Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A cor verde do endosperma do café Bragantia
Mazzafera,Paulo; Guerreiro Filho,Oliveiro; Carvalho,Alcides.
Realizaram-se comparações entre as sementes dos cultivares Mundo Novo de Coffea arabica, cujo endosperma é verde, com as do cultivar Cera, dessa espécie, de endosperma amarelo, com o objetivo de determinar os componentes responsáveis por aquela cor. Nas análises de clorofilas, flavonóides, diterpenos totais, ácido clorogênico e íons Mg, Ca, K, Fe e B, nenhuma diferença foi verificada entre os dois cultivares, sugerindo que a coloração verde se deva à presença de outros componentes ou que o 'Cera' apresente um componente que não ocorre no 'Mundo Novo' e que inibe o desenvolvimento da cor verde no seu endosperma.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coffea arabica; Cultivares Mundo Novo e Cera; Flavonóides; Diterpenos; Ácido clorogênico; Clorofila; Íons.
Ano: 1988 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051988000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de compostos não-voláteis em diferentes cultivares de cafeeiro produzidas na região sul de Minas Gerais - DOI: 10.4025/actasciagron.v31i1.6629 Agronomy
Malta, Marcelo Ribeiro; EPAMIG; Chagas, Sílvio Júlio de Rezende; EPAMIG.
O presente trabalho teve como objetivo avaliar os teores de trigonelina, ácidos clorogênicos (5-ACQ) e cafeína em grãos de diferentes cultivares de cafeeiro (Coffea arabica L.). As cultivares avaliadas foram coletadas na Fazenda Experimental da Epamig em Lavras, Estado de Minas Gerais, no ano agrícola de 2005/2006. O delineamento experimental utilizado foi um inteiramente casualizado constando de oito cultivares de café com três repetições. Foram avaliadas as cultivares: Oeiras MG 6851, Acaiá Cerrado MG 1474, Catuaí Vermelho IAC 99, Rubi MG 1192, Topázio MG 1190, Mundo Novo IAC 379/19, Catucaí Amarelo 2 SL e Catuaí Amarelo IAC 62. Após a colheita dos cafés por derriça manual no pano, estes foram lavados e submetidos ao processo de descascamento e...
Palavras-chave: 5.01.03.04-0 Produção de Mudas Coffea arabic; Melhoramento; Composição química; Ácido clorogênico; Cafeína; Trigonelina. Coffea Arabica; Breeding; Chemical composition; Chlorogenic acids; Caffeine; Trigonelline.
Ano: 2009 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/6629
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Chemical response of maize plants with resistance to fall Armyworm feeding damage. Repositório Alice
MACHADO, Y.; TAKAHASHI, J. A.; VIANA, P. A.; RIBEIRO, P. E. de A.; GUIMARAES, P. E. de O..
ABSTRACT: This work aimed at verifying the chemical response to Spodotera frugiperda associated to some selected genotypes resistant to this fall armyworm, subsidizing studies for improving commercial cultivars. Genotypes were grown and divided into two groups: a group was infested with S. frugiperda and another group was not infested (control). Extracts from plants of both groups were prepared and their chromatographic profiles were obtained by high performance liquid chromatography. Chlorogenic acid, described in the literature as a natural metabolite with food deterrent activity, was identified in some extracts by comparison with the authentic standard and, later, by mass spectrometry. The chromatograms obtained were classified using chemometric...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: HPLC; Chlorogenic acid; Zea mays; Spodoptera frugiperda; CLAE; Ácido clorogênico.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1013761
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compostos bioativos e atividade antioxidante do café (Coffea arabica L.) Ciência e Agrotecnologia
Abrahão,Sheila Andrade; Pereira,Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga; Duarte,Stella Maris da Silveira; Lima,Adriene Ribeiro; Alvarenga,Dalila Junqueira; Ferreira,Eric Batista.
Conduziu-se este trabalho, com a proposta de avaliar o potencial antioxidante de dois padrões da bebida do café (rio e mole), verdes e torrados, utilizando modelos in vitro. Foram determinados o teor de fenólicos totais, ácido clorogênico (ácido 5-cafeoilquínico) e cafeína das bebidas. A avaliação in vitro do potencial antioxidante foi investigada pelos métodos de captação do radical DPPH e pelo poder redutor de metais. Os dois padrões de bebida do café analisados não apresentaram diferenças quanto aos parâmetros cor, ácido clorogênico e cafeína. Observou-se que houve redução nos valores de ácido clorogênico à medida que os grãos foram torrados. O café verde bebida rio apresentou maior teor de fenólicos totais que o café bebida mole. Nos grãos torrados não...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Qualidade da bebida; Compostos fenólicos; Ácido clorogênico; Cafeína; Capacidade antioxidante; Poder redutor.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000200020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compostos bioativos em café integral e descafeinado e qualidade sensorial da bebida PAB
Abrahão,Sheila Andrade; Pereira,Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga; Lima,Adriene Ribeiro; Ferreira,Eric Batista; Malta,Marcelo Ribeiro.
O objetivo deste estudo foi determinar a qualidade sensorial de café (Coffea arabica) descafeinado e integral, os níveis de compostos bioativos, antes e após a torração, e a estabilidade destes após a extração da bebida. A análise sensorial foi realizada por meio do método oficial brasileiro de classificação do café. As análises de cafeína, trigonelina e ácido clorogênico foram realizadas por cromatografia líquida de alta eficiência. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso, em parcelas subdivididas com quatro tipos de café, cinco tempos de análise e três repetições. Na análise sensorial, foi observado que as características sensoriais, presentes na amostra integral, foram perdidas após o processo de descafeinação. Na variável concentração...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido clorogênico; Cafeína; Trigonelina.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2008001200022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição de isômeros de ácido clorogênico e teores de cafeína e trigonelina em cafés solúveis brasileiros Ciênc. Tecnol. Aliment.
Nogueira,Márcia; Trugo,Luiz Carlos.
Nove amostras de café solúvel representativas das marcas brasileiras foram adquiridas no mercado e analisadas quanto a composição de ácidos clorogênicos, cafeína e trigonelina, através de cromatografia líquida de alta eficiência. Os isômeros dos principais grupos de ácidos clorogênicos (ACG), ou seja, ácidos cafeoilquínicos (ACQ), dicafeoilquínicos (ADICQ) e feruloilquínicos (AFQ) foram determinados. O grupo de ACQ foi predominante em todas as amostras sendo o 5-ACQ o maior componente nas amostras. Os teores totais de ACG variaram de 0,6 a 5,9g%. As amostras com baixo teor de ACG foram provavelmente aquelas obtidas de grãos submetidos a torrefação intensa. Os teores de trigonelina foram também bastante variáveis situando-se na faixa de 0,3 a 1,0g%...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Café solúvel; Ácido clorogênico; Cafeína; Trigonelina.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612003000200033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extração de ácido clorogênico de farelo de girassol desengordurado. Repositório Alice
ROSA, P. M. da; ANTONIASSI, R.; GONÇALVES, E. B.; BIZZO, H. R.; SILVA, A. J. R. da..
2011
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Helianthus annuus L.; Ácido clorogênico; Girassol; CLAE; Eficiência de extração.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/894603
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extração de ácido clorogênico de farelo de girassol desengordurado Ciência Rural
Rosa,Patricia Mattos da; Antoniassi,Rosemar; Gonçalves,Elisabeth Borges; Bizzo,Humberto Ribeiro; Silva,Antonio Jorge Ribeiro da.
A cultura de girassol (Helianthus annuus L.) vem se consolidando no Brasil, pois se adapta a diversas regiões do país e apresenta características interessantes tanto do ponto de vista agronômico, quanto em relação à composição do óleo e à qualidade de sua proteína. O farelo desengordurado de girassol tem sido utilizado para ração, mas seu escurecimento limita o uso para consumo humano. O farelo contém ácido clorogênico, um potente antioxidante, que quando oxidado pela polifenoloxidase gera compostos que causam o escurecimento e reduzem a qualidade nutricional da proteína. Neste trabalho, foram obtidos extratos de ácido clorogênico, a partir do farelo desengordurado de girassol, utilizando-se metanol ou etanol como solvente, nas temperaturas de 25, 40 e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Helianthus annuus L.; Ácido clorogênico; Girassol; CLAE; Eficiência de extração.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011000400028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extração e dosagem da atividade da polifenoloxidase do café Scientia Agricola
Mazzafera,Paulo; Gonçalves,Kátia Viviane; Shimizu,Milton Massao.
A atividade de polifenoloxidase (PFO) tem sido usada como indicadora da qualidade de bebida de café. Foram feitas comparações entre o método tradicionalmente usado para extração de polifenoloxidase de café e outro, onde impediu-se a oxidação de fenóis durante a extração, com posterior eliminação por filtração em coluna de exclusão. Um método intermediário entre os dois também foi testado. As medições de atividade foram feitas por espectrofotometria e por consumo de O2. Os métodos tradicionais de extração e dosagem da atividade de PFO sofrem forte interferência de fenóis presentes no extrato, não permitindo reprodução dos dados publicados na literatura. Por espectrofotometria foi possível diferenciação apenas entre café de bebida Mole de cafés de bebida...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido clorogênico; Café; Qualidade de bebida.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162002000400012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência de extratos de café submetidos a diferentes níveis de torra em linhagem celular humana de adenocarcinoma de próstata. Repositório Alice
GUIMARÃES, D. DE A. B..
bitstream/item/177559/1/DEBORAH-BAUER-DISSERTACAO-FINALc.pdf
Tipo: Tese/dissertação (ALICE) Palavras-chave: Câncer de próstata; Ácido clorogênico; Café; Antioxidante; Câncer; Coffee (beverage); Cancer (genus).
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1091877
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Quantitative genetic analysis of methylxanthines and phenolic compounds in mate progenies. Repositório Alice
CARDOZO JUNIOR, E. L.; DONADUZZI, C. M.; FERRARESE-FILHO, O.; FRIEDRICH, J. C.; GONELA, A.; STURION, J. A..
The objective of this work was to determine the contents of methylxanthines, caffeine and theobromine, and phenolic compounds, chlorogenic and caffeic acids, in 51 mate progenies (half?sib families) and estimate the heritability of genetic parameters. Mate progenies were from five Brazilian municipalities: Pinhão, Ivaí, Barão de Cotegipe, Quedas do Iguaçu, and Cascavel. The progenies were grown in the Ivaí locality. The contents of the compounds were obtained by high performance liquid chromatography (HPLC). The estimation of genetic parameters by the restricted maximum likelihood (REML) and the prediction of genotypic values via best linear unbiased prediction (BLUP) were obtained by the Selegen ? REML/BLUP software. Caffeine (0.248?1.663%) and...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Erva-mate; Ilex paraguariensis; Cafeína; Ácido clorogênico; Teobromina; Parâmetro genético.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/854346
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Variabilidade genética dos teores de compostos fenólicos em um germoplasma de erva-mate cultivado no Brasil. Repositório Alice
FRIEDRICH, J. C.; CARDOZO JUNIOR, E. L.; GONELA, A.; CASSOL, G. H.; KVISTCHAL, M. V.; STURION, J. A..
2011
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ilex paraguariensis; Erva mate; Ácido clorogênico; Ácido neoclorogênico; Ácido criptoclorogênico; Divergência genética.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/889771
Registros recuperados: 12
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional