Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adubos minerais para uso na Econemat®. Infoteca-e
SALLES, H. O.; MARANGUAPE, J. S.; PRADO, M. S. M.; NASCIMENTO, D. R.; SOUSA, A. M. P.; SOUZA, H. A. de; XIMENES, L. V.; POMPEU, R. C. F. F..
Identifica os adubos minerais capazes de controlar a fase de vida livre de nematoides gastrintestinais de pequenos ruminantes para serem recomendados para a Econemat®. Os resultados mostraram que adubos minerais podem funcionar como nematicidas reduzindo a carga parasitária nas fezes contaminadas depositadas sobre o solo. Entre os adubos avaliados, a ureia se mostrou a mais promissora para testes de campo.
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Free living nematodes; Inorganic fertilizers; Verminose; Helminto Gastrintestinal; Controle Integrado; Parasito de Animal; Nematóide; Solo; Nematicida; Uréia; Fertilizante; Gastrointestinal nematodes; Parasites; Parasitoses; Nematicides; Nematoda; Urea fertilizers.
Ano: 2018 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1101512
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características morfofisiológicas de capim-tanzânia sob diferentes doses e fontes de adubação nitrogenada. Repositório Alice
MARANGUAPE, J. S.; SANTOS, M. A. dos; LIMA, L. dos S.; FIGUEIREDO, H. O.; SOUZA, H. A. de; POMPEU, R. C. F. F..
Resumo: A adubação assume papel importante no crescimento inicial da forrageira, pois proporciona melhoria na fertilidade do solo que reflete em respostas positivas das forrageiras, resultando na formação de uma pastagem bem estruturada com a presença de perfilhos vigorosos e em elevada quantidade, o que proporciona perenidade das pastagens. Objetivou-se avaliar o fluxo de biomassa do capim-tanzânia durante a rebrota 1, em casa de vegetação, submetido a doses crescentes de torta de mamona ou ureia (0; 150; 300 e 600 mg N/dm³ de solo) em um delineamento inteiramente casualizado, com sete repetições. Foram avaliadas as taxas de alongamento foliar (TAlF), taxa de alongamento das hastes (TAlH), taxa de senescência total (TST), número de folhas vivas por...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Megathyrsus maximus; Semiárido; Brasil; Ceará; Irauçuba; Torta de mamona; Forrageira; Adubação; Fertilizante Nitrogenado; Morfogênese; Biomassa.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1079857
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Castor cake as organic fertilizer to control gastrointestinal nematodes. Repositório Alice
MARANGUAPE, J. S.; POMPEU, R. C. F. F.; VIEIRA, L. da S.; SOUZA, H. A. de; OLIVEIRA, E. L. de; SOUSA, A. M. P.; COSTA, C. dos S.; SANTOS, M. A. dos; PEREIRA, P. L.; SALLES, H. O..
Abstract: Gastrointestinal parasitism is one of the factors that discourages farmers from raising small ruminants in cultivated pastures. To validate a soil treatment strategy to control the free-living stages of gastrointestinal nematodes (GIN), castor cake (CC) was used as a fertilizer on a pasture where sheep grazed on guinea grass under continuous stocking. On day zero, the pasture was divided into three paddocks, contaminated by GIN and treated, respectively, with CC divided into two applications (2CC1/2), CC in a single application (CC1) and organic compost in a single application (control). On day 21, eight GIN-free sheep were placed in each paddock. On day 58, significant differences (P<0.05) were observed: reduction of up to 66.10% in...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Productive performance; Continuous stocking; Agroindustrial waste; Nematoides gastrintestinais; Helminthoses; Desempenho produtivo; Pequenos ruminantes; Resíduos agroindustriais; Lotação contínua; Torta de mamona; Controle; Capim Tanzânia; Ovino; Haemonchus Contortus; Helminto Gastrintestinal; Nematóide; Parasitismo; Resíduo Agrícola; Adubo Orgânico; Small ruminants; Megathyrsus maximus; Animal parasitic nematodes; Nematode control; Agricultural wastes.
Ano: 2020 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1127188
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Castor cake as organic fertilizer to control gastrointestinal nematodes in pasture-raised sheep. Repositório Alice
MARANGUAPE, J. S.; POMPEU, R. C. F. F.; VIEIRA, L. da S.; SOUZA, H. A. de; OLIVEIRA, E. L. de; SOUSA, A. M. P.; COSTA, C. dos S.; SANTOS, M. A. dos; PEREIRA, P. L.; SALLES, H. O..
Abstract: Gastrointestinal parasitism is one of the factors that discourages farmers from raising small ruminants in cultivated pastures. To validate a soil treatment strategy to control the free-living stages of gastrointestinal nematodes (GIN), castor cake (CC) was used as a fertilizer on a pasture where sheep grazed on guinea grass under continuous stocking. On day zero, the pasture was divided into three paddocks, contaminated by GIN and treated, respectively, with CC divided into two applications (2CC1/2), CC in a single application (CC1) and organic compost in a single application (control). On day 21, eight GIN-free sheep were placed in each paddock. On day 58, significant differences (P<0.05) were observed: reduction of up to 66.10% in...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Agroindustrial waste; Continuous stocking; Desempenho produtivo; Lotação contínua; Resíduos agroindustriais; Nematoides gastrintestinais; Torta de mamona; Capim-tanzânia; Controle de verminose; Ovino; Haemonchus Contortus; Helminto Gastrintestinal; Resíduo Agrícola; Resíduo Industrial; Eficiência Reprodutiva; Small ruminants; Megathyrsus maximus; Reproductive performance; Gastrointestinal nematodes; Nematode control.
Ano: 2020 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1128140
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Índices de crescimento de dois cultivares do gênero Urochloa durante o período de estabelecimento. Repositório Alice
MARANGUAPE, J. S.; SANTOS, F. G. R. dos; FONTENELE, R. G.; SANTOS, M. A. dos; CANDIDO, M. J. D.; POMPEU, R. C. F. F..
Resumo: As forrageiras apresentam variação ao longo do seu crescimento, em razão de variação na idade fisiológica e das condições de meio e manejo. Objetivou-se avaliar os índices de crescimento no cv. Piatã e cv. Paiaguás durante o estabelecimento, num delineamento de blocos completos ao acaso com quatro repetições (blocos). Avaliaram-se a taxa de crescimento de cultura (TCC), índice de área foliar (IAF), taxa de crescimento relativo (TCR), taxa de assimilação líquida (TAL), razão de área foliar (RAF), razão de peso foliar (RPF) e área foliar específica (AFE). Não se observou interação (P>0,05) entre gramíneas x idade para as variáveis avaliadas. Contudo, os dados foram avaliados pelo efeito principal. Em relação ao efeito de fonte, observaram-se...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Variedade Paiaguás; Variedade Piatã; Índice de área foliar; Semiárido; Brasil; Gramínea forrageira; Capim Urochloa; Pastagem.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1079864
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Índices de crescimento de duas gramíneas do gênero Megathyrsus durante o período de estabelecimento nas condições edafoclimáticas do Semiárido Brasileiro. Repositório Alice
SANTOS, M. A. dos; FONTENELE, R. G.; RODRIGUES, F. G. A.; MARANGUAPE, J. S.; POMPEU, R. C. F. F..
Em termos fisiológicos, crescimento é definido como o aumento em tamanho, volume e massa de um órgão no tempo. Daí a importância das estimativas dos índices de crescimento. Objetivou-se se avaliar os índices de crescimento de duas gramíneas do gênero Megathyrsus cv. BRS Massai e cv. BRS Tamani durante o período de estabelecimento. No que diz respeito aos índices de crescimento, ambas as cultivares se comportaram de maneira semelhante, contudo ao considerar que a cultivar BRS Massai apresentou numericamente maiores taxas de crescimento cultural, é reforçada a justificativa de que tal gramínea é a mais tolerante as adversidades encontradas nos cultivos em sequeiro.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Capim-tamani; Capim-massai; Taxa de assimilação líquida; Gramínea.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1084777
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfogênese de gramíneas do gênero Urochloa durante o período de estabelecimento no semiárido brasileiro. Repositório Alice
MARANGUAPE, J. S.; POMPEU, R. C. F. F.; SANTOS, F. G. R. dos; FONTENENE, R. G..
bitstream/item/166832/1/cnpc-2017-Morfogenese.pdf
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Fluxo de biomassa; Capim Paiaguás; Capim Piatã; Semiárido; Brasil; Capim Urochloa; Gramínea Forrageira; Forragem.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1079877
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Viabilidade e produtividade de milho consorciado com capim-massai para produção de silagem e alimentação de ovinos no Semiárido. Infoteca-e
POMPEU, R. C. F. F.; SOUZA, H. A. de; MARTINS, E. C.; GUEDES, F. L.; ROGERIO, M. C. P.; BUENO, L. G.; TONUCCI, R. G.; ARAUJO NETO, R. B. de; PONTE FILHO, F. A. M. da; MARANGUAPE, J. S..
A publicação apresenta o rendimento e os custos de produção de milho consorciado (ou não) com capim-massai para produção de silagem e seu uso na alimentação de ovinos no período seco do ano.
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Semiárido; Brasil; Semiarid climate.; Dry feeding; Dry period; Feed crops; Ovino; Alimento para animal; Alimentação na seca; Planta forrageira; Forragem; Ensilagem; Milho; Sheep; Animal feeding; Silage; Semiarid zones; Brazil..
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1087006
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional