Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Combate ao ácaro rajado Tetranychus urticae Koch, 1836 e ao bicudo do algodão Anthonomus grandis grandis Boheman, 1843 Anais da ESALQ
Takaoka,M.; Silva,J.M.; Raizer,A.J.; Motta,R.; Kato,W.Y.; Mariconi,F.A.M..
Este trabalho tem o objetivo de dar continuidade às pesquisas que visam o combate ao ácaro rajado do algodoeiro Tetranychus urticae. Koch, 1836. Para tal objetivo, em oito tratamentos foram utilizados seis produtos:fempropatrina(300 g/ha), binapacril (400g/ha) , flubenzimina (600g/ha) , carbamato UC 81341 (150 g IA/ha), clofentezina em dois tratamentos (150 g/ha repetidas em três aplicações e 375 g/ha) e bifentrina (70g/ha). A conclusão, extraída da análise dos resultados, permite verificar que os seguintes tratamentos agiram consideravel mente sobre a população do àcaro: ciofentezina em três aplicações e bifentrina. No final do ensaio, procedeu-se à avaliação dos danos ocasionados pelo bicudo do algodoeiro Anthonomus grandis grandis às maçãs. A infestação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro rajado; Algodoeiro; Defensivos químicos; Tetranycus urticae; Bicudo do algodoeiro; Anthonomus grandis grandis.
Ano: 1985 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761985000200014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Defensivos químicos (especialmente novos produtos) no combate ao ácaro rajado Tetranychus urticae koch, 1836, em cultura de algodão Anais da ESALQ
Raizer,A.J.; Silva,J.M.; Takaoka,M.; Motta,R.; Kato,W.Y.; Mariconi,F.A.M..
Este experimento vem dar continuidade às pesquisas de combate ao ácaro rajado do algodoeiro Tetranychus urticae Koch, 1836, tendo por objetivo prinicipal encontrar produtos eficientes contra esse aracnídeo. Nos sete tratamentos realizados no campo, inclufda a testemunha, foram utilizados quatro produtos: bifentrina (50 e 70 g/ha), bromopropilato (500 g/ha), carbamato UC 81341 (100 e 150 g/ha) e clofentzina (500 g/ha). A análise dos resultados demostrou que a clofentezina foi o único tratamento eficaz, pois apresentou ótimos resultados contra o ãcaro e um efeito residual relativamente longo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tetranychus urticae; Defensivos químicos; Acaro rajado; Algodoeiro.
Ano: 1985 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761985000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eficiência no combate ao ácaro da falsa ferrugem dos citros Phyllocoptruta Oleivora (ASHMEAD, 1879) Anais da ESALQ
Mariconi,F.A.M.; Motta,R.; Silva,J.M.; Takaoka,M.; Raizer,A.J.; Kato,W.Y..
A fim de combater experimentalmente o ácaro da falsa ferrugem, de grande destaque na cultura dos citros, estabeleceu-se num campo de laranjeiras adultas um ensaio com os seguintes tratamentos e quantidades de ingredientes ativos por hectare: A - testemunha; B - bromopropilato (567,5g); C - fempropatrina (340,5g); D - clofentezina (567,5g); E ometoato 1397,0g); F- manebe (1396,8g) (Tabela 1). Cada laranjeira recebeu em cobertura seis litros de calda aplicada com pulverizador motorizado (atomizador costal). Realizaram-se onze avaliações: a inicial (dois dias antes da pulverização) e dez outras pós-pulverização (05, 11, 19, 32, 46, 60, 73, 89, 107, 117 dias depois da aplicação) (Tabela 2). Até os 46dias os tratamentos apresentavam resultados quase bons a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1986 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761986000200020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ensaio de combate a ninhos do cupim Cornitermes cumulans (Kollar, 1832) Anais da ESALQ
Motta,R.; Raizer,A.J; Silva,J.M.; Sugahara,C.A.; Arashiro,F.Y.; Mariconi,F.A.M..
O presente trabalho foi realizado com a finalidade de reiniciar pesquisas de com bate químico ao cupim de monte Cornitermes cumulans em pastagem. Cinco produtos foram testados com tal objetivo, totalizando cinco tratamentos: A) aldoxicarbe 1,0g; B) bifentrina 0,2g; C) profenofós 1,0g; D) dodecacloro 0,18 g; E) fentiom 1,0g. As quantidades são de ingrediente ativo aplicado por cupinzeiro. A análise dos resultados mostrou que o dodecacloro e o fentiom foram os melhores tratamentos dessa seleção, com 100% de mortalidade dos ninhos.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cornitermes cumulans; Defensivos químicos; Cupim de monte; Pastagem.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761987000200025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ensaio de combate químico ao ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) em pomar cítrico Anais da ESALQ
Silva,J.M.; Raizer,A.J.; Sugahara,C.A.; Motta,R.; Mariconi,F.A.M.; Scarpari Filho,J.A..
O ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis é considerado o responsável ou um dos responsáveis pela transmissão da leprose em citros. O presente trabalho foi realizado com a finalidade do combate químico ao ácaro. Os tratamentos foram oito: pulverizaram-se cinco defensivos em diferentes formulações comerciais e dosagens, tendo cada laranjeira recebido 7,0 litros de calda. A análise dos resultados mostrou que o bromopropilato (tratamento padrão) se manteve eficiente durante todo o experimento; a clofentezina, na menor dosagem, foi bastante promissora e teve efeito residual relativamente longo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1986 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761986000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Pulverização de novos acaricidas no combate ao ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis (GEIJSKES, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) em citros Anais da ESALQ
Motta,R.; Silva,J.M.; Sugahara,C.A.; Raizer,A.J.; Kato,W.Y.; Mariconi,F.A.M..
O ácaro da leprose é, segundo alguns autores, o vetor responsável pela transmissão da leprose, doença possivelmente causada por um vírus. Este trabalho foi realizado com o objetivo de combate químico ao ácaro, que nos últimos anos está se tornando mais importante. Os tratamentos eram seis, cada um com quatro repetições, mas os produtos eram três. Cada laranjeira recebeu 3,33 litros de calda. Todos os defensivos utilizados conduziram a excelentes resultados até os 89 dias após a pulverização, ocasião em que os trabalhos foram encerrados.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro de leprose; Brevipalpus phoenicis; Citros; Combate químico.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761987000100042
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Resultados de combate ao "ácaro rajado" Tetranychus urticae koch, 1836, em algodoeiro Anais da ESALQ
Kato,W.Y.; Motta,R.; Raizer,A.J.; Silva,J.M.; Takaoka,M.; Mariconi,F.A.M..
Devido aos grandes prejuízos causados pelo "ácaro rajado" 'Tetranychus urticaKoch, 1836, ã cotonicu1tura brasileira , foi realizado o presente trabalho. Vários produtos foram experimentados ,totalizando oito tratamentos: clofentezina (25O e 750 g/ha com uma aplicação cada e 25O g/ha com duas aplicações), fempropatrina (75 e 150 g/ha), binapacril (800 g/ha), cipermetrina + profenofós (50 g + 500 g/ha) e testemunha. A análise dos resultados mostra que as três dosagens de clofentezina constituíram os únicos tratamentos viáveis desta seleção, apresentando ótimos resultados contra o ácaro e efeito residual relativamente longo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tetranychus urticae; Defensivos químicos; Ácaro rajado; Algodoeiro.
Ano: 1985 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761985000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Trabalho experimental de combate ao acaro rajado Tetranychus urticae Koch, 1836 com formulações aplicadas por "electrodyn" Anais da ESALQ
Arashiro,F. Y.; Silva,J. M.; Sugamara,C. A.; Motta,R.; Raizer,A. J.; Mariconi,F. A. M..
O presente trabalho teve como objetivo o combate experimental ao ácaro rajado Tetranyohus urtioae Koch, 1836 em cultura de algodão. Dois produtos, mediante pulverização eletrodinâmica, foram experimentados: bromopropilato e bifentrina, o primeiro em duas dosagens e o segundo, em três. Aos dias da aplicação, a bifentrina mostra os melhores resultados, embora não se diferencie es tatisticamente do bromopropilato. Aos 09 dias, os melhores são as duas dosagens mais fortes da bifentrina apesar de não apresentar diferença estatística dos demais tratamentos (exceto da testemunha).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tetranychus urticae; Ácaro rajado; Pulverização eletro-dinâmica.
Ano: 1987 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761987000200027
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional