Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações post-mortem em tambaqui (Colossoma macropomum) conservados em gelo Ciência Rural
Almeida,Neiva Maria de; Batista,Gilvan Machado; Kodaira,Makie; Lessi,Edson.
Este estudo apresenta a avaliação da qualidade de tambaqui (Colossoma macropomum) conservado em gelo. Foi determinado o tempo de vida útil por meio de avaliações sensoriais e análises de pH e bases voláteis totais (N-BVT) no músculo. A avaliação sensorial mostrou que os exemplares permaneceram com qualidade especial (Classe A) durante o período de 22 dias e com boa qualidade (Classe B) até 40 dias. A prova de degustação do peixe cozido mostrou que os exemplares permaneceram com qualidade especial (Classe A) durante o período de 31 dias, mantendo-se na Classe B por até 40 dias. O pH e o N-BVT do músculo aumentaram regularmente com o tempo de estocagem, mostrando-se como índices adequados para determinar a qualidade do pescado. O extenso período em condições...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Conservação em gelo; Colossoma macropomum; Peixe de água doce.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000400038
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação do índice de rigor-mortis e sua relação com a degradação dos nucleotídeos em tambaqui (Colossoma macropomum), de piscicultura e conservados em gelo Ciência Rural
Almeida,Neiva Maria de; Batista,Gilvan Machado; Kodaira,Makie; Val,Luís Adalberto; Lessi,Edson.
Este trabalho teve a finalidade de determinar o índice de rigor-mortis e sua relação com a taxa de degradação dos nucleotídeos do tambaqui (Colossoma macropomum) cultivado e conservado em gelo. O início da rigidez (IR) muscular para o pescado ocorreu 20 minutos (IR=80,1%) após a morte por asfixia entre camadas de gelo. A contração total ocorreu aos 30 minutos (IR=99,4%) e a resolução total do rigor cerca de 360 horas (15 dias). A concentração de ATP diminuiu cerca de 50% aos 20 minutos. Aos 30 minutos após a morte, ainda restavam aproximadamente 30% da quantidade inicial de ATP. Somente após duas horas, o teor de ATP se aproximou de zero, indicando que os exemplares submetidos ao resfriamento com gelo apresentaram o fenômeno de "cold shock " e não...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Colossoma macropomum; Piscicultura; Conservação em gelo; Nucleotídeos; Rigor-mortis.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000300034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tocoferois do músculo dorsal e cavidade ocular do matrinxã (Brycon cephalus) proveniente da Bacia Amazônica em diferentes épocas sazonais Ciência Rural
Almeida,Neiva Maria de; Moura,Juliana Maria Leite Nóbrega de; Moreira,Rosana Cavaletti Nogueira; Franco,Maria Regina Bueno.
Este trabalho teve como objetivo determinar o teor de tocoferois no músculo e cavidade ocular do matrinxã (Brycon cephalus), capturados na Amazônia Central - Brasil, no período da cheia e seca. A coleta dos peixes foi realizada em diferentes épocas sazonais, constituindo-se de três lotes com cinco exemplares. As análises seguiram a metodologia da AOCS Ce 8-89 (1996) em cromatógrafo HPLC PERKIN ELMER - Bomba isocrática LC 250 acoplado a detector de fluorescência (SHIMADZU - RF-10AxL). O a-tocoferol foi predominante nas diferentes sazonalidades. No músculo do peixe capturado na época da cheia e seca, o teor de tocoferois variou de 0,04 a 0,43mg 100g-1 e 0,06 a 8,23mg 100g-1, respectivamente. O teor de tocoferois na cavidade ocular, na época da cheia e seca,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Antioxidante; Brycon cephalus; CLAE; Matrinxã; Tocoferois.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000200043
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional