maiores valores de pH e de porcentagem de cinzas e de proteína total e menores porcentagens de acidez titulável, gordura, gordura no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mussarela; Tecnologia de membranas; Proteólise; Propriedades funcionais.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612003000300032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentrado e isolado protéico de torta de castanha do pará: obtenção e caracterização química e funcional Ciênc. Tecnol. Aliment.
GLÓRIA,Mariana M. da; REGITANO-d'ARCE,Marisa A.B..
Foram determinadas as melhores condições para a obtenção de um concentrado e um isolado protéicos, a partir da torta desengordurada da castanha do Pará. O pH de precipitação protéica foi 3,5 - 4,0 e o de extração protéica foi 9,0. A produção do concentrado resultou num rendimento de 70% e a do isolado, de 35%. Estes foram caracterizados quanto às suas propriedades de solubilidade, absorção de água e óleo (%CAA e %CAO) e capacidade de formação de espuma. As %CAA e %CAO do concentrado foram cerca de duas vezes maiores do que as do isolado. Tanto o concentrado como o isolado protéico obtido da torta desengordurada de castanha do Pará apresentaram boas condições de funcionalidade, com exceção da capacidade de formação de espuma em que o isolado foi muito...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Castanha do Pará; Torta; Concentrado protéico; Isolado protéico; Propriedades funcionais.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612000000200019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da hidrólise enzimática sobre propriedades funcionais de caseína bovina coagulada pela ação da quimosina Ciênc. Tecnol. Aliment.
Roman,Janesca Alban; Sgarbieri,Valdemiro Carlos.
Este trabalho teve como objetivo verificar a influência do grau de hidrólise sobre as propriedades funcionais hidrofílicas (capacidade de absorção espontânea de água-CAA, capacidade de retenção de água-CRA e solubilidade da proteína-SP) e de superfície (capacidade de formação e estabilização de espumas e de emulsões) da caseína bovina obtida por coagulação enzimática. Os graus de hidrólise (GH) estudados foram: 5,7; 12,8; 20,1 e 35,8%. Observou-se que quanto maior o GH maior a SP e menor a CRA dos hidrolisados. A hidrólise enzimática melhorou a capacidade de formação de espuma, pois o coágulo de caseína (COC) não formou espuma nas condições estudadas. A melhor capacidade de formação de espuma foi conseguida com o GH 12,8% e a maior estabilidade com GH...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Caseína; Hidrólise enzimática; Propriedades funcionais; Propriedades hidrofílicas; Propriedades de superfície.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612005000300013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da pressão de homogeneização nas propriedades funcionais do leite de soja em pó Ciênc. Tecnol. Aliment.
CABRAL,Lair C.; WANG,Sin H.; ARAUJO,Flávia B.; MAIA,Luciana H..
O leite de soja foi submetido a diferentes pressões (3.000; 4.000; 5.000 e 6.000 psi) de homogeneização e em seguida, foi seco por atomização. As propriedades funcionais destes leites de soja em pó foram estudadas. Observou-se que houve melhoria na absorção de gordura, índice de dispersibilidade de proteína, índice de solubilidade de nitrogênio e nas propriedades emulsificantes com o aumento da pressão de homogeneização até 5.000 psi. Os valores numéricos para as propriedades espumantes não foram relevantes, embora as mesmas tenham sido também afetadas pelas diferentes pressões de homogeneização. Recomenda-se, portanto, o leite de soja em pó submetido previamente a homogeneização de 5.000 psi, para o uso em produtos de carne, bebidas, sopas, molhos,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Propriedades funcionais; Soja; Leite de soja; Pressão de homogeneização.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611997000300018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da pressão de homongeneização nas propriedades funcionais do leite de soja em pó. Repositório Alice
CABRAL, L. C.; WANG, S. H.; ARAUJO, F. B.; MAIA, L. H..
1997
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Leite de soja; Pressão de homogeneização; Propriedades funcionais; Soja.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/410313
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo reológico da gelificação induzida pelo calor de proteínas do soro do leite e dos géis resultantes sob condições variadas de pH Ciênc. Tecnol. Aliment.
Andrade,Cristina T.; Nasser,Rachel O..
Medidas reólogicas sob cisalhamento oscilatório foram realizadas em reômetro de tensão e deformação controladas com suspensões de concentrado de proteínas do soro do leite (WPC) a 10% (m/m) em água e a diferentes condições de pH (pH 4,0, 4,6 e 7,0). O processo de gelificação induzida pelo calor foi investigado, assim como as propriedades viscoelásticas dos géis formados a 80°C e daqueles formados após o decréscimo da temperatura a 20°C. Foi verificado que, em presença de teores significativos de sais, procedentes do próprio soro, a concentração usada nos experimentos foi suficiente para a formação de géis macroscópicos, e que o pH exerce papel importante na formação e na natureza estrutural dos géis.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Reologia; Concentrado de proteínas do soro do leite; Gelificação; Propriedades funcionais.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612005000200023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da adição de íons Ca++ e Mg++ na dureza de géis de concentrado proteíco de soro de leite bovino Ciênc. Tecnol. Aliment.
Luvielmo,Márcia de Mello; Antunes,Aloísio José.
Inúmeros estudos vêm sendo realizados com o objetivo de compreender o comportamento das proteínas do Concentrado Protéico de Soro (CPS). A capacidade destas proteínas em formar géis estáveis a temperaturas entre 70ºC e 90ºC, é uma propriedade funcional importante para a confecção de vários produtos alimentícios, tais como: produtos de padaria, cárneos, texturizados e lácteos. A concentração protéica, pH, composição iônica e temperatura podem ser controladas para obter um gel com as características desejadas. Neste trabalho foi investigado o efeito dos íons metálicos bivalentes Ca++ e Mg++, na propriedade de dureza de géis de CPS induzidos termicamente. Dispersões protéicas a 6; 7 e 8% de proteína do CPS a pH 6,3 com 0; 7,5; 15; 30 e 75mm de CaCl2 ou MgCl2...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Soro; Gel; Cálcio; Magnésio; Propriedades funcionais; Texturômetro TA-XT2.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612002000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência do teor de gordura nas propriedades funcionais do queijo tipo mozarela Ciênc. Tecnol. Aliment.
Valle,José Leonardo Etore do; Campos,Sônia Dedeca da Silva; Yotsunagi,Katumi; Souza,Genevaldo de.
A composição da matéria-prima, com ênfase especial para o teor de gordura do leite e, por conseguinte do queijo, podem ter influência em propriedades reológicas tais como: fatiabilidade, deformidade e derretibilidade. Leite com teores de gordura de 3,5%, 3,0%, 2,5% e 2,0% foi utilizado para a fabricação do queijo e os melhores resultados foram obtidos com 2,5%. Os valores da coesividade, gomosidade, mastigabilidade e firmeza mostraram um aumento em função da diminuição do teor de gordura enquanto que os da elasticidade diminuíram. Devido à alta correlação entre as medidas sensoriais e instrumentais, concluiu-se que a análise instrumental pode expressar com precisão as avaliações subjetivas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Queijo mozarela; Propriedades funcionais; Teor de gordura.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612004000400032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Physicochemical properties of expanded extrudates from colored sorghum genotypes. Repositório Alice
VARGAS-SOLÓRZANO, J. W.; CARVALHO, C. W. P.; TAKEITI, C. Y.; ASCHERI, J. L. R.; QUEIROZ, V. A. V..
bitstream/item/92388/1/2013-141.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Grão integral; Propriedades funcionais; Tanino condensado; Energia mecânica específica.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/971063
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Preparo e caracterizacao de proteinas miofibrilares de tilapia-do-nilo para elaboracao de biofilmes. Repositório Alice
MONTERREY-QUINTERO, E.S.; SOBRAL, P.J. do A..
A elaboracao de filmes comestiveis a base de biopolimeros implica conhecimento das propriedades fisico-quimicas da macromolecula. Os objetivos deste trabalho foram a descricao de um metodo de preparo de proteinas miofibrilares de tilapia-do-nilo (Oreochromis niloticus), o estudo das propriedades relacionadas com a formacao de filmes, e a caracterizacao dos biolfilmes elaborados com a proteina. Musculo moido de tilapia-do-nilo, recem abatida, foi lavado e processado ate formacao de uma pasta homogenea. A evolucao das fracoes das proteicas, durante o processamento, foi acompanhada por calorimetria diferencial de varredura. Estudou-se a solubilidade das proteinas miofibrilares liofilizadas (PML) em funcao do pH(2-7). A identificacao das fracoes proteicas e...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Filmes comestiveis; Propriedades funcionais; Propriedades mecanicas; Solubilidade; Edible films; Functional properties; Mechanical properties; Solubility.
Ano: 2000 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/101271
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Preparo e caracterização de proteínas miofibrilares de tilápia-do-nilo para elaboração de biofilmes PAB
Monterrey-Quintero,Ednelí Soraya; Sobral,Paulo José do Amaral.
A elaboração de filmes comestíveis à base de biopolímeros implica conhecimento das propriedades físico-químicas da macromolécula. Os objetivos deste trabalho foram a descrição de um método de preparo de proteínas miofibrilares de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus), o estudo das propriedades relacionadas com a formação de filmes, e a caracterização dos biofilmes elaborados com a proteína. Músculo moído de tilápia-do-nilo, recém-abatida, foi lavado e processado até formação de uma pasta homogênea. A evolução das frações protéicas, durante o processamento, foi acompanhada por calorimetria diferencial de varredura. Estudou-se a solubilidade das proteínas miofibrilares liofilizadas (PML) em função do pH (2-7). A identificação das frações protéicas e dos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Filmes comestíveis; Propriedades funcionais; Propriedades mecânicas; Solubilidade.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2000000100020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Programação linear para formulação de pasta de vegetais e operação de secagem em leito de jorro Ciência Rural
Larrosa,Ana Paula Quites; Muszinski,Patrícia; Pinto,Luiz Antônio de Almeida.
Neste trabalho, foi utilizada a técnica da programação linear a fim de formular uma pasta a partir de vegetais para produção de sopa desidratada, tendo como objetivo maximizar o valor calórico. A operação de secagem da pasta foi realizada em leito de jorro cone-cilíndrico, sendo analisadas a temperatura do ar de entrada e a vazão de alimentação da pasta. As respostas consideradas foram: capacidade de retenção de água (CRA), índice de solubilidade em água (ISA), cor, solubilidade protéica em meio aquoso e produtividade do material seco. Os resultados mostraram que a formulação da pasta de vegetais utilizando a programação linear foi adequada para maximizar o valor calórico (319kcal 100g-1) do produto final. As melhores condições para secagem foram obtidas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cor; Programação linear; Propriedades funcionais.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001100030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
PROPRIEDADES FUNCIONAIS DAS PROTEÍNAS DE AMÊNDOAS DA MUNGUBA (Pachira aquatica Aubl.) Rev. Bras. Frutic.
SILVA,BERNADETE DE LOURDES DE ARAÚJO; AZEVEDO,CLAUDIA CARNEIRO DE; AZEVEDO,FÁTIMA DE LOURDES ASSUNÇÃO ARAÚJO.
RESUMOA semente da munguba (Pachira aquatica Aubl.) contém amêndoas que exibem um conteúdo excelente de óleo e um percentualsignificativo em proteínas. Propositou-se determinar algumas propriedades funcionais das proteínas de amêndoas damunguba com o objetivo de instituir sua utilização na indústria de alimentos. O teor lipídico foi de 46,62%, o proteico de 13,75% e na forma de torta apresentou um índice de 28,27% de proteínas. Obtiveram-se doisisolados proteicos, o IP 2,0 e o IP 10,0, decorrentes de duas condições de pH (2,0 e 10,0). Na obtenção dos isolados proteicos, os índices em proteínas extraídas foram de 38,52% para o IP 2,0 e 82,06% para o IP 10,0. Os índices de proteínas recuperadas através da precipitação isoelétrica foram de 23,35% para o IP...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Munguba; Proteína; Isolado proteico; Propriedades funcionais.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452015000100193
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propriedades funcionais de concentrado protéico de feijão envelhecido Ciênc. Tecnol. Aliment.
DONADEL,Marta Elenita; PRUDENCIO-FERREIRA,Sandra Helena.
Avaliaram-se algumas propriedades funcionais de concentrados protéicos de feijão comum, variedade Carioca, envelhecido. Para acelerar o envelhecimento do feijão, armazenaram-se os grãos em estufa a 41ºC por 20, 30 e 40 dias, tomando-se o tempo zero (feijão novo) como controle. Medidas do tempo de cozimento demonstraram que o armazenamento provocou o endurecimento dos grãos. Com o aumento do tempo de armazenamento dos grãos houve uma diminuição no conteúdo de proteínas nos concentrados protéicos obtidos por extração alcalina e posterior precipitação isoelétrica. As propriedades emulsificantes, espumantes, de absorção de água, de absorção de óleo e solubilidade das proteínas em função do pH foram avaliadas nos concentrados protéicos obtidos de grãos de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Feijão duro; Proteína; Propriedades funcionais.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611999000300015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propriedades funcionais de concentrado protéico extrusado de sementes de girassol BABT
Murate,Elenice H.; Prudencio-Ferreira,Sandra H..
Propriedades funcionais de concentrado protéico de sementes de girassol extrusado a 135, 143 e 151ºC e com 20 e 24% de umidade (base seca) foram avaliadas. Os resultados demonstraram que a extrusão, dependendo das condições, provocou um aumento nos valores de solubilidade da proteína em água, capacidade de absorção de água e gordura, capacidade e atividade emulsificante, estabilidade da emulsão, capacidade de formação de espuma, porém não alterou a propriedade de estabilidade de espuma do concentrado protéico. A solubilidade das proteínas do concentrado protéico extrusado e não extrusado em função do pH foi menor no intervalo de 4,0 a 6,0 e houve um aumento significativo a partir do pH 7,0 para a amostra não extrusada.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Proteína; Girassol; Extrusão; Propriedades funcionais.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-89131999000200012
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional