Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 22
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestro fisiológico pós-parto em ovelhas Churras da Terra Quente paridas no Inverno: efeito ano. Estudo preliminar IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Coelho, Alípio.
Este trabalho teve como principal objectivo estudar o anestro fisiológico pós-parto, em ovelhas da raça autóctone portuguesa Churra da Terra Quente (CTQ), paridas no Inverno, ao longo de três anos consecutivos. Nestas ovelhas, o retorno à actividade ovárica “completa” revelou-se sempre difícil, embora se tenham verificado diferenças significativas entre anos.
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra da Terra Quente.
Ano: 2002 URL: http://hdl.handle.net/10198/6387
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestro pós-parto em ovelhas da raça churra galega bragançana com diferente condição corporal no ultimo terço da gestação IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Azevedo, Jorge; Maurício, Raimundo; Galvão, Lurdes; Mendonça, Álvaro; Cardoso, Manuel; Ferreira, Sónia.
Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de estudar a duração do período de anestro pós-parto, em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana, com dois níveis diferentes de condição corporal no último terço da gestação - 2,5 e 2,0. Neste sentido, na cidade de Bragança (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e altitude 720 metros), mais precisamente na Quinta de Santa Apolónia, pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de quarenta ovelhas da raça Churra Galega Bragançana com 2 a 3 anos de idade foi escolhido para a realização deste estudo. Durante o último terço da gestação, vinte destas ovelhas apresentaram uma condição corporal de 2,5 e as restantes vinte uma condição corporal de 2,0. No conjunto das ovelhas estudadas, a duração do...
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Condição corporal; Churra Galega Bragançana.
Ano: 2000 URL: http://hdl.handle.net/10198/6284
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestro pós-parto em ovelhas de diferentes raças: II. Amamentação duas vezes ao dia IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Mendonça, Álvaro.
Este trabalho teve como principal objectivo estudar a duração do anestro fisiológico pós-parto, em ovelhas da raça autóctone portuguesa Churra da Terra Quente e da raça exótica Ile de France, paridas no período de Inverno-Primavera e que amamentaram os seus borregos apenas durante dois períodos diários de meia hora cada. Para o efeito, utilizamos 24 ovelhas da raça Churra da Terra Quente e 16 da raça Ile de France. Consideramos que as ovelhas ovularam pela primeira vez após o parto, quando os níveis plasmáticos de progesterona se elevaram, pela primeira vez, acima dos 0,5 ng/ml. De acordo com os resultados alcançados, nestas raças, a duração do anestro fisiológico pós-parto, após parição no Inverno-Primavera, é condicionado pelo anestro sazonal.
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra Galega Bragançana.
Ano: 2003 URL: http://hdl.handle.net/10198/6317
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestro post parto en cabras de la raza autóctona portuguesa Serrana – ecótipo trasmontano – paridas en Otoño IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Azevedo, Jorge; Valentim, Ramiro; Galvão, Lurdes; Maurício, Raimundo; Almeida, José Carlos; Fontes, Paulo; Coelho, Alípio.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar el anestro post parto en cabras de la raza autóctona portuguesa Serrana, ecótipo Transmontano, paridas a finales de Otoño. En estas cabras, la parición en Noviembre determinó una difícil retoma de la actividad reproductiva y la tentativa de utilización de la primera ovulación post parto tendría seguramente como resultado una bajísima tasa de fertilidad.
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2003 URL: http://hdl.handle.net/10198/6299
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anestro post parto en cabras de la Raza autóctona portuguesa Serrana – ecótipo Trasmontano – paridas en otoño IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Azevedo, Jorge; Valentim, Ramiro; Galvão, Lurdes; Maurício, Raimundo; Almeida, José Carlos; Fontes, Paulo; Alípio, Coelho.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar el anestro post parto en cabras de la raza autóctona portuguesa Serrana, ecótipo Transmontano, paridas a finales de Otoño. En estas cabras, la parición en Noviembre determinó una difícil retoma de la actividad reproductiva y la tentativa de utilización de la primera ovulación post parto tendría seguramente como resultado una bajísima tasa de fertilidad.
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2003 URL: http://hdl.handle.net/10198/6396
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anoestro postpartum en cabras de la raza Serrana – ecotipo Transmontano – paridas en verano IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Coelho, Alípio; Mendonça, Álvaro.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar el anoestro postpartum en cabras de la raza autóctona portuguesa Serrana, ecotipo Transmontano, paridas en Verano. Durante el día, las cabras salían para realizar el pastoreo y al atardecer, inmediatamente antes de regresar al aprisco-corral, eran ordeñadas. La lactación de los chivos se dio solamente por la noche. La duración media del anoestro postpartum fue de 51,0 ± 16,9 días. Las cabras Serranas presentaron una buena retoma de la actividad reproductiva, ya que todas presentaron celo antes de la primera ovulación post parto y en ésta apareció siempre gestación.
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2002 URL: http://hdl.handle.net/10198/6394
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anoestro postpartum en cabras de la raza Serrana – ecotipo Transmontano – paridas en verano IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Coelho, Alípio; Mendonça, Álvaro.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar el anoestro postpartum en cabras de la raza autóctona portuguesa Serrana, ecotipo Transmontano, paridas en Verano. Durante el día, las cabras salían para realizar el pastoreo y al atardecer, inmediatamente antes de regresar al aprisco-corral, eran ordeñadas. La lactación de los chivos se dio solamente por la noche. La duración media del anoestro postpartum fue de 51,0 ± 16,9 días. Las cabras Serranas presentaron una buena retoma de la actividad reproductiva, ya que todas presentaron celo antes de la primera ovulación post parto y en ésta apareció siempre gestación.
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2002 URL: http://hdl.handle.net/10198/6296
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anoestro postpartum en ovejas de diferentes razas: I. Permanentemente acompañadas por los corderos IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Mendonça, Álvaro.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar la duración del anoestro fisiológico postpartum en ovejas de la raza autóctona portuguesa Churra da Terra Quente y de las razas IIe de France y Suffolk, paridas en invierno-primavera. Para ello hemos utilizado 24 ovejas Churras da Terra Quente. 16 ovejas IIe de France y 20 ovejas Suffolk. Se consideró que las ovejas habían ovulado por primera vez tras el parto cuando los niveles plasmáticos de progesterona se elevaron por encima de los 0,5 ng/ml. Según los resultados obtenidos. en estas razas el estudio del anoestro fisiológico postpartum en invierno-primavera depende claramente del anoestro estacional de las ovejas.
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Ile de France; Suffolk.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10198/6383
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anoestro postpartum en ovejas de diferentes razas: I. Permanentemente acompañadas por los corderos IPB - Escola Superior Agrária
Azevedo, Jorge; Correia, Teresa Montenegro; Almeida, José Carlos; Valentim, Ramiro; Fontes, Paulo; Mendonça, Álvaro.
El principal objetivo de este trabajo fue estudiar la duración del anoestro fisiológico pospartum en ovejas de la raza autóctona portuguesa Churra da Terra Quente y de las razas Ile de France y Suffolk, paridas en invierno-primavera. Para ello hemos utilizado 24 ovejas Churras da Terra Quente, 16 ovejas Ile de France y 20 ovejas Suffolk. Se consideró que las ovejas habían ovulado por primera vez tras el parto cuando los niveles plasmáticos de progesterona se elevaron por encima de los 0,5 ng/ml. Según los resultados obtenidos, en estas razas el estudio del anoestro fisiológico postpartum en invierno-primavera depende claramente del anoestro estacional de las ovejas.
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Ovinos.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10198/6294
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desempenho de vacas de corte Purunã submetidas a diferentes manejos de amamentação PAB
Moura,Ivan César Furmann; Kuss,Fernando; Moletta,José Luis; Menezes,Luis Fernando Glazenapp de; Henrique,Douglas Sampaio; Lipinski,Leandro Cavalcante; Martins,Adriana de Souza.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho ponderal e reprodutivo de vacas de corte submetidas a diferentes manejos de amamentação. Durante a estação de monta, de 85 dias, foram avaliadas 161 vacas de corte da raça Purunã, de acordo com os seguintes manejos de amamentação: desmame precoce, vacas separadas dos seus bezerros aos 75 dias pós-parto; amamentação controlada, vacas separadas de seus bezerros aos 75 dias de idade, mas colocadas para amamentar uma vez ao dia durante a estação de monta; e desmame convencional, vacas mantidas com seus bezerros ao pé até o final da estação de monta, aos 160 dias de idade dos bezerros, em média. As taxas de prenhez não foram significativamente afetadas pelos manejos de amamentação, tendo sido de 97% no desmame...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amamentação controlada; Anestro pós-parto; Desmame precoce; Eficiência reprodutiva; Intervalo entre partos; Taxa de fertilidade.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2014000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da duração do anestro pós-parto em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana com diferentes condições corporais ao parto IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Azevedo, Jorge; Cardoso, Manuel; Almeida, José Carlos; Ferreira, Sónia.
Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de estudar a duração do período de anestro pós-parto, em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana, com dois níveis diferentes de condição corporal ao parto - 2,5 e 2,0. Neste sentido, na cidade de Bragança (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e altitude 720 metros), mais precisamente na Quinta de Santa Apolónia, pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de quarenta ovelhas da raça Churra Galega Bragançana com 2 a 3 anos de idade foi escolhido para a realização deste estudo. Durante o último terço da gestação, vinte destas ovelhas apresentaram uma condição corporal de 2,5 e as restantes vinte uma condição corporal de 2,0. No conjunto das ovelhas estudadas, a duração do intervalo médio de...
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra Galega Bragançana.
Ano: 1999 URL: http://hdl.handle.net/10198/6327
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da duração do anestro pós-parto em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana sujeitas a diferentes regimes alimentares pós-parto IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Teixeira, A.; Azevedo, Jorge; Amorim, Victor.
Este trabalho foi desenvolvido com o intuito de estudar a duração do período de anestro pós-parto de ovelhas da raça Churra Galega Bragançana, submetidas a dois regimes alimentares pós-parto distintos. Neste sentido, na cidade de Bragança (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e al-titude 720 metros), mais precisamente na Quinta de Santa Apolónia, pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de trinta e quatro ovelhas da raça Churra Galega Bragançana foi dividido aleatoriamente em dois lotes distintos - A e B. Após o parto, as ovelhas do lote A foram alimentadas ad libitum com fenos de prados naturais e uma média de 400 gr de alimento concentrado comercial. Por seu lado, as ovelhas do lote B foram alimentadas ad libitum apenas com fenos de...
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra Galega Bragançana.
Ano: 1997 URL: http://hdl.handle.net/10198/6325
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da duração do anestro pós-parto em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana sujeitas a diferentes regimes alimentares pós-parto IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Teixeira, A.; Azevedo, Jorge; Amorim, Vitor.
Este trabalho foi desenvolvido com o intuito de estudar a duração do período de anestro pós-parto de ovelhas da raça Churra Galega Bragançana, submetidas a dois regimes alimentares pós-parto distintos. Neste sentido, na cidade de Bragança (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e altitude 720 metros), mais precisamente na Quinta de Santa Apolónia, pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de trinta e quatro ovelhas da raça Churra Galega Bragançana foi dividido aleatoriamente em dois lotes distintos - A e B. Após o parto, as ovelhas do lote A foram alimentadas ad libitum com fenos de prados naturais e uma média de 400 gr de alimento concentrado comercial. Por seu lado, as ovelhas do lote B foram alimentadas ad libitum apenas com fenos de...
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra Galega Bragançana.
Ano: 1999 URL: http://hdl.handle.net/10198/6285
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da duração do anestro pós-parto em ovelhas da raça Churra Galega Bragançana sujeitas a dois regimes de aleitamento IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Azevedo, Jorge; Mendonça, Álvaro; Reis, Raquel.
Este trabalho teve como objectivo estudar a duração do período de anestro pós-parto de ovelhas da raça Churra Galega Bragançana, submetidas a dois regimes de aleitamento distintos. Neste sentido, na Quinta de Santa Apolónia (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e altitude 720 metros), pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de quarenta ovelhas da raça Churra Galega Bragançana foi aleatoriamente dividido em dois subgrupos (A e B). Após o parto, as ovelhas do subgrupo A foram mantidas em contacto permanente com os seus cordeiros. Por seu lado, dois dias após o parto, os cordeiros filhos das ovelhas do subgrupo B foram destas separados e a partir desse momento apenas foi permitido que contactassem com as mães, duas vezes por dia, durante...
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Churra Galega Bragançana.
Ano: 2000 URL: http://hdl.handle.net/10198/6315
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica folicular de vacas charolesas submetidas a diferentes métodos de desmame interrompido aplicado aos 35 e 70 dias pós-parto Ciência Rural
Canto,João Ignácio do; Neves,Jairo Pereira; Gonçalves,Paulo Bayard Dias; Oliveira,João Francisco; Moraes,José Carlos Ferrugem; Ceccim,Marcelo; Brandelli,Adriano.
Com o objetivo de avaliar o efeito do desmame interrompido na dinâmica folicular aos 35 e 70 dias pós-parto, 15 vacas da raça Charolesa com parição na primavera, manejadas em campo nativo, foram distribuídas deforma aleatória em cinco diferentes tratamentos de desmame como segue: uso de tabuleta por dois dias (TAB 2), quatro dias (TAB 4), separação total por dois dias (TOT 2), quatro dias (TOT 4) e controle. A partir do início dos tratamentos, foi realizado monitoramento da atividade ovariana durante oito dias, e coletas diárias de sangue para dosagem de progesterona e identificação de cio com auxílio de rufião. Os ovários foram avaliados ecograficamente e os folículos foram classificados, conforme o diâmetro, em pequenos (< 3mm), médios (4 a 9mm) e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Desmame interrompido; Dinâmica folicular.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781998000400019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do regime de aleitamento sobre a duração do período de anestro pós-parto em cabras da raça Serrana – ecótipo Transmontano – paridas no Outono IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Azevedo, Jorge; Almeida, José Carlos; Galvão, Lurdes; Mendonça, Álvaro; Carvalho, M.; Fontes, Paulo.
Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de estudar o efeito da aplicação de dois regimes diferentes de aleitamento (amamentação vs. amamentação “nocturna” + ordenha) sobre a duração do período anovulatório pós-parto, em cabras da raça Serrana, ecótipo Transmontano, paridas no final do Outono. A retoma da actividade sexual pós-parto não variou significativamente em função do regime de aleitamento empregue.
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Caprinos; Regime de aleitamento.
Ano: 2004 URL: http://hdl.handle.net/10198/5873
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do regime de aleitamento sobre a duração do período de anestro pós-parto em cabras da raça Serrana – ecótipo Transmontano – paridas no outono IPB - Escola Superior Agrária
Valentim, Ramiro; Correia, Teresa Montenegro; Azevedo, Jorge; Almeida, José Carlos; Galvão, Lurdes; Mendonça, Álvaro; Carvalho, Marieta; Pontes, Paulo.
Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de estudar o efeito da aplicação de dois regimes diferentes de aleitamento (amamentação vs. amamentação “nocturna” + ordenha) sobre a duração do período anovulatório pós-parto, em cabras da raça Serrana, ecótipo Transmontano, paridas no final do Outono. A retoma da actividade sexual pós-parto não variou significativamente em função do regime de aleitamento empregue.
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2002 URL: http://hdl.handle.net/10198/6388
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da variação de peso vivo e condição corporal na duração do anestro após o parto em vacas Barrosãs IPB - Escola Superior Agrária
Almeida, José Carlos; Alves, Virgílio; Valentim, Ramiro; Bernardo, António; Potes, José Alberto.
Uma vez que as vacas Barrosãs parem ao longo de todo o ano, a diminuição sazonal das disponibilidades de alimento prejudica a taxa de fecundação. A avaliação do peso corporal (PC) e da condição corporal (CC) ao parto e durante a primeira lactação pode constituir um método prático de avaliação do efeito da dieta sobre a reprodução. Neste estudo, que decorreu nas quintas experimentais da UTAD (Vila Real) e da DRATM (Montalegre), a duração do período de anestro pós-parto foi determinado (47±33 dias) e relacionado com a variação do PC e da CC (escala de 5 pontos) num grupo de 83 vacas Barrosãs. Provavelmente, devido à idade das vacas, nos primeiros 30 dias de lactação, as perdas de CC não afectaram significativamente a duração do período de anestro pós-parto...
Tipo: ConferenceObject Palavras-chave: Anestro pós-parto; Barrosã.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10198/6329
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Manejo produtivo de caprinos e ovinos. Infoteca-e
NOGUEIRA, D. M.; PEIXOTO, R. de M..
Neste capítulo, discutem-se as principais orientações técnicas para o aumento do potencial produtivo da ovinocaprinocultura, o uso de instalações que promovam o bem-estar animal e os aspectos relacionados aos manejos sanitário e reprodutivo da criação de caprinos e ovinos na agricultura familiar dependente de chuva na região semiárida brasileira.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Manejo sanitário; Manejo reprodutivo; Estação de monta; Anestro pós-parto; Caprino; Ovino; Agricultura Familiar; Sala de Ordenha; Doença Animal; Animal production.
Ano: 2019 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1118505
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Período anovulatório pós-parto em cabras da raça Serrana paridas no Inverno IPB - Escola Superior Agrária
Correia, Teresa Montenegro; Valentim, Ramiro; Azevedo, Jorge; Maurício, Raimundo; Galvão, Lurdes; Mendonça, Álvaro; Cardoso, Manuel.
Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de estudar a duração do período anovulatório pós-parto, em cabras da raça Serrana, ecótipo Transmontano, paridas no final do Inverno. Neste sentido, na cidade de Bragança (latitude 41° 49' N, longitude 6° 40' W e altitude 720 metros), mais precisamente na Quinta de Santa Apolónia, pertencente à Escola Superior Agrária de Bragança, um grupo de vinte e quatro cabras da raça Serrana, ecótipo Transmontano, com 2 a 3 anos de idade, foi escolhido para a realização deste estudo. No conjunto das cabras estudadas, a duração do intervalo médio de dias observados entre o parto e a primeira subida das concentrações plasmáticas de progesterona pós-parto (P>0,5ng/ml) foi de 107,1±29,3. A duração da primeira fase lútea...
Tipo: Article Palavras-chave: Anestro pós-parto; Serrana.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10198/6291
Registros recuperados: 22
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional