Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 59
Primeira ... 123 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações das características fisiológicas da bananeira sob condições de fertirrigação Ciência Rural
Melo,Alberto Soares de; Silva Júnior,Carlos Dias da; Fernandes,Pedro Dantas; Sobral,Lafayette Franco; Brito,Marcos Eric Barbosa; Dantas,Jolly Dayanne Melo.
A aplicação de fertilizantes via sistema de irrigação tem se tornado uma prática importante para o suprimento de nutrientes na fruticultura. No entanto, é necessário estudar o efeito dessa aplicação sobre a fisiologia da bananeira a fim de aumentar a eficiência do uso desses insumos. O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos de doses de nitrogênio e potássio, via água de irrigação, sobre as características fisiológicas da bananeira, cultivar 'Prata-Anã', nos tabuleiros costeiros do Estado de Sergipe. O experimento foi conduzido no campo, utilizando um fatorial 4x4 com quatro blocos casualizados, na Estação Experimental da Universidade Federal de Sergipe. Foram testados dois fatores: nitrogênio (0; 250; 500 e 750, em kg ha-1 de N, na forma de uréia)...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musa spp; Fotossíntese; Condutância estomática.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações fisiológicas de plantas de bananeira (Musa sp.) infectadas por Fusarium oxysporum fsp. cubense. Repositório Alice
NUNES, M. A. L.; SANTOS FILHO, B. G. dos; SANTOS, D. S. B. dos; ROCHA NETO, O. G. da; PINHEIRO, H. A.; GOES, L. B..
bitstream/item/201240/1/Alteracoes-fisiologicas-de-plantas.pdf
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Doença por fungo; Taxa de transpiração; Condutância estomática; Teor de clorofila; Fusarium oxysparum; Fungal diseases; Chlorophylls; Banana; Fisiologia; Bananas; Plant physiology.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/394410
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de água salina no desenvolvimento e comportamento fisiológico do coqueiro AGRIAMBI
Silva Júnior,Carlos D. da; Passos,Edson E. M.; Gheyi,Hans R..
Avaliou-se o efeito do déficit hídrico e da irrigação com água de diferentes níveis de salinidade, no desenvolvimento do coqueiro (Cocos nucifera L.) "Gigante do Brasil", com cinco anos de idade e cultivado em condições de campo. O experimento foi conduzido no Campo Experimental da Embrapa Tabuleiros Costeiros, localizado no município de Itaporanga D'Ajuda, SE. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, com quatro tratamentos e quatro repetições. Cada parcela foi constituída de 12 plantas úteis. Os tratamentos foram: plantas sem irrigação (T0), aplicação de 40 L de água doce por planta em intervalos de 3 dias (T1), aplicação de água contendo 7,5 e 15,0 g L-1 de sais totais (T2 e T3). Analisaram-se as seguintes variáveis: número de folhas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cocos nucifera L.; Salinidade; Condutância estomática; Déficit hídrico; Relações hídricas.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662002000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aspectos anatômicos e fisiológicos de plantas de guaco submetidas a diferentes fotoperíodos Horticultura Brasileira
Castro,Evaristo Mauro de; Pinto,José Eduardo B.P.; Melo,Hyrandir C. de; Soares,Ângela Maria; Alvarenga,Amauri A. de; Lima Júnior,Érico de C..
O guaco (Mikania glomerata Sprengel) é espécie de uso medicinal conhecida pela atividade broncodilatadora. Muitos estudos têm evidenciado mudanças nas características anatômicas e fisiológicas de plantas medicinais sob influência de condições de radiação. Neste trabalho analisou-se a influência de fotoperíodos (8; 12; 16 e 20 h) na anatomia foliar, nos teores de clorofila e condutância estomática em três regiões da planta. Após 90 dias de tratamento, plantas adultas e com diferentes tamanhos influenciados pelos fotoperíodos foram submetidas às avaliações anatômicas e fisiológicas. Os teores de clorofila foram maiores nos fotoperíodos de 8 e 12 h nas regiões superior e mediana da planta e menores no fotoperíodo de 8 h na região basal. A condutância e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mikania glomerata Sprengel; Luz; Clorofila; Condutância estomática; Anatomia foliar.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362005000300031
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade fotossintética e peroxidação de lipídios de membrana em plantas de aroeira-do-sertão sob estresse hídrico e após reidratação Braz. J. Plant Physiol.
Queiroz,Cristina G. S.; Garcia,Queila S.; Lemos Filho,José Pires.
Avaliaram-se os efeitos do estresse hídrico e da reidratação sobre parâmetros de fluorescência, condutância estomática e peroxidação de lipídios em plantas de Myracrodruon urundeuva Fr. All. (Anacardiaceae). As plantas foram cultivadas em casa de vegetação e a seca foi induzida por suspensão da irrigação durante 14 dias. Sob estresse hídrico, observou-se queda acentuada no conteúdo relativo de água foliar, o qual alcançou valores próximos a 60 %. Essa queda foi acompanhada por grande diminuição na condutância estomática e na taxa aparente de transporte de elétrons (ETR) e extensivos danos às membranas evidenciados por aumentos na peroxidação de lipídios. Apesar do decréscimo nos valores de ETR, não se observaram alterações nos valores do rendimento...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Condutância estomática; Estresse oxidativo; Fluorescência; Fotossíntese; Myracrodruon urundeuva.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04202002000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de trocas gasosas de cultivares da espécie Meghatyrsus maximuns durante o período de estabelecimento. Repositório Alice
FONTENELE, R. G.; SANTOS, F. G. R.; CANDIDO, M. J. D.; POMPEU, R. C. F. F.; MARANHAO, S. R.; SANTOS NETO, C. F.; CONRADO, J. A. A.; SALDANHA, A. R..
Resumo: As avaliações das trocas gasosas, particularmente da fotossíntese e da transpiração, quando associadas com medições da condutância stomática e das variações climáticas, podem servir como importantes ferramentas para a compreensão de como determinada espécie ou determinado genótipo utiliza os recursos disponíveis do ambiente e de como as flutuações sazonais destes recursos afetam a produtividade primária das plantas. O presente estudo tem por objetivo, avaliar as trocas gasosas de cultivares da espécie Meghatyrsus maximuns durante o período de estabelecimento. O período de estabelecimento ocorreu do dia 11 de Março de 2016 ao dia 21 de Abril de 2016 totalizando 40 dias. Durante o período de estabelecimento foram registrados 301,1 mm de precipitação...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: BRS-TAMANI; Condutância estomática; Brasil; Semiárido; Gramínea Forrageira; Fotossíntese; Photosynthesis; Stomatal conductance; Brazil; Semiarid soils.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1107394
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação ecofisiológica de clones de videira cv. Syrah Ciência e Agrotecnologia
Regina,Murillo de Albuquerque; Audeguin,Laurent.
Avaliou-se o comportamento agronômico e ecofisiológico de três clones de videira da cultivar Syrah. Foram empregadas plantas adultas, enxertadas sobre SO4 e cultivadas em solo arenoso com lençol freático superficial. O clone 470 mostrou-se ao mesmo tempo mais precoce, mais vigoroso e menos produtivo, confirmando o seu potencial de clone qualitativo. Por outro lado, não foram verificadas diferenças de comportamento entre clones, para a assimilação do carbono e condutância estomática em condições não limitantes à fotossíntese.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fertilidade; Vigor; Fotossíntese; Condutância estomática; Cv. Syrah; Vitis vinifera L.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542005000400021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características estomáticas de pares congenéricos de cerrado e mata de galeria crescendo numa região transicional no Brasil central Acta Botanica
Rossatto,Davi Rodrigo; Hoffmann,William Arthur; Franco,Augusto César.
Em áreas protegidas do fogo, espécies arbóreas predominantemente florestais conseguem se estabelecer no cerrado e crescer lado a lado com espécies do mesmo gênero que são características destas formações savânicas. Devido às condições ambientais diferenciadas encontradas nas formações de cerrado e de mata, estas espécies congenéricas podem se comportar como grupos funcionais distintos. Neste trabalho foi realizado um estudo comparativo da anatomia dos estômatos e da condutância estomática e taxas de transpiração foliar em 10 pares de espécies congenéricas do cerrado e de mata de galeria e das relações entre as características estomáticas selecionadas e a condutância estomática, já que a morfologia dos estômatos e sua densidade afetam a área para difusão...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Condutância estomática; Estômato; Poro estomático; Transpiração.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062009000200021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características fisiológicas de feijoeiro em competição com plantas daninhas. Repositório Alice
MANABE, P. M. S.; MATOS, C. da C. de; FERREIRA, E. A.; SILVA, A. A. da; SEDIYAMA, T.; MANABE, A.; SILVA, A. F. da; ROCHA, P. R. R.; GALON, L..
A competição das plantas daninhas com as culturas reduz o fornecimento de alguns recursos para as espécies, ocasionando deficiências que culminam em alterações nas características fisiológicas relacionadas à fotossíntese, como a deficiência hídrica e nutricional e a baixa qualidade ou quantidade de luminosidade. Assim, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o efeito da competição e do manejo de plantas daninhas nas características fisiológicas de plantas de feijoeiro. Utilizou-se delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos foram: plantas de feijoeiro submetidas à aplicação da mistura de herbicidas fomesafen+fluazifop-p-butyl (Robust®), cultivadas isoladamente e em competição com capim-marmelada (Brachiaria plantaginea),...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Transpiração; Condutância estomática; IRGA; Fisiologia vegetal; Fotossíntese; Plant physiology; Photosynthesis; Sweating; Stomatal conductance.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001463
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização ecofisiológica e produção de grãos de dois híbridos de milho contrastantes a seca. Repositório Alice
MAGALHAES, P. C.; SOUZA, T. C.; GOMES JUNIOR, C. C..
2012
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Zea mays; Estresse hídrico; Condutância estomática; Índice de colheita.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/933005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento estomático de Coffea canephora em condições de Cerrado. Repositório Alice
MATOS, N. M. S. de; PEREIRA, F. A. C.; MENDES, A. N. G.; CARVALHO, M. A. de F.; RODRIGUES, G. C.; VEIGA, A. D.; MARRACCINI, P.; BARTHOLO, G. F..
Objetivou-se com o presente estudo, analisar o comportamento estomático ao longo do dia de genótipos de Coffea canephora após o período de suspensão hídrica imposto no sistema de irrigação do Cerrado. Avaliou-se no ano de 2017 genótipos existentes no Banco Ativo de Germoplasma localizado na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cerrados), Planaltina-DF. Foram utilizados seis genótipos da espécie Coffea canephora, sendo 4 indivíduos selecionados de uma população de melhoramento da Embrapa Cerrados (8, 114, 30 e 125) e dois clones com características contrastantes de tolerância à seca (14 ? tolerante e 22 - sensível) (FERRÃO et al., 1999). O plantio foi realizado em linhas, por material, utilizando um espaçamento de 3,7 x 1,0 m em sistema...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Condutância estomática; Suspensão hídrica; Genótipo de café; Hydric suspension; Coffee genotypes; Potencial Hídrico; Stomatal conductance; Water potential.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1114241
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento fisiológico de bananeiras (Musa sp.) nas condições tropicais da Amazônia Oriental. Repositório Alice
NUNES, M. A. L.; SANTOS FILHO, B. G. dos; SANTOS, D. S. B. dos; ROCHA NETO, O. G. da; GOMES, V. A..
bitstream/item/201241/1/Comportamento-fisiologico-de-bananeiras.pdf
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Taxa de transpiração; Condutância estomática; Teor de clorofila; Chlorophylls; Banana; Fisiologia; Bananas; Plant physiology; Transpiration.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/394411
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento sazonal do potencial hídrico e das trocas gasosas de quatro variedades de coqueiro-anão Rev. Bras. Frutic.
Passos,Cíntia Dória; Passos,Edson Eduardo Melo; Prado,Carlos Henrique Britto de Assis.
Avaliou-se o curso diurno e sazonal do potencial hídrico e das trocas gasosas foliares do coqueiro-anão (Cocos nucifera L.) sob condições de campo, no município de Ilha das Flores-SE. As quatro variedades estudadas (Anão Vermelho de Camarões - AVC, Anão Vermelho de Gramame - AVG, Anão Amarelo de Gramame - AAG e Anão Verde de Jiqui - AveJ) reduziram drasticamente a condutância estomática (gs) no período seco. Sob estiagem, os valores de transpiração (E) e fotossíntese líquida (A) foram reduzidos principalmente nas variedades AVG e AVeJ, as quais apresentaram aumento significativo nos valores de eficiência intrínseca do uso da água (A/gs), principalmente o AVeJ. Na estação chuvosa, as trocas gasosas foram condicionadas pela densidade de fluxo de fótons...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cocos nucifera L.; Condutância estomática; Transpiração; Fotossíntese líquida.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452005000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Condutância estomática em componentes de vegetações secundárias enriquecidas na Amazônia Oriental. Repositório Alice
COIMBRA, H. M.; OLIVEIRA, V. C. de; BRIENZA JUNIOR, S.; SÁ, T. D. de A..
1997
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Vegetação secundária; Condutância estomática.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1008135
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento de espécies do gênero Brachiaria sob alagamento em casa de vegetação R. Bras. Zootec.
Mattos,Jorge Luiz Schirmer de; Gomide,José Alberto; Martinez y Huaman,Carlos Alberto.
Objetivou-se avaliar a tolerância ao alagameto de quatro espécies de Brachiaria (B. decumbens,B. brizantha, B. humidicola e B. mutica), a partir de suas características morfogênicas, fisiológicas e produtivas. Os tratamentos foram arranjados segundo esquema fatorial 4 x 3 quatro espécies de Brachiaria e três níveis de disponibilidade de água no solo (capacidade de campo, lâmina d'água de 1 e 10 cm acima do solo). O delineamento experimental foi de blocos completos ao acaso, com três repetições. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando-se colunas de PVC com 60 cm de altura x 30 cm de diâmetro. Os níveis de alagamento foram impostos a partir do 22º dia de rebrota após corte de uniformização. O acréscimo de água aos vasos, necessário para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biomassa; Condutância estomática; Fotossíntese; Índices morfogênicos.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982005000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento de espécies do gênero Brachiaria, sob déficit hídrico, em casa de vegetação R. Bras. Zootec.
Mattos,Jorge Luiz Schirmer de; Gomide,José Alberto; Martinez y Huaman,Carlos Alberto.
Avaliaram-se as características morfogênicas, fisiológicas e produtivas de espécies de Brachiaria, durante e após período de estresse hídrico. Os tratamentos foram arranjados em um esquema fatorial 4 x 5 quatro espécies de Brachiaria (B. decumbens, B. brizantha, B. humidicola e B. mutica) e cinco níveis de potencial hídrico do solo (-0, 01, -0, 03, -0, 1, -0, 5 e -1, 5 MPa) em um delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições. O experimento foi instalado em casa de vegetação, em colunas de PVC com 40 cm de altura e 30 cm de diâmetro. Os déficits hídricos foram impostos durante 23 dias e, após este período, um grupo de plantas foi mantido sob condições normais de disponibilidade de água no solo, durante, aproximadamente, uma semana, para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biomassa; Condutância estomática; Fotossíntese; Potencial hídrico foliar; Taxas de aparecimento; Alongamento e senescência.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982005000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento inicial e trocas gasosas de mudas de Spondias enxertadas sobre umbuzeiro. Infoteca-e
AIDAR, S. de T.; ARAUJO, F. P. de; CHAVES, A. R. de M..
Objetivou-se caracterizar o crescimento inicial e as trocas gasosas de espécies de Spondias enxertadas sobre umbuzeiro. Foram realizadas avaliações de assimilação líquida de CO2 (A), condutância estomática (gs), transpiração foliar (E), teor de clorofila (Tcl), área foliar total (Aft), comprimento de ramos (Cr) e alocação de biomassa no sistema radicular e na parte aérea. As medidas de trocas gasosas foram realizadas entre as 9h e 11h da manhã sob céu limpo, em mudas com 60 dias após a enxertia, cultivadas sob 50% de sombreamento e irrigação diária. Umbuzeiro gigante e umbugueleira apresentaram as maiores taxas de A, em coerência com os maiores valores de Tcl, ao mesmo tempo que apresentaram os menores valores de gs e de E, indicando maior economia de...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Clorofila; Crescimento vegetativo; Fotossíntese; Condutância estomática; Transpiração; Enxertia; Umbu; Recurso natural; Natural resoucre; Vegetative growth.
Ano: 2013 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/965621
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos ecofisiológicos e bioquímicos do cupuaçuzeiro [Theobroma grandiflorum (Wild.Ex.Spreng.) Schum] submetido ao estresse hídrico e a reidratação. Repositório Alice
OLIVEIRA-NETO, C. F.; FREITAS, J. M. N. de; BARIANE, A.; CARVALHO, C. J. R.; COSTA, R. C. L. da..
2005
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cupuaçu; Condutância estomática.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/575693
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fluxo de seiva e fotossíntese em laranjeira 'Natal' com clorose variegada dos citros. Repositório Alice
MACHADO, E.C.; OLIVEIRA, R.F. de; RIBEIRO, R.V.; MEDINA, C.L.; STUCHI, E.S.; MARIN, F.R.; SILVA, J.A.B. da; SILVA, S.R. da.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da clorose variegada dos citros (CVC), no fluxo de seiva, trocas gasosas e atividade fotoquímica em laranjeira 'Natal', com e sem CVC, em condição de campo. O curso diário do fluxo de seiva, potencial da água na folha, assimilação de CO2, transpiração, condutância estomática e eficiência quântica máxima e efetiva do fotossistema II foram avaliados. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com cinco repetições. O fluxo de seiva foi 1,9 vez superior nas plantas sadias em relação às doentes. Em plantas doentes ocorreu queda de 43, 28 e 33% na assimilação de CO2, condutância estomática e transpiração, respectivamente. As plantas com CVC apresentaram fotoinibição dinâmica. Uma vez que a eficiência...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Citrus sinensis; Xylella fastidiosa; Assimilação de CO2; Condutância estomática; Fluorescência da clorofila; Transpiração; Assimilation; Stomatal conductance; Chlorophyll fluorescence; Transpiration.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/108952
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fluxo de seiva e fotossíntése em laranjeira 'Natal' com clorose variegada dos citros. Repositório Alice
MACHADO, E. C.; OLIVEIRA, R. F. de; RIBEIRO, R. V.; MEDINA, C. L.; STUCHI, E. S.; MARIN, F. R.; SILVA, J. A. B. da; SILVA, S. R. da..
Climatologia; Estatística; Fisiologia Vegetal; Fitopatologia; Frutilcultura; Genética; Microbiologia; Nutrição Animal; Nutrição Mineral; Solos; Tecnologia de Alimentos; Notas Científicas; Novas Cultivares.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Citrus sinensis; Xilella fastidiosa; Assimilação de CO2; Condutância estomática; Fluorescência da clorofila; Transpiração.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/8450
Registros recuperados: 59
Primeira ... 123 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional