Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da implementação do programa de subvenção do prêmio do Seguro Rural Rev. Econ. Sociol. Rural
Medeiros,Estela Alves de.
O trabalho objetiva realizar avaliação da implantação do Programa de Subvenção do Prêmio do Seguro Rural, criado pelo Decreto n. 5.121/2004 e gerenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A partir de pesquisa documental e entrevistas com responsáveis por sua implementação, a avaliação apresenta os antecedentes de sua criação, principais características, a implantação e resultados alcançados. A seguir, os resultados do Programa frente aos objetivos propostos pela política pública e com relação aos critérios de suficiência de recursos, instrumentos de gestão e participação social foram avaliados. A conclusão da avaliação aponta uma eficácia parcial do Programa. O interesse pela adesão continua vigente, o que demonstra sua necessidade e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Seguro rural; Política pública; Avaliação.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032013000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
DIMENSÕES E PERSPECTIVAS DO SEGURO RURAL: O CASO BRASILEIRO E ALGUMAS EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS AgEcon
Vieira Junior, Pedro Abel; Buainain, Antonio Marcio; Madi, Maria Alejandra Caporale; Vieira, Adriana Carvalho Pinto; Ojima, Andrea Leda Ramos De Oliveira; Souza, Raquel Pereira; Silveira, Jose Maria Ferreira Jardim Da.
O seguro rural é um dos mais importantes instrumentos para o desenvolvimento do setor agrícola, pois, ao permitir proteção ao produtor rural contra efeitos adversos de eventos ambientais e do mercado torna-se indispensável à estabilidade da renda, à geração de emprego e ao desenvolvimento tecnológico. No setor agrícola, além do risco de mercado, existem diversas outras fontes que a tornam uma atividade eminentemente arriscada. A principal delas se refere ao fato de que a atividade agrícola é altamente dependente de condições ambientais de difícil controle pelo homem de modo que as variáveis climáticas e sua interação com fatores bióticos podem influenciar sobremaneira o resultado final da safra. A realidade histórica mostra que o seguro agrícola permite ao...
Tipo: Conference Paper or Presentation Palavras-chave: Seguro rural; Risco agrícola; Política agrícola; Agro-insurance; Agricultural risk; Agricultural policy; Risk and Uncertainty.
Ano: 2008 URL: http://purl.umn.edu/109437
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Em busca de um novo paradigma para o seguro rural no Brasil Rev. Econ. Sociol. Rural
Ozaki,Vitor A..
A implementação de um programa de seguro rural é uma reivindicação antiga do setor agropecuário no país. Após a malsucedida experiência da Companhia Nacional de Seguro Agrícola o governo voltou a tomar medidas para incentivar o mercado, por intermédio da Lei nº 10.823/03, que subvenciona parte do prêmio pago pelo produtor. A natureza deste trabalho é essencialmente analítica, de tal forma que não foram estabelecidos modelos quantitativos. Historicamente, os resultados deficitários do Proagro e de diversas seguradoras demonstram que o atual modelo de seguro agrícola apresenta fortes sinais de esgotamento. O artigo mostra as principais iniciativas, tanto privadas como governamentais e sugere um conjunto de medidas visando o desenvolvimento do seguro rural no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Seguro rural; Paradigma; Subvenção.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000100005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
POTENCIALIDADE DO SEGURO RURAL NO BRASIL AgEcon
Jardim, Ana Lucia Carvalho; Ferreira, Leo da Rocha.
O objetivo desta comunicação é relatar o andamento de uma pesquisa que visa avaliar a eficiência econômica de programas de seguro rural no contexto brasileiro, usando como base o atual projeto do governo de criação do Fundo de Catástrofe. A potencialidade do seguro rural no Brasil é discutida e avaliada tendo como pano de fundo a atual política agrícola brasileira, fundamentada principalmente no incentivo ao crédito rural. A intenção é verificar a eficiência dos gastos do governo com as políticas voltadas ao setor agropecuário. Neste sentido, são apresentadas e discutidas as experiências internacionais que se utilizam o seguro rural ao produtor, em detrimento dos subsídios diretos ao crédito. O artigo conclui que o Fundo de Catástrofe poderá permitir não...
Tipo: Conference Paper or Presentation Palavras-chave: Seguro rural; Política agrícola; Fundo de catástrofe; Crop insurance; Agricultural policy; Catastrophic fund; Agricultural and Food Policy; Risk and Uncertainty.
Ano: 2008 URL: http://purl.umn.edu/109766
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Qual o custo governamental do seguro agrícola? Rev. Econ. Sociol. Rural
Ozaki,Vitor Augusto.
Para 2011, estavam previstos R$ 570 milhões ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), mas apenas R$ 253,4 milhões foram alocados ao Programa em função de contingenciamentos do governo. Apesar disso, foi possível segurar 5,6 milhões de hectares com uma importância segurada de R$ 7,3 bilhões. Mas qual deveria ser o volume de recursos direcionados ao PSR para que todo o crédito de custeio das lavouras pudesse ser coberto pelo mercado segurador? O estudo apresenta uma metodologia para calcular qual deve ser o valor orçamentário médio do PSR para cobrir cem por cento do custeio das lavouras. Para 2011, os resultados sugerem que o volume de recursos deveria ter sido quatro vezes maior do que o valor empenhado. Ademais, os resultados foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Seguro rural; Política agrícola; ARIMA; Crédito rural.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032013000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uma digressão sobre o programa de subvenção ao prêmio do seguro rural e as implicações para o futuro deste mercado Rev. Econ. Sociol. Rural
Ozaki,Vitor.
Nos últimos anos, o governo federal tem incentivado o mercado de seguro rural por meio de medidas pontuais que visam o aumento da demanda e o estabelecimento de condições adequadas para as seguradoras ofertarem seus produtos. Uma dessas medidas foi o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSP), que apresentou grande crescimento desde 2005, quando o programa começou. Entretanto, este crescimento tem se concentrado apenas no estado do Paraná. O artigo mostra que o entrave para expandir o seguro rural para outros estados não se restringe apenas ao risco relativo, mas à inexistência de uma base consolidada de dados nos municípios analisados.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Seguro rural; Risco relativo; Informação; Políticas públicas.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032010000400001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Zoneamento de risco climático para a semeadura simultânea do Milho (Zea mays L.) e da Braquiária (Brachiaria brizantha Syn. Urochloa brizantha) no Estado de Goiás e no Distrito Federal. Infoteca-e
SILVA, F. A. M. da; EVANGELISTA, B. A..
Resumo: Neste trabalho, objetivou-se delimitar áreas e períodos com menores riscos de insucesso devido ao déficit hídrico nas fases mais críticas do consórcio milho-braquiária em municípios de Goiás e no Distrito Federal. Usou-se o modelo de balanço hídrico SARRA que integra dados de clima, solo e planta. Utilizaram-se séries históricas com, no mínimo, 15 anos de dados diários de precipitação pluvial de 145 estações e de evapotranspiração de referência estimadas para 18 estações meteorológicas. Para o milho foram analisados os comportamentos das cultivares de ciclos precoce, médio e tardio e para a braquiária adotou-se o ciclo anual. Realizaram-se simulações para 15 períodos de semeadura, entre outubro e fevereiro. A definição do risco climático foi...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Braquiária; Goiás; Distrito Federal; Déficit hídrico; Data de semeadura; Consórcio.; Zoneamento climático; Semeadura; Milho; Zea mays; Brachiaria brizantha; Seguro rural; Urochloa brizantha..
Ano: 2016 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1072003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Zoneamento de risco climático para determinação de épocas de semeadura da cultura da soja na região MATOPIBA. Infoteca-e
EVANGELISTA, B. A.; SILVA, F. A. M. da; SIMON, J.; CAMPOS, L. J. M.; VALE, T. M. do.
A agricultura de sequeiro, como atividade produtiva rentável e sustentável, é extremamente dependente das condições ambientais, especialmente da oferta climática, e exige cada vez mais o uso de técnicas e práticas modernas de cultivo. Neste contexto, este estudo teve como objetivos delimitar as áreas de riscos climáticos e indicar a época de semeadura da cultura da soja com baixos riscos para cada município da Região MATOPIBA, designada e delimitada por parte dos municípios que pertencem ao Estado do Maranhão, todo o Estado do Tocantins e também por parte dos municípios que compõem os estados do Piauí e Bahia, considerando o ciclo do cultivar e o tipo de solo. Para isso, utilizou-se o Systeme d'Analyse Regionale des Risques Agroclimatiques - SARRA, que...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Geoprocessamento; Modelagem agroclimática; Região Matopiba.; Soja; Zoneamento agrícola; Época de semeadura; Seguro rural; Modelo de simulação; Risco Climático..
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1078131
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional