Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 15
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação de fungicidas sobre dois cultivares de feijoeiro em Capão Bonito, SP Bragantia
Castro,Jairo Lopes de; Ito,Margarida Fumiko; Dudienas,Christina; Bulisani,Eduardo Antonio; Almeida,Luiz D'artagnan de.
Avaliou-se, no controle de doenças do feijoeiro, cvs. Carioca e Carioca 80, a eficiência de onze fungicidas, aplicados na parte aérea, isoladamente, em condições naturais de infecção. Os ensaios foram efetuados em condições de campo nas safras da seca e das águas de 1985 e 1986, na Estação Experimental de Capão Bonito, pertencentes ao IAC. Foram utilizados os seguintes tratamentos fungicidas: benomil, tiofanato metílico, captafol, clorotalonil, acetato de trifenil estanho, carbendazim, tiabendazol, oxicloreto de cobre, sulfato de cobre e hidróxido de trifenil estanho. Na safra da seca/85, pulverizações com captafol, clorotalonil, acetato de trifenil estanho e carbendazim proporcionaram as melhores produções do 'Carioca', e os fungicidas mancozebe,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Feijoeiro; Phaseolus vulgaris L; Doenças; Controle químico; Rendimento.
Ano: 1991 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051991000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação fungicida do acaricida azocyclotin sobre a antracnose do feijoeiro comum Bragantia
Santini,Ademir; Ito,Margarida Fumiko; Castro,Jairo Lopes de; Ito,Marcio Akira; Goto,Juliana Cristina.
A cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) pode ser afetada por muitas doenças e dentre elas destaca-se a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum. O acaricida azocyclotin (AZ) foi avaliado in vitro, em plântulas e em condições de campo, quanto ao efeito em C. lindemuthianum. Foram avaliados sete tratamentos in vitro: 1) testemunha; 2) AZ-1 mg L-1; 3) Trifenil hidróxido de estanho (THE)-1 mg L-1; 4) AZ-10 mg L-1; 5) THE-10 mg L-1; 6) AZ-100 mg L-1 e 7) THE-100 mg L-1 e 13 tratamentos in vivo: 1) testemunha; 2) AZ aplicado 24 horas antes da inoculação (AZ-24); 3) THE-24; 4) AZ-48; 5) THE-48; 6) AZ-72; 7) THE-72; 8) AZ-96; 9) THE-96; 10) AZ-120; 11) THE-120; 12) AZ-144 e 13) THE-144. Azocyclotin foi avaliado à dose de 125 g i.a.100...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Phaseolus vulgaris L.; Colletotrichum lindemuthianum; Controle químico.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052005000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de marcadores SCARs para seleção de linhagens resistentes à antracnose em feijoeiro Bragantia
Beraldo,Ana Luiza Ahern; Colombo,Carlos Augusto; Chiorato,Alisson Fernando; Ito,Margarida Fumiko; Carbonell,Sérgio Augusto Morais.
No Brasil, a produtividade do feijoeiro (Phaseolus vulgaris) é baixa, decorrente principalmente de doenças, como a antracnose, causada pelo patógeno Colletotrichum lindemuthianum Sacc & Magnus. Já foram descritas no Brasil 50 raças fisiológicas do patógeno sendo as raças 31, 65 e 89 as mais importantes no Estado de São Paulo. No presente trabalho, seis marcadores do tipo SCAR (Sequence-Characterized Amplified Regions) foram avaliados em 42 genitores e 76 linhagens derivadas do Programa de Melhoramento do Instituto Agronômico - IAC. Os objetivos do trabalho foram: avaliar o potencial dos SCARs na identificação de genótipos contendo genes de resistência ao C. lindemuthianum e detectar os prováveis genes de maior freqüência nos genótipos avaliados....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Antracnose; Colletotrichum lindemuthianum; Phaseolus vulgaris; Genes de resistência; Feijão.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052009000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cassia renigera Wall.: novo hospedeiro de Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst. Bragantia
Ribeiro,Ivan José Antunes; Ito,Margarida Fumiko; Rossetto,Carlos Jorge.
Ceratocystis fimbriata foi descrito pela primeira vez em 1984, causando murcha em plantas de Cassia renigera, em Campinas (SP). Foram realizadas inoculações cruzadas com dois isolados de C. fimbriata obtidos de Cassia renigera e mangueira (Mangifera indica) em plantas de: acácia-negra (Acacia decurrens), cacaueiro (Theobroma cacao), crotalária (Crotalaria juncea), feijão-guandu (Cajanus cajan), figueira (Ficus carica), gamelina (Gmelina arborea), mangueira (Mangifera indica), seringueira (Hevea brasilienses), Cassia sp., C. carnaval, C. ferruginea, C. grandis, C. moschata, C. multijuga, C. nodosa, C. renigera, C. siamea e C. speciosa. Os dois isolados do fungo foram patogênicos a todas as plantas testadas, com exceção de cacaueiro, gamelina e C. grandis.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cassia renigera Wall. Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst. inoculação cruzada.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051987000200021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Classification of physiological races of Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli in common bean Bragantia
Henrique,Francisco Humberto; Carbonell,Sérgio Augusto Morais; Ito,Margarida Fumiko; Gonçalves,João Guilherme Ribeiro; Sasseron,Graziéle Ramos; Chiorato,Alisson Fernando.
Fusarium wilt, caused by Fusarium oxysporum Schlecht. f. phaseoli Kendrick and Snyder (FOP), is a major disease of common bean, causing large economic losses. Genetic resistance is one of the main mechanisms of pathogen control, and knowledge of the physiological variability is fundamental in breeding for resistant cultivars. Thus, a method of pathogen classification that describes the variability and is useful in plant breeding of isolates from different sources was evaluated by different methodologies. Common bean plants of different sets of differentiating cultivars were inoculated with 25 FOP isolates and 3 controls, totaling 28 isolates evaluated 30 days after inoculation. The variability in the isolates found in this study differs from the results of...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fusarium wilt; Phaseolus vulgaris L.; Cultivars differential races; Soil.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052015000100084
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Co-evolução entre raças fisiológicas de colletotrichum lindemuthianum e feijoeiro Bragantia
Chiorato,Alisson Fernando; Carbonell,Sergio Augusto Morais; Moura,Rafaeli Ramos de; Ito,Margarida Fumiko; Colombo,Carlos Augusto.
O agente causal da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) em feijoeiro comum é classificado, assim como seu hospedeiro, em Andino e Mesoamericano, sendo a resposta à infecção dependente da origem genética de um e de outro. Desta forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar 220 acessos do Banco de Germoplasma de feijoeiro (Phaseolus vulgaris) do Instituto Agronômico, IAC, quanto à infecção por três raças fisiológicas do patógeno (31, 65 e 89), caracterizando uma possível co-evolução entre a origem do acesso e do patógeno. No estudo, foram utilizados 120 acessos de origem mesoamericana, 57 andinos e 43 cultivares geneticamente melhoradas. Além dos dados relacionados à infecção, foram avaliados 23 descritores morfo-agronômicos com finalidade de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Phaseolus vulgaris; Feijão; Antracnose; Componentes principais; Resistência.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052006000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento de genótipos de algodoeiro no Estado de São Paulo: produtividade, resistência a doenças e qualidade da fibra Ciência Rural
Cia,Edivaldo; Fuzatto,Milton Geraldo; Kondo,Júlio Isao; Sabino,Nelson Paulieri; Galbieri,Rafael; Lüders,Reginaldo Roberto; Carvalho,Luiz Henrique; Ito,Margarida Fumiko; Erismann,Norma de Magalhães; Chiavegato,Ederaldo José; Bolonhezi,Denizart; Foltran,Dulcineia Elizabete; Kasai,Francisco Seiiti; Bortoletto,Nelson; Gallo,Paulo Boller; Recco,Paulo César; Rossetto,Raffaela.
Foram realizados 16 experimentos em campo, no ano agrícola de 2001/02, nas principais regiões produtoras de algodão do Estado de São Paulo, objetivando avaliar o comportamento de 12 genótipos de algodoeiro em relação à produtividade, à qualidade da fibra e à resistência a seis doenças da cultura. Foi utilizado o delineamento de blocos completos ao acaso, com quatro repetições, cada uma delas representada por duas linhas de 5 metros de comprimento. Diferenças substanciais foram observadas entre os genótipos com respeito à produtividade, quer de algodão em caroço, quer de fibra. Apesar de se mostrar destacada em alguns genótipos, a porcentagem de fibra não constituiu fator predominante na produção de fibra por área. Entre as 12 cultivares estudadas, somente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gossypium hirsutum; Produção; Patógenos.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Descrição, produtividade e estabilidade da cultivar de soja IAC-23, resistente a insetos Bragantia
Miranda,Manoel Albino Coelho de; Braga,Nelson Raimundo; Lourenção,André Luiz; Miranda,Fernando Toledo Santos de; Unêda,Sandra Helena; Ito,Margarida Fumiko.
A cultivar de soja IAC-23 foi obtida pelo método genealógico modificado, a partir do cruzamento BR-6 X IAC 83-23, tendo sido avaliada com a designação IAC 93-345, em 14 ambientes, nos Estados de São Paulo e de Minas Gerais. Os ensaios finais foram desenvolvidos em Conceição das Alagoas (MG), Mococa (SP) e Campinas (SP), em 1994/95; em Conceição das Alagoas, Campinas, Morro Agudo (SP) e Tarumã (SP) em 1995/96; Conceição das Alagoas, Mococa, Campinas, Morro Agudo, Tarumã e Ribeirão Preto (SP), em 1996/97; e em Campinas em 1998/99. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Em semeaduras de novembro, esse cultivar precoce, com período juvenil longo, floresceu aos 43 dias, após a semeadura, e suas plantas atingiram 67 cm de estatura....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Resistência a insetos.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052003000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Descrição, produtividade e estabilidade da cultivar de soja IAC-24, resistente a insetos Bragantia
Miranda,Manoel Albino Coelho de; Braga,Nelson Raimundo; Lourenção,André Luiz; Miranda,Fernando Toledo Santos de; Unêda,Sandra Helena; Ito,Margarida Fumiko.
A cultivar de soja IAC-24 foi obtida pelo método genealógico modificado, a partir do cruzamento IAC80-1177 x IAC 83-288, tendo sido avaliada com a designação IAC93-3335, em 14 ambientes nos Estados de São Paulo e de Minas Gerais. Os ensaios finais foram conduzidos em Conceição das Alagoas (MG), Campinas (SP); Mococa (SP), em 1994/95; em Conceição das Alagoas, Campinas, Tarumã (SP) em Votuporanga (SP), em 1995/96; em Conceição das Alagoas, Campinas, Tarumã, Votuporanga, Mococa, Capão Bonito (SP) e Ribeirão Preto (SP) em 1996/97. Os experimentos foram instalados no delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições. O menor rendimento de grãos ocorreu em Campinas com 2.302 kg.ha-1 e o maior em Conceição das Alagoas com 4.003 kg.ha-1, em 1996/97. Na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Resistência a insetos.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052003000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de Colletotrichum dematium var. truncata e Cercospora kikuchii na germinação de sementes de soja Rev. bras. sementes
Galli,Juliana Altafin; Panizzi,Rita de Cássia; Fessel,Simone Aparecida; Simoni,Fabiana de; Ito,Margarida Fumiko.
A antracnose, causada por Colletotrichum dematium var. truncata, é a principal doença da soja que afeta a fase inicial de formação das vagens, podendo causar a morte das plântulas. Cercospora kikuchii é o fungo causador da doença mancha púrpura nas sementes de soja, responsável por severas reduções no rendimento e na qualidade das sementes. O objetivo deste trabalho foi determinar o tempo mais apropriado para infecção das sementes de soja por C. dematium var. truncata e C. kikuchii, para posterior avaliação dos danos causados pelo fungo na germinação. Tais fungos foram cultivados em meio BDA. As sementes de soja cultivar MSOY 6101 foram colocadas sobre meio contendo o patógeno C. dematium var. truncata por 0 (testemunha), 4, 16, 24, 32 e 40h. As sementes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Antracnose; Mancha púrpura; Patologia de sementes.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222005000200026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incidência de Cercospora sojina Hara em cultivares de soja Bragantia
Ito,Margarida Fumiko; Miranda,Manoel Albino Coelho de; Dudienas,Christina; Pereira,José Carlos Vila Nova Alves; Bulisani,Eduardo Antonio.
Seis cultivares de soja foram avaliados em condições de campo, com relação à mancha foliar "olho-de-rã" (Cercospora sojina Hara) em Ribeirão Preto (SP). Utilizou-se uma escala de notas de 1 a 5, sendo 1 para infecção mínima e 5 para infecção maxima. Os cultivares IAC-9 e IAC-10 apresentaram-se como suscetíveis, IAC-8 e IAC-12, como intermediários, e Cristalina e IAC-11, como resistentes. Mesmo nestes foram detectadas plantas suscetíveis. Diante desse fato e do risco potencial que esta moléstia pode apresentar, preconiza-se a eliminação de plantas infectadas dos cultivares resistentes, principalmente em campos destinados à produção de sementes.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mancha foliar olho-de-rã; Cercospora sojina; Soja; Cultivares IAC-8; IAC-9; IAC-10; IAC-11; IAC-12; Resistência.
Ano: 1985 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051985000100020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência de Serratia marcescens bizio sobre lagartas de Heliothis virescens (Fabr.) Bragantia
Ito,Margarida Fumiko; Paradela Filho,Osvaldo; Rodrigues Neto,Júlio; Beriam,Luis Otávio Saggion; Longo,Ronaldo de Souza; Santos,João Miguel dos.
Observou-se, em laboratório, grande número de lagartas mortas em uma criação de Heliothis virescens (Fabr.). Dessas lagartas, isolou-se uma bactéria, posteriormente identificada como Serratia marcescens Bizio. O presente trabalho registra sua ocorrência e comprova-lhe a patogenicidade sobre aquelas lagartas.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Entomopatógeno; Heliothis virescens; Serratia marcescens.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051996000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência e sintomas da mancha de Ascochyta em feijão-vagem Bragantia
Tanaka,Maria Aparecida de Souza; Ito,Margarida Fumiko; Dudienas,Christina; Yuki,Valdir Atsushi.
A mancha de ascochita (Ascochyta phaseolorum Sacc.) foi identificada como uma das principais doenças do feijão-vagem (Phaseolus vulgaris L.), na região de Itatiba (SP), em levantamento realizado de abril de 1991 a março de 92. Seus sintomas são manchas foliares arredondadas, tipicamente zonadas e de tamanho variável, necrosando, às vezes, extensas áreas do limbo e provocando desfolha prematura. Associado a esse sintoma foliar, o patógeno pode causar lesões nas hastes, pecíolos e vagens, assumindo proporções severas. As lesões necróticas das hastes podem estrangula-las e provocar a morte da planta acima da região afetada. Nas vagens, as lesões tendem a ser circulares e zonadas, como as das folhas, porém os anéis concêntricos são menos evidentes....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Feijão-vagem; Doenças; Ascochyta phaseolorum Sacc..
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051996000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Patogenicidade de Rhizoctonia solani em morangueiro Bragantia
Tanaka,Maria Aparecida de Souza; Ito,Margarida Fumiko; Passos,Francisco Antonio.
O fungo Rhizoctonia solani Kuhen tem sido isolado com maior freqüência de mudas e plantas adultas de morangueiro com sintomas de subdesenvolvimento, declínio progressivo, avermelhamento ou arroxeamento dos folíolos, pecíolos e estolhos, além do apodrecimento do ápice da coroa, estipulas e base dos pecíolos. As plantas doentes apresentavam, com freqüência, raízes escuras ou com áreas necrosadas. Fusarium spp. e Pythium spp. também estavam, reiteradamente, associados às plantas doentes. Para determinar a causa dos sintomas descritos e verificar, isoladamente ou em mistura, possível interação entre os patógenos R. solani, Fusarium sp. e Pythium sp., testaram-nos quanto à patogenicidade, em mudas de morangueiro, em casa de vegetação. Observou-se que somente...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Morangueiro; Fragaria X ananassa Duch.; Rhizoctonia solani; Fusarium spp.; Pythium spp.; Podridão do meristema apical; Declínio.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051995000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Seca-da-mangueira XXII: sobrevivência de variedades poliembriônicas Rev. Bras. Frutic.
Galli,Juliana Altafin; Martins,Antonio Lucio Mello; Ito,Margarida Fumiko; Braghini,Masako Toma; Narita,Nobuyoshi; Rossetto,Carlos Jorge.
A doença seca-da-mangueira é causada pelo fungo Ceratocystis spp., que provoca a morte de mangueiras em diversos estados brasileiros. O objetivo do trabalho foi avaliar a sobrevivência de variedades de mangueira, utilizadas como porta-enxertos, em condições de campo e casa de vegetação. Variedades poliembriônicas de mangueira foram testadas para resistência a Ceratocystis spp.pelo método de inoculação do fungo via solo, em casa de vegetação. As plantas sobreviventes foram plantadas como pé-franco na Estação Experimental de Pindorama (IAC), e as consideradas promissoras foram multiplicadas por enxertia em diversos porta-enxertos. Após 17 anos do plantio, avaliou-se o número de plantas mortas e verificou-se que, para o porta-enxerto Manila , considerado...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ceratocystis mangicola; Resistência; Porta-enxertos; Mangifera indica L.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452011000400010
Registros recuperados: 15
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional