Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diferencas em crescimento e producao de graos entre quatro cultivares de milheto perola. Repositório Alice
GERALDO, J.; ROSSIELLO, R.O.P.; ARAUJO, A.P.; PIMENTEL, C..
Foram estudados, mediante análise de crescimento, os padrões de quatro cultivares de milheto pérola (Pennisetum glaucum (L.) R. Brown) e suas relações com a produção de grãos. Em experimento de campo em um Planossolo, foram efetuadas 11 amostragens semanais de biomassa nas cultivares BN-2 e IAPAR (brasileiras, forrageiras), e Guerguera e HKP (africanas, graníferas). As cultivares brasileiras tiveram floração mais precoce e maior biomassa da parte aérea no início do ciclo, e foram superadas pelas africanas após a floração. Não houve diferença significativa entre cultivares na concentração de N nos tecidos e grãos. Ascultivares brasileiras produziram o dobro de panículas e maior perfilhamento. As cultivares africanas tiveram maior produção de grãos que as...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Milheto; Grao; Forrageira; Grain; Millets.
Ano: 2000 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/102677
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fenologia e produção de massa seca e de grãos em cultivares de milheto-pérola. Repositório Alice
GERALDO, J.; OLIVEIRA, L.D de; PEREIRA, M.B.; PIMENTEL, C..
O objetivo deste trabalho foi avaliar a fenologia e produtividade de duas cultivares brasileiras de milheto-pérola, BN 2 e BRS 1501, comparadas com três cultivares africanas, Souna III, Guerguera e HKP. Foram instalados dois experimentos no campo, sem adubação e sem irrigação, um em janeiro, com a cultivar BN 2, e outro em abril, com BRS 1501. Na semeadura de janeiro, o ciclo das cultivares BN 2 e HKP foi menor do que o das outras, em virtude do encurtamento da fase vegetativa, e BN 2 apresentou menor duração da floração. Com balanço hídrico de -40 mm, não houve diferença significativa em relação à biomassa, mas a produção de grãos da Souna III, com 2.950 kg ha-1, foi significativamente superior à das demais. Na semeadura de abril, com um balanço hídrico...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Pennisetum glaucum; Etapas de desenvolvimento vegetal; Biomassa; Grão; Rendimento; Ciclo vegetativo; Plant developmental stages; Biomass; Grain; Yields; Vegetative cycle.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/108727
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional