Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análises macroscópica e histopatológica do alotransplante parcial de vesícula urinária com células-tronco mesenquimais alogênicas derivadas do tecido adiposo em coelhos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pinto Filho,S.T.L.; Dalmolin,F.; Pillat,M.M.; Graça,D.L.; Borges,L.; Rosa,M.P.; Danesi,C.C.; Maciel,R.M.; Veiga,M.L.; Dullius,A.I.S.; Pippi,N.L..
RESUMO O número de transplantes de órgãos e tecidos em humanos e animais tem crescido significativamente nos últimos anos, principalmente após o advento de técnicas modernas e mais seguras indutoras de imunossupressão. Objetiva-se com o presente estudo avaliar macro e microscopicamente o alotransplante parcial de bexiga a fresco em coelhos, utilizando como agente imunomodulador células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo (ADSC) alogênicas. Foram utilizados 25 coelhos, sendo um deles macho e doador das ADSCs, e os outros 24 eram fêmeas, submetidas a alotransplante parcial de bexiga, tratadas com ciclosporina (GCi) ou células-tronco mesenquimais (GCe). Conclui-se que o GCe teve melhor aceitação histológica do implante em relação ao GCi aos 30...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Transplante; Bexiga; Cirurgia; CTM.
Ano: 2018 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352018000601845
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em cadelas submetidas à ovário-histerectomia videoassistida ou convencional Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Dalmolin,F.; Lhamas,C.L.; Pinto Filho,S.T.L.; Feranti,J.P.S.; Poerschke,A.; Beck,R.C.; Abdalla,F.H.; Andrade,C.M.; Brun,M.V..
RESUMO A videocirurgia é atualmente uma das principais ferramentas operatórias, com vantagens que incluem menor estresse, incisões e dor pós-operatória quando comparada aos procedimentos abertos. Objetivou-se comparar o processo inflamatório e o estresse oxidativo resultantes das técnicas de ovário-histerectomia (OVH) convencional e videoassistida, com dois portais em cadelas, por meio de hemograma, avaliação de acetilcolinesterase, butirilcolinesterase, catalase e malondialdeído séricos, imediatamente antes da operação e duas, seis, 12, 24, 48 e 72 horas após a cirurgia. Observou-se menor estresse cirúrgico nas pacientes operadas pela técnica videoassistida, e sugere-se que a técnica convencional possa implicar peroxidação lipídica, mesmo com o uso de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Espécies reativas; Videocirurgia; Acetilcolinesterase; Butirilcolinesterase; Peroxidação lipídica.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352016000300687
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Intussuscepção uterina em uma cadela Yorkshire Terrier Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pinto Filho,S.T.L.; Carus,D.S.; Dalmolin,F.; Anjos,B.L.; Segatto,T.; Krabbe,A.; Oliveira,M.T.; Pippi,N.L.; Brun,M.V..
A intussuscepção uterina é condição rara em pequenos animais. No presente relato descreve-se um caso de intussuscepção uterina em um canino, fêmea Yorkshire Terrier no pós-parto imediato, diagnosticada por meio de laparotomia exploratória e pela avaliação anatomopatológica. Realizou-se a ovariossalpingo-histerectomia (OSH) como tratamento definitivo para a alteração. Conclui-se, portanto, que a intussuscepção uterina pode ocorrer em cadelas, de forma espontânea no pós-parto imediato.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Cirurgia; Inversão uterina; Parto.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000100037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Isolamento e diferenciação das células-tronco da polpa dentária canina em células progenitoras neurais Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Rosa,M.P.; Degregori,E.B.; Ferst,J.G.; Pillat,M.M.; Bertolin,K.; Souza,J.R.M.; Bello,L.K.; Pinto Filho,S.T.L.; Müller,D.C.M..
RESUMO O objetivo deste estudo foi verificar a capacidade de diferenciação das células-tronco da polpa dentária canina em células progenitoras neurais bem como quantificar obtenção e viabilidade celular, durante três passagens em cultura. As células foram extraídas da polpa dentária de dois cadáveres caninos, com aproximadamente dez meses de idade, que foram a óbito em decorrência de traumatismo automotivo. Após três subculturas, realizou-se avaliação da viabilidade celular por quantificação em câmara de Neubauer. A partir disso, induziu-se diferenciação neural em meio de cultura neurobasal (Gibco™), com células aderidas ao plástico ou suspensas em placas tratadas com agarose. Após sete e 14 dias em cultivo indutor, observou-se morfologia e perfil...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Neuroesferas; Citometria de fluxo; Terapia celular; Desmielinização.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352019000601821
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Meloxicam associado ou não ao tramadol no controle da dor após ovário-histerectomia videoassistida em cadelas Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oliveira,M.T.; França,R.T.; Feranti,J.P.S.; Coutinho Júnior,A.S.; Soares,A.V.; Santos,F.R. B.; Corrêa,L.F.D.; Hartmann,H.F.; Pinto Filho,S.T.L.; Chaves,R.O.; Pohl,V.H.; Brun,M.V..
O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do meloxicam associado ou não ao tramadol, no controle da dor após ovário-histerectomia (OVH) laparoscópica com dois portais. Foram selecionadas 14 cadelas hígidas. Os animais foram separados de forma aleatória, em dois grupos. O grupo M (GM) recebeu meloxicam (0,2mg kg-1, s.i.d.), enquanto os animais do grupo MT (GMT) receberam a associação de meloxicam (0,2mg kg-1, s.i.d.) e tramadol (4mg kg-1, t.i.d.), ambos durante dois dias de pós-operatório. Para avaliação da dor pós-cirúrgica, foram utilizadas as escalas de Melbourne e escala visual analógica (EVA), além de mensurações de glicemia e cortisol sérico. Não houve diferença ao se avaliarem os grupos GM e GMT pela escala de Melbourne nem pela EVA. As...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Analgesia; AINES; Videocirurgia.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352016000100010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ressecção de cisto e abscesso renais por laparoscopia em um cão Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pinto Filho,S.T.L.; Brun,M.V.; Dalmolin,F.; Hartmann,H.; Pereira,D.T.; Pohl,V.H.; Coutinho Jr.,A.S.; Giglio,C.F.; Wiecheteck,F.S.; Oliveira,M.T.; Godoy,C.L.B.; Hora,A.M..
Cistos renais podem formar-se em qualquer parte do néfron e dos ductos coletores. Alguns são hereditários, originando-se durante a organogênese, e outros se desenvolvem no tecido renal normal, depois que os rins estão completamente formados. No presente relato, descreve-se a ressecção de cisto e abscesso renais, por cirurgia laparoscópica em um cão. Para o acesso, foram utilizados três portais, dois de 10mm de diâmetro e um de 5mm, dispostos na parede abdominal lateral direita e, num segundo momento, na parede abdominal lateral esquerda. Conclui-se, portanto, que a técnica laparoscópica com três portais permite a realização de ressecção de cisto e abscesso renais em cães, sem a ocorrência de recidivas em curto prazo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia; Videolaparoscopia; Cão; Rim.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000600010
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional