Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da integridade funcional dos espermatozoides de Tayassu pecari por diferentes soluções hiposmóticas e osmolaridades Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Barros,C.H.S.C.; Machado,W.M.; Vieira,R.L.A.; Allaman,I.B.; Nogueira-Filho,S.L.G.; Snoeck,P.P.N..
RESUMO Queixada (Tayassu pecari) é um mamífero neotropical, classificado como vulnerável devido à caça e à destruição de seu habitat. Em razão das dificuldades na reprodução em cativeiro, técnicas de reprodução assistida podem ser aplicadas em programas de repovoamento da espécie. Dessa forma, objetivou-se identificar o melhor protocolo de teste hiposmótico (HOST) para avaliar a integridade funcional dos espermatozoides de queixada. O sêmen de quatro machos adultos foi coletado com auxílio de eletroejaculador após contenção física e protocolo de sedação e anestesia. O sêmen foi avaliado quanto às características macro e microscópicas e diluído nas seguintes soluções hiposmóticas: água destilada (0mOsmol/L), sacarose (50, 100, 150mOsm/L) e frutose (50, 100,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Queixada; Sêmen; Teste hiposmótico.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000401286
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos macroscópicos e morfométricos dos testículos em catetos e queixadas Biota Neotropica
Sonner,Jussara Barreira; Miglino,Maria Angélica; Santos,Tatiana Carlesso dos; Carvalhal,Roberto; Assis Neto,Antônio Chaves de; Moura,Carlos Eduardo Bezerra de; Oliveira,Moacir Franco de.
Aspectos macroscópicos e morfométricos dos testículos em catetos e queixadas. Este trabalho objetiva fornecer dados macroscópicos e morfométricos dos testículos dos catetos e queixadas. O material utilizado consistiu de catetos e queixadas oriundos da Fazenda Devaneio Pró-Fauna, Iguape, SP (Reg.1/3593/08480). Em 33 queixadas e 20 catetos, após o abate, os testículos foram colhidos e tomados dados morfométricos como: comprimento, largura e espessura (com o auxílio de um paquímetro). Os testículos são ovalados, localizados na região pélvica, inclinados dorso-caudalmente e possuem posição intermediária. O mediastino testicular esta no centro do testículo, ligeiramente desviado para a margem epididimária deste, e termina na extremidade capitata. Os queixadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cateto; Queixada; Testículo; Genital; Tayassu.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032004000200006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
COMO iniciar um criatório comercial de caititu ou cateto: programa 11: Norte. Infoteca-e
O Prosa Rural desta semana fala sobre como o produtor pode iniciar um criatório comercial de caititu, também conhecido como cateto, em todas as regiões do País. Ao acompanhar a pesquisadora Natália Inagaki de Albuquerque, da Embrapa Amazônia Oriental, o ouvinte vai conhecer as características desse animal silvestre da fauna brasileira, relacionadas, entre outras, à alimentação, sanidade e reprodução. O programa também aborda a legislação pertinente para a criação de animais silvestres
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Animal Selvagem; Legislação; Produtor; Queixada; Criação em Cativeiro.
Ano: 2020 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1121507
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
COMO iniciar um criatório comercial de caititu ou cateto: programa 11: Sul. Infoteca-e
O Prosa Rural desta semana fala sobre como o produtor pode iniciar um criatório comercial de caititu, também conhecido como cateto, em todas as regiões do País. Ao acompanhar a pesquisadora Natália Inagaki de Albuquerque, da Embrapa Amazônia Oriental, o ouvinte vai conhecer as características desse animal silvestre da fauna brasileira, relacionadas, entre outras, à alimentação, sanidade e reprodução. O programa também aborda a legislação pertinente para a criação de animais silvestres.
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Animal Selvagem; Legislação; Produtor; Queixada; Criação em Cativeiro.
Ano: 2020 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1121512
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
COMO iniciar um criatório comercial de catitu ou cateto: programa 11: Centro-Oeste/Sudeste. Infoteca-e
O Prosa Rural desta semana fala sobre como o produtor pode iniciar um criatório comercial de caititu, também conhecido como cateto, em todas as regiões do País. Ao acompanhar a pesquisadora Natália Inagaki de Albuquerque, da Embrapa Amazônia Oriental, o ouvinte vai conhecer as características desse animal silvestre da fauna brasileira, relacionadas, entre outras, à alimentação, sanidade e reprodução. O programa também aborda a legislação pertinente para a criação de animais silvestres.
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Viveiro; Produtor; Animal Selvagem; Legislação; Queixada.
Ano: 2020 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1121487
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ganho de peso e evolução do rebanho de queixadas selvagens em sistemas de criação semi-extensivo e extensivo, em reserva de Cerrado R. Bras. Zootec.
Figueira,Maria de Lourdes de Oliveira Andrade; Carrer,Célia Regina Orlandelli; Silva Neto,Paulo Bezerra.
A utilização de comedouros automáticos com milho em grão foi testada como técnica para efetuar recaptura, marcação e manejo de queixadas (Tayassu pecari) reintroduzidas em área de Cerrado. Através desta técnica pôde-se comparar o ganho de peso de animais manejados em sistema extensivo (em liberdade) e em sistema semi-extensivo (restritos a uma área de 15 ha), bem como verificar aspectos da biologia reprodutiva da espécie. O manejo de queixadas através do sistema extensivo, demonstrou proporcionar um maior ganho de peso aos animais. Os comedouros automáticos com milho em grão, além de se mostrarem eficientes para a atração e agregação dos queixadas, proporcionou uma suplementação de energia. Através da marcação e recaptura dos indivíduos conseguiu-se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Queixada; Tayassu pecari; Animal silvestre; Manejo; Sistema semi-extensivo e extensivo; Reprodução.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982003000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Javalis, Javaporcos e Suiformes nativos: saiba diferenciar e conserve a fauna nativa. Infoteca-e
SILVA, V. S.; MOURAO, G.; KRAMER, B.; CAMPOS, Z.; PIOVEZAN, U..
2013
Tipo: Fôlder / Folheto / Cartilha (INFOTECA-E) Palavras-chave: Suíno; Queixada; Caititu; Cateto.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/978804
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Segmentação anátomo-cirúrgica em baços de queixada (Tayassu pecari - Link, 1975) Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Reginato,Ana Luisa; Melo,Alan Peres Ferraz de.
Estudamos a segmentação arterial e venosa de trinta baços de queixada (Tayassu pecari), entre machos e fêmeas colhidos na Pró-Fauna Assessoria e Comércio Ltda. Para tanto empregamos as técnicas de injeção de acetato de vinila, injeção de Neoprene látex 650 corado. Dividimos o órgão em três porções: dorsal, média e ventral, limitadas através dos vasos lienais e gastroepiplóicos esquerdo. Evidenciamos segmentos arteriais (AS), venosos (SV) e arteriovenosos (SAV) nas seguintes porcentagens: porção dorsal - 69,5% de segmento arteriovenoso (SAV) 23,9% de segmento arterial (SA), e 6,65% de segmento venoso (SV). Na porção média foi encontrado respectivamente 62,5%, 18,9% e 18,6% de segmentos arteriovenoso, venoso e arterial, respectivamente. Foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia; Baço; Queixada; Tayssu pecari.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962004000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Segmentos arteriais dos rins de queixadas (Tayassu pecari Link, 1795) Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Romagnolli,Patrícia; Machado,Gilberto Valente; Miglino,Maria Angélica.
Foram estudados 18 pares de rins de queixadas (Tayassu pecari), cujas artérias foram injetadas com solução corada de Vinilite dissolvido em acetona P.A., em seguida submetidos a corrosão ácida. Os moldes vasculares assim obtidos permitiram observar que: a) as artérias renais, sempre únicas, dividem-se primeiramente em ramos setoriais renais, sendo esses cranial, dorsal, dorsocranial, dorsocaudal, ventral, ventrocranial, ventrocaudal e caudal; b) as artérias segmentares renais, oriundas da segunda divisão das artérias renais, de acordo com a sua disposição topográfica, constam de: cranial, mediocranial, média, mediocaudal, caudal, dorsal e ventral; c) independente da modalidade em que se apresentam, os segmentos renais encontram-se separados entre si por...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Queixada; Rim; Artérias renais.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900008
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional