Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 58
Primeira ... 123 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adubação nitrogenada e potássica na produtividade da ameixeira 'Reubennel', na região de Araucária - PR Rev. Bras. Frutic.
Dolinski,Marcos Antonio; Motta,Antônio Carlos Vargas; Serrat,Beatriz Monte; May-De Mio,Louise Larissa; Monteiro,Lino Bittencourt.
A adubação é um dos fatores que podem influenciar na produção e na qualidade dos frutos, contudo existem poucas pesquisas nessa área em frutíferas no sul do Brasil para auxiliar no momento da sua recomendação. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de doses de adubação nitrogenada e potássica para a produtividade da ameixeira (Prunus salicina), cv. 'Reubennel'. O experimento foi instalado em um pomar comercial com cinco anos, no município de Araucária-PR. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, distribuídos em parcelas subsubdivididas, com três repetições. Na parcela, foi aplicado o potássio (55 e 110 kg de K2O ha-1 ano-1), e na subparcela o nitrogênio (40; 80; 120; 160 e 200 kg de N ha-1 ano-1), durante três anos. O...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ameixa; Prunus salicina; Adubação; Nitrogênio; Potássio.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000200034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ammonia thiosulfate in Japanese plum tree thinning Rev. Bras. Frutic.
Ayub,Ricardo Antonio; Bauchrowitz,Iohann Metzger; Silva,Clandio Medeiros da; Pessenti,Isabela Leticia; Grimaldi,Fernanda; Pereira,André Belmont.
Abstract In order to test the use of ammonia thiosulfate (ATS) in the chemical thinning of the Japanese plum tree, a field experiment was conducted throughout the 2015/2016 and 2016/2017 crop growing seasons at Ponta Grossa, PR, Brazil. The experimental design adopted herein was a randomized block design (RBD). During the 2015/2016 season, the trial was comprised of two accesses and six treatments, such as T1 (control); T2 (ATS 4%); T3 (ATS 5%); T4 (ATS 6%); T5 (ATS 7%) and T6 (manual thinning) with four replications. During the 2016/2017 season, solely one plum tree access was taken into account along with six treatments, such as T1 (control); T2 (ATS 6%); T3 (ATS 7%); T4 (ATS 8%); T5 (ATS 9%) and T6 (manual thinning) and four replications. The...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Flowering; Chemical; Floração; Químico.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452019000500702
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Armazenamento de ameixas 'Laetitia' em atmosfera modificada Ciência Rural
Steffens,Cristiano André; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Alves,Erlani de Oliveira; Tanaka,Hélio; Brackmann,Auri; Both,Vanderlei.
Objetivou-se avaliar o efeito da atmosfera modificada (AM) na manutenção da qualidade físico-química de ameixas da cultivar 'Laetitia'. Os tratamentos avaliados foram: armazenamento refrigerado (AR; 21,0kPa O2 + 0,03kPa CO2), AM [polietileno de baixa densidade (PEBD, 40µm) sem perfuração], AM com adição de 10kPa de CO2 e AM com quatro perfurações de 2,0mm de diâmetro. Os tratamentos AM, AM com perfurações e AM com adição de CO2 proporcionaram as pressões parciais médias de 1,9kPa O2 + 15,2kPa CO2, 8,1kPa O2 + 9,6kPa CO2 e 4,1kPa O2 + 16,0kPa CO2, respectivamente. Ameixas armazenadas em AR apresentaram menores valores de firmeza de polpa e força para ruptura da casca, bem como coloração da epiderme mais vermelha e maior incidência de rachaduras na saída da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Pós-colheita; Degenerescência da polpa; Qualidade.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000900009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Armazenamento refrigerado de ameixas 'Laetitia' com uso de 1-MCP e indução de perda de massa fresca Ciência Rural
Alves,Erlani de Oliveira; Steffens,Cristiano André; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Weber,Anderson; Miqueloto,Aquidauana; Brackmann,Auri.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da temperatura de armazenamento, do uso de 1-metilciclopropeno (1-MCP) e da indução de perda de massa fresca (IPMF) na qualidade de ameixas 'Laetitia'. Os tratamentos utilizados foram: -0,5°C; 0,5°C; 0,5°C em combinação com a indução de perda de massa fresca (IPMF); e 0,5°C após tratamento com aplicação de 1-MCP (1,0µL L-1). Frutos armazenados a 0,5°C e tratados com 1-MCP apresentaram os menores valores da taxa respiratória e da taxa de produção de etileno após quatro dias de exposição em condição ambiente (23°C / 60% de UR). Na saída da câmara fria não houve diferença entre tratamentos. Os frutos armazenados por 30 dias a 0,5°C, em combinação com a IPMF ou 1-MCP, apresentaram na saída da câmara maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Pós-colheita; Etileno; Respiração; Degenerescência da polpa; Qualidade.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade fotossintética em plantas de ameixeira submetidas ao déficit hídrico e ao alagamento Ciência Rural
Martinazzo,Emanuela Garbin; Perboni,Anelise Tessari; Oliveira,Pablo Valadão de; Bianchi,Valmor João; Bacarin,Marcos Antonio.
O objetivo no presente trabalho foi avaliar o impacto do déficit hídrico e do alagamento na atividade fotossintética de ameixeiras cultivar 'América'. Foram analisadas a fluorescência da clorofila a e as trocas gasosas em plantas de aproximadamente 12 meses, cultivadas em casa de vegetação. As análises foram iniciadas dois dias após do início do déficit hídrico e um dia após o início do alagamento, totalizando quatro avaliações durante a manutenção dos estresses. A fotossíntese líquida foi reduzida pela limitação estomática em ambos os estresses. A condição de restrição hídrica não alterou o rendimento quântico máximo fotoquímico. Os índices de performance fotossintético revelaram diferenças entre os estresses, caracterizando as plantas de ameixeira, cv....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Fluorescência da clorofila a; Teste JIP; Trocas gasosas.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização anatômico-fisiológica da compatibilidade reprodutiva de ameixeira-japonesa¹. Repositório Alice
CONTI, D. de.; RIBEIRO, M. de F.; RASEIRA, M. do C. B.; PETERS, J. A.; BIANCHI, V. J..
2013
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Prunus salicina; Elf-incompatibility; Fruit set; Hybridizations; In vivo pollination.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/980283
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização anatômico-fisiológica da compatibilidade reprodutiva de ameixeira-japonesa Rev. Bras. Frutic.
Conti,Daniela de; Ribeiro,Mirian de Farias; Raseira,Maria do Carmo Bassols; Peters,José Antônio; Bianchi,Valmor João.
O objetivo do trabalho foi caracterizar fisiologicamente a compatibilidade reprodutiva de sete cultivares de ameixeira-japonesa (Prunus salicina Lindl) por meio de hibridações, análise de frutificação efetiva e do crescimento de tubos polínicos (CTP). O frui set foi determinado 40 dias após as hibridações controladas, realizadas a campo. O grau de compatibilidade foi avaliado invivo, para determinar o CTP. A cv. América apresentou bom fruit set quando polinizada com as cvs. Rosa Mineira (26,7%), Amarelinha (8,7%) e Reubennel (12,7%). Os cruzamentos 'Gulf Blaze' x 'Gulf Rubi', 'Gulf Rubi' x 'Gulf Rubi' e 'Gulf Rubi' x 'Gulf Blaze' obtiveram um fruit set de 11,36%, 3,84% e 9,94%, respectivamente. Na polinização em laboratório, os tubos polínicos atingiram o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Autoincompatibilidade; Fruit set; Hibridizações; Polinização in vivo.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização fisiológica da compatibilidade reprodutiva de ameixeira japonesa Repositório Alice
BANDEIRA, J. de M.; THUROW, L.B; PETERS, J.A; RASEIRA, M. do C.B; BIANCHI, V.J.
O objetivo deste trabalho foi caracterizar fisiologicamente a compatibilidade reprodutiva de seis cultivares de ameixeira japonesa (Prunus salicina), por meio da avaliação da frutificação e do crescimento do tubo polínico (CTP). A percentagem de frutificação foi determinada 40 dias após cruzamentos controlados, realizados a campo, entre seis cultivares. O grau de compatibilidade foi avaliado in vivo, para determinar o CTP. O pegamento de frutos foi muito baixo para todos os cruzamentos: máximo de 8,1%, com a autopolinização de 'Reubennel'. Nos cruzamentos in vivo, o CTP apresentou variações significativas em cada genitor feminino. Os cruzamentos 'América' x 'Pluma 7' e 'Rosa Mineira' x 'Santa Rosa' foram incompatíveis, enquanto a autofecundação de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Prunus salicina; Autoincompatibilidade; Biologia reprodutiva; Cruzamentos dirigidos; Polinização in vivo. self-incompat.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/908400
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização fisiológica da compatibilidade reprodutiva de ameixeira japonesa PAB
Bandeira,Juliana de Magalhães; Thurow,Liane Bahr; Peters,José Antonio; Raseira,Maria do Carmo Bassols; Bianchi,Valmor João.
O objetivo deste trabalho foi caracterizar fisiologicamente a compatibilidade reprodutiva de seis cultivares de ameixeira japonesa (Prunus salicina), por meio da avaliação da frutificação e do crescimento do tubo polínico (CTP). A percentagem de frutificação foi determinada 40 dias após cruzamentos controlados, realizados a campo, entre seis cultivares. O grau de compatibilidade foi avaliado in vivo, para determinar o CTP. O pegamento de frutos foi muito baixo para todos os cruzamentos: máximo de 8,1%, com a autopolinização de 'Reubennel'. Nos cruzamentos in vivo, o CTP apresentou variações significativas em cada genitor feminino. Os cruzamentos 'América' x 'Pluma 7' e 'Rosa Mineira' x 'Santa Rosa' foram incompatíveis, enquanto a autofecundação de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Autoincompatibilidade; Biologia reprodutiva; Cruzamentos dirigidos; Polinização in vivo.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2011000800011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento de duas cultivares de pessegueiro com interenxerto da ameixeira 'Januária' PAB
SCARPARE FILHO,JOÃO ALEXIO; KLUGE,RICARDO ALFREDO; VICTÓRIA FILHO,RICARDO; TESSARIOLI NETO,JOÃO; JACOMINO,ANGELO PEDRO.
Os efeitos da utilização de interenxerto (filtro) da ameixeira 'Januária' (Prunus salicina L.) foram verificados em duas cultivares de pessegueiro (Prunus persica L.), Tropical e Ouromel-2. O porta-enxerto básico utilizado foi o pessegueiro 'Okinawa'. Foram avaliadas duas safras, respectivamente, na 4ª e 5ª folha de plantas enxertadas e estabelecidas no campo em 1994. O uso do enxerto intermediário diminuiu o vigor das plantas -- perímetro e área da secção do tronco, perímetro das pernadas e comprimento dos entrenós -- e aumentou o peso do fruto e a produção por planta, em comparação com as copas-controle enxertadas diretamente no 'Okinawa'. A eficiência produtiva, o índice de fertilidade, o florescimento e a frutificação efetiva foram incrementados com o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Prunus salicina; Filtro; Compactação das copas; Frutificação efetiva.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2000000400012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Condições de atmosfera controlada para armazenamento de ameixas "Laetitia' tratadas com 1-metilciclopropeno Rev. Ciênc. Agron.
Steffens,Cristiano André; Tanaka,Hélio; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Brackmann,Auri; Stanger,Mayara Cristiana; Hendges,Marcos Vinicius.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de condições de atmosfera controlada (AC), combinadas ou não com a aplicação de 1-MCP, sobre o amadurecimento e a manutenção da qualidade de ameixas "Laetitia', especialmente sobre a incidência de degenerescência da polpa. Os tratamentos avaliados foram: T1 - 21 kPa de O2 + <0,05 kPa de CO2; T2 - 1 kPa de O2 + 1 kPa de CO2; T3 - 1 kPa de O2 + 1 kPa de CO2, com 1-MCP (1 µL L-1); T4 - 2 kPa de O2 + 3 kPa de CO2; T5 - 2 kPa de O2 + 3 kPa de CO2 com 1-MCP (1 µL L-1). Após 60 dias de armazenamento (0,5 ± 0,1 ºC e 96 ± 2% de UR) e mais três dias em condição ambiente (20 ± 2 ºC e 60 ± 5% de UR), os frutos foram avaliados quanto aos atributos de índice de cor vermelha (ICV), cor da polpa e epiderme, firmeza de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Armazenamento; 1-MCP; Amadurecimento; Degenerescência da polpa.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902013000400011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle de moscas-das-frutas (diptera: tephritidae) em cultivo orgânico de ameixa pelo ensacamento dos frutos com diferentes materiais Rev. Bras. Frutic.
Hernandes,José Luiz; Blain,Gabriel Constantino; Pedro Júnior,Mário José.
Considerando a importância das moscas-das-frutas para a fruticultura e a importância da fruticultura de caroço para o Estado de São Paulo, foi instalado experimento em cultivo comercial no município de Jundiaí-SP, com o objetivo de avaliar a eficiência do ensacamento de ameixas em cultivo orgânico. Os tratamentos utilizados foram: testemunha (sem proteção), sacolas de papel branco impermeável, sacolas de tecido não tecido (TNT) branco, de diferentes dimensões, e sacolas de polipropileno microperfuradas transparentes. O ensacamento dos frutos foi efetuado em 30-09-2011, quando eles apresentavam cerca de um a dois centímetros de diâmetro, em pomar que não recebeu nenhum tratamento fitossanitário para controle de moscas. A colheita dos frutos foi realizada em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Anastrepha; Ceratitis; Coloração dos frutos; Tecido não tecido; Sacolas de papel.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000400032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle do escurecimento interno de ameixas durante o armazenamento pelo manejo do ponto de colheita e do etileno Rev. Bras. Frutic.
Argenta,Luiz Carlos; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Shirayama,Daisuke; Scolaro,Andreia Maria Tomazini; Ayub,Ricardo Antonio.
Este trabalho teve por objetivos avaliar os efeitos do estádio de maturação na colheita e do tratamento com 1-metilciclopropeno (1-MCP) sobre o escurecimento de polpa e o amadurecimento, durante o armazenamento refrigerado de ameixas 'Laetitia'. Os frutos foram colhidos em dois estádios de maturação, em pomares comerciais localizados nos municípios de Lages (em 2006 e 2008) e São Joaquim (em 2008): 20-45% da superfície vermelha (maturação 1) e 46-80% da superfície vermelha (maturação 2). Os frutos foram armazenados em atmosfera do ar a 0,5ºCºC e 90-95% de umidade relativa, 36 h após a colheita, tratados depois de quatro dias com zero (testemunha) ou 0,5 µL.L-1 de 1-MCP, e então mantidos sob refrigeração por até 73 dias. Os frutos foram analisados na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Dano por frio; Amadurecimento; 1-metilciclopropeno.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452011000200007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento e fitossanidade de ameixeiras tratadas com silício em sistema orgânico Rev. Bras. Frutic.
Ferreira,Silvana Girotto Martins; Botelho,Renato Vasconcelos; Faria,Cacilda Márcia Duarte Rios; Mateus,Milena Aparecida Ferrari; Zaluski,Welton Luiz.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do silício (Si) aplicado via pulverização foliar em ameixeiras cv. Pluma 7, para o controle da bacteriose (Xanthomonas arborícola pv. pruni), mariposa oriental (Grapholita molesta) e pulgão-verde (Myzus persicae), bem como no desenvolvimento das plantas, em sistema orgânico de produção. Para o ensaio, foi utilizado o produto comercial AgriSil® (98% de SiO2). O experimento foi conduzido em Guarapuava-PR, durante dois ciclos consecutivos (2010/2011 e 2011/2012). As doses utilizadas foram: 0; 1; 2;4 e 8 g L-1 do produto comercial, aplicadas quinzenalmente. Nos dois ciclos de avaliação, foram observadas reduções de até 85% na incidência da bacteriose com efeito quadrático das doses de silício. Os danos causados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus salicina; Nutrição mineral; Manejo integrado; Agroecologia.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eficiência de ésteres de sacarose em ameixas (Prunus salicina, Lindl.) 'Santa Rosa' refrigeradas Scientia Agricola
Kluge,R.A.; Cantillano,R.F.F.; Jorge,R.O..
Com o objetivo de avaliar o efeito do TAL-PROLONG (ésteres de sacarose), ameixas 'Santa Rosa' foram armazenadas por 21 dias a 0°C e 90-95% UR (+ 3 dias de comercialização simulada em temperatura ambiente). As doses do TAL-PROLONG utilizadas foram 0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0%, aplicadas antes do armazenamento por imersão das frutas. As frutas tratadas com TAL-PROLONG apresentaram menores perdas de peso durante o armazenamento e comercialização simulada. Houve menor incidência de podridões e desintegração interna de polpa nas frutas tratadas com TAL-PROLONG, o qual foi também eficiente na manutenção da coloração das frutas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ésteres de sacarose; Desintegração interna; Perda de peso; Ameixas; Prunus salicina; Armazenamento.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161995000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Endodormência de gemas de pessegueiro e ameixeira em região de baixa ocorrência de frio Rev. Bras. Frutic.
Carvalho,Ruy Inacio Neiva de; Biasi,Luiz Antonio; Zanette,Flávio; Rendoke,José Carlos; Santos,Jean Magnus; Pereira,Gabriely Pinto.
O objetivo desta pesquisa foi determinar a endodormência de gemas de pessegueiro cv. Chimarrita e ameixeira cv. Poli Rosa em uma região de baixa ocorrência de frio. Os ramos foram coletados em um pomar situado no município de Fazenda Rio Grande, Paraná, no período de abril a agosto dos anos de 2007 e 2008. Na última coleta, um grupo adicional de ramos foi coletado e mantido em refrigerador à temperatura de 4 a 7°C, por 672 horas. A avaliação da endodormência foi realizada por meio do teste biológico de estacas de nós isolados, que foram mantidas em condições controladas de temperatura (25°C) e fotoperíodo (16 h). Foi realizada a quantificação das horas de frio (HF) e das unidades de frio (UF) ocorridas na região. As duas espécies foram avaliadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Prunus salicina; Ocorrência de frio; Brotação.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452010000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enraizamento de estacas lenhosas de cultivares de ameixeira com aplicação de ácido indolbutírico e cianamida hidrogenada. Repositório Alice
MINDÊLLO NETO, U.R..
O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) e cianamida hidrogenada, no enraizamento de estacas lenhosas de três cultivares de ameixeira (Pluma 7, Rosa Mineira e Amarelinha), tratadas com concentrações de 0 e 4.000 mg L-1 de AIB e 0, 0,5 e 1% de cianamida hidrogenada. O experimento foi conduzido no período de junho a setembro de 2004, em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e 12 estacas por parcela, num esquema fatorial 3x3x2 (cultivares x concentrações de cianamida hidrogenada x concentrações de AIB). O uso de AIB não teve influência na formação de raízes das cultivares Pluma 7, Rosa Mineira e Amarelinha, e a aplicação de 0,5% de cianamida hidrogenada afetou o enraizamento da...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Prunus salicina; Propagação; AIB; Propagation; IBA.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/118496
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enraizamento de estacas lenhosas de cultivares de ameixeira com aplicação de ácido indolbutírico e cianamida hidrogenada PAB
Mindêllo Neto,Ubirajara Ribeiro.
O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) e cianamida hidrogenada, no enraizamento de estacas lenhosas de três cultivares de ameixeira (Pluma 7, Rosa Mineira e Amarelinha), tratadas com concentrações de 0 e 4.000 mg L-1 de AIB e 0, 0,5 e 1% de cianamida hidrogenada. O experimento foi conduzido no período de junho a setembro de 2004, em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e 12 estacas por parcela, num esquema fatorial 3x3x2 (cultivares x concentrações de cianamida hidrogenada x concentrações de AIB). O uso de AIB não teve influência na formação de raízes das cultivares Pluma 7, Rosa Mineira e Amarelinha, e a aplicação de 0,5% de cianamida hidrogenada afetou o enraizamento da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Prunus salicina; Propagação; AIB.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2006000300022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ENRAIZAMENTO DE MINIESTACAS DE AMEIXEIRA Rev. Bras. Frutic.
TONIETTO,ADILSON; FORTES,GERSON RENAN DE LUCES; SILVA,JOÃO BAPTISTA DA.
Com este trabalho, objetivou-se maximizar o rendimento do número de estacas enraizadas por ramo. Foram utilizados ramos do ano de duas cultivares de ameixeira (Reubennel e Pluma 7) eliminando-se a porção apical de cada ramo, com diâmetro inferior a 2 mm. As miniestacas foram obtidas fazendo-se um corte em bisel distante no mínimo 0,5 cm acima da gema e outro junto à gema subseqüente. Em seguida, foram mergulhadas em uma solução de ácido indolbutírico (AIB) 2000 mg.L¹, por cinco segundos, e utilizou-se, como testemunha, uma solução composta de água destilada misturada ao mesmo volume de álcool utilizado para diluir o AIB. As miniestacas foram colocadas para enraizar em bandejas de isopor contendo, como substrato, uma mistura de cinza de casca de arroz e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido indolbutírico; Temperatura; Propagação; Prunus salicina.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452001000300040
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ENRAIZAMENTO DE MINIESTACAS DE AMEIXEIRA Rev. Bras. Frutic.
TONIETTO,ADILSON; LUCES FORTES,GERSON RENAN DE; SILVA,JOÃO BAPTISTA DA.
Com este trabalho, objetivou-se maximizar o rendimento do número de estacas enraizadas por ramo. Foram utilizados ramos do ano de duas cultivares de ameixeira (Reubennel e Pluma 7) eliminando-se a porção apical de cada ramo, com diâmetro inferior a 2 mm. As miniestacas foram obtidas fazendo-se um corte em bisel distante no mínimo 0,5 cm acima da gema e outro junto à gema subseqüente. Em seguida, foram mergulhadas em uma solução de ácido indolbutírico (AIB) 2000 mg.L¹, por cinco segundos, e utilizou-se, como testemunha, uma solução composta de água destilada misturada ao mesmo volume de álcool utilizado para diluir o AIB. As miniestacas foram colocadas para enraizar em bandejas de isopor contendo, como substrato, uma mistura de cinza de casca de arroz e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido indolbutírico; Temperatura; Propagação; Prunus salicina.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452001000200035
Registros recuperados: 58
Primeira ... 123 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional