Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 27
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações cardiovasculares e intracranianas promovidas pela buprenorfina em cães anestesiados com desflurano Ciência Rural
Souza,Almir Pereira de; Rezende,Márlis Langenegger de; Nunes,Newton; Nishimori,Celina Tie; Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Paula,Danielli Parrilha de.
Objetivou-se com a realização deste experimento, estudar possíveis alterações nas variáveis cardiovasculares e intracranianas promovidas pela buprenorfina, em cães anestesiados com desflurano. Para tanto, foram utilizados oito cães adultos, clinicamente saudáveis. A anestesia foi induzida com propofol (8 mg/kg IV) e em seguida os animais foram intubados com sonda orotraqueal de Magill, a qual foi conectada ao aparelho de anestesia volátil para administração de desflurano (1,5 CAM). Os animais foram mantidos sob ventilação controlada durante todo o período experimental. Após 20 minutos do posicionamento do cateter de pressão intracraniana (PIC), administrou-se buprenorfina (0,02 mg/kg IV). Foram avaliados: PIC; pressão de perfusão cerebral (PPC); FC; PAS,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Opióides; Desflurano; Cães; Anestesia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000300025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ANESTESIA DISSOCIATIVA EM POTROS PELA ASSOCIAÇÃO DE DROPERIDOL E QUETAMINA Ciência Rural
Nunes,Newton; Marques,José Antonio; Ferreira,Homem Israel.
O objetivo deste trabalho foi verificar a viabilidade do droperidol como agente tranqüilizante em potros, associado a quetamina como droga produtora de anestesia dissociativa de curta duração. Foram empregados 10 potros, com idade de 2 a 6 meses, de ambos os sexos e com pesos compreendidos entre 50 e 210kg. Cada animal recebeu, por via intravenosa, 0,8mg/kg de droperidol e, decorridos 10 minutos, pela mesma via, 2mg/kg de quetamina Foram avaliados os parâmetros referentes às freqüências cardíaca e respiratória, temperatura retal, gases sanguíneos, pH e eletrólitos, imediatamente antes e após a aplicação das drogas a intervalos de 10, minutos, durante 30 minutos. A análise estatística mostrou estabilidade de parâmetros, exceto a freqüência respiratória e a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestesia dissociativa; Potros; Quetamina; Droperidol.
Ano: 1992 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781992000300006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestesia para mielografia em cães Ciência Rural
Leite,Alessandra Valeiro; Nunes,Newton; Rezende,Márlis Langenegger de.
Com este texto, objetiva-se fornecer ao profissional de Medicina Veterinária subsídios para a realização de mielografia para o qual é necessário submeter o animal À anestesia geral. Este exame não é um procedimento inócuo, pois várias reações adversas podem ocorrer durante e após sua realização. O conhecimento da farmacodinâmica dos agentes anestésicos é de fundamental importância para o Médico Veterinário escolher associações que proporcionem segurança e minimizem as complicações advindas da técnica. Uma série de cuidados no período pré-anestésico, a escolha de associações de fármacos adequada e o monitoramento do animal durante e após a mielografia proporcionarão aos pacientes uma maior segurança no procedimento.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Neuroradiologia; Convulsões; Pressão intracraniana; Protocolos anestésicos.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000400029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atelectasia pulmonar em cães durante anestesia geral Ciência Rural
Lopes,Patrícia Cristina Ferro; Nunes,Newton.
A pressão intrapleural normalmente é menor que a pressão intrapulmonar. Consequentemente , os pulmões tendem ao colapso e se retraem, afastando-se da parede torácica. No início do século XX, Pasteur descreveu a atelectasia pulmonar, que ocorre com frequência durante a indução anestésica, persiste no período pós-operatório e pode contribuir de maneira significativa para a morbidade e o aumento nos gastos com medicamentos. Em medicina veterinária, no entanto, a atelectasia não é frequentemente diagnosticada, apesar de que isso não implica afirmar que tal afecção não ocorra, visto que existem relatos do desenvolvimento desse quadro em cães e em outras espécies. No contexto da anestesia geral, essa complicação pulmonar pode ser encontrada em animais que...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Colapso pulmonar; Fração inspirada de oxigênio; Shunt.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000100041
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antiarritmogênica da levomepromazina em cães submetidos à anestesia pela quetamina Ciência Rural
Nunes,Newton; Massone,Flávio; Pompermayer,Luiz Gonzaga; Pirolo,Josmari; Camacho,Aparecido Antonio.
Este experimento teve por objetivo avaliar a viabilidade do emprego da levomepromazina no bloqueio da atividade arritmogênica da adrenalina, em cães anestesiados pela quetamina. Para tal, foram utilizados 30 cães adultos, machos e fêmeas, considerados sadios, com pesos compreendidos entre 7 e 14kg. Estes foram divididos em 3 grupos de 10 animais (G1, G2 e G3). Aos cães de G1 foi administrada, por via intravenosa, adrenalina em doses de 3, 6, 9, 12 e 15 mg/kg, em intervalos de 10 minutos. Deste grupo, foram colhidos o tempo de duração do efeito da catecolamina (TA), estabelecido pela contagem da freqüência cardíaca e o número total de batimentos cardíacos de origem ectópica, produzidos pela adrenalina (ESV). Aos animais do G2, foi administrada solução...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Levomepromazina; Quetamina; Arritmia; Cães.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da buprenorfina pelas vias intravenosa ou intramuscular em cães anestesiados pelo desfluorano Ciência Rural
Souza,Almir Pereira de; Nishimori,Celina Tie; Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Paula,Danielli Parrilha de; Nunes,Newton; Rezende,Márlis Langenegger de; Henao-Guerrero,Piedad Natalia.
Objetivou-se avaliar comparativamente os efeitos da buprenorfina, administrada pelas vias intramuscular(IM) ou intravenosa (IV), sobre variáveis cardiovasculares, em cães anestesiados com desfluorano. Para tanto, foram utilizados dezesseis cães adultos, clinicamente saudáveis, distribuídos em dois grupos (n=8) denominados de GI e GII. Em ambos os grupos, a anestesia foi induzida com propofol (8 mg/kg, IV) e em seguida os animais foram intubados com sonda orotraqueal de Magill, a qual foi conectada ao aparelho de anestesia volátil para administração de desfluorano (1,5 CAM). Após 30 minutos do início da anestesia inalatória, foi aplicado no GI buprenorfina na dose de 0,02 mg/kg pela via IV, enquanto no GII administrou-se o opióide na mesma dose porém pela...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Opióides; Cardiovascular; Anestesia inalatória.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000300024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diferentes frações inspiradas de oxigênio em coelhos hipovolêmicos anestesiados com propofol e submetidos à ventilação mecânica Ciência Rural
Borges,Paula Araceli; Nunes,Newton; Camacho,Aparecido Antonio; Batista,Priscila Andrea Costa dos Santos; Gava,Fábio Nelson; Bürger,Camila Paes; Moro,Juliana Vitti; Lopes,Patrícia Cristina Ferro.
Avaliaram-se os efeitos do fornecimento de diferentes frações inspiradas de oxigênio (FiO²) em coelhos hipovolêmicos, anestesiados com infusão contínua de propofol e mantidos em ventilação controlada sobre os parâmetros respiratórios, hemogasométricos e hemodinâmicos. Foram utilizados 50 coelhos (Nova Zelândia), pesando 3,5±0,3kg, distribuídos em 5 grupos: G100 (FiO²=1), G80 (FiO²=0,8), G60 (FiO²=0,6), G40 (FiO²=0,4) e G21 (FiO²=0,21), os quais receberam xilazina (1mg kg-1) e cetamina (15mg kg-1) pela via intramuscular. Transcorridos 20 minutos, foi administrado propofol (8mg kg-1 bolus e 0,5mg kg-1 min-1) e rocurônio (0,6mg kg-1 bolus e 0,6mg kg-1 h-1). Iniciou-se então, a ventilação mecânica no modo pressão controlada. Após 30 minutos, os animais foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Frações inspiradas de oxigênio; Hipovolemia aguda; Ventilação mecânica; Propofol; Coelho; Anestesia.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EFEITOS CARDIO-RESPIRATÓRIOS DA ANESTESIA EPIDURAL EM CÃES NÃO PREMEDICADOS Ciência Rural
Nunes,Newton; Costa,Jorge Luiz Oliveira; Nóbrega Neto,Pedro Izidro da.
Neste experimento procurou-se aferir os efeitos da anestesia epidural sobre as freqüências cardíaca e respiratória, temperatura retal e pressão arterial média, sem que houvesse interferência de produtos empregados na pré-medicação. Foram utilizados 10 cães adultos, machos e fêmeas, com pesos compreendidos entre 7 e 12 kg. A cada animal foi administrado, no espaço epidural lombo-sacro, 1ml/5kg de peso corpóreo de cloridrato de lidocaína 2%. Os parâmetros vitais foram colhidos imediatamente antes e após a aplicação do fármaco, a intervalos de 10 minutos, durante 60 minutos. Os dados numéricos obtidos foram submetidos a análise estatística pelo método não paramétrico de Kruskal-Wailis. Como resultados, foram obtidas curvas cujas médias não mostraram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestesia epidural; Lidocaína; Anestesia no cão.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781993000300010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiorrespiratórios da buprenorfina em cães anestesiados pelo desfluorano Ciência Rural
Souza,Almir Pereira de; Nunes,Newton; Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nishimori,Celina Tie; Paula,Danielli Parrilha de; Guerrero,Piedad Natalia; Silva,Rosangela Maria Nunes da.
Objetivou-se, com este estudo, avaliar os efeitos da buprenorfina sobre variáveis cardiovasculares e respiratórias em cães durante anestesia com desfluorano. Para tanto, foram utilizados 20 cães adultos, distribuídos em dois grupos (GB e GC). A anestesia foi induzida com propofol (8mg kg-1 IV) e em seguida os animais foram intubados com sonda de Magill, a qual foi conectada ao aparelho de anestesia para administração de desfluorano (1,5 CAM). Após 30 minutos, foi aplicado no GB buprenorfina (0,02mg kg-1) e no GC solução de NaCl à 0,9% (0,05ml kg-1). Avaliaram-se: freqüências cardíaca e respiratória (FC e <FONT FACE=Symbol>¦</FONT>); pressões arteriais sistólica, diastólica e média (PAS, PAD e PAM); débito cardíaco (DC); pressão venosa central...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Opióides; Hemogasometria; Cães; Anestesia.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000600017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiorrespiratórios do butorfanol em cães pré-tratados ou não pela levomepromazina Ciência Rural
Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nunes,Newton; Rezende,Márlis Langenegger de; Souza,Almir Pereira de; Nishimori,Celina Tie; Paula,Danielli Parrilha de; Okamura,Marcus.
Objetivou-se com este experimento avaliar os efeitos do butorfanol precedido ou não pela levomepromazina sobre a freqüência cardíaca (FC), as pressões arteriais sistólica, diastólica e média (PAS, PAD e PAM, respectivamente), a freqüência respiratória (f), a concentração de dióxido de carbono ao final da expiração (ETCO2), a saturação da oxihemoglobina (SpO2), o volume corrente (VC) e o volume minuto (VM), em cães. Para tal, foram empregados vinte animais adultos, clinicamente saudáveis, distribuídos igualmente em dois grupos (GC e GL). Ao GC administrou-se solução salina a 0,9% (Controle), no volume de 0,2mL kg-1, pela via intravenosa (IV). Decorridos 15 minutos, administrou-se butorfanol na dose de 0,3mg kg-1 pela mesma via. Aos animais do GL foi adotada...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cardiopulmonar; Cães; Levomepromazina; Butorfanol.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000500013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos do desfluorano, sevofluorano e isofluorano sobre variáveis respiratórias e hemogasométricas em cães Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Martins,Silvio Emilio Cuevas; Nunes,Newton; Rezende,Márlis Langenegger de; Santos,Paulo Sergio Patto dos.
Com este estudo objetivou-se avaliar, comparativamente, os efeitos de três anestésicos inalatórios sobre variáveis respiratórias e hemogasométricas em cães. Para tal, utilizaram-se 30 cães sadios, adultos, machos e fêmeas evitando-se aquelas em estro ou em gestação. Os animais foram separados e protocolados em três grupos de 10 cães cada (G1, G2 e G3). Induziu-se a anestesia geral com administração intravenosa de propofol, na dose de 10±1,3 mg/kg. Em seguida procedeu-se à intubação orotraqueal e anestesia geral inalatória pelo desfluorano (G1), sevofluorano (G2) e isofluorano (G3), diluídos em oxigênio a 100,00%, por meio de circuito anestésico tipo "semi-fechado", dotado de vaporizadores calibrados para cada agente anestésico. As variáveis estudadas foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Desfluorano; Sevofluorano; Isofluorano; Respiração; Hemogasometria; Cães.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos eletrocardiográficos do butorfanol em cães anestesiados pelo desfluorano Ciência Rural
Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nunes,Newton; Souza,Almir Pereira de; Rezende,Márlis Langenegger de; Nishimori,Celina Tie; Paula,Danielli Parrilha de; Henao Guerrero,Piedad Natalia.
Objetivou-se com este experimento avaliar as possíveis alterações eletrocardiográficas decorrentes do uso do butorfanol em cães, durante anestesia geral inalatória com desfluorano. Para tal, foram utilizados vinte cães adultos, clinicamente saudáveis, distribuídos em dois grupos (n=10) denominados de GS e GB. Os animais foram induzidos à anestesia com propofol (8,4 ± 0,8mg kg-1, IV) intubados com sonda orotraqueal de Magill e submetidos à anestesia inalatória pelo desfluorano (10V%). Decorridos 40 minutos da indução, foi administrado aos animais do GS, por via intramuscular, 0,05mL kg-1 de solução fisiológica a 0,9% (salina), enquanto que no GB, foi aplicado butorfanol na dose de 0,4mg kg-1 pela mesma via e em volume equivalente ao empregado no grupo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestesia inalatória; Cães; Opióides; Eletrocardiografia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000400022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eletrocardiografia de cães submetidos a diferentes concentrações de desflurano, pré-tratados ou não com a associação de fentanil/droperidol Ciência Rural
Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nunes,Newton; Vicenti,Felipe Antônio Mendes; Martins,Silvio Emílio Cuevas; Rezende,Márlis Langenegger de.
Avaliaram-se os efeitos da associação de fentanil e droperidol sobre a freqüência cardíaca (FC) e eletrocardiografia (ECG), em cães submetidos à anestesia pelo desflurano. Para tal, foram empregados quarenta animais hígidos, adultos, machos e fêmeas, com peso variando entre 6,5 e 20kg. Os cães foram separados igualmente em dois grupos G1 e G2. Ao G1, administrou-se fentanil (15,7mg/kg) associado ao droperidol (0,5mg/kg); ao G2, administrou-se solução fisiológica a 0,9% (placebo), ambos por via intravenosa. Decorridos 15 minutos, induziu-se à anestesia geral com administração intravenosa de propofol (5mg/kg). Ato contínuo, os cães foram submetidos a anestesia inalatória pelo desflurano, diluído em oxigênio, através de circuito anestésico semifechado na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eletrocardiografia; CAM; Desflurano; Fentanil; Droperidol; Cães.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000500011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eletrocardiografia em cães anestesiados com cetamina-s ou cetamina Ciência Rural
Souza,Almir Pereira de; Carareto,Roberta; Nunes,Newton; Leite,Alessandra Valeiro; Paula,Danielli Parrilha de.
A cetamina, fármaco derivado da fenciclidina, há muito é usada na anestesia veterinária, sendo que o seu isômero (+), a cetamina S, recém-lançada no mercado, tem tido emprego principalmente na anestesia humana. Em vista disso, objetivou-se, com este experimento avaliar comparativamente, as possíveis alterações eletrocardiográficas em cães anestesiados com cetamina S ou cetamina e avaliar as freqüências respiratória e cardíaca, saturação de oxihemoglobina e pressão arterial. Para tanto, foram utilizados 10 cães adultos, machos e fêmeas, sem raça definida e hígidos. Os animais foram distribuídos em dois grupos (G1 e G2) de igual número. Ao G1 administrou-se, por via intramuscular, cetamina S na dose de 20mg/kg, e ao G2, cetamina na mesma dose e via de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eletrocardiograma; Dissociativos; Anestesia.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000500008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Emprego da levomepromazina no bloqueio da arritmia induzida pela adrenalina em cães anestesiados pelo Sevoflurano Ciência Rural
Rezende,Márlis Langenegger de; Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nunes,Newton; Bolzan,Aline Adriana.
Este experimento objetivou estudar o possível efeito antiarritmogênico da levomepromazina em cães anestesiados pelo sevoflurano e submetidos a doses crescentes de adrenalina. Para tal, foram empregados 21 animais adultos, machos e fêmeas, sem raça definida e considerados sadios. Os cães foram separados em dois grupos, sendo um de 11 (G1) e outro de 10 (G2) animais. O G1 recebeu, por via intravenosa, solução salina a 0,9%, na dose de 0,2ml/kg (placebo), seguida 15 minutos após, pela aplicação de tiopental, pela mesma via, na dose suficiente para abolir o reflexo laringotraqueal. Procedeu-se à intubação orotraqueal e iniciou-se a administração de sevoflurano a 2,5V%, em circuito anestésico semi-fechado. Decorridos 20 minutos da indução anestésica, iniciou-se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Levomepromazina; Arritmia; Adrenalina; Sevoflurano; Cães.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000300008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Emprego do flunitrazepam na sedação de suínos Ciência Rural
Marques,José Antonio; Carvalho,Luiz Fernando de Oliveira e Silva; Valadão,Carlos Augusto Araújo; Nunes,Newton; Vaz,Beatriz Berlink d'Utra.
Na presente pesquisa avaliou-se o flunitrazepam, em diferentes doses, na tranqüilização de 24 suínos da raça Landrace. Os animais foram divididos em 4 grupos onde, após jejum prévio, anotou-se os parâmetros basais (M0) de frequência cardíaca, respiratória, temperatura retal e hemogasimetria arterial. Ato contínuo, administrou-se o flunitrazepam nas doses de 0,01; 0,02 e 0,03mg/kg, intramuscular (IM), aos grupos I, II e III, respectivamente. O grupo IV (controle) recebeu igual volume de solução fisiológica por via IM. Os dados paramétricos e de hemogasimetria foram coletados a intervalos de 10 minutos após a administração da droga, durante o período de uma hora. Concomitantemente efetuaram-se observações clínicas a respeito do grau de sedação proporcionado...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestesia de suínos; Benzodiazepínicos; Flunitrazepam.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781995000300013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Hemodinâmica de diferentes frações inspiradas de oxigênio em cães submetidos à infusão contínua de propofol sob ventilação espontânea Ciência Rural
Nunes,Newton; Lopes,Patrícia Cristina Ferro; Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Paula,Danielli Parrilha de; Nishimori,Celina Tie Duque; Carareto,Roberta; Sousa,Marlos Gonçalves; Barbosa,Vivian Fernanda; Camacho,Aparecido Antonio.
Avaliaram-se os efeitos do fornecimento de diferentes frações inspiradas de oxigênio (FiO2) sobre os parâmetros hemodinâmicos em cães submetidos à infusão contínua de propofol e mantidos em ventilação espontânea. Foram utilizados oito cães, os quais foram empregados em cinco grupos com diferentes FiO2, G100 (FiO2 = 1), G80 (FiO2 = 0,8), G60 (FiO2 = 0,6), G40 (FiO2 = 0,4) e G20 (FiO2 = 0,21), respeitando-se um intervalo de dez dias entre cada procedimento anestésico. Os animais foram induzidos e mantidos sob anestesia com propofol na dose de 0,7mg kg-1 min-1 e, após a intubação orotraqueal, iniciou-se o fornecimento de oxigênio conforme a FiO2 determinada para cada grupo. As primeiras mensurações, da freqüência cardíaca (FC), das pressões arteriais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Frações inspiradas de oxigênio; Propofol; Cão; Parâmetros hemodinâmicos.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000300021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Hemogasometria e variáveis cardiopulmonares após administração do butorfanol em cães anestesiados pelo desfluorano sob ventilação espontânea Ciência Rural
Santos,Paulo Sérgio Patto dos; Nunes,Newton; Souza,Almir Pereira de; Rezende,Márlis Langenegger de; Nishimori,Celina Tie; Paula,Danielli Parrilha de; Guerrero,Piedad Natalia Henao.
Este experimento teve por objetivos avaliar as possíveis alterações cardiopulmonares e hemogasométricas decorrentes do uso do butorfanol em cães submetidos à anestesia pelo desfluorano sob ventilação espontânea. Para tal, foram utilizados vinte cães adultos, clinicamente saudáveis, pesando 12±3kg. Os animais foram distribuídos igualmente em dois grupos, GS e GB, e induzidos à anestesia com propofol (8,4±0,8mg kg-1, IV), intubados e submetidos à anestesia inalatória pelo desfluorano (10V%). Decorridos 40 minutos da indução, foi administrado aos animais do GS 0,05mL kg-1 de solução fisiológica a 0,9% (salina), enquanto que, no GB, foi aplicado butorfanol na dose de 0,4mg kg-1, ambos pela via intramuscular. As observações das variáveis freqüências cardíaca...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Butorfanol; Cães; Hemogasometria; Desfluorano.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000200020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Laparoscopy hepatic biopsy through cauterization Ciência Rural
Fantinatti,Alexandra Pinheiro; Daleck,Carlos Roberto; Nunes,Newton; Alessi,Antonio Carlos; Costa Neto,João Moreira da; Vicenti,Felipe Antonio Mendes; Duque,Juan Carlos; Santos,Paulo Sérgio Patto dos.
Hepatic biopsy was realized through laparoscopy with simultaneous cauterization in the present study, whose principal aim was to evaluate the efficacy of the applied method and to study its effects in the liver of healthy dogs. Furthermore, we tried to verify the main hematological and chemistry profile alterations related to the hepatic function, and to investigate the viability of the fragments collected by histopathology. To attain this objective, 21 clinically healthy dogs, weighing between 10 and 15kg were submitted to hepatic biopsy with forceps connected to the cautery. Cautery was performed by applying radiofrequency energy at 45 watts. Forty-two hepatic biopsies through laparoscopy were conducted in the animals. At group I one hepatic fragment per...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Electrocautery; Dog; Surgery; Diagnosis.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000400019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levomepromazina e acepromazina no bloqueio da arritmia induzida pela adrenalina em cães anestesiados pelo halotano Ciência Rural
Rezende,Márlis Langenegger de; Farias,Anderson; Bolzan,Aline Adriana; Ferreira,Wagner Luis; Léga,Elzylene; Nunes,Newton.
Com este experimento, objetivou-se comparar os efeitos antiarritmogênicos da levomepromazina e da acepromazina em cães anestesiados pelo halotano e submetidos a doses crescentes de adrenalina. Foram empregados 19 animais adultos, sadios, separados em dois grupos, sendo um de 10 (G1) e outro de 09 (G2). O G1 recebeu, por via intravenosa, levomepromazina, na dose de 1mg/kg, seguida 15 minutos após, pela aplicação de propofol, pela mesma via, na dose de 5 ± 1,3mg/kg. Procedeu-se à intubação orotraqueal e iniciou-se a administração de halotano, diluído em oxigênio, na concentração de 3 CAM (2,5 V%), em circuito anestésico semi-fechado. Decorridos 50 minutos da indução anestésica, iniciou-se a administração contínua, intravenosa, de solução de adrenalina a 4%...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestesia; Fenotiazinas; Antiarritmicos.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000300011
Registros recuperados: 27
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional