Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Crescimento micelial e produção de esporos do fungo Colletotrichum gloeosporioides isolado Orthezia na presença de acaricidas-inseticidas-fungicidas.
Autores:  OLIVEIRA, R.C.A.L.
CESNIK, R.
RIBEIRO, A.S.
Data:  1998-04-02
Ano:  1997
Palavras-chave:  Fungo Colletotrichum gloeosporioides
Resumo:  Visando dar subsídios ao MIP no controle biológico de O. praelonga, cochonilha praga dos citros e de outras culturas, com o fungo entomopatogênico C. gloeosporioides isolado Orthezia, instalou-se um experimento em blocos ao acaso com 9 repetições, no laboratório de Entomologia do CNPMA, em Jaguariúna, SP, com os seguintes agroquímicos: Abamectin (Vertimec), Acrimathrin (Rufost), Hexythiazox (Savey), Oxicloreto de cobre (Recop) e Propargite (Omite). Cada produto foi testado na dosagem que e utilizada em pulverizações nos pomares de citros no município de Limeira, SP. Cada Erlenmeyer, contendo 125 ml de um meio de cultura BD foi inoculado o C. gloeosporioides e adicionado o agroquímico sendo identificado com o numero do tratamento e o numero da parcela e colocado em agitador durante 8 dias ininterruptamente a 130 rpm em temperatura ambiente. Apos esse periodo, retirou-se uma aliquota de 1,0 ml para a contagem de esporos na Camara de Neubauer e 0,2 ml para a viabilidade dos mesmos, em meio de cultura de BDA com duas repetições. O conteúdo restante foi filtrado a vácuo e apos devidamente seco 28o +- 2o C ate o completo equilíbrio da pesagem. A analise de variância para os tratamentos foi significante ao nível de 5% tanto para o numero de esporos como para o desenvolvimento do micélio. O plaqueamento em BDA, através da Alca de Drigalsky, revelou que o Oxicloreto de Cobre inviabilizou o desenvolvimento do fungo. Todos os outros produtos utilizados nao inibiram o crescimento do micélio e a esporulação do fungo sendo compativeis em MIP quando se quer controlar pragas e doencas, conjuntamente com a Orthezia praelonga. O teste de Tuckey, para a comparacao das medias, mostrou que os Propargite aumentou consideravelmente a quantidade de esporos produzidos em relação a testemunha. Abamectin e Acrimathrin foram idênticos, em relação a testemunhas e também colaboraram para um aumento significativo na produção de esporos. Já para a produção de micélio encontramos os produtos divididos em dois grupos. Abamectin, Propargite e Testemunha tiveram o mesmo desempenho na produção de micélio e foram melhores que os demais.

1997
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  3397

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/12805

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/150725/1/1997PL025-Cesnik-Crescimento-3397.PDF
Editor:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 16.; ENCONTRO NACIONAL DE FITOSSANITARISTAS, 7., 1997, Salvador, BA. Resumos. Salvador: SEB / EMBRAPA-CNPMF, 1997.
Relação:  Embrapa Meio Ambiente - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Formato:  p.295
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional