Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do crescimento de plantas de morangueiro, durante a aclimatização ex vitro Horticultura Brasileira
Calvete,Eunice Oliveira; Kämpf,Atelene Normann; Bergamaschi,Homero; Daudt,Rafael Henrique Schüür.
A fim de otimizar a micropropagação de morangueiro cv Campinas, reduzindo as perdas durante a aclimatização, foi realizado este trabalho na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O objetivo foi correlacionar a presença de sacarose no tecido vegetal com a produção de biomassa, na aclimatização. As plântulas desenvolvidas in vitro, após permanecerem três semanas na etapa de enraizamento, em quatro concentrações de sacarose (15, 30, 45 e 60 g L-1), foram transplantadas para bandejas de isopor de 72 células. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com cinco repetições. Cada parcela constituiu-se de 36 mudas, totalizando 720 plantas. Foram avaliadas as taxas de sobreviventes (%) e de crescimento (mg semana-1), área foliar (cm²),...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fragaria X ananassa Duch.; Análise de crescimento; Biomassa; Sacarose.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362000000300009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentração de sacarose no enraizamento in vitro de morangueiro Horticultura Brasileira
Calvete,Eunice Oliveira; Kämpf,Atelene Normann; Suzin,Marilei.
O morangueiro é uma espécie de propagação vegetativa, o que explica a disseminação de doenças, quando utiliza-se plantas infestadas. Uma forma de eliminar as viroses é através da cultura de meristemas. Uma das etapas mais delicadas do processo de micropropagação é a transferência das mudas para condições ex vitro. Para garantir sucesso durante a aclimatização, faz-se necessário otimizar todas as fases do cultivo. Entre essas, encontra-se a etapa de enraizamento. Esse trabalho foi realizado nos Laboratórios da UFRGS e da UPF com o objetivo de quantificar o efeito da concentração de sacarose no meio de cultivo in vitro, na fase de enraizamento. Mudas da cultivar Campinas foram selecionadas na etapa de multiplicação e repicadas para o meio básico "MS"...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fragaria X ananassa Duch.; Biomassa; Sacarose; Micropropagação.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362002000200014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico da floricultura no Rio Grande do Sul Ciência Rural
Kämpf,Atelene Normann; Daudt,Rafael Schüür.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o segmento da produção de flores e plantas ornamentais no Rio Grande do Sul, Brasil, por meio de um levantamento a campo. O estudo faz parte de um projeto global, apoiado pelo Instituto Brasileiro de Floricultura (IBRAFLOR) e pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento (MAARA), através do Departamento Nacional de Cooperativismo (DENACOOP). Com base nos formulários preenchidos nas propriedades, foi elaborado um cadastro dos floricultores, com seus endereços e produções. A floricultura gaúcha conta com 257 produtores, que cultivam o total de 304ha em 65 municípios; 30% dessa área é ocupada com flores de corte, 33% com mudas para jardim, 29% com outros produtos da floricultura e 8% com plantas envasadas. O sistema...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floricultura; Estatística; Flores e plantas ornamentais.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000300031
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propagação in vitro de Limonium latifolium Kuntze (Plumbaginaceae) Ciência Rural
Fior,Claudimar Sidnei; Rodrigues,Lia Rosane; Kämpf,Atelene Normann.
Limonium latifoKum Kuntze é uma flor de corte cuja produção comercial de mudas é viabilizada através do cultivo de tecidos. Com o objetivo de aperfeiçoar o protocolo para a propagação clonal in vitro, fez-se uma sequência de estudos em que foram avaliados: viabilidade do uso de segmentos nadais do eixo da inflorescência imatura como explantes; tipos e concentrações de citocininas (cinetina-KIN e benzilaminopurina-BAP) na regeneração; tipos e concentrações de auxinas (ácido naftalenoacético-ANA e ácido indolbutírico-AIB) na fase de enraizamento in vitro; e técnicas de aclimatizaçao. Explantes oriundos de segmentos nadais da parte apical do eixo da inflorescência imatura são viáveis para a micropropagaçao de L. latifolium. Na fase de regeneração, os melhores...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Limonium latifolium; Micropropagaçao; Cultivo de tecidos.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propriedades químicas e físicas de substratos de origem mineral e orgânica para o cultivo de mudas em recipientes Ciência Rural
Schmitz,José Antônio Kroeff; Souza,Paulo Vítor Dutra de; Kämpf,Atelene Normann.
Realizou-se a caracterização química e física de cinco materiais [solo, areia, turfa SCv, casca de arroz carbonizada (CAC) e resíduo decomposto de casca de acácia (RDCA)] e de algumas de suas misturas [solo + areia (1:1), solo + areia + CAC (1:1:1), solo + areia + RDCA (1:1:1), turfa SCv + CAC (2:1), turva SCv + RDCA (2:1)] para verificar quais deles podem melhor adequar-se ao uso como substratos para produção de mudas frutíferas e de flores em recipientes. Foram avaliadas as seguintes características: pH em água (pH), teor total de sais solúveis (TTSS), capacidade de troca de cátions (CTC), teor de carbono orgânico (Corg.),. densidade seca (DS), porosidade total (PT), espaço de aeração (EA), água disponível (AD), água remanescente (AR) e distribuição do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Características físicas; Características químicas; Substrato; Turfa; Casca de acácia; Casca de arroz carbonizada.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000600005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de resíduos de couro wet-blue como componente de substrato para plantas Ciência Rural
Daudt,Rafael Henrique Schüür; Gruszynski,Cirilo; Kämpf,Atelene Normann.
O resíduo de rebaixamento de couro wet-blue (RR), também denominado de "serragem de couro", resulta do processo de padronização do couro na indústria de curtimento. Na virada do século, a indústria nacional descartou cerca de 131 mil toneladas do RR na natureza. Neste estudo, investigou-se a possibilidade de uso de RR como um componente de substratos para plantas ornamentais de jardim. Mudas de Tagetes patula L. "Aurora" foram cultivadas em recipientes de 6 cm de altura e 216mL de volume, contendo RR + a mistura CACV (casca de arroz carbonizada e vermiculita superfina, 6:1, v:v) nas seguintes proporções volumétricas: 0:1 (100% CACV), 1:3, 1:1, 3:1, 1:0 (100% RR). As mudas foram cultivadas por 23 dias, até o ponto de transplante. A caracterização dos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Aproveitamento de resíduos sólidos; Condicionador de substrato; Produção de mudas em recipiente; Salinidade.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000100015
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional