Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 83
Primeira ... 12345 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A murcha-bacteriana (Ralstonia solanacearum) em pimenta longa (Piper hispidinervium). Infoteca-e
CAVALCANTE, M. de J. B..
A murcha-bacteriana é a principal doença vascular de plantas em todo o mundo. É causada pela bactéria Ralstonia solanacearum e ocorre em todas as regiões do Brasil, principalmente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste em que predominam temperaturas e umidades elevadas
Tipo: Séries anteriores (INFOTECA-E) Palavras-chave: Pimenta longa; Piper hispidinervium; Murcha bacteriana; Ralstonia solanacearum.
Ano: 1999 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/492541
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da incidência de Murcha Bacteriana em tomateiro sob cultivo protegido no Município de Iranduba-AM. Repositório Alice
DIOGENES, H. C.; SILVA, M. S.; RODRIGUES, M. do R. L.; GONCALVES, J. R. P.; CHAVES, F. C. M.; CHIA, G. R..
Este trabalho objetiva avaliar a incidência de murcha bacteriana em tomateiro plantado sucessivamente, em sistema de cultivo protegido, na região de Iranduba ? AM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Solanum lycopersicum; Ralstonia solanacearum; Rotação de cultura; Plasticultura.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/897320
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da incidência de Murcha Bacteriana em tomateiro sob cultivo protegido no Município de Iranduba-AM. Repositório Alice
DIOGENES, H. C.; SILVA, M. do S. M.; RODRIGUES, M. do R. L.; GONCALVES, J. R. P.; CHAVES, F. C. M.; CHIA, G. S..
RESUMO: A murcha bacteriana, causada pela bactéria Ralstonia solanacearum, constitui-se como uma das doenças mais importante para a cultura do tomateiro, especialmente nas regiões do trópico úmido, onde as condições de clima, permanentemente quente e úmido, favorecendo a sobrevivência desta bactéria e é o principal motivo que desestimula a produção da cultura nesta região. Este trabalho objetiva avaliar a incidência de murcha bacteriana em tomateiro plantado sucessivamente, em sistema de cultivo protegido, na região de Iranduba ? AM.. As cultivares utilizadas, C-38 e Santa Bárbara, ambas desenvolvidas pela Embrapa Amazônia Oriental, Belém/PA com histórico de tolerância à murcha bacteriana, foram plantadas em área ocupada anteriormente por capoeira. As...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Solanum lycopersicum; Tomate; Murcha bacteriana; Cultivo protegido; Plasticultura; Rotação de cultura; Ralstonia solanacearum; Tomatoes; Bacterial wilt; Protected cultivation; Plasticulture.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/918304
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da solarização do solo para o controle de Ralstonia solanacearum. Repositório Alice
PATRICIO, F. R. A.; ALMEIDA, I. M. G. de; SANTOS, A. S.; CABRAL, O. M. R.; TESSARIOLI NETO, J.; SINIGAGLIA, C.; BERIAM, L. O. S.; RODRIGUES NETO, J..
O presente trabalho avaliou o emprego da solarização como uma alternativa para o controle da murcha bacteriana, causada por Ralstonia solanacearum, em amostras de solo infestado com o patógeno, dispostas em bolsas de náilon e enterradas em parcelas solarizadas ou não. Dois experimentos foram instalados, um em Campinas (SP), de fevereiro a abril de 2001, e o outro em Piracicaba (SP), de dezembro de 2001 a janeiro de 2002. Os ensaios foram efetuados em delineamento inteiramente casualizado, esquema fatorial, com quatro repetições, tendo cada parcela 4 x 4 m. Os fatores avaliados foram a solarização (com ou sem), efetuada com filme plástico transparente de 100 µm de espessura, o período de tratamento (30 e 60 dias e 37 e 60 dias para o primeiro e o segundo...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Solarização; Suscetibilidade; Solo; Doença de planta; Controle físico; Tomate; Ralstonia solanacearum.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/15438
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bacterial Wilt: a threatening disease of tomato cultivated under warm temperatures. Infoteca-e
LOPES, C. A..
2015
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Tomate; Doença de planta; Bactéria.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1021756
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bactérias endofíticas como agentes promotores do crescimento de plantas de tomateiro e de inibição in vitro de Ralstonia solanacearum Ciência e Agrotecnologia
Barretti,Patrícia Baston; Souza,Ricardo Magela de; Pozza,Edson Ampélio.
A partir de 150 isolados de bactérias endofíticas obtidos de folhas, caules e raízes de tomateiros sadios, 53 destacaram-se quanto à habilidade em promover o crescimento de plantas de tomateiro (Solanum lycopersicum L.). Submetidos a uma nova seleção, os isolados UFV-E17, UFV-E22, UFV-E25, UFV-E26, UFV-E27, Bacillus cereus (UFV-E29), UFV-E49, UFLA 06-LS, UFLA 08-LS e UFLA 11-LS apresentaram maior promoção do crescimento. Avaliações semanais de altura e número de folhas e folíolos das plantas aconteceram durante 45 dias. Após a sexta avaliação, mensurou-se a área foliar e o peso da matéria fresca e seca da parte aérea e da raiz das plantas. O isolado UFV-E49 apresentou melhor resultado para altura, área foliar, número de folhas e peso da matéria fresca e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Endófitas; Tomate; Fixação de nitrogênio; Ralstonia solanacearum; Solanum lycopersicum.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542008000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cariru, nova hospedeira de Ralstonia solanacearum. Repositório Alice
LOPES, C. A.; POLTRONIERI, L. S.; POLTRONIERI, M. C..
2001
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cariru; Hortaliça; Murcha bacteriana; Controle de doença; Talinum triagulare; Ralstonia solanacearum.
Ano: 2001 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/404106
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ciclo da murchadeira da batata. Infoteca-e
LOPES, C. A..
Esta publicação ilustra de forma resumida, o ciclo da murchadeira em suas principais fases de instalação e evolução, com a principal finalidade de alertar para os pontos críticos que devem ser levados em consideração no seu controle.
Tipo: Fôlder / Folheto / Cartilha (INFOTECA-E) Palavras-chave: Batata; Doença de planta; Murcha bacteriana; Ralstonia solanacearum.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1040635
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Combination of solarization, biofumigation and grafting techniques for the management of bacterial wilt in tomato Horticultura Brasileira
Zeist,André R; Resende,Juliano TV de; Pozzebon,Bruna C; Gabriel,André; Silva,Alex Antônio da; Zeist,Ricardo Antônio.
ABSTRACT Considering the aforementioned information, the objective was to evaluate the influence of combining techniques of solarization, biofumigation with chicken manure and grafting on the incidence of bacterial wilt and productivity of the hybrid tomato ‘Absoluto’. Two experiments were carried out in a chapel-type greenhouse and in field, in the agricultural year 2013/2014, in a commercial farm on the municipality of Barra do Rio Azul-RS. In the two cultivation environments, treatments were arranged in randomized block experimental design, with the plots subdivided into space and treatments randomly arranged, in an area naturally infested with race 1, biovar 1, phylotype II of R. solanacearum. The treatments were soil solarization, biofumigation,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Solanum lycopersicum; Ralstonia solanacearum; Soil pathogens control; Soil disinfestation; Rootstock.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362019000300260
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compatibilidade de enxertia de híbridos interespecíficos de Solanum com tomateiro visando controle de patógenos de solo. Repositório Alice
MENDONCA, J. L. de; LOPES, C. A.; MOITA, A. W..
O objetivo deste trabalho foi avaliar a compatibilidade de híbridos interespecíficos de Solanum resistentes a patógenos de solo como porta-enxerto de tomateiro. Três híbridos interespecíficos: jiló ?CNPH 221? (S. aethiopicum) X jurubeba Juna ?CNPH 19? (S. stramonifolium); berinjela ?CNPH 171?(S. melongena) X jurubeba Juna ?CNPH 19? (S. stramonifolium); jiló ?CNPH 222? (S. aethiopicum) X berinjela ?Ciça? (S. melongena); e os acessos: jurubeba Juna ?CNPH 19?; berinjela ?CNPH 171? e o porta-enxerto comercial de tomateiro ?Guardião? (Takii), foram avaliados como porta-enxerto do tomateiro comercial ?Ellen? (Feltrin) usado como enxerto, além de ?Ellen? auto-enxertado.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Solanum stramonifolium; Tomate; Ralstonia solanacearum; Solanum aethiopicum; Solanum lycopersicum.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1078979
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compatibilidade de porta-enxertos para pimentão em cultivo protegido. Repositório Alice
MADEIRA, N. R.; AMARO, G. B.; MELO, R. A. de C. e; RIBEIRO, C. S. da C.; REIFSCHNEIDER, F. J. B..
2016
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cultivar BRS Mari; Rubia R; Margarita; Magali R; Maximos; CNPH 143; Capsicum annum; Enxertia; Phytophthora capsici; Doença fungica; Requeima; Ralstonia solanacearum.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1058132
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compatibilidade de porta-enxertos para pimentão em cultivo protegido Horticultura Brasileira
Madeira,Nuno R; Amaro,Geovani B; Melo,Raphael AC; Ribeiro,Claudia SC; Reifschneider,Francisco JB.
RESUMO A enxertia em pimentão vem ganhando espaço em áreas em que as doenças de solo ocorrem com grande frequência, principalmente em regiões quentes e úmidas. Avaliou-se neste trabalho a compatibilidade entre quatro híbridos comerciais de pimentão (Margarita, Rubia-R, Magali R e Maximos) e quatro porta-enxertos com alto vigor, tendo por controle plantas não enxertadas. Os porta-enxertos testados foram o híbrido 'Snooker', a cultivar 'BRS Mari'(Capsicum baccatum var. pendulum), a linhagem CNPH 143 e um híbrido simples experimental (HSE), além do controle constituído por plantas não enxertadas. O experimento foi conduzido em cultivo protegido na Embrapa Hortaliças, em Brasília-DF, no delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Capsicum annuum; Phytophthora capsici; Ralstonia solanacearum; Enxertia; Pimentas.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362016000400470
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compatibility of tomato cultivar Santa Cruz Kada grafted on different Solanaceae species and control of bacterial wilt Horticultura Brasileira
Zeist,André R; Giacobbo,Clevison L; Silva Neto,Gentil F da; Zeist,Ricardo A; Dorneles,Keilor da R; Resende,Juliano TV de.
ABSTRACT The objective of this work was to evaluate the compatibility, gas exchange and yield of tomato cultivar Santa Cruz Kada, susceptible to bacterial wilt (Ralstonia solanacearum) when grafted on different Solanaceae species. Rootstock sources were the mini-tomato RVTC-66, Cayenne pepper, Jerusalem cherry (Solanum pseudocapsicum), sticky nightshade (Solanum sisymbriifolium), and cultivar Santa Cruz Kada itself (self-grafting). Two materials were tested to promote the union between rootstocks and scions: grafting clips and biodegradable tape (Parafilm). Grafting success index (GSI) was evaluated and, for treatments using biodegradable tape, grafting incompatibility, gas exchange, agronomic characteristics and bacterial wilt epidemiology were assessed...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Solanum lycopersicum; Ralstonia solanacearum; Photosynthesis; Grafting; Production.
Ano: 2018 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362018000300377
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
CONTROLE da murcha bacteriana do tomateiro: programa 04: Centro-Oeste/Sudeste. Infoteca-e
A murcha bacteriana do tomateiro é uma doença agressiva, que causa grandes prejuízos aos agricultores, pelo poder que tem de dizimar lavouras inteiras de tomates. Causada pela bactéria Ralstonia solanacearum, essa doença também tem alto poder de contaminação, por ser difícil de ser debelada. A bactéria Rolstonia se multiplica muito rápido em países tropicais como o Brasil.
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Murcha bacteriana; Tomate; Agricultor; Contaminação; Bactéria.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1009156
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
CONTROLE da murcha bacteriana do tomateiro: programa 04: Norte. Infoteca-e
A murcha bacteriana do tomateiro é uma doença agressiva, que causa grandes prejuízos aos agricultores, pelo poder que tem de dizimar lavouras inteiras de tomates. Causada pela bactéria Ralstonia solanacearum, essa doença também tem alto poder de contaminação por ser difícil de ser debelada. A bactéria Ralstonia se multiplica muito rápido em países tropicais como o Brasil.
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Murcha bacteriana; Tomate; Agricultor; Bactéria; Contaminação.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1009184
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dama-da-noite (Cestrum nocturnum), nova hospedeira de Ralstonia salanacearum. Repositório Alice
ROSSATO, M.; CABRAL, C. S.; MACIEL, M.; LOPES, C. A..
2012
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Dama-da-noite; Doença de planta; Murcha bacteriana.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/943679
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de protocolo para microenxertia do tomateiro Lycopersicon esculentum Mill - DOI: 10.4025/actasciagron.v32i1.968 Agronomy
Coutinho, Ozimar de Lima; UFRR; Rego, Maílson Monteiro do; UFPB; Rego, Elizanilda Ramalho do; UFPB; Kitamura, Mario Couquiti; UFRR; Marques, Luciano Façanha; UFPB; Farias Filho, Leonildo de Paula; UFRR.
A murcha bacteriana, causada por Ralstonia solanacearum, é a principal doença vascular de plantas em todo o mundo. O agente causal é uma bactéria que ocorre em todas as regiões do Brasil, predominando em condições de umidade e temperatura elevadas, fatores propícios ao desenvolvimento do patógeno. Este agente causal é de difícil controle, pois sobrevive nos mais diversos hospedeiros, especialmente Solanaceas, além de outras famílias de importância alimentar, condimentar e medicinal. O uso de espécies do gênero Solanum na enxertia convencional e minienxertia em tomateiro Lycopersicon esculentum é limitada em função da incompatibilidade. Neste trabalho, utilizou-se o método da microenxertia para obtenção de plantas resistentes a doenças como a murcha...
Palavras-chave: 5.01.00.00-9 Agronomia Solanaceae; Murcha bacteriana; Ralstonia solanacearum; Micropropagação; Cultura in vitro 5.01.03.05-9; Solanaceae; Bacterial wilt; Ralstonia solanacearum; Micropropagation; In vitro culture.
Ano: 2010 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/968
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação de métodos para avaliação da resistência à murcha bacteriana em pimenta longa (Piper hispidinervum). Repositório Alice
NOLASCO, A. L. de L. M.; CAVALCANTE, M. de J. B..
A murcha-bacteriana, causada por Ralstonia solanacearum, ocorre em todas as regiões do Brasil, principalmente nos lugares de altas temperatura e umidade, associada a um grande número de plantas cultivadas e plantas invasoras. A murcha-bacteriana foi recentemente encontrada infectando pimenta longa (Piper hispidinervum), planta arbustiva, nativa do Estado do Acre, que atualmente vem sendo cultivada comercialmente para extração do óleo essencial safrol, utilizado nas formulações de inseticidas biodegradáveis com baixa toxicidade e como fixador de fragrâncias e cosméticos. O presente trabalho teve como objetivo estudar dois métodos para avaliação da resistência à murcha-bacteriana em pimenta longa em condições de casa de vegetação.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Análise de variância; Doença de planta; Bactéria; Murcha bacteriana; Ralstonia solanacearum; Pimenta longa; Piper hispidinervum; Variedade resistente; Estufa; Análise estatística; Método estatístico; Bacterial diseases of plants; Bacterial wilt; Piper longum; Greenhouse production; Statistical analysis; Analysis of variance; Enfermedades bacterianas de las plantas; Marchitez bacteriana; Cultivos de invernadero; Análisis estadístico; Análisis de varianza.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/506489
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico de Ralstonia solanacearum em tomateiro. Infoteca-e
LOPES, C. A.; ROSSATO, M..
Pretende-se, com esta publicação, fornecer informações sobre os processos envolvidos na identificação da doença, coleta e envio de material para análise laboratorial, técnicas de identificação e armazenamento de cepas do patógeno.
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Murcha-bacteriana; Ralstonia solanacearum; Tomate; Doença de planta; Bacteria.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/960772
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE LA MARCHITEZ BACTERIANA Rev. Protección Veg.
Iglesia,Aleika; Alvarez,Elba; Martínez,Yamila; García,A.
La marchitez bacteriana causada por Ralstonia solanacearum, es una de las enfermedades más importante que afecta a una amplia gama de cultivos en las regiones tropicales y subtropicales. En Cuba esta enfermedad se encuentra bajo estrictas medidas de cuarentena, sin embargo el riesgo de entrada crece cada año debido a la importación de material vegetal procedente de zonas de altos niveles de infestación. En este trabajo se introduce y desarrolla el uso de la reacción en cadena de la polimerasa (PCR) para la detección y confirmación de R. solanacearum en materiales importados, así como en la vigilancia de la enfermedad en el sistema nacional de sanidad vegetal. La metodología utilizada facilitó la detección de R. solanacearum en cultivos de células hasta...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Cuarentena; Diagnóstico molecular; Ralstonia solanacearum; PCR.
Ano: 2008 URL: http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1010-27522008000200002
Registros recuperados: 83
Primeira ... 12345 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional