Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 123
Primeira ... 1234567 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A defesa vegetal contra fitopatógenos Sci. Agrar.Paran. / SAP
Stangarlin, J. R.; Kuhn, O. J.; Toledo, M. V.; Portz, R. L.; F., K. R.; Pascholati, S. F..
Com o crescente desenvolvimento de tecnologias voltadas para a agricultura, são evidentes os incrementos na utilização de insumos, em especial de pesticidas. O uso de agroquímicos vem contribuindo para o aumento da produtividade agrícola, mas também tem sido responsável por efeitos adversos sobre o meio ambiente e a saúde humana. Atualmente, com o avanço da agricultura de base agroecológica, novas medidas de proteção de plantas vêm apresentando destaque, como a indução de resistência, que é ativação  de mecanismos de defesa vegetal para o controle de pragas e doenças. Um enorme volume de pesquisas dentro da fitopatologia se concentra no fenômeno da especificidade entre o patógeno e o hospedeiro, fenômeno de reconhecimento, do papel das fitotoxinas e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Controle alternativo; Indução de resistência; Plantas medicinais; Homeopatia.
Ano: 2011 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/5268
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação de Eko's Max® sobre a ferrugem do café (Hemileia vastratrix). Repositório Alice
DORIGHELLO, D. V.; FERREIRA, T. C.; FERREIRA, M. F.; ALBUQUERQUE, C. A. C.; BETTIOL, W..
O café está entre as principais commodities brasileiras e é responsável por divisas de aproximadamente 6,4 bilhões de dólares. Entre os diversos problemas fitossanitários que comprometem a sua produção, a ferrugem do café, causada por Hemileia vastatrix, é a principal doença incidente na cultura e, na ausência de ferramentas que permitam seu manejo, os danos não permitem a colheita. A principal forma de controle dessa doença é a utilização de fungicidas. No entanto, fungicidas de sítios específicos podem facilmente perder sua eficiência frente a seleção de populações menos sensíveis a estes compostos. Assim, o desenvolvimento de métodos alternativos que possam compor o conjunto de estratégias de manejo dessa doença é desejável. Sendo assim, o objetivo...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ferrugem do café; Controle alternativo; Sais.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1068017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise bromatológica e fisiológica de sementes de feijão enriquecidas com extratos secos de alecrim e cúrcuma Sci. Agrar.Paran. / SAP
Carvalho, Jeferson Carlos; Henkemeier, Nicanor Pilarski; Kohler, Taís Regina; Viecelli, Clair Aparecida; Zanchet, Fernanda; Kuhn, Odair José.
A cultura do feijoeiro tem uma grande importância econômica para o Brasil, maior produtor e consumidor mundial dessa leguminosa. Porém, a produção brasileira do feijão é afetada principalmente por dois patógenos (Pseudocercospora griseola e Xanthomonas axonopodis pv. Phaseoli), necessitando pesquisas voltadas a qualidade de sementes, utilizando extratos no controle de doenças. Diante do exposto, objetivou-se com o presente trabalho avaliar a germinação, desenvolvimento de plântula, teor de proteína e teor de minerais das sementes colhidas de plantas tratadas com extratos secos de alecrim e cúrcuma. O experimento foi realizado a campo, em delineamento experimental de blocos ao acaso, utilizando 1, 2 e 3 aplicações de cúrcuma e alecrim na concentração de 50...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Phaseolus vulgaris L.; Controle alternativo; Qualidade de sementes..
Ano: 2019 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/20364
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ANTIMICROBIAL ACTIVITY OF PLANT EXTRACTS ON THE DEVELOPMENT OF Macrophomina phaseolina IN DIFFERENT STERILIZATION METHODS Sci. Agrar.Paran. / SAP
Lorenzetti, Eloisa; Heling, Anderson Luis; Carvalho, Jeferson Carlos; Habitzreuter Fujimoto, Juliana Yuriko; de Oliveira Faria, Vanessa; Stangarlin, José Renato; Kuhn, Odair José.
In order to seek new measures to protect plants against diseases, alternative agriculture through the use of medicinal plants has been much studied. The objective of this study was to evaluate the effect of rosemary extract, cloves, cinnamon, garlic and guaco, under different sterilization methods (water bath at 65 ºC for 1 hour, water bath at 85 ºC for 1 hour; Autoclaving at 110 ° C for 20 minutes and autoclaving at 120 ° C for 20 minutes) in the mycelial growth of M. phaseolina. The AACCM was found for each form of sterilization in the extracts used. The extracts of rosemary, garlic and clove have an antifungal potential against M. phaseolina verified for the method of sterilization autoclaving at 120 ºC for 20 minutes, water bath at 65 ºC and 85 ºC for...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Controle alternativo; Crescimento micelial; Podridão carvão..
Ano: 2018 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/16193
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antibacteriana de extratos de Senna alata L. Roxb. sobre a mancha bacteriana do maracujazeiro. Repositório Alice
SILVA, C. T. B. da; ISHIDA, A. K. N.; LEMOS, W. de P.; FREIRE, A. de N. R..
A mancha bacteriana, causada por Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae, é uma das principais doenças do maracujazeiro no Estado do Pará, sendo sua elevada incidência favorecida pelas condições climáticas locais. Extratos de plantas medicinais têm sido utilizados com resultados promissores no controle de fitopatógenos e, por esse motivo, essa pesquisa avaliou a atividade antibacteriana de extratos alcoólicos de Senna alata sobre o crescimento in vitro de X. axonopodis pv. passiflorae e na redução da bacteriose em casa de vegetação. Os extratos foram obtidos de folhas e vagens de S. alata. In vitro, os extratos foram incorporados ao meio 523 a 1%, e em seguida depositadas alíquotas de 100mL da suspensão bacteriana e espalhadas nas placas com alça de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Controle alternativo; Xanthomonas axonopodis pv passiflorae; Doença; Maracujá; Passiflora Edulis.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1071218
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica de Bergenina sobre Rhizoctonia solani. Repositório Alice
ISHIDA, A. K. N.; FERREIRA, S. da C.; SOUZA FILHO, A. P. da S.; SILVA, C. T. B. da; MONTEIRO, L. L. da S..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Controle alternativo; Maracujá; Pará.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/971701
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica de escopoletina sobre Rhizoctonia solani. Repositório Alice
FERREIRA, S. da C.; ISHIDA, A. K. N.; SOUZA FILHO, A. P. da S.; SILVA, C. T. B. da..
Na região Norte, a queima foliar (Rhizoctonia solani) destaca-se entre as doenças da cultura do maracujazeiro principalmente no período chuvoso, cujos danos são ocasionados pela intensa desfolha em plantas mais afetadas. A utilização de substâncias extraídas de plantas têm mostrado resultados promissores no controle de fitopatógenos. A escopoletina é uma cumarina encontrada em grande número de espécies vegetais. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de escopoletina sobre o crescimento de Rhizoctonia solani. A substância foi incorporada ao meio de cultura Batata Dextrose Ágar (BDA) nas concentrações de 0, 10, 20, 30,40 e 50 ppm. Após a solidificação do meio, depositou-se um disco de 8 mm de diâmetro de micélio do...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Doença; Maracujazeiro; Cumarina; Controle alternativo; Passiflora edulis f. flavicarpa.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/970429
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica de extratos brutos de Ottonia martiana Miq., Piperaceae. Repositório Alice
CUNICO, M. M.; CARVALHO, J. L. S.; ANDRADE, C. A.; MIGUEL, O. G.; MIGUEL, M. D.; AUER, C. G.; GRIGOLETTI JÚNIOR, A.; CÔCCO, L. C.; YAMAMOTO, C. I..
A produção de alimentos orgânicos baseia-se em produtos naturais ou extratos de plantas para o controle de pragas e doenças. A busca por produtos naturais é um trabalho constante para que haja uma grande variedade à disposição dos produtores rurais, uma vez que não é permitido o emprego de fungicidas sintéticos para o cultivo de espécies medicinais utilizados nas indústrias de fitoterápicos assim como de alimentos. Este estudo objetivou a atividade antifúngica de extratos brutos etanólicos e aquosos de Ottonia martiana contra os fitopatógenos Fusarium oxysporum, Colletotrichum acutatum, Rhizoctonia sp. Avaliou-se o efeito dos extratos sobre o crescimento micelial in vitro. Verificou-se a redução do crescimento micelial de todos os fungos e a maior...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Anestésia; Ottonnia martiana; Planta medicinal; Controle alternativo; Patógeno de planta.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/308500
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica de extratos de plantas a Colletotrichum gloeosporioides - DOI: 10.4025/actasciagron.v30i1.1104 Agronomy
Celoto, Mercia Ikarugi Bonfim; UNESP; Papa, Marli de Fátima Stradioto; FE/UNESP; Sacramento, Luis Vitor Silva do; UNESP; Celoto, Fernando Juari; UNESP.
O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito fungitóxico de extratos vegetais sobre o crescimento micelial e a germinação de esporos de Colletotrichum gloeosporioides. Os extratos foram obtidos a partir de plantas secas e moídas, utilizando-se água e etanol como meio extrator. Foram utilizadas 22 espécies de plantas para a obtenção dos extratos. Os extratos foram avaliados por meio da incorporação de 20% do extrato em meio BDA, antes ou após a autoclavagem do mesmo. Determinou-se a percentagem de inibição do crescimento micelial (PIC). Utilizando-se extrato na proporção de 50% e suspensão de esporos, determinou-se a percentagem de inibição da germinação de esporos (PIG). Verificou-se que os extratos hidroetanólicos proporcionaram maior PIC de C....
Palavras-chave: 5.01.02.00-1 Fitossanidade extratos vegetais; Inibição do crescimento micelial; Inibição da germinação de esporos; Controle alternativo; Plantas medicinais 5.01.02.00-1 Fitossanidade.
Ano: 2008 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/1104
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica de extratos etanólicos de espécies de Copaifera sobre Fusarium solani f.sp. Piperis e Fusarium oxysporum. Repositório Alice
ISHIDA, A. K. N.; BARATA, D. S.; GURGEL, E. S. C.; SOUZA FILHO, A. P. S.; TREMACOLDI, C. R.; SILVA, C. T. B..
2011
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Doença; Controle alternativo.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/904013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica e indução de resistência em trigo a Bipolaris sorokiniana por Artemisia camphorata - DOI: 10.4025/actasciagron.v25i2.2124 Agronomy
Franzener, Gilmar; UNIOESTE; Stangarlin, José Renato; UNIOESTE; Schwan-Estrada, Kátia Regina Freitas; UEM; Cruz, Maria Eugênia Silva; UEM.
Com o objetivo de se realizar o controle alternativo de Bipolaris sorokiniana em plantas de trigo, extrato aquoso (EA) da planta medicinal Artemisia camphorata (cânfora) foi utilizado em bioensaios para avaliar seus efeitos fungitóxico (através da inibição do crescimento micelial, da esporulação e da germinação de esporos) e indutor de resistência. Utilizou-se EA em concentrações de 1%, 5%, 10%, 15%, 20%, 25% e 50%, autoclavado ou não, com ou sem adição de antioxidante (Na2SO3 - 0,25%). Para indução de resistência, plantas com 30 dias de idade receberam o EA através de aspersão e 24, 48 e 72 horas após os tratamentos, realizou-se a inoculação com uma suspensão de esporos do patógeno (1 x 104 conídios/ml). O extrato aquoso de cânfora a 50% causou a inibição...
Palavras-chave: 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias resistência induzida; Controle alternativo; Cânfora; Mancha marrom do trigo 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias.
Ano: 2003 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/2124
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antifúngica in vitro do óleo essencial de Piper nigrum L. produzido a partir da associação com fungos micorrízicos arbusculares frente ao fitopatógeno Fusarium solani F. SP. piperis. Repositório Alice
ALMEIDA, L. S.; TRINDADE, R. C. S. da; OLIVEIRA, J. S. F. de; LUZ, S. F. M. da; MENEZES, I. C. de; MAIA, J. G. S.; MELLO, A. H. da; RAMOS, A. R.; SILVA, J. K. R. da..
O objetivo deste estudo é comparar a atividade antifúngica do óleo essencial (OE) das folhas de mudas inoculadas (OEPNFFM) e não inoculadas (OEPNF) com fungos micorrízicos arbusculares (FMAs), frente ao Fusarium solani, agente etiológico da fusariose. Os OEs foram obtidos de folhas coletadas 90 dias após a inoculação (DAI) com FMAs e analisados por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas. No ensaio in vitro, avaliaram-se as concentrações de 1,5; 1,0; 0,5 e 0,25 mg/mL. O OE das folhas mostrou-se rico em compostos terpênicos como ?-elemeno, elemol, ?-bisabolol. Os índices antifúngicos dos OEPNF e OEPNFFM não diferiram estatisticamente. Porém, o OEPNFFM, possui grande potencial para ser utilizado no controle biológico da fusariose.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pimenta-do-reino; Fungo; Doença; Composição química; Controle alternativo; Fusariose.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1061057
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antimicrobiana de escopoletina sobre Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae. Repositório Alice
FERREIRA, S. C.; ISHIDA, A. K. N.; SOUZA FILHO, A. P. da S.; SILVA, C. B. T. da; MONTEIRO, L. S.; DUARTE, P. M..
A bacteriose do maracujá (Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae) ocorre em todas as regiões onde se cultiva o maracujazeiro, sendo mais severa nas regiões mais quentes e úmidas. Se encontra disseminada nos principais municípios produtores do Estado do Pará, sendo uma doença de difícil controle. A escopoletina é encontrada nas raízes de certas plantas do gênero Scopolia e pertence à classe das cumarinas. A esses compostos atribui-se uma grande variedade de atividades biológicas, como a antimicrobiana, antiviral, anti-inflamatória, antiespasmódica, antitumoral e antioxidante. A utilização de substâncias extraídas de plantas medicinais têm mostrado resultados promissores no controle de fitopatógenos. Deste modo, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bacteriose; Controle alternativo; Maracujazeiro.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/950439
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antimicrobiana de extratos hexânicos de própolis e resina ds abelhas Melipona flavolineata, Melipona seminigra, Melipona fasciculata, Frieseomelitta varia e Apis mellifera sobre Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae. Repositório Alice
LACERDA, L.; ISHIDA, A. K. N.; OLIVEIRA, L. C. de; SOUZA FILHO, A. P. da S.; VENTURIERI, G. C.; SILVA, C. B. T. da..
O presente trabalho teve como objetivo verificar o efeito de extratos hexânicos extraídos a partir de resinas de Melipona flavolineata, M. seminigra, M. fasciculata, Frieseomelitta varia e Apis mellifera sobre o crescimento de Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae. Os extratos foram incorporados ao meio 523 na concentração de 1%. Após a solidificação do meio de cultura acrescido dos extratos, foram depositadas alíquotas de 100 µL da suspensão bacteriana ajustada à Abs540= 0,1 em diluição 10-6 e espalhadas com alça de Drigalski. Como testemunha utilizou-se o meio de cultura sem adição de nenhum extrato. Após a incubação por 48h a 28ºC, a avaliação foi realizada através da contagem de UFC das placas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Abelha; Controle alternativo; Maracujá; Bacteriose.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/950441
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade da enzima peroxidase em frutos de mamão (Carica papaya) submetidos a tratamentos físicos pós-colheita. Repositório Alice
ADABO, G.; TERAO, D.; HALFELD-VIEIRA, B. de A.; NECHET, K. de L..
Resumo: Este trabalho teve como objetivo determinar a atividade de peroxidases em frutos de mamão submetidos aos tratamentos físicos em pós-colheita, hidrotérmico e ozônio, aplicados individualmente e combinados, durante 8 dias de armazenamento. Um lote de 102 frutos de mamão do grupo Solo, proveniente de uma lavoura comercial, sem tratamento na pós-colheita, foi submetido aos tratamentos hidrotérmico (70ºC/15s), ozônio (1,5 ppm), aplicados tanto individualmente quanto combinados. Frutos não submetidos aos tratamentos físicos configuraram como controle. Após os tratamentos, os frutos foram mantidos durante 7 dias em câmara fria (10 ± 2ºC e 80 ± 2% de umidade relativa) e 1 dia em condição ambiente (23 ± 2ºC). Para a determinação da atividade de peroxidases,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Enzimas de defesa; Controle alternativo; Defense-related enzymes; Stem-end-rot; Alternative control; Doença de planta; Mamão; Pós-colheita; Tratamento hidrotérmico; Controle físico; Controle térmico; Ozônio; Peroxidase; Podridão Peduncular; Postharvest diseases; Papayas; Hot water treatment; Ozonation.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1104945
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade inseticida de detergentes neutros sobre pulgão preto em feijão caupi. Repositório Alice
CYSNE, A. Q.; COSTA, J. V. T. A.; BLEICHER, E..
A alimentação do pulgão, Aphis craccivora Koch (Hemiptera: Aphididae), causa danos diretos ao feijoeiro, Vigna unguiculata (L.) Walp, além de transmitir vírus, comprometendo o cultivo desta leguminosa, considerada a principal fonte proteica vegetal das regiões Norte e Nordeste. Neste trabalho foi avaliado o efeito de detergentes neutros de diferentes marcas comerciais sobre ninfas de pulgão preto, em feijoeiros, através da realização de quatro ensaios que tiveram a água destilada como testemunha e Acephate (Orthene® 750 BR) a 1 g.p.c./L, como inseticida de referência.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Alquilbenzeno sulfonato de sódio; Aphis craccivora; Controle alternativo; Vigna unguiculata; Sodium alquilbenzene sulphonate; Alternative control.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1022602
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade inseticida de extratos vegetais sobre o pulgão-preto do feijoeiro. Repositório Alice
GOMES, F. H. T.; BLEICHER, E.; COSTA, J. V. T. A.; PONTES, F. S. S.; CYSNE, A. Q..
Este estudo tem como objetivo avaliar a ação inseticida dos extratos de: Capsicum frutescens L., Coriandrum sativum L., Bougainvillea glabra Choisy e Spilanthes acmella, sobre Aphis craccivora Koch, em Vigna unguiculata (L.) Walp.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Bouganvillea glabra; Capsicum frutescens; Coriandrum sativum; Controle alternativo.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1075423
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade inseticida do óleo de Copaifera langsdorffii Desf. (copaiba) sobre Tribolium castaneum (Coleoptera: Tenebrionidae Plantas Medicinales
de Melo,Bruno Adelino; de Assis Cardoso Almeida,Francisco; Ferreira da Silva,Juliana; Maceió da Silva,Raphaela.
Tipo: Journal article Palavras-chave: Controle alternativo; Mortalidade; Nebulização; Contato.
Ano: 2015 URL: http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1028-47962015000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividades antibacteriana de bergenina sobre xanthomonas axonopodis pv. passiflorae. Repositório Alice
FERREIRA, S. da C.; ISHIDA, A. K. N.; SOUZA FILHO, A. P. da S.; TOLENTINO, C..
2012
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bacteriose; Controle alternativo; Maracujazeiro.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/949663
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da atividade antifúngica de extratos de gengibre e eucalipto in vitro e em fibras de bananeira infectadas com Helminthosporium sp - DOI: 10.4025/actasciagron.v28i1.1696 Agronomy
Rodrigues, Edvirgem; UEM; Schwan-Estrada, Kátia Regina Freitas; Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Agrárias, Agronomia; Stangarlin, José Renato; UNIOESTE; Cruz, Maria Eugenia Silva; UEM; Fiori-Tutida, Ana Cristina Grade; UEM.
O presente trabalho teve como objetivo avaliar a fungitoxicidade dos extratos brutos aquosos (EBA) de gengibre (Zingiber officinalis) e eucalipto (Corymbia citriodora) sobre o fungo Helminthosporium sp. Este patógeno foi identificado nas fibras do pseudocaule da bananeira, as quais são utilizadas na fabricação de artesanato local. Foram avaliados o crescimento micelial e esporulação do fungo in vitro, além do crescimento da colônia fúngica nas fibras tratadas com os extratos das plantas. As fibras receberam os seguintes tratamentos: preventivo (P), curativo (C) e T0, sendo que neste último, a inoculação e o tratamento com os EBAs foram realizados simultaneamente. Os resultados in vitro mostraram que, dos extratos testados, eucalipto foi mais eficiente na...
Palavras-chave: 5.01.02.00-1 Fitossanidade Zingiber officinalis; Corymbia citriodora; Controle alternativo; Fibras de bananeira 5.01.02.00-1 Fitossanidade.
Ano: 2006 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/1696
Registros recuperados: 123
Primeira ... 1234567 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional