Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido linoléico conjugado e perfil de ácidos graxos no músculo e na capa de gordura de novilhos bubalinos alimentados com diferentes fontes de lipídios Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,R.L.; Ladeira,M.M.; Barbosa,M.A.A.F.; Assunção,D.M.P.; Matsushita,M.; Santos,G.T.; Oliveira,R.L..
Avaliaram-se o teor de ácido linoléico conjugado (CLA) e o perfil de ácidos graxos no músculo e na capa de gordura de novilhos bubalinos alimentados com diferentes fontes de lipídios. Utilizaram-se 12 animais castrados, da raça Murrah, com peso vivo de 306±8kg, submetidos aos tratamentos sem lipídeo adicional, grão de soja e óleo de soja, confinados durante 84 dias. Após o abate a carcaça foi resfriada a 5ºC, durante 24 horas. Foi feita secção entre a nona e a 11ª costelas da meia carcaça direita, de onde se separou músculo e capa de gordura, analisadas as concentrações de CLA e de ácidos graxos, por cromatografia gasosa. O fornecimento de óleo de soja resultou em maior concentração de CLA no músculo e na capa de gordura, e a adição de óleo de soja menores...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Búfalo; Confinamento; Grão de soja; Óleo de soja.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos morfológicos do rúmen, omaso e fígado de tourinhos alimentados com diferentes níveis de glicerina bruta Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Costa,S.F.; Melo,L.Q.; Resende Neto,M.; Carvalho,J.R.R.; Ladeira,M.M.; Zangeronimo,M.G..
ABSTRACT The morphology of the ruminal and omasal mucosa and hepatic parenchyma of 44 young bulls submitted to four types of concentrates were evaluated by varying the inclusion level of crude Glycerin - CG (0, 6, 12 and 18%). The variables evaluated were number of ruminal papillae per cm² of wall; area of the papillae and total absorption surface per cm² of wall; Mitotic index - MI, height and area of ruminal and omasal papillae; and hepatic morphology. The samples processed for inclusion in paraffin and stained with Hematoxylin-Eosin. The different levels of inclusion of CG in the diet did not interfere either in the number of papillae per cm2 of rumen wall (P= 0,70) or in the ruminal absorptive surface area (P= 0,89). Animals that received diets with...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other Palavras-chave: Glicerol; Morfofisiologia; Ruminantes.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000100340
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética ruminal do feno de Stylosanthes guianensis Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ladeira,M.M.; Rodriguez,N.M.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Benedetti,E.; Brito,S.C.; Sá,L.A.P..
Sete carneiros fistulados no rúmen e no duodeno foram alojados em gaiolas metabólicas e alimentados com feno de Stylosanthes guianensis à vontade. Foi empregada a técnica de sacos de náilon para determinação da degradabilidade in situ do feno, utilizando-se os tempos de 3, 6, 12, 24, 48 e 72 horas para as retiradas dos sacos do rúmen. A taxa de passagem dos sólidos foi determinada utilizando-se cromo mordante como indicador. Os valores de pH no líquido ruminal foram medidos nos tempos de 0, 2, 4, 6 e 8 horas após a alimentação e a concentração de amônia nos tempos de 0, 1, 3, 5, 7, 9 e 11 horas após a alimentação. A taxa de degradação da matéria seca (MS) foi de 8,5%/h, a degradabilidade potencial 38,1% e a degradabilidade efetiva 30,3%. A taxa de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovino; Stylosanthes guianensis; Feno; Rúmen; Degradabilidade; Taxa de passagem.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição química e perfil de ácidos graxos do leite e muçarela de búfalas alimentadas com diferentes fontes de lipídeos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,R.L.; Ladeira,M.M.; Barbosa,M.A.A.F.; Matsushita,M.; Santos,G.T.; Bagaldo,A.R.; Oliveira,R.L..
Avaliaram-se a composição química e o perfil de ácidos na gordura do leite de búfalas alimentadas com fontes de lipídeos. Foram utilizadas nove búfalas em lactação, multíparas e com produção média diária de leite de 6,5kg. O delineamento experimental foi quadrado latino 3x3, triplo, composto por três tratamentos, três períodos de 21 dias e nove repetições. Os tratamentos foram dietas sem lipídeo adicional, com grão de soja e com óleo de soja. A proporção de silagem de milho variou entre 70 e 75%. A inclusão de óleo de soja elevou os teores de gordura no leite e no queijo tipo muçarela. As concentrações de ácidos graxos saturados (AGS) variaram de 62,8 a 69,8%. Não houve diferenças nos teores de AGS entre os tratamentos sem lipídeo adicional e com grão de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido linoleico conjugado; Bubalinos; Grão de soja; Lactação; Óleo de soja.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000300030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo e digestibilidades aparentes total e parciais do feno de Stylosanthes guianensis Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Ladeira,M.M.; Rodriguez,N.M.; Gonçalves,L.C.; Borges,I.; Benedetti,E.; Teixeira,E.A.; Lara,L.B..
Utilizaram-se sete carneiros, sem raça definida, fistulados no rúmen e duodeno, para avaliar o consumo e as digestibilidades aparentes totais e parciais de matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), celulose (CEL) e hemicelulose (HCEL) do feno de Stylosanthes guianensis. Os animais receberam apenas feno de S. guianensis mais sal mineral como componentes da dieta. O fornecimento do feno foi ad libitum, sendo a quantidade calculada para permitir sobras de 20%. Utilizou-se óxido crômico como indicador para estimar a produção de fezes e o fluxo de digesta no duodeno. Os consumos de MS e MO do S. guianensis foram 67,71 e 64,70 g/kg0,75, respectivamente....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovino; Stylosanthes guianensis; Feno; Consumo; Digestibilidade.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000200018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção e composição do leite de vacas alimentadas com dietas com diferentes proporções de forragem e teores de lipídeos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,M.A.; Reis,R.B.; Ladeira,M.M.; Pereira,I.G.; Franco,G.L.; Saturnino,H.M.; Coelho,S.G.; Artunduaga,M.A.T.; Faria,B.N.; Souza Júnior,J.A..
Avaliaram-se a produção e a composição do leite de vacas da raça Holandesa alimentadas com diferentes proporções de forragem e teores de lipídeos na dieta. Foram utilizadas oito vacas com 58±9 dias em lactação, com produção média de 28±4kg/dia de leite, distribuídas em delineamento quadrado latino 4 x 4 duplo, em arranjo fatorial 2 x 2. Os tratamentos foram dietas com alta forragem e baixo nível de lipídeos, alta forragem e alto nível de lipídeos, baixa forragem e baixo nível de lipídeos e baixa forragem e alto nível de lipídeos. As produções de leite e leite corrigido para 3,5% de gordura não diferiu entre os tratamentos (P>0,05). A redução na proporção de forragem reduziu a produção e a concentração de gordura no leite (P<0,05). O aumento no teor...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gado leiteiro; Concentrado; Gordura do leite; Soja extrusada; Volumoso.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000300030
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional