Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização quali-quantitativa do fitoplâncton da zona de arrebentação de uma praia amazônica Acta Botanica
Matos,Jislene Brito; Silva,Nayra Iris Sozinho da; Pereira,Luci Cajueiro Carneiro; Costa,Rauquírio Marinho da.
A estrutura da comunidade fitoplanctônica da praia da Princesa (Ilha de Maiandeua) foi estudada durante um ciclo nictemeral nos meses de novembro/08, março/09, junho/09 e setembro/09, de modo a verificar os efeitos de algumas variáveis ambientais sobre esta comunidade. O microfitoplâncton da praia da Princesa esteve representado por 98 táxons, com predomínio das diatomáceas, seguidas dos dinoflagelados e cianofíceas. Nas amostras qualitativas, Coscinodiscus perforatus Ehrenberg se destacou como abundante nos meses de março (45,6%) e junho (45,1%), enquanto que a análise quantitativa revelou Dimeregramma minor (Gregory) Ralfs como dominante, principalmente, em novembro (82,0%) e setembro (83,0%). A biomassa fitoplanctônica (clorofila-a) foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Plâncton; Variáveis ambientais; Litoral Amazônico.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062012000400028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Condicionantes ambientais na distribuição e no periodo reprodutivo do Orthopristis ruber (Cuvier) (Teleostei, Haemulidae) na Baía de Sepetiba, Rio de Janeiro, Brasil Zoologia
Santos,André L. B. dos; Pessanha,André L. M.; Araújo,Francisco G.; Costa,Marcus R. da.
Orthopristis ruber (Cuvier, 1830) é uma espécie muito comum na costa brasileira, sendo encontrada em baias, onde figura entre os mais abundantes peixes nos arrastos de fundo. Este trabalho tem por objetivo avaliar a influência das condicionantes ambientais na distribuição espaço-temporal e no período reprodutivo de O. ruber na Baía de Sepetiba, uma área costeira semi-fechada no sul do Rio de Janeiro. Foi realizado um programa de arrasto de fundo, entre outubro de 1998 e setembro de 1999, em três zonas da baía, estabelecidas de acordo com sua proximidade do mar (interna, central e externa). Amostras mensais de peixes foram tomadas em triplicatas em cada ocasião de amostragem, bem como foram medidas as variáveis ambientais de temperatura, salinidade,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Baias; Cocoroca; Ecologia de peixes; Peixes costeiros; Variáveis ambientais.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81752007000400019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial e temporal da biomassa fitoplanctônica e variáveis ambientais no Golfão Maranhense, Brasil Acta Botanica
Azevedo,Andrea Christina Gomes de; Feitosa,Fernando A. Nascimento; Koening,Maria Luise.
Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de caracterizar alguns estuários do Golfão Maranhense, através da análise da biomassa fitoplanctônica e das variáveis ambientais. As amostras bimestrais foram coletadas em quatro pontos fixos, na superfície, em maré de sizígia, durante a vazante, no período de maio/2002 a março/2003. A pluviometria anual durante o período amostrado foi de 1.898,5 mm; a salinidade variou entre 6 e 35; transparência de 18 a 61 cm; oxigênio dissolvido de 2,1 a 6,3 ml.L-1; taxa de saturação do oxigênio de 45 a 126%; amônia de 0,02 a 26,45 μM; nitrito de 0,01 a 0,25 μM; nitrato de 0,24 a 3,53 μM e fosfato de 0,13 a 0,58 μM. A concentração da clorofila a variou de 1,92 a 72,23 mg.m-3 caracterizando esta região como de alta...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fitoplâncton; Clorofila a; Estuário; Variáveis ambientais.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000300022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da ocupação do solo, do uso da água e da idade das albufeiras nos parâmetros ambientais e na estrutura das comunidades zooplanctónicas IPB - Escola Superior Agrária
Geraldes, Ana Maria.
O presente trabalho decorreu em três albufeiras de idades distintas e sujeitas a diferentes tipos de perturbações de origem antropogénica. Estes sistemas aquáticos localizam-se na parte portuguesa da Bacia Hidrográfica do Rio Douro, na região de Trás-os-Montes. A albufeira da Serra Serrada foi criada em 1995 com o objectivo de abastecer de água a cidade de Bragança, actualmente com 34.750 habitantes. Como consequência do intenso consumo de água ocorrem flutuações de grande amplitude no seu nível. Por outro lado, na bacia de drenagem desta albufeira a pastorícia é particularmente intensa durante o Verão. Devido a esta actividade ocorrem nesta área, fogos frequentes que são induzidos pelos pastores com o objectivo de obterem melhores pastagens. A albufeira...
Tipo: Book Palavras-chave: Albufeiras; Estado trófico; Uso do solo; Idade das albufeiras; Qualidade da água; Flutuações no nível da água; Variáveis ambientais; Comunidades fito e zooplactónicas; Precipitação; Macrófitos; Actividade da fosfatase alcalina; Regeneração do ortofosfato; Nutrientes; Reservoirs; Trophic state; Nutrients; Land use; Reservoir age; Water quality; Water level fluctuation; Environmental variables; Phytoplankton and zooplankton assemblages; Precipitation; Macrophytes; Kaline phosphatase activity; Orthophosphate regeneration.
Ano: 2004 URL: http://hdl.handle.net/10198/770
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fatores ambientais que afetam a eficácia de herbicidas inibidores da ACCase: revisão Planta Daninha
Cieslik,L.F.; Vidal,R.A.; Trezzi,M.M..
O conhecimento dos fatores que limitam o desempenho dos herbicidas permite selecionar os momentos mais apropriados para sua eficácia, otimizar a dose aplicada e reduzir o custo de produção. O objetivo desta revisão foi sintetizar o conhecimento do impacto das variáveis ambientais (temperatura do ar, umidade relativa do ar e luminosidade) na eficácia de herbicidas inibidores da ACCase. Temperatura do ar e umidade relativa do ar são as variáveis ambientais que mais alteram o desempenho desses herbicidas no controle das plantas daninhas. Em condições naturais, essas variáveis, juntamente com a luminosidade, interagem entre si - fato que dificulta a escolha do momento adequado para a aplicação do herbicida e a decisão do fator determinante na eficiência do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Variáveis ambientais; Temperatura do ar; Umidade relativa do ar; Luminosidade.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582013000200026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Florística e estrutura do estrato arbóreo de dois fragmentos de florestas decíduas às margens do rio Grande, em Alpinópolis e Passos, MG, Brasil Acta Botanica
Fagundes,Lívia Moreno; Carvalho,Douglas Antônio de; van den Ber,Eduardo; Marques,João José Granate Sá e Melo; Machado,Evandro Luiz Mendonça.
Realizou-se o levantamento da comunidade arbórea de dois fragmentos de florestas ripárias estacionais deciduais submontanas localizados na região do médio rio Grande e na margem esquerda deste rio, nos municípios de Alpinópolis e Passos, MG (20º41'S; 46º22'W; 20º40'S; 46º27'W; altitudes 680 a 750 m), com o propósito de contribuir para o conhecimento da florística e fitossociologia das florestas que margeiam os cursos d'água em Minas Gerais e de avaliar as correlações entre variações estruturais e variáveis ambientais. Foram analisados aspectos da estrutura (densidade e área basal), composição, distribuição e diversidade de espécies. Foram alocadas 25 parcelas de 20×20 m para amostragem dos indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito (DAP) > 5 cm,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta decídua; Estrato arbóreo; Diversidade de espécies; Variáveis ambientais.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062007000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência de múltiplas escalas de variação do meio físico nas comunidades de macroinvertebrados IPB - Escola Superior Agrária
Varandas, S.; Cortes, R.; Teixeira, Amílcar; Magalhães, M..
Permanecem pouco testadas e compreendidas as relações entre as características ambientais para múltiplas escalas e o modo como estas influenciam os organismos aquáticos. A heterogeneidade de 4 Tipos de rio (grupos de corpos de água com características geográficas e hidrológicas relativamente homogéneas definidos no âmbito da aplicação da Directiva Quadro da Água – DQA, no seu Anexo II), foi analisada de forma a verificar se essa diversidade se reflectia na distribuição e abundância de macroinvertebrados ao longo de múltiplas escalas espaciais (da bacia ao habitat). Para esta análise, foram colhidas um total de 135 amostras num único período (início do Verão de 2006) e divididas por 15 locais distribuídos por 7 rios sites (4 bacias hidrográficas). Por cada...
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Escalas espaciais; Invertebrados; Variáveis ambientais; Análise multivariada.
Ano: 2008 URL: http://hdl.handle.net/10198/5307
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência de múltiplas escalas de variação do meio físico nas comunidades de macroinvertebrados IPB - Escola Superior Agrária
Varandas, S.; Cortes, R.; Teixeira, Amílcar; Magalhães, M..
Permanecem pouco testadas e compreendidas as relações entre as características ambientais para múltiplas escalas e o modo como estas influenciam os organismos aquáticos. A heterogeneidade de 4 Tipos de rio (grupos de corpos de água com características geográficas e hidrológicas relativamente homogéneas definidos no âmbito da aplicação da Directiva Quadro da Água – DQA, no seu Anexo II), foi analisada de forma a verificar se essa diversidade se reflectia na distribuição e abundância de macroinvertebrados ao longo de múltiplas escalas espaciais (da bacia ao habitat). Para esta análise, foram colhidas um total de 135 amostras num único período (início do Verão de 2006) e divididas por 15 locais distribuídos por 7 rios sites (4 bacias hidrográficas). Por cada...
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Macroinvertebrados; Variáveis ambientais; Análise multivariada.
Ano: 2008 URL: http://hdl.handle.net/10198/5300
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O gênero Strombomonas (Euglenophyceae pigmentadas) em ambientes lênticos na Planície Costeira do Rio Grande do Sul, Brasil Acta Botanica
Alves-da-Silva,Sandra Maria; Kurrle,Ivy Lima Prietto von.
São descritos 17 táxons específicos e infra-específicos do gênero Strombomonas Defl., resultado do estudo realizado em ambientes lênticos da Lagoa do Casamento e ecossistemas associados (30º03'-30º34' S e 50º25'-50º47'W) e ambientes próximos ao Butiazal de Tapes (30º23'-30º38' S e 51º16'-51º29'W) na Planície Costeira do Rio Grande do Sul, com clima subropical. As coletas abrangeram os períodos de outono (maio e junho) e primavera (outubro) de 2003. São novos registros para o estado do Rio Grande do Sul: Strombomonas conspersa (Pascher) Tell & Conf., S. girardiana (Playf.) Defl. var. triondulata Tell & Zaloc., S. maxima (Skortz.) Defl. var. oviformis Shi e S. tuberosa (Skv.) Defl. var. conspersa (Skv.) Defl., sendo S. maxima var. oviformis e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Euglenophyta; Taxonomia; Distribuição geográfica; Variáveis ambientais.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062009000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Variações florísticas e estruturais do componente arbóreo de uma floresta ombrófila alto-montana às margens do rio Grande, Bocaina de Minas, MG, Brasil Acta Botanica
Carvalho,Douglas Antônio de; Oliveira-Filho,Ary Teixeira de; van den Berg,Eduardo; Fontes,Marco Aurélio Leite; Vilela,Enivanis de Abreu; Marques,João José Granate de Sá e Melo; Carvalho,Warley Augusto Caldas.
Realizou-se o levantamento da comunidade arbórea de uma floresta ombrófila alto-montana situada nas vertentes interiores do maciço do Itatiaia, em Bocaina de Minas, MG (22º13'S; 44º34'W, altitude 1.210 a 1.360m), com o propósito de avaliar as correlações entre variações estruturais e variáveis ambientais relacionadas ao substrato. Foram analisados aspectos da estrutura fisionômica (densidade, área basal e distribuição de tamanhos das árvores) e comunitária (composição, distribuição e diversidade de espécies). Foram alocadas 26 parcelas de 20×20m para amostragem dos indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito (DAP) > 5cm, onde também foram coletados dados topográficos e amostras de solo superficial para análises químicas e texturais. Foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta ombrófila alto-montana; Comunidade arbórea; Diversidade de espécies; Variáveis ambientais.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000100010
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional